Nessa edição do REVILdrops, Bruna, Just, e os convidados Vaulentine (Vaulentine Plays) e Lucas Monteiro (Think Mind Productions) falam o que acharam do anúncio de Umbrella Corps e quais são suas expectativas para o game que está gerando muita polêmica.

Agora, você pode ouvir o REVILcast e o REVILdrops através do nosso canal no YouTube. Não deixe de comentar, deixar o seu joinha e se inscrever no canal para ficar de olho em todas as novidades que surgirem por lá!

  • Rodrigo Zika!

    Esse pensamento que eu levo,não gostou não joga,e pra um publico especifico,cada tem sua opinião,mais não sendo intitulado como RE 7 esta ótimo,acho exagero da
    Bruna de dizer que não tem a ver com a franquia,desde RE 4 vem trazendo mais ação os numerados,acho algo natural,mais fazer parte da história acho forçado,alguns já não gostam por fazer parte dos 20 anos da franquia,vai entender a Capcom né.

  • Weslley Ngr

    Com isso – lançamento desse jogo – vemos que Capcom não escuta fã nenhum e quando diz escutar na verdade escuta a galera lá dentro da empresa, fã que é bom eles não devem ouvir/ler/dar atenção nenhuma, mas enfim… a melhor forma de protesto é NÃO COMPRAR. Se eles MESMO ASSIM insistirem, sabendo que não vendeu, que eles cheguem a falência (O que não vai acontecer devido Devil May Cry e Street Fighter, afinal… qualquer ser humano de QI mediano pode fazer bons jogos com eles).

  • Renan José Pereira

    Na minha opinião a Capcom ou qualquer outra empresa não está ligando para o que os fãs pensam. A empresa só ouve o que os fãs querem quando o bouço doi.
    Esse Umbrella Corps é o modo que a empresa está buscando pra conseguir DINHEIRO.
    Pensa bem… Não é todo mundo que gosta de Survivor Horror. Por que não tentar atingir um público diferente que goste de jogos de tiro e ação usando a temática Resident Evil. Assim atingimos 2 públicos, os fãs de RE e os Jogadores de Showtet.

  • Hunk

    eu particularmente não vejo muito problema com o umbrella corps exatamente por ele ser um spin-off, e ao meu ver spin-offs sempre tiveram o direito de seguir qualquer estilo, independente da franquia, mas vcs levantaram alguns pontos interessantes. eu particularmente não me importo tanto com datas, mas é verdade que a capcom cometeu uma mancada ao tentar conectar esse jogo que não tem nada a ver com a jogabilidade da franquia, nem mesmo se comparado com os outros REs de ação, ao aniversário de 20 anos. quanto a esse jogo não ser hipotético (palavras do kawata), eu concordo que isso não deve ser levado tão a sério assim. tá na cara que esse jogo não acrescenta nada tão relevante à história a ponto de afetar o entendimento de quem não o jogar, eu acredito que ele sirva apenas pra mostrar um pouco de como é o trabalho desses tais mercenários, e talvez isso até venha a ser mencionado em algum outro RE, mas não é nada que requer que alguém tenha jogado ou sequer ouvido falar desse jogo para entender. ou seja, mesmo que seja canon, ainda assim não é algo relevante, no máximo apresenta um conceito que se for mencionado em algum outro jogo não precisará de nenhuma explicação extra pra entender, e por isso eu não vejo problema, não sou fã de jogos focados no multiplayer e por causa disso com certeza não comprarei este jogo, mas não vejo motivo pra sua existência me incomodar. sendo um spin-off não canônico (ou canônico, mas irrelevante) não vejo porque haveria algum problema em apenas ignorá-lo caso não o queira jogar, um remake do RE2 está confirmado, RE7 deve estar bem próximo de ser anunciado (o kawata já deu duas indicações pra isso) e o RE0 hd remaster já está a meses de seu lançamento, não acho que escassez de jogo importante seja um problema, então porque levar um jogo irrelevante tão a sério? esse é o meu ponto de vista pelo menos, mas independente de qualquer discordância foi muito interessante ouvir a opinião de vcs sobre o assunto, e no fim das contas o importante é que vcs querem que o jogo seja bom, independente de algumas (muitas) pessoas que só faltam vender a alma pra garantir que o jogo seja uma merda e fracasse. e foi muito legal ver o lucas participando desse vídeo, sou muito fã do trabalho dele na thinkmind, já sabia que eles eram parceiros do revil, mas a participação especial foi uma boa surpresa. e pensar que o resident evil the lost pizza foi um dos meus primeiros contatos com os jogos clássicos da franquia e minha principal motivação pra jogar o RE3, o primeiro deles que eu zerei, essa paródia é até nostálgica pra mim.

  • famfelipefam

    eu acredito que a sociedade,em geral,não goste de jogos difíceis e com plusez por causa de os novos jogos serem muito fácil logo acostumando à facilidades,portanto um jogo difícil como os REs clássicos não são aceitos entretanto outras empresas fazem jogos de surficial horror bons,por exmplo: o novo alien isolation,que é aceito,isto chateá-me muito com a capcom,que deixou-se contaminar com os jogadores que preverem ação em resident evil sendo que a capcom tem capacidade de fazer um excelente surficial horror e esta tipo de jogo vende.atualmente, resident evil não é mais a ultima palavra em surficial horror. tomara que este umblella corps seja para desviar os “acionistas” do foco principal e que o RE7 seja um belo jogo de surficial horror e inovador.

  • Billy Coen

    As próprias pessoas se entregam sem você dizer sequer uma palavra, não sei se foi somente eu que notei isso, acredito que não, mas já repararam que depois que as noticias sobre Resident Evil Umbrella Corps, a maioria das pessoas que se dizem fâs do Universo RE, começaram a dar valor ao Operation Raccon City da noite para o dia.. quando anteriormente ao anuncio de Umbrella Corps o Operation Raccon City era mais desmerecido que o RE6.

    Pode ser impressão minha, mas se tivesse um índice de reprovação sobre o Operation Raccon City, a pontuação do mesmo estaria bem superior do que outrora, digo antes do anuncio e os poucos detalhes sobre Umbrella corps.

    Isso deixa cada vez mais explicito que a geração atual de jogadores não inspira a Capcom
    em fazer um Resident Evil 2 remake que seja superior ao Resident Evil 1 remake.

  • Billy Coen

    As próprias pessoas se entregam sem você dizer sequer uma palavra, não sei se foi somente eu que notei isso, acredito que não, mas já repararam que depois que as noticias sobre Resident Evil Umbrella Corps foram reveladas, a maioria das pessoas que se dizem fâs de RE começaram a dar valor ao Operation Raccon City da noite para o dia… quando anteriormente ao anuncio de Umbrella Corps o Operation Raccon City era mais desmerecido que o RE6.

    Pode ser impressão minha, mas se tivesse um índice de reprovação sobre o Operation Raccon City, a pontuação do mesmo estaria bem superior do que outrora, digo antes do anuncio e os poucos detalhes sobre Umbrella corps.

    Isso deixa cada vez mais explicito que a geração atual de jogadores não inspira a Capcom
    em fazer um Resident Evil 2 remake que seja superior ao Resident Evil 1 remake.

  • Billy Coen

    As próprias pessoas se entregam sem você dizer sequer uma palavra, não sei se foi somente eu que notei isso, acredito que não, mas já repararam que depois que as noticias sobre Resident Evil Umbrella Corps foram reveladas, a maioria das pessoas que se dizem fâs de RE começaram a dar valor ao Operation Raccon City da noite para o dia… quando anteriormente ao anuncio de Umbrella Corps o Operation Raccon City era mais desmerecido que o RE6.

    Pode ser impressão minha, mas se tivesse um índice de reprovação sobre o Operation Raccon City, a pontuação do mesmo estaria bem superior do que outrora, digo antes do anuncio e os poucos detalhes sobre Umbrella corps.

    Isso deixa cada vez mais explicito que a geração atual de jogadores de RE não inspira a Capcom
    em fazer um Resident Evil 2 remake que seja superior ao Resident Evil 1 remake.

    • Hunk

      eu particularmente nunca tive esse desgosto pelo ORC, mas é verdade que com o umbrella corps parece que o ORC ficou um pouco mais bem conceituado de repente, mas isso não é nada muito impressionante. ao meu ver a mente das pessoas funciona através de comparações, duvido que algum de nós escape dessa regra. o ORC pode ter sido um shooter cuja jogabilidade não lembra nem a dos outros jogos de ação da franquia, mas ele teve elementos de RE, como a cidade em que ele se passa, os personagens clássicos que aparecem e as BOWs. agora o umbrella corps, baseado no que foi visto até então, não parece ter nem os personagens clássicos, nem os lugares conhecidos e nem os inimigos icônicos de RE (zumbis não contam porque não são exclusivos dessa franquia), e além disso parece que nem haverá campanha. claro, o conteúdo do jogo ainda não foi anunciado por completo, então tudo isso pode vir a mudar no futuro, mas no momento as pessoas o julgam pelo que já viram, e pelo que viram o jogo nem sequer possui os elementos que o ORC possuía, então naturalmente esse jogo os faz enxergar um pouco melhor esses elementos do ORC. isso é inevitável, mesmo que vc já veja alguma coisa como ruim antes quanto mais ela piorar melhor a situação anterior parecerá. eu não me importo muito com esse spin-off exatamente por ser um jogo extra que pode ser facilmente ignorado sem deixar nenhum buraco na cronologia, enquanto eu estiver satisfeito com os revelations e com os numerados eu não vejo problema. até antes do RE4 chegar já tinham os survivors e eles nunca interferiram com os jogos relevantes, então não vejo porque levar spin-offs tão a sério.

    • Mateuz

      a resposta é simples: pq a capcom vai lançar algo pior que o ORC. isso não faz com que o ORC seja algo bom, não é, mas comparado ao umbrella corps ele se torna algo “médio” ou razoável, como queira. e a capcom não vai fazer um remake superior ao primeiro não por causa dos fãs, mas pela capacidade inferior de quem esta lá hoje, visto que quem fez o remake participou diretamente no primeiro game. isso faz diferença, queira ou não.

  • Jean Lucas

    O Umbrella Corps desde o primeiro trailer me deu a impressão de ser mais um fps ridículo e descartável que será renegado a galeria de “spin-off”, a franquia vem batendo na mesma tecla a anos sobre essa questão “fps” e não vimos nenhum resultado decente até agora. As primeiras gampelays só parece quem confirmam isso (afinal a movimentação pareceu bem tosca para um jogo da nova geração) e convenhamos, comemorar 20 anos da série com um fps é algo totalmente sem sentido.

  • Erick Lopes

    É só eu ou mais alguém aqui acha que esse Umb.Corps tem um cheirinho de Operation Raccoon City? kkkkkkkk

%d blogueiros gostam disto: