A apresentação da Capcom no CEDEC sobre a RE Engine rendeu muitas informações sobre a produção de Resident Evil 7, além de entregar alguns conceitos visuais do game.

O desenvolvimento conceitual de Resident Evil 7 começou em 2013 e a produção do game foi iniciada em janeiro de 2014. O suporte ao PlayStation VR foi incorporado ao projeto em novembro de 2014 e a Capcom usou a demo Kitchen para testar como o público lidaria com o conceito.

A empresa japonesa também falou sobre o uso da tecnologia da realidade virtual durante a conferência. Para a Capcom, no caso de um game mais longo como Resident Evil 7 com suporte a VR é importante dar ao usuário opções que contornem o “cansaço” promovido pela tecnologia. Nos estágios mais recentes de desenvolvimento, a empresa está testando e fazendo mudanças com relação ao VR, implementando opções para que o usuário possa controlar uma série de fatores e se sinta mais confortável. Ainda, Resident Evil 7 irá permitir que o jogador alterne entre o modo com e sem VR a qualquer momento do game.

Os usuários poderão perceber algumas diferenças ao jogarem com e sem o PlayStation VR, mas a maioria são referentes a detalhes gráficos e técnicos que envolvem profundidade no campo visual.

O método de fotogrametria, usado na RE Engine, é uma tecnologia de escaneamento 3D que permite que um computador gere um modelo gráfico e texturas a partir de fotos de objetos e pessoas tiradas a partir de vários ângulos diferentes. A Capcom optou por esse método porque a tecnologia desenvolvida por eles permite criar objetos gráficos em alta qualidade e com riqueza de detalhes muito mais rapidamente do que se fossem criadas “do zero” por um modelista 3D. Cerca de metade dos elementos gráficos de Resident Evil 7 foram criados usando a fotogrametria.

Resident Evil 7 irá trazer algumas criaturas que não existem no mundo real, então, nesse caso, é impossível criá-las somente a partir de fotografias. No desenvolvimento de monstros para o jogo houve um trabalho conjunto de fotogrametria, modelistas 3D e também de artistas de maquiagem e prostética. Durante a apresentação, a Capcom disse parecer que a produção parecia mais com a de um filme do que de um jogo, já que foram contratados atores e modelos que eram transformados para serem fotografados.

A fotogrametria também envolve a captura de movimentos, então ter atores que pudessem reproduzir expressões fidedignas elevou bastante a qualidade do trabalho final.

Para a produção de cenários, foram capturadas muitas imagens de locações. A equipe visitou vários locais assustadores do Japão, incluindo a cidade de Nara. A visita a locações também rendeu a captura de imagens e objetos específicos e de animais. A equipe de produção também foi ao sul dos EUA para tentar reproduzir de forma fiel a atmosfera do estado da Louisiana, onde Resident Evil 7 se passa. A maioria das imagens capturadas fora do Japão foi de casas. Durante a visita aos Estados Unidos, algumas pessoas de Hollywood auxiliaram no processo de produção.

Além da viagem para os EUA, a equipe de produção também capturou imagens de alguns locais inusitados, como uma fábrica de processamento de carne. Um membro da Capcom disse que um dos monstros do jogo foi construído a partir de imagens obtidas nessa fábrica.

Como algumas imagens vazadas do evento já entregaram, a fotogrametria foi usada também em Umbrella Corps, porém o resultado ficou limitado pela Unity Engine.

Resident Evil 7 será lançado em 24 de janeiro de 2017 no Xbox One, PCs e no PlayStation 4, com suporte ao PlayStation VR.

Via NeoGAF.

  • Ȓᾄᾗʛἔʀ Ɖἷṩῥᾄἷʀ

    Eu gostaria de ver mais detalhes do gameplay, porém NÃO DÁ pra negar que a tecnologia desse jogo é impressionante. Enquanto o cinema se afasta dos efeitos práticos, a Capcom nos games se aproxima mais deles. Ponto pra Capcom.

    • Bruno Pessoa

      Acho que teremos novidades maravilhosas na Tókio Game Show. Ansioso!

      • Mateus

        Tomara!
        A TGS tá perto, mas a ansiedade diz que tá longe hahah.

        • J Aleixo

          Você sabe a data da TGS?

          • Mateus

            Começa dia 15 só para a Imprensa e dia 17 abre ao público. Então acredito que a partir do dia 15 já teremos novidades.

          • J Aleixo

            Vlw

          • Rodrigo Zika!

            Dia 15, e quinta feira.

          • J Aleixo

            Vlw cara

        • Paulo Guina

          Que dia é essa tgs

          • Mateus

            Começa dia 15 só para a Imprensa e dia 17 abre ao público. Então acredito que a partir do dia 15 já teremos novidades.

  • Igor Matheus

    Me apaixonando cada vez mais por esse jogo <3

  • Breno Lima

    E a ansiedade só aumenta. Que venham os monstros. Estou louco para conhecê-los. <3

  • Hugo

    Quero ver um monstro logo!

  • Rodrigo Zika!

    Muito bacana, real pra caramba, espero ver isso no jogo final.

    • Andre Iack

      Tomara que não tenha downgrade, porque o gráficos das demos apresentadas até agora não são tão realistas quanto os desses videos.

  • Lucas Carlos

    Galeres, me fala como ta a ansiedade de vocês depois dessas fotos. =]

    • Rodrigo Zika!

      Tomara hein kkkkkkkkkkkkkkkk

    • Andre Iack

      A 1000!

    • Albert Wesker

      Ai Meu Deus !

    • Danilo Rodrigues

      Tá sinistro. Esse jogo com certeza virá de pré venda. Assim como o Mafia 3. Tem certas franquias que não dá pra deixar de comprar em pré venda.

    • Thiago Camara

      Porque o alvoroço por causa de zumbi ?

  • Lucas Oliveira

    Muito impressionante esta tecnologia, pelo contrario de alguns comentários negativos que li sobre RE7, estou muito empolgado com tudo que foi mostrado até agora.

  • Max

    Fotogrametria é o futuro dos games, ainda mais com essa coisa de realidade virtual chegando por aí, acredito que o RE2 remake também usará esse método.

    • Marcos Veloso

      Vindo da Capcom, pode vir qualquer coisa, olha o Revelations 2…

      • Rodrigo Zika!

        Revelations 2 teve baixo orçamento.

        • Marcos Veloso

          Mas mesmo assim, eles deveriam ter um cuidado melhor no polimento final do game e não mentir nos requisitos do jogo.

          • Rodrigo Zika!

            Mais foi mal feito mesmo haha

          • Marcos Veloso

            É nisso que me refiro, não digo que o game é ruim, muito pelo contrário, mas infelizmente, o mal desempenho dele, ofuscou sua qualidade geral pra mim que joga no PC (mesmo tendo um computador bem acima do seu requisito).

          • Rodrigo Zika!

            Com certeza, tenho a versão de PC.

          • Thiago Camara

            Meu orgulho aqui. Espero mesmo que façam remakes do 2,3, code Verônica.

          • Hunk

            São as conquistas do modo Wesker? Essas são as que faltam pra mim.

          • Thiago Camara

            Justamente as conquistas do modo Wesker, acabei de matar o leech com faca e ganhei a conquista de hoje. Depois vou pegar as 2 que faltam

          • Hunk

            Algum dia ainda tenho que voltar pro RE0 pra jogar esse modo. Estou quase platinando o RE5 de PS4, vai depender do quanto a dificuldade Pro vai me irritar, mas quando acabar com isso talvez eu volte pro RE0. Pelo visto consertaram essa dificuldade, tenho a impressão que o personagem não demora mais um milésimo de segundo pra morrer quando entra no dying, embora ainda seja muito mais rápido que nas outras dificuldades, mas uma mudança dessas já ajuda muito. Acabei de derrotar o gigante e enfrentarei os índios agora (até então só consegui rankings S, ainda bem, porque se vier um A é o mesmo que não concluir o capítulo pra mim), parece que tá bem mais tranquilo mesmo, fiz esse progresso todo no mesmo dia sem muitas mortes se desconsiderar o gigante (as QTEs dele ainda não possuem misericórdia). Lembro que antigamente eu passei muito sufoco nessa dificuldade, nunca estive tão puto quanto no ano em que a joguei no PS3, tinha vontade de matar o primeiro fdp que olhasse torto pra mim, mas agora tá bem suave, esse jogo não está mais despertando o meu lado mais sombrio, pelo menos não até então. Quero ver como vai ser o capítulo 4-1, que foi de longe o maior foco de todo o meu ódio. Mas se bem que eu consegui terminar o Desperate Escape nessa dificuldade em 28 minutos com ranking S solo, diferente da versão de PS3 que eu terminei com um belo C depois de 4 horas jogando com um amigo, então comparado a antes nada deve ser tão ruim.

          • Thiago Camara

            Eu gostava do dying rapido pra n dar tempo do parceiro salvar e obrigar a pessoa a andar com cuidado. Aumentava a tensão. Pra min ia ser foda se desse pra ir nessa dificuldade na primeira jogatina sem nenhuma arma comprada

          • Hunk

            Eu não me importava tanto do meu dying ser rápido (o que ainda é, só que parece ser menos), o que me incomodava era a Sheva se separar de mim contra a minha vontade, entrar em dying e morrer sem que eu pudesse fazer alguma coisa. Era essa necessidade de ter que ficar tomando conta de um ser tão incompetente que me dava nos nervos, agora é menos mal, pelo menos pro single player essa mudança foi essencial. Se eu não me engano até podem ter melhorado a IA também, já que eu não a vi entrando tanto no dying até então, mas não tenho como provar isso, pode ser sorte. Em coop talvez não era tão ruim, já que dependia da habilidade dos jogadores, mas solo o modo Pro era completamente injusto por causa do parceiro incompetente, não era um desafio divertido, era apenas uma frustração enorme se enfiando na frente do 100%.

          • Max

            O modo Pro do RE5 poderia ter sido chamado de Take Care of Sheva ou Sheva Must Die kk, porque o que realmente mais atrapalha nesse modo é a burrice artificial da Sheva, se bem que o Chris também fica burro quando controlado pelo computador. No RE6 melhoraram a inteligência artificial dos parceiros, mas os personagens são praticamente imortais, parecem até o Rambo e matam inimigos como se não houvesse amanhã, o que é tão ruim quanto ter como parceiro um personagem com inteligência artificial fraca.

          • Hunk

            Gostei do Sheva Must Die, faz muito mais sentido do que Professional. Como vc disse na realidade o problema não é ela, e sim qualquer que seja o personagem controlado pela IA, mas acho que a maioria prefere jogar com o Chris mesmo, então não tem como ela não levar a má fama, afinal ela é o rosto que a grande maioria associa à burrice artificial do jogo, e eu não sou exceção. Prefiro o método do RE6 mesmo, se vc tiver jogando sozinho não é necessário ficar tomando conta de parceiros, as únicas vezes em que eles podem ser um incômodo é quando vc está tentando fugir pra uma daquelas portas que precisa dos 2 personagens presentes enquanto inimigos tentam te atacar, aí ele ainda pode ser um incômodo, mas não é nada comparado ao RE5. Quanto a eles matarem muitos inimigos, nunca tentei esperar pra eles matarem alguém sem interferir, então não sei exatamente o quão bons eles são, só reparei que eles dão um suporte útil pra matar os inimigos, mas em geral sou eu que mato. Acho que desse jeito ficou bom porque ainda não é o mesmo que jogar com um humano, mas também não precisamos carregar pesos mortos, o que ao meu ver foi um bom equilíbrio pra IA desse jogo.

          • Mateus

            Ahh então tá explicado o porque deu conseguir rodar o RE6 no ultra e o REV2 mesmo no Low travava pra caramba. Meu PC é muito antigo e consegui rodar o RE6 de boa, aí fiquei com essa dúvida sendo que pelo baixo orçamento REV2 não tinha gráfico o suficiente pra travar no meu PC.

          • Hunk

            RE6 pode até ser um jogo criticado demais, mas a versão de PC roda a base de mágica, acho que até numa torradeira consegue pelo menos 30 FPS constantes com tudo no máximo. O REV2 por outro lado eu tinha ouvido falar que não foi bem otimizado, embora eu nunca tenha testado no PC. Pelo menos esperava que tivessem corrigido os problemas com atualizações, mas pelo visto ainda não chega aos pés do RE6 em termos de otimização. Orçamento pesa muito nesse tipo de coisa, então até que era de se esperar.

          • Mateus

            Será que podemos levar em consideração que o port do RE6 para PC saiu 5 meses depois? Aliás, 5 meses que para mim pareceu 5 anos.

          • Hunk

            Com certeza esse tempo a mais é parte da razão pra esse jogo ter sido bem otimizado no PC, mas até mesmo isso se deve ao orçamento. Com o REV2 eles provavelmente não se importaram a ponto de lidar com a versão de PC separadamente pra otimizarem bem, com o RE6 a história foi outra. Se bem que mesmo nos consoles o jogo teve versões problemáticas, o mal orçamento pesou em tudo que é canto. É uma pena, o jogo é bom, merecia mais amor da Capcom.

          • Max

            Espero que o RE7 seja tão bem otimizado no PC como o RE6 foi, mesmo que para isso o jogo precise ser adiado por alguns meses no PC, é melhor do que ser lançado as pressas e mal otimizado.

          • Hunk

            Concordo. No fim das contas eu já esperarei alguns meses pro preço abaixar mesmo, então não seria nenhum problema ter um lançamento atrasado, mas superior, no PC. Até porque agora que fiz um upgrade no meu PC o RE7 nessa plataforma será uma opção pra mim. Se não for problemático e tiver melhorias em relação à versão de consoles então é essa versão que eu quero mesmo, e pra isso vale a pena esperar.

          • Thiago Camara

            Realmente um jogo muito bem otimizado, O revelations deu uma melhorada grotesca no mês seguinte ao lançamento

          • Hunk

            Lembro que teve uma polêmica por causa do desempenho do jogo e a Capcom liberou atualizações, inclusive nos consoles, mas pelo visto a performance do RE6 no PC ainda é imbatível né? É muito estranho que a Capcom é bem inconsistente, tem ports maravilhosos e ports grotescos misturados aleatoriamente. Dizem que o DMC roda a base de mágica também, mas por outro lado tem o RE4 com seus requisitos absurdos, e sua versão antiga que troca os requisitos absurdos por outros diversos problemas e gráficos horríveis. O RE5 da Steam também tem sua longa lista de pequenos problemas (pequenos em relação a outros ports piores), e o DMC3 é famoso por ser bem ferrado no PC também, embora eu não tenha testado pra saber os motivos. Não há lógica alguma, a Capcom trabalha de formas misteriosas, essa é a melhor conclusão que eu posso tirar.

          • Max

            O problema do DMC3 no PC é relacionado as músicas do jogo (sim, por mais absurdo que pareça esse é o motivo, não faço ideia de como arquivos de audio podem atrapalhar no desempenho de um jogo, mas esse é o motivo), o jogo sofre com várias quedas no framerate quando as músicas de batalha contra os inimigos começam a tocar, a única forma de evitar essas quedas no framerate é desligando as músicas do jogo através de um mod, o jogo roda normalmente com as músicas desligadas, mas pra mim rodar o jogo dessa forma não vale a pena pois uma das melhores coisas do DMC3 é justamente a trilha sonora. Espero que um dia lancem o Devil May Cry HD Collection no Steam, e que o port seja bem feito claro.

          • Hunk

            Que bizarro, esse problema aí devem ter feito esforço pra conseguir inventar, como que uma coisa dessas chega ao público eu nunca entenderei. Como vc disse DMC3 tem uma trilha sonora muito boa (essa franquia tem uma trilha muito boa na verdade), se é pra jogar sem música é melhor arranjar outra versão. Ficarei com a HD Collection do PS3 mesmo, deu até vontade de jogá-la agora, mas tá com um amigo meu, terei que pedir de volta quando puder. Mas bem que poderiam relançar na Steam, o DMC4 e o reboot parece que tem uma boa fan base no PC, tem tantos mods legais, alguns até foram parar nas remasterizações, a Capcom tá deixando passar uma ótima oportunidade de lucrar com esses jogos. Poderiam variar um pouco, RE4 é ótimo, mas uma empresa com tanto jogo foda não precisa relançar só um eternamente.

          • Max

            Realmente devem ter se esforçado muito para conseguirem a proeza de criarem esse problema, falando em Devil May Cry espero que apareça alguma novidade sobre a franquia na Tokyo Game Show, apareceram vários rumores sobre um possível DMC5 nos últimos tempos.

          • Thiago Camara

            Devil may cry é um jogo bom pra cacete, ainda bem que voltaram atrás com aquele dmc. Esperando pelo DMC5 também.

          • Hunk

            Pra ser sincero eu gostei do dmc também, gostaria que ambas as versões continuassem, mas isso depende da Capcom e da Ninja Theory. O problema desse jogo ao meu ver era simplesmente que ele foi feito pra substituir o clássico, o que era inaceitável, mas se puderem coexistir eu ficaria muito satisfeito acompanhando os 2.

          • Thiago Camara

            Exatamente, aquele novo Dante não deveria se chamar Dante, se os personagens fossem outro de boas. Mas ver aquele cara se chamando de Dante é meio tenso

          • Hunk

            Eles até eram personagens bem carismáticos, mas realmente, não são os mesmos do clássico, a Capcom querer que os substituíssem foi uma ideia muito retardada, e o pior é que isso manchou a imagem desse jogo e desses personagens fodas. Se eles tivessem pensado melhor e simplesmente criado esse dmc como um spin-off feito pela Ninja Theory, sendo exatamente o mesmo jogo que conhecemos, não teria motivo nenhum pra haverem reclamações, seria de longe um dos melhores spin-offs da empresa. Agora como reboot não dá, foi uma péssima estratégia da Capcom.

          • Thiago Camara

            Sim, se o dante do DMC se chamasse Joãozinho, ninguém ia reclamar.

          • Max

            Na minha opinião nem carisma esses personagens possuem (pelo menos se comparado aos originais), simplesmente transformaram o Dante em um playboyzinho revoltado que não possui nem um pouco do carisma e personalidade que o original possui, uma coisa que evidencia isso é aquele diálogo que ele tem com um dos chefes do jogo em que eles gritam “fuck you” um para o outro, aquilo ali foi ridículo, pareceu até briguinha de moleque de 13 anos, e o que fizeram com o Vergil não vou nem falar. Apesar disso DmC é um bom jogo, possui bom gameplay (apesar do gameplay possuir uma mecânica de combos mais lenta e limitada comparada as do DMC3 e 4), gráficos, level design e boa trilha sonora (apesar de não ser tão boa e memorável como a trilha sonora dos clássicos).

          • Thiago Camara

            Eu lembro dessa parte, ele fala pra sucubus. Realmente Dante é um personagem que tirava zuera com os demonios mas não ficava dando uma de garoto revolts que só sabe xingar. O Dante foda era piadista de uma meneira sarcastica.

          • Hunk

            Na minha opinião o diálogo com a Succubus não deveria ser levado ao pé da letra pra julgar a personalidade desse Dante. Ele não haje desse jeito em nenhum outro momento do jogo, é esse chefe em particular que é boca suja mesmo, o Dante estava só zuando a personalidade esquentada dela (ou disso, sei lá) com essas provocações baratas, tanto que dá pra ver que isso é só no começo da luta, logo em seguida ele volta ao normal. Ele de fato não tem a mesma personalidade do Dante clássico e o humor dele é bem diferente, mas achei que ele teve algumas falas bem legais sim, só que não é o mesmo personagem, e aí a Capcom errou por querer que os fãs o aceitem como substituto do original, o que é pedir demais. E acho que os personagens tiveram carisma, só que aí é que tá, compará-los com os originais é um erro, um erro compreensível e pra muitos até inevitável devido ao status do jogo como reboot, e a única culpada por esse erro é a Capcom. Jogando o dmc como um jogo completamente único com referências ao original eu achei que não teve nada de errado com a história e os personagens e os achei carismáticos de sua própria forma, uma forma bem diferente do DMC clássico, mas igualmente válida. Mas eu não julgo os fãs por não gostarem, como eu disse antes a Capcom tava pedindo demais se queria que uma mudança radical dessas fosse aceita. O que eu já critico no julgamento dos fãs é tentar analisar o Dante pela interação dele com a Succubus, aqueles palavrões sem contexto são a personalidade dela, só isso, o Dante apenas sacaneou a personalidade patética dessa criatura ao imitá-la brevemente. Ao meu ver essa cena é perfeita pra comparar a personalidade desse Dante com uma personalidade realmente revoltada e sem noção e expor pros jogadores que há uma diferença enorme, mas a comparação passou despercebida pra maioria das pessoas, que levaram a cena ao pé da letra sem sacar a zueira do personagem e o quanto acima do nível dela ele realmente estava. Quanto aos outros aspectos eu concordo com vc em geral, mas só gostaria de ressaltar que embora eu também prefira a trilha sonora dos outros DMCs eu não acho que a desse jogo seja objetivamente inferior, só acho que eu não gostei tanto por usar um estilo de música que eu ainda consegui curtir, mas que eu não gosto tanto quanto o dos outros DMCs, o que é uma questão de opinião mesmo.

          • Max

            Realmente o erro da Capcom foi querer que os fãs aceitassem esse jogo como sendo um substituto dos clássicos (por isso as comparações foram meio que inevitáveis), e o pior de tudo é que fizeram esse reboot sem nem sequer terem encerrado a história da franquia original, que é muito rica e ainda possui muita coisa para ser revelada, o próprio final do DMC4 deixa uma ponta para uma sequência. Geralmente reboots são criados apenas quando a história de uma franquia original é encerrada, foi um grande erro por parte da Capcom anunciar o DmC como sendo um reboot da série sem nem sequer terem finalizado a história da franquia original, esse foi um dos principais motivos da revolta dos fãs, DmC é um bom jogo na sua própria maneira, se ele fosse anunciado como sendo um spin off da franquia, talvez ele não teria sido tão odiado. Mas parece que agora a Capcom voltou atrás e quer continuar a história da saga original, um indício disso foi terem lançado a special edition do DMC4 com novos personagens tendo o Vergil como destaque, e um jogo ganhar novo conteúdo depois de sete anos após o lançamento original não é uma coisa muito comum de ser ver (creio que a Capcom queria ver qual seria a resposta dos fãs para isso, e aparentemente foi boa), sem falar dos vários rumores sobre o DMC5 nos últimos tempos, se o DMC5 for anunciado, então DmC meio que se tornará um spin off.

          • Hunk

            Acredito que a Special Edition do DMC4 tenha sido um indício sim, mas a Capcom já confirmou que voltará ao clássico se eu não me engano. Sei que a Ninja Theory já disse que não está trabalhando numa continuação e não tem planos no momento, o que é uma pena, já que seria melhor que ambas as versões continuassem, mas ao menos isso serve como outro indício de que a Capcom estará retornando ao clássico. É como vc disse, o DMC clássico tinha muitas possibilidades abertas ainda, especialmente depois do DMC4 ter introduzido o Nero, com sua conexão misteriosa ao sangue de Sparda e à espada do Vergil. Repare que a aura que aparecia no Devil Trigger do Nero quando ele usava a Yamato parecia o Devil Trigger do Vergil, pelo visto o espírito dele ainda está conectado à espada e pode ter sido ativado pelo Nero. Lembra que no DMC3 quando certos chefes eram derrotados uma arma que os representava era criada? É possível que a Yamato seja como uma dessas armas, tendo criado uma conexão com o espírito do Vergil. Acredito que ela estava quebrada antes do Nero encontrá-la porque a alma do Vergil tinha sido seriamente danificada pelo Mundus quando ele o converteu em Nelo Angelo, e o fato dela ter sido reparada significa que a alma do Vergil também se recompôs, o que pode ter sido possível apenas pela influência externa do Nero. E uma coisa interessante para notarmos é que no DMC1 não ficou claro se o corpo do Vergil foi realmente destruído após o terceiro confronto contra o Dante, é possível que ele tenha ido parar em algum lugar e esteja preservado, mas vazio. Se essa teoria estiver correta então ainda dá pro Vergil retornar à vida, algo que eu adoraria ver num futuro DMC. Isso, uma explicação sobre as origens do Nero e a eventual derrota definitiva do Mundus (ele não morreu no primeiro jogo, inclusive jurou que ia retornar) são coisas que ao meu ver precisam acontecer antes de terminarem essa história, seria um crime não resolverem esses assuntos.

          • Hunk

            Pode crer, tinha até esquecido dos rumores. Tomara que não sejam apenas rumores, porque a Capcom já confirmou que voltaria à franquia clássica, mas até então foi só isso, não falou nada sobre um futuro jogo. Já tá mais que na hora dessa história continuar, e espero que dessa vez não apressem a produção, porque por mais que o DMC4 seja um jogo digno do nome ele infelizmente é incompleto, e dá pra perceber pela forma como lidaram com as missões do Dante.

          • Max

            Realmente DMC4 é um jogo incompleto, parece que originalmente o jogo iria ter mais tempo de produção e demoraria mais para ser lançado, mas parece que a Capcom queria que o jogo fosse lançado rápido, e isso fez com que o jogo ficasse com apenas algumas poucas missões com o Dante, e ainda por cima são missões que não adicionaram nada de novo, os cenários e os chefes são os mesmos da campanha do Nero (acredito que originalmente o jogo iria ter uma campanha inteira para o Nero e outra campanha inteira para o Dante com novos cenários e chefes). Mesmo sendo lançado as pressas e incompleto o jogo foi muito bom, mas poderia ter sido muito melhor, se caso anunciarem o DMC5 espero que não tenham pressa para lança-lo e que o produzam com calma, porque como diz o ditado “a pressa é inimiga da perfeição”, e espero que DMC5 seja o melhor Devil May Cry desde DMC3.

          • Hunk

            Também espero que não apressem o DMC5, por mais que a espera seja uma tortura no fim das contas sempre compensa se for pra produzir o jogo direito. Só gostaria que confirmassem a existência dele logo, mas de resto podem levar o tempo que for necessário.

          • Thiago Camara

            O 5 pra mim é um jogo que é considerado da geração ps4 com gráficos muito op e nunca tive problema com desempenho nele, rodava ate no meu primeiro pc celeron

          • Hunk

            Vc está se referindo ao RE5, certo (só pra ter certeza que não é do dmc que vc está falando, já que algumas pessoas o chamam de Devil May Cry 5)? Os bugs que eu mencionei surgiram na versão da Steam, a antiga pelo que eu saiba rodava muito bem e sem bugs, mas por outro lado não recebeu as DLCs. Era um ótimo port, mas incompleto.

          • Thiago Camara

            Era RE

          • Rodrigo Zika!

            Não melhorou la essas coias não, no PC somente a jogabilidade, que parou de travar.

          • Thiago Camara

            na minha lata pega 30 fps

          • Marcos Veloso

            Sim, se você comparar os requisitos de ambos, é praticamente iguais, pois quando eu vi os requisitos do Revelations 2, fiquei feliz, pois na época eu não tinha um PC decente, porem eu já havia rodado o 6 tranquilo (até em tela dividida no PC sem lag), dai fui faceiro no Revelations 2 e era só tranqueira. kkk
            Hoje mesmo, com os updates, ainda existe lag em alguns lugares, porem, está mais jogável de quando lançou.

    • Danilo Rodrigues

      Esse é o meu medo. Caso a egine venha pesada e o jogo seja pouco otimizado, quem tem pcs medianos vai sofrer. lembro muito bem do The Evil Within. Eita jogo mal otimizado do caramba.

  • Andre Iack

    Só um rumos(eu acho)… mas seria esse o tema da “Save Room” do RE7? Dizem que é um tema que está vindo na Pre-Order! (e será que as save rooms estarão de volta?!)

    https://www.youtube.com/watch?v=iPr6Oq2x4PQ

    • Max

      Espero que isso seja real, e que realmente exista save rooms no jogo, outro forte indício disso é essa imagem que foi liberada juntamente com várias outras imagens mostrando a produção do RE7, nela é possível ver o que lembra muito um baú de itens:
      http://www.famitsu.com/images/000/114/313/l_57c1ac722e70e.jpg
      Sobre esse suposto tema de save room do RE7, achei ele bem legal, espero que o RE7 tenha uma trilha sonora ótima e memorável, assim como os RE clássicos, a trilha sonora sempre foi um dos pontos fortes da franquia, infelizmente o último jogo da franquia que teve uma trilha sonora ótima e memorável foi o RE4, depois disso a qualidade caiu, espero que o RE7 consiga restaurar esse ponto forte da franquia que é a trilha sonora.

      • Andre Iack

        Parece que sim!! Eu lembro dessa imagem do baú. E essa música tá com a maior cara de música de save room.

    • Albert Wesker

      Poha <3 Amei !

    • Danilo Rodrigues

      Se estiverem de volta , será épico. To muito ansiosos por dois jogos . Esse RE7 e o Mafia 3. Um já eu comprei e estou aguardando liberar o pré load. O outro vamos esperar siar pra comprar.

    • Mateus

      Obrigado por compartilhar esta maravilha!
      Está bem diferente das anteriores mas gostei muito. 😀

      Apesar que a minha preferida continua sendo a do RE3 com aquele Piano maroto… kkk.

      • Andre Iack

        A do RE3 também é a minha favorita, a música de save room mais icônica sem sombra de dúvidas.

    • Max

      Esse suposto tema de save room do RE7 me lembrou um pouco o tema de save room do RE Dead Aim.
      https://www.youtube.com/watch?v=PO28Ff-1CLs

      • Andre Iack

        Tem algo na melodia delas que lembra sim, mas bem de longe. Pelo menos em relação as demais essas duas são as que mais se parecem. Só que a melodia do Dead Aim lembra algo mais relacionado a navegação, já essa do RE7 algo que eu não sei explicar direito, acho que algo meio vila medieval rs.

        • Max

          Na verdade com esse banjo fazendo o instrumental a melodia do RE7 lembra algo relacionado a uma zona rural/interior, que é exatamente o cenário em que RE7 irá se passar, então faz sentido.

    • Bruna Mattos

      Essa música toca em um vídeo de entrevista com o Kawata… e teve um vídeo japonês que também saiu com ela. Pode ser o tema do jogo mesmo.

      • Andre Iack

        Show!!

  • Albert Wesker

    Eu Já Tinha Visto Os Dois Primeiros Movies, Mas Esse 3 Não… Muito Legal, Essa Engine Promete! Queria Me Ver Nessa Engine !

  • Caio Vinicius Viana Lima

    Que gráficos são esses gzuiss!!!!
    Tá um luxo só, quero essa engine no re2make pra ontem…

    • Danilo Rodrigues

      Esperamos que eles a usem no RE 2.

  • Danilo Rodrigues

    Muito show. No aguardo.

  • Luan Todd

    achei bem legal, ansioso pelo vendetta também

  • Shuichi Minamino

    Dá pra perceber que a Capcom está se esforçando pra trazer o que há de melhor para este novo capítulo da série RE. Achei os gráficos muito bonitos. Me dá cada vez mais vontade de jogar a cada novidade sobre o jogo!

    • Rafael Araújo

      Eu preferiria que não tivessem mostrado gráficos assim , não que se for abaixo disso será algo ruim , mas é que acaba gerando expectativas com relação a isso , seria melhor que mostrassem apenas gráficos in game e, sua forma final ou bom próxima disso.

  • Thiago Camara

    O ruim do povo de hoje em dia é que acha que games tem que ter gráficos e esquecem do gameplay.

    • Ivan Alves

      Pois é cara, só olhar o Mafia 3.

  • megazorde_queimado

    Um membro da Capcom disse que um dos monstros do jogo foi construído a partir de imagens obtidas nessa fábrica….

    Talvez aquela “coisa” que fica rosnando embaixo da escada atras daquela porta lacrada com maderiras na Demo Begining Hour…

%d blogueiros gostam disto: