Introdução

Os Extra Files foram divulgados através da rede social ResidentEvil.net. O conteúdo é dividido em duas seções, a “Enciclopédia de Criaturas” e os “Arquivos Digitais”. A enciclopédia contém descrições e imagens que foram originalmente publicadas no fã clube oficial de Resident Evil japonês, o CLUB96. Os arquivos contém informações retiradas dos livros “Resident Evil Archives”, incluindo dados sobre os personagens e organizações que apareceram na série.

O conteúdo dos Extra Files será atualizado periodicamente tanto no ResidentEvil.net quanto aqui no REVIL.

Enciclopédia de Criaturas

Zumbi (T-vírus)

Descrição: Zumbis são humanos ressuscitados, principalmente devido à infecção por T-vírus. Os sintomas do T-vírus incluem mutações e decomposição progressiva da pele. São conhecidos como “Zumbis” devido à sua aparência grotesca, semelhante a de cadáveres. Eles vagam em busca de carne humana, sua única fonte de nutrição, enquanto constantemente requerem grandes quantidades de energia para sustentar o repentino aumento na demanda metabólica. Embora uma pequena quantidade de dano não seja suficiente para parar um Zumbi, eles podem ser eliminados a partir da destruição da cabeça.

Observações: Os Zumbis mostrados em RE1 são os mais conhecidos, mas há vários tipos de Zumbis como os Zumbis policiais e a “sexy” zumbi de shortinho de RE2. Personagens como Edward, Forest e Brad dos S.T.A.R.S. também se transformaram em Zumbis. Steve, de CODE Veronica, é tragicamente forçado a atirar em seu próprio pai zumbificado em uma das cenas mais emotivas da série.

Hunter (T-vírus)

Descrição: Uma arma biológica de combate com a pele coberta por escamas e longas e afiadas garras, criadas para explorar o T-vírus ao cruzar os DNAs de répteis e de outros seres com um óvulo humano fertilizado. Enquanto Zumbis são o resultado de uma infecção não-intencional com o T-vírus, o Hunter foi especificamente planejado e persegue cruelmente seu alvo com sua força superior e agilidade incrível.

Observações: A presença opressiva do Hunter é uma marca na série desde RE1, quando o primeiro deles apareceu quando o jogador retorna para a Mansão, vindo da Guardhouse. Eles perseguem os jogadores incessantemente desde então, e sua notoriedade como um dos inimigos mais difíceis é muito merecida. É difícil imaginar quantos jogadores foram vítimas das longas garras de um Hunter enquanto tentava escapar dele como se fosse apenas mais um Zumbi. Como era de se esperar de um projeto de pesquisa de armas biológicas, uma grande variedade de Hunters acabou sendo desenvolvida, incluindo o Hunter alfa, Hunter Beta e Hunter Gamma, cada um com suas características individuais.

El Gigante (Plaga)

Descrição: Criado a partir da implantação da Plaga (os parasitas anteriormente confinados abaixo do castelo Salazar) e manipulação genética, El Gigante, como seu nome espanhol sugere, é quatro vezes maior que um ser humano normal. Embora seja dotado de uma incrível força e resistência, sua inteligência é bastante prejudicada – Ganados que não conseguem manter uma boa distância podem ser mortos em um ataque de fúria do El Gigante, e poucos destes foram criados devido a sua brutalidade incontrolável.

Observações: Gigantes são encontrados em três batalhas memoráveis em RE4. O primeiro encontro se destaca devido ao absoluto impacto de ver o Gigante pela primeira vez, e pela presença do cão que aparece de forma heroica (dependendo das suas ações anteriores) para distrair o Gigante e, que sem dúvida, trouxe um sorriso a vários rostos. O terceiro encontro, que faz o jogador encontrar dois de uma vez, também está certamente gravado na mente de muitos. Enquanto não é necessário derrotar o Gigante que aparece no segundo encontro, os jogadores hardcore de RE4 irão querer abatê-lo pela grande quantidade de pesetas.

Ganado Cultist (Plaga)

Descrição: Ganados são humanos infectados e controlados por Plagas, parasitas que estavam confinados abaixo do Castelo Salazar. Enquanto os humanos infectados com Plagas perdem a habilidade de pensar de forma independente, uma vez que o parasita se fixa no sistema nervoso central, eles mantêm alguma inteligência e são capazes de se comunicar e compreender uns aos outros. O tipo de Ganado que se desenvolve após a infecção depende do hospedeiro – esses, em particular, são membros do culto Los Illuminados.

Observação:
Ganados são inteligentes, o que claramente os distingue dos Zumbis, que obedecem somente aos seus instintos de sobrevivência mais primitivos. Gritando em uma língua humana – ainda que seja incompreensível – resulta em um tipo de medo que é totalmente diferente do que é sentido quando se encara Zumbis. Aliás, os Ganados falam em espanhol, e suas falas realmente têm significado – descobrir qual é pode ser uma experiência esclarecedora, para dizer no mínimo.

Executioner Majini (Evolved Plaga)

Descrição: O incrivelmente poderoso Executioner Majini é o resultado da infecção do parasita Plaga Tipo 2 em indivíduos com um porte superior. A infecção aumenta a força original do indivíduo e sua resistência enormemente, permitindo que eles carreguem uma arma enorme, semelhante a um machado, feita a partir da fixação de uma lâmina de guilhotina a um poste usando uma corrente; o machado é usado em qualquer um tolo o suficiente para recusar a infecção da Plaga. Esse Majini tem um nome bastante apropriado…

Observações: Embora as dimensões formidáveis do Executioner Majini e seu machado sejam instantaneamente reconhecíveis agora, durante o desenvolvimento do jogo, o último Chainsaw Majini é que seguraria um machado, ganhando o título de “executor”. Os espinhos que saem do inimigo foram incluídos no último minuto, para tornar sua aparência ainda mais ameaçadora. Você pode encontrar informações similares e histórias engraçadas do desenvolvimento do jogo em “The Art of Resident Evil 5”.

Licker (T-vírus)

Descrição: Lickers são o resultado de uma mutação causada pela progressão da infecção do T-virus em um hospedeiro humano zumbificado. Os funcionários do Departamento de Polícia de Raccoon City que os nomearam assim, por conta de suas longas e peculiares línguas. Como perderam o sentido da visão, os Lickers são incapazes de localizar suas presas visualmente; como forma de compensação, eles tem uma audição super desenvolvida e atacam as vítimas com suas línguas e garras ao ouvir qualquer som.

Observações: Embora os Lickers sejam originalmente o resultado de uma mutação acidental, eles foram adotados como B.O.W.s devido ao seu potencial, e estão entre as criaturas mais infames de Resident Evil, graças às suas habilidades de escalar paredes e longas línguas. Muitos jogadores irão lembrar do choque de ser atacado em uma sala lotada de Lickers Beta após abrir uma das comportas em uma área de Resident Evil 5. Miguel, auto-entitulado “gênio” por trás da criação do Licker Beta, também esteve envolvido nap esquisa do vírus Uroboros.

Lurker (T-vírus)

Descrição: Uma arma biológica criada durante o início das pesquisas com o T-vírus, quando testes com várias espécies resultou em um grande número de experimentos falhos. O Lurker foi o resultado de um teste de compatibilidade com um anfíbio – especificamente, um sapo. Embora seja altamente agressivo, sua baixa inteligência impediu sua implementação como uma B.O.W. – Lurker não apresentam desenvolvimento do cérebro após a injeção do T-vírus e não podem ser controlados, uma grande falha para considerar sua utilidade como arma. Concluiu-se então que anfíbios não sejam suficientemente compatíveis com o T-vírus, e o Hunter gama, outro projeto implementado que falhou ao usar anfíbios como base, aponta para a mesma conclusão.

Observações: Lurker aparecem em RE0 e, enquanto eles são limitados naturalmente a viver em árias úmidas, a visão de um sapo enorme pode ser perturbadora. Sua longa língua o faz lembrar o Licker, mas o que torna o Lurker diferente é que, na verdade, ele pode engolir o jogador inteiro após o ataque. É uma boa ideia ter certeza que seu parceiro está bem armado em áreas onde os Lurkers aparecem, já que seus ataques causam morte instantânea, quando bem sucedidos.

Ndesu (Evolved Plaga)

Descrição: Uma arma biológica gigante criada a partir de dados obtidos do El Gigante europeu, o Ndesu tem a honra de ser maior criatura humanóide implantada com Plaga. Embora possa ser neutralizado com a destruição de todas as cinco plagas presentes em seu enorme corpo, fazer isso não é algo fácil, devido à sua enorme resistência induzida pelas Plagas. A força sobre-humana do Ndesu também permite que ele levante e arremesse objetos incrivelmente pesados como postes telefônicos e jipes militares.

Observações: O nome do Ndesu é derivado de um mítico ogro canibal da África Central. Ele é encontrado logo após o ponto e que o jogador espera uma pausa para respirar, até que ele esmaga um membro da BSAA com seu pé. A perseguição de carro que vem em seguida é semelhante a um jogo de tiro – o movimento restrito imposto pelo jipe combinado com o impacto do Ndesu forçando uma aproximação, torna tudo uma experiência notavelmente interessante. Irving revela sua completa falta de profissionalismo ao enviar o Ndesu para cumprir uma vingança infantil: um verdadeiro homem de negócios jamais desperdiçaria seus próprios produtos de forma tão irresponsável.

Stinger (T-vírus)

Descrição: O Stinger é uma arma biológica de ultima geração que usa um escorpião que sofreu um crescimento incrivelmente rápido devido à administração do T-vírus como base. Enquanto o vírus faz com que o corpo cresça até alcançar cerca de três metros, reforce o exoesqueleto e torne as pinças fortes o bastante para cortar aço, a característica cauda do escorpião não produz veneno, e ainda há muito o que aprimorar nessa arma biológica. Devido à uma falha em sua carapaça, atacar sua cabeça revela a fragilidade do exoesqueleto.

Observações: O Stinger aparece no escritório do segundo andar do luxuoso trem no estilo europeu, Ecliptic Express. A combinação entre o vagão apertado e o enorme tamanho do Stinger inevitavelmente resulta em que a maioria dos ataques sejam direcionados à sua cabeça, e seu ponto fraco seja exposto. De certa forma, alguns podem até sentir pena do Stinger: se ele estivesse em uma área mais espaçosa como um campo, ele poderia ter mais vantagens e daria um desafio maior ao jogador.

U-8 (Evolved Plaga)


Descrição: Uma das B.O.W.s criadas no projeto de desenvolvimento de armas com Plagas. Possui uma carapaça de algumas dezenas de metros, altamente reforçada, sendo ela própria uma arma, e garras de três metros de comprimento, as quais são usadas em combate direto, com efeito devastador. A área ventral, naturalmente usada para incubação, abriga armas biológicas robóticas áreas. Enquanto estas são considerados erroneamente como larvas do U-8, elas são, na verdade, armas biológicas completamente diferentes.

Observações: No que parece ser um carma de todas as B.O.W.s blindadas, assim como o Stinger, o U-8 também sofre com um ponto fraco em sua carapaça. De acordo com um file encontrado no jogo, uma versão melhorada do U-8 com uma carapaça inteiriça conhecida como U-8 Prime também foi produzida, mas não aparece no game. Durante a produção, uma outra versão do U-8, conhecida como U-8 Turbo também foi planejada. Essa versão abdicava da armadura em prol de mais velocidade, mas no fim das contas, não foi sequer mencionada no jogo e nem nos files.

Bandersnatch (T-vírus)

Descrição: Uma arma biológica protótipo, baseada em humanos, desenvolvida como um Tyrant genérico, dando ênfase em praticidade em vez de tentar produzir uma arma perfeita. Sua característica mais marcante é habilidade de esticar seu braço direito flexível praticamente de forma instantânea, um traço até então inédito em armas biológicas humanóides. Enquanto isso garante ao Bandersnatch certas vantagens na hora de perseguir seus alvos, ele sofre de perdas de motilidade devido a uma atrofia de seus membros inferiores, o que impacta em sua adequabilidade para despacho rápido.

Observações: Embora o tamanho de seu braço direito possa lembrar o de William Birkin após ter se infectado com o G-vírus, o Bandersnatch é mais agressivo. Seu braço pode ser usado não somente para ataques, mas também para se mover rapidamente. Fugir ao subir rapidamente um lance de escadas pode enganar a maioria das criaturas, mas não o Bandersnatch. Ainda que pareça óbvio, seu poderoso braço pode atacar somente pelo lado direito e seu braço esquerdo é praticamente inútil, então se aproximar dele pelo lado esquerdo é uma escolha inteligente quando enfrentar um Bandersnatch.

Nosferatu (Vírus T-Veronica)

Descrição: Este era Alexander, o sexto patriarca da família Ashford. Alexander sofreu mutações até se transformar em um monstro brutal após não conseguir assimilar o vírus T-Veronica, administrado por sua própria filha, Alexia. O vírus induziu o crescimento de tentáculos e fez com que seu coração fosse exposto através das costelas. Veneno também é produzido no interior do seu corpo e reage com o oxigênio, gerando uma fumaça tóxica. A natureza letal do Nosferatu fez com que ele ficasse confinado abaixo da Base na Antártica por 15 anos.

Observações: Considerando como o enredo gira em torno das relações familiares – por exemplo, Alexia usar o pai como cobaia, Steve ser forçado a matar o próprio pai, Chris tentar salvar a sua irmã e Alfred ter sentimentos complicados sobre sua irmã – “família” poderia ser considerada o sub-tema de CODE Veronica. Tente jogar o jogo mais uma vez e pense nisso, você deve ver as coisas com uma perspectiva diferente.

Cerberus (T-vírus)

Descrição: O Cerberus é uma arma biológica criada a partir da administração do T-vírus em um Doberman, uma raça de cão de grande porte, adequada para o uso militar. Embora os efeitos do vírus incluam decomposição da pele, a velocidade do Cerberus, capacidade de salto, resistência e agressividade são substancialmente aumentadas, e ele mantém a característica canina de ser excelente no ataque em grupo. Por uma arma barata e eficiente, com excelente custo-benefício, o Cerberus é um grande sucesso.

Observações: Enquanto os cães de Resident Evil são familiares para a maioria dos fãs, alguns jogadores podem não saber que existem dois tipos deles. O Cerberus, descrito acima, foi desenvolvido como uma amra biológica, mas os outros cães da série simplesmente passaram por uma zumbificação acidental, principalmente após se alimentar de comida contaminada pelo T-vírus, e são conhecidos simplesmente como Zombie Dogs. Ambos são detestados por serem alvos difíceis de acompanhar devidos aos seus movimentos rápidos e erráticos.

Monster Steve (Vírus T-Veronica)

Descrição: A forma mutada de Steve Burnside, após ter sido capturado por Alexia Ashford e infectado com o vírus T-Veronica. Os esfeitos desfigurantes do vírus tornaram difícil perceber quais são suas partes humanas remanescentes, com exceção do rosto. A mente dele não foi completamente dominada, no entanto, e ele foi capaz de retomar o controle de si mesmo para defender Claire com sua própria vida.

Observações: Há vários exemplos de humanos que muataram após serem infectados com um patógeno, desde William Birkin, que se infectou com o G-vírus, Irving, que fez o mesmo com uma Plaga dominante e Excella, que foi infectada à força com o vírus Uroboros. Graças aos seus sentimentos por Claire, Steve é um dos poucos que foram capazes de retomar o controle da própria consciência após a infecção, o que pode explicar por que ele continua sendo um personagem popular mesmo tendo aparecido em apenas um jogo.

Chainsaw Ganado (Plaga)

Descrição: Ganados são humanos parasitados por uma Plaga do tipo subordinada. Os Chainsaw Ganados se adaptaram com mais sucesso à infecção da Plaga, quando comparado com outros Ganados, e isso os confere força física e resistência soberbas. Seu grande apetite por destruição fica evidente na forma em que eles brandem sua pesada serra elétrica e perseguem incansavelmente qualquer coisa detectada como inimigo.

Observações: Usando uma camiseta suja, suspensórios e um saco na cabeça, o Chainsaw Ganado foge do comum. As Chainsaw Sisters, cujas cabeças são cobertas com bandagens, e o Chainsaw Ganado gigante, que carrega uma serra elétrica com duas lâminas, são exemplos de Chainsaw Ganados. Considerando que o o último citado só aparece no The Mercenaries, aqueles que ainda não o viram deveriam experimentar ao modo extra.

Jack Krauser (Plaga)

KrauserDescrição: Um ex-soldado americano e parceiro de Leon por uma única vez, Krauser se uniu a Wesker após sua dispensa militar e recebeu ordens para se infiltrar na seita Los Illuminados. Foi o próprio Krauser que conduziu o sequestro da filha do presidente dos Estados Unidos, Ashley. Embora as ordens de Krauser fossem apenas de obter uma amostra de Plaga, ele foi seduzido pelo poder do parasita e foi infectado por vontade própria com uma cepa dopinante do parasita para adquirir habilidades sobre humanas. Após um confronto com seu antigo parceiro, Leon, Krauser decide acertar as contas através de combate, mas ele acaba sendo derrotado.

Observações: Embora o desafeto de Krauser com Leon seja o principal motivo de sua fama, ele também se destaca por ser um dos personagens jogáveis em The Mercenaries. Tendo um arco como arma principal, ele pode atacar continuamente sem precisar recarregar e seu braço pode derrotar um inimigo com apenas um golpe, uma habilidade útil na hora de fazer combos.

Crow (T-virus)

Crow

Descrição: Corvos podem sofrer de exposição secundária ao vírus ao ingerir carne morta contaminada e atacarão humanos de forma agressiva, mesmo que não sejam provocados. Embora corvos saudáveis sejam usualmente espantados por barulhos altos, os corvos infectados raramente se assustam pelo som de armas de fogo, o que é provavelmente outro efeito do T-virus. Como um vetor potencial, corvos são uma ameaça perigosa durante epidemias por poderem aumentar drasticamente a área de infecção.

Observações: Os veteranos de RE1 com certeza se lembrarão dos corvos na galeria de arte, embora matar alguns corvos em RE5 seja um passatempo lucrativo.

Garrador (Plaga)

GarradorDescrição: Garradores são o resultado de experimentos para fortalecimento do corpo com Plagas e, como esperado, mostram grandes habilidades físicas. Eles tem um conjunto de garras longas e afiadas, fixadas em cada mão. Como Garradores irão atacar ferozmente qualquer coisa que entre em seu campo de visão, suas pálpebras são costuradas e eles permanecem presos dentro de celas até serem necessários. Para compensar a cegueira, eles possuem uma alta capacidade de audição. Usando essa característica, eles podem localizar com precisão alvos de atacá-los com suas garras.

Observações: RE4 e RE5 trazem inimigos com pontos fracos que preciam ser revelados para que sejam derrotados. Esses pontos geralmente são o próprio parasita Plaga, e o Garrador não é uma exceção à regra (a Plaga está localizada em sua medula). Se você não atacar Plaga nas costas de um Garrador, o dano é reduzido a cerca de um décimo. Então, nesse caso, além de ser um ponto fraco, a Plaga poderia ser considerada o único ponto que causa dano no Garrador.

Comillos (Plaga)

ComilloDescrição: Cães parasitados por Plagas que se movimentam em matilhas, atacando intrusos. Seu nome é a palavra espanhola para “presa”, usadas como sua arma principal e que cresceram a uma extensão tão grande que saem pelas bocas.O parasita também pode atravessar a pele das costas do Comillo e usar seus tentáculos para atacar. As habilidades de combate caninas deles apresentam agressividade e resistência aumentadas, devido a assimilação da Plaga.

Observação: Comillos (RE4) e Adjule (RE5) são varientas de cães infectados com Plagas mas são formados de formas diferentes: enquanto os Comillos possuem apenas presas maiores, o Adjule desenvolve um conjunto de presas entre as duas metades de suas cabeças. Seria interessante saber se essa diferença ocorre devido aos tipos de cão infectado ou aos tipo de Plagas usadas (as Plagas aprimoradas de RE5 são resultado de pesquisas com armas biológicas).

Giant Moth (T-Virus)

Giant MothDescrição: uma mariposa usada para experimentos que escapou do laboratório de pesquisa da Umbrella. Embora a infecção com o T-virus tenha aumentado seu corpo consideravelmente, as asas não foram afetadas no mesmo grau, e ela só é capaz de voar para curtas distâncias. Mesmo com movimento limitado, ela não deve ser subestimada, já que seu número e toxicidade também foi grandemente aumentado. Sua forma laval é chamada de Baby Moth.

Observações: Embora o mais conhecido efeito do T-vírus seja a zumbificação, como pode ser observado em humanos, o gigantismo também é comum. Esse é um efeito que é exibido na Giant Moth e em outras criaturas descritas previamente, como o Stinger, um escorpião gigante. Versões gigantes de criatuas familiares costumam provocar um medo instintivo, que se torna pior ainda quando aplicado a criaturas que já são naturalmente assustadoras, como as mariposas.

Ivy (T-Virus)

IvyDescrição: Previamente chamada de Plant 43, Ivy é uma arma biológica desenvolvida através da análise dos dados coletados da Plant 42, criada acidentalmente na casa de vigia o laboratório de Arklay. Como resultado de uma criação seletiva, a planta é capaz e locomoção independente e pode atacar e apanhar a presa através do uso de seus tentáculos. Ainda, a cabeça em forma de bubo espirra um fluido contendo enzimas digestivas que pode incapacitar vitimas. Iivies possuem uma habilidade excepcional de se adaptar ao ambiente ao seu redor, inclusive a toxinas presentes no ar.

Observações: Embora plantas carnívoras possam ser encontradas no mundo real, a existência delas é limitada a respostas básicas a estímulos externos. Devido a administração do T-vírus e outras melhorias relacionadas a pesquisa, através de um processo definido como evolução, Ivies chegaram a possuir uma inteligencia primitiva. Assim como o similar virus Uroboros, o T-virus tem efeito de acelerar a taxa evolutiva das espécies.

Plage Crawler (T-Virus)

IvyDescrição: Arma biológica desenvolvida pela manipulação genética de várias gerações de insetos infectados com o T-vírus. Criada nos primeiros dias de pesquisa com o T-virus, o Plague Crawler tem cerca de 2 metros de comprimento e possui enormes e tetais patas dianteiras em forma de foice. Quando descobriu-se que não seriam adequadas para uso em combate e pesquisas seguintes foram canceladas e cobaias destruídas, um grande numero de Plague Crawlers conseguiu escapar do Centro de Treinamento da Umbrella. Dessa forma, não se pode dizer que a espécie está completamente extinta.

Observações: Manipular genes de criaturas para melhorá-las ou produzir uma nova espécie é um processo que ocorre no mundo real, mas o uso do T-virus produz resultados mais drásticos do que a mutação esporádica de uma característica da criatura, ou a combinação de multiplas criaturas em um único organismo. Unido ao gigantismo e evolução acelerada mencionadas anteriormente, essa capacidade de combinação é mais uma das caracterísitcas do T-vírus.

Mimicry Marcus (Virus Progenitor)

Mimicry MarcusDescrição: Um amontoado de incontáveis sanguessugas que tomam a forma do falecido Professor James Marcus*. Quando ameaçadas, as sanguessugas abandonam a ilusão, retomam sua forma e preparam para atacar (enquanto ainda mantem uma forma vagamente humanóide, todos os vestígios do Professor Marcus desaparecem completamente). Elas atacam ao alongar o que seria o braço dele, batendo como um chicote.

*Professor James Marcus: O primeiro líder do Centro de Treinamento da Umbrella.

Observações: A união para mimetizar outra criatura é um comportamento extraordinário para sanguessugas. Esse comportamento é resultado não somente da evolução acelerada de cada sanguessuga individualmente devido ao vírus Progenitor, mas também devido ao fato de as sanguessugas terem desenvolvido uma forma de compartilhar e processar informações umas com as outras, da mesma forma que computadores fazem processamento paralelo. Esse fenômeno poderia não ser possível sem o vírus Progenitor, uma maravilha que nem mesmo o Professor Marcus poderia prever, e essa é a prova de que as habilidades mutacionais e evolucionárias do Progenitor e do T-virus vão além do entendimento humano.

Lisa Trevor (vários vírus)

0024017aDescrição: Grotescamente desfigurada e com praticamente nenhuma noção de quem era, Lisa Trevor foi submetida a uma série de experimentos horríveis por pelo menos 20 anos; agora, seu corpo nada mais é do que um criadouro vivo para novas linhagens de vírus protótipos. Ela tem interesse particular em atacar pesquisadoras, talvez por confundi-las com sua mãe, que morreu nos mesmos experimentos aos quais ela foi submetida.

Observações: Mutações causadas por infecção viral podem ter resultados inesperados. O Licker pode ser um dos exemplo mais conhecidos, mas Lisa Trevor, que aguentou não somente mutação mas também foi a fonte do G-vírus, é o caso mais extremo. Não se sabe se o vírus foi o resultado da síntese de dois ou mais patógenos que ela recebeu ou foi criado através da influência de algum fator que ela possuía. O G-vírus a tornou nada mais do que imortal, e esse fato se reflete in-game. Para aqueles que buscam mais informações, seu destino é mostrado em “The Umbrella Chronicles”.

Proto Tyrant (T-Virus)

TyrantDescrição: Um protótipo da arma biológica considerada a “mais evoluída forma de vida”, o Tyrant. Assim como o modelo final, seu coração é exposto, e devido a excessiva decomposição da pele, a medula espinhal também é visível. Enquanto sua aparência externa não deixa dúvidas de que é um modelo incompleto, suas características físicas são semelhantes ao do modelo final e cumpre os requisitos de um protótipo. A agressividade do Proto Tyrant lembra, particularmente, o modelo final após ter seu traje limitante removido, e também apresenta uma vitalidade fora do normal.

Observações: O “T” de T-virus deriva de Tyrant. Essa é uma indicação clara do primeiro objetivo das pesqusias relacionadas a armas biológicas: a série Tyrant. No caso do Proto Tyrant, o desenvolvimento do cérebro necessário para executar ordens foi subestimado, e isso, além de outros efeitos adversos causados pelo uso excessivo do T-virus, levou ao seu fracasso. Embora sua aparência externa não compense suas deficiências no sentido prático quando comparado ao modelo final, talvez o Proto Tyrant seja um dos maiores representantes do “horror” em Resident Evil.

 

 Arquivos Digitais

Derek C. Simmons

Derek Simmons, 46 anos, aliado presidencial, é um extremo perfeccionista. Desde sempre, os Simmons lideraram “A Família”, uma vasta organização que manipulou o curso da história através das gerações. Como seu atual líder, Derek está encarregado de continuar sua cruzada por uma sociedade estável e imutável. Simmons decide eliminar o Presidente Benford em um ataque bioterrorista após descobrir seu plano de revelar a verdade por trás do incidente em Raccoon City; a revelação que poderia causar uma grande reviravolta nos EUA. Para isso, ele usa Helena Harper, um elo frágil da segurança do presidente, e libera o C-Vírus, desenvolvido em um laboratório de pesquisa abaixo de Tall Oaks. Considerando Simmons um amigo fiel por 30 anos, Benford jamais desconfiou que ele teria uma ligação com “A Família”. Após o ataque, Simmons se dirige à China onde fica cara-a-cara com Leon e Helena e acaba sendo infectado com o C-vírus. Ele passa por uma série de transformações, revelando mais de seus íntimos desejos a cada mutação. Ele implorou por Ada, a única coisa que ele nunca pode ter, mas finalmente teve um final amargo nas mãos de Leon e Helena.

O C-vírus que infectou Simmons era fortalecido pelo sangue de Jake e induziu mutações na forma de centauro, dinossauro, mosca gigante, entre outras. As transformações de Simmons eram diferentes das outras geradas pelo C-vírus – ele era capaz de se manter consciente após a mutação, e retornava à forma humana após sofrer uma certa quantidade de dano.

Boodshot

Uma variação de um Zumbi infectado com o C-Vírus. Quando a cabeça do hospedeiro sofre dano, o vírus estimula rápidas mudanças em sua musculatura. Esses resultados na resistência e agilidade do hospedeiro superam e muito a de um Zumbi comum. A criatura se chama Bloodshot devido a sua aparência – a transformação repentina causa a exposição de seu tecido muscular. Causar dano suficiente em um Bloodshot fará com que sua caixa torácica se abra e exponha seu coração.

Indivíduos susceptíveis à mutação Bloodshot podem ser distintos por seus olhos vermelhos. A cabeça é geralmente o ponto fraco de um Zumbi e um ataque direcionado à cabeça é geralmente mais eficiente que em outros pontos. Em Bloodshots potenciais, entretanto, a cabeça não é um ponto fraco, mas sim age como uma espécie de gatilho. Sem dúvida, vários jogadores já foram vítimas de uma mutação Bloodshot enquanto tentavam eliminar um zumbi rapidamente.

Ubistvo

Uma mutação completa de um indivíduo infectado pelo C-vírus. O nome Ubistvo é derivado da palavra sérvia “assassinato”. Enquanto humanóide, seu braço direito sofreu uma mutação, ganhando a forma de uma serra elétrica, a qual ele usa para eliminar oponentes. Seu braço foi formado por partes de sua coluna vertebral e costelas, que foram movidas graças à mutação. O coração pulsante do Ubistvo também é abrigado em seu braço, e, apesar de sua grande força e resistência, a criatura pode ser morta instantaneamente a partir da destruição deste ponto fraco.

O Ubistvo não possui somente um ataque incrivelmente forte, mas raramente irá desistir quando escolher seu alvo. Enquanto isso possa parecer uma característica útil para uma arma biológica, o Ubistvo não faz distinção entre amigos e inimigos e atacará qualquer coisa de forma indiscriminada. A própria Neo-Umbrella não sabia como lidar de forma eficiente com esta criatura, e faz uso dela somente em situações onde um completo massacre é necessário.

Finn Macauley

Um novato da divisão norte americana da BSAA. Sua primeira missão foi no incidente na República Edoniana como parte da equipe Alfa, liderada por Chris. Como soldado de apoio, ele foi encarregado de auxiliar os outros membros em uma grande variedade de tarefas como a transmissão de informações, manejo de veículos armados, destruição de barricadas e armas anti-aéreas. Embora um pouco tímido, Finn tem uma personalidade honesta e é um soldado corajoso e altruísta, que jamais abandonaria um parceiro ferido. Essas características podem ser deduzidas pela forma como ele se espelha em Chris, o qual também dá grande importância a sua unidade e família.

Embora Finn tenha escrito para sua mãe antes de ser enviado em missão prometendo que retornaria, ele foi vítima de uma armadilha feita por Ada Wong, que buscava abrigo em um antigo prédio do governo, fazendo com que sua vida chegasse a um trágico fim aos 22 anos de idade.

Após a missão na Edonia, Piers, um outro membro da BSAA, decide rastrear Chris, atualmente um desertor. Quando Piers finalmente o encontra, Finn pode ser visto na tela do celular dele enquanto ele mostra imagens da antiga unidade de Chris, que está com amnésia.

Leon S. Kennedy (RE2)

Leon tinha apenas 21 anos durante os eventos de RE2. Após graduar-se na academia de polícia, ele se inscreveu em uma vaga no Departamento de Polícia de Raccoon City. Ele conseguiu escapar do destino de seus novos colegas pela pura sorte de chegar atrasado no primeiro dia de trabalho – na noite anterior, ele estava bêbado e inconsciente em um motel, decepcionado com um recente término de relacionamento com sua namorada. Essa história não condiz com a sua atual imagem, e pode ser atribuída à irresponsabilidade de sua juventude. O “S” em seu nome é derivado de Scott, mas ele raramente o usa.

A imagem abaixo foi criada para RE2 (esta ao lado é de Darkside Chronicles). De um ponto de vista mais técnico, ainda que a artwork antiga não pareça muito boa hoje, a aparência de Leon não mudou muito.[/toggle]

Leon foi originalmente designado para o Deaprtamento de Polícia de Raccoon City, o qual era liderado pelo Delegado Brian Irons. Embora o S.T.A.R.S. seja a equipe mais bem conhecida do departamento, outro grupo de elite conhecido como Raccoon S.W.A.T foi criado depois de o S.T.A.R.S ter sido desmantelado, após o incidente na Mansão. No entanto, eles foram totalmente inofensivos na hora de impedir o surto sem precedentes na cidade e foram completamente dizimados.

Esta é uma imagem do prédio do R.P.D da época de RE2. Com seu grandioso salão principal e estátuas de pedra, o prédio é muito mais estravagante do que uma delegacia comum.

Claire Redfield

Uma estudante universitária, Claire é surpreendida pelo surto em Raccoon City enquanto estava tentando encontrar seu irmão, Chris. Ela é salva de uma situação mortal imediatamente após chegar em Raccoon City por Leon, e embora eles se separem pela explosão de um caminhão-tanque, eles conseguem se reencontrar depois e escapam da cidade juntos. Como é Leon que informa Chris de que sua irmã está presa na prisão da Ilha Rockfort, podemos imaginar que eles mantiveram contato por algum tempo após a fuga de Raccon City.

Embora Leon e Claire pareçam próximos na imagem abaixo, esta foi usada para um guia em livro e a capa do game usou uma artwork diferente.

 

 

Albert Wesker (RE5)

Wesker apareceu inicialmente como o habilidoso capitão dos S.T.A.R.S no primeiro Resident Evil. Foi revelado que ele era um espião da Umbrella, enviado para se infiltrar na equipe, mas ele acaba traindo a própria empresa. Enquanto ele parece morrer no final do jogo, ele continua a trabalhar nas sombras posteriormente e, ao longo dos anos, se envolve com uma série de incidentes com armas biológicas e vírus roubados. Seu destino é selado por seu rival Chris, em RE5, mas os efeitos das ações de Wesker perduram mesmo após sua morte.

Como ele foi o principal vilão em boa parte da série, existem muitas artworks de Wesker. As imagens abaixo foram produzidas para os seguintes jogos (da esquerda para a direita): Resident Evil (GameCbube), RE CODE: Veronica X, Resident Evil 5 (e a imagem principal é de RE0). Wesker foi uma figura ameaçadora que aparecia constantemente ao longo a série: óculos escuros, cabelo loiro penteado e roupas escuras.

Umbrella

Uma grande empresa farmacêutica fundada em 1968 por Ozwell E. Spencer, Edward Ashford e James Marcus, com o slogan “Preservando a saúde das pessoas”. O propósito verdadeiro da Umbrella, no entanto, era o desenvolvimento de armas. A Umbrella foi responsável epal criação de uma enorme quantidade de vírus, como o T-virus, que causou a destruição de Raccoon City, o T-Veronica, que foi criado na base na Antártica, e o G-vírus do Dr. William Birkin. Eles também desenvolveram uma imensa quantidade de armas biológicas. O golpe final para a Umbrella foi a destruição do laboratório no Caucaso, em 2003. No entanto, embora o fim da Umbrella significasse que a raiz de vários desastres estava finalmente aniquilada, também resultou no espalhamento de várias pesquisas perigosas pelo planeta.

Abaixo, uma artwork rara do Dr. James Marus, usada durante o desenvolvimento de RE0.

Excella Gionne

Ela é a parceira de Wesker durante os eventos de RE5. Embora sua tendência a olhar os outros com desprezo devido à sua bela aparência a faça parecer nada além do que uma menina mimada vinda de uma família rica, seu intelecto afiado, ambição inalcancável, conhecimento de negócios e conhecimento na área de genética herdado de seu pai permitiu que ela subisse até o topo como diretora da divisão Africana da Tricell. Enquanto ela sonhava em reinar como rainha do novo mundo que surgiria após a conclusão do projeto Uroboros, Wesker, seu futuro rei, a infectou com o vírus. Usada e descartada por Wesker, é difícil não sentir alguma simpatica por ela.

Como pode ser observado na imagem abaixo, durante o desenvolvimento do jogo, Excella seria a secretária do diretor da Tricell. Ainda que seu nome não seja revelado, acredita-se que Excella seja o auditor especial do Consórcio Farmacêutico Global que aparece no DVD Bônus da versão japonesa de RE: Revelations (Jessica’s Report).

 

 

 

 

 

 

Wesker's Report File

Biohazard Revelations (ed. Especial)

Este documento foi incluído na Biohazard Collector’s Box, lançada para o GameCube no Japão em 7 de agosto de 2003. No arquivo, Wesker não somente reconta a história de cada título da série a partir de seu próprio ponto de vista, mas também dá detalhes de sua história pessoal, com opiniões persuasivas sobre sua rivalidade com William Birkin. O texto do relatório também pode ser encontrado em Resident Evil Archives II, uma leitura altamente recomendada para fãs que desejam informações mais profundas sobre o mundo de Resident Evil.

Um grande número de outros “relatórios” foram criados ao longo dos anos, como o Wesker’s Extra Report, Ada’s Report e Jessica’s Report. Esperamos que os fãs tenham ainda mais descobertas com novos relatórios desse tipo no futuro.

 

 

 

 

 

Sergei Vladmir

Um ex-coronel do exército soviético e executivo da Umbrella, totalmente leal a Spencer. Embora Sergei tenha originalmente trabalhado no laboratório subterrâneo abaixo de Raccoon City desenvolvendo T-A.L.O.S., ele foi posteriormente transferido para o laboratório do Cáucaso, na Rússia. O supercomputador que ele levou consigo, o qual continha uma grande quantidade de dados de pesquisa da Umbrella, acabou sendo encontrado por Wesker. Sergei o combatei transformando-se em uma criatura, mas foi derrotado – mais uma vítima dos planos nefastos de Wesker.

A B.O.W. abaixo é o velho amigo de Sergei, Ivan. Mesmo sendo desenvolvidos como Tyrants de T-vírus, seus trajes brancos altamente protetores e visores característicos são bem diferentes do design dos Tyrants clássicos – embora suas roupas sejam baseadas na usada pelo T-103 em RE2.

 

Javier Hidalgo

Um barão das drogas, que tem uma enorme influência sobre uma nação Sul Americana. De acordo com dados da agência de inteligência, ele entrou em contato com um ex-pesquisador da Umbrella. Os métodos tirânicos que ele usa para afirmar seu poder, como violência e assassinato, são extremamente contrastantes com a devoção à sua filha, Manuela, que sofre de uma terrível doença. Ele administrou o vírus T-Veronica em uma tentativa desesperada de curá-la, mas foi posteriormente forçado a roubar órgãos de várias garotas inocentes para remediar os resultados de seu erro.

Um dos principais pontos de The Darkside Chronicles era a habilidade de jogar com Leon e Krauser, os parceiros que, posteriormente, se tornariam inimigos em RE4. Vários detalhes são mostrados nesse jogo, como a parceria dos dois e a história por trás do braço esquerdo de Krauser, mostrado em RE4. Enquanto a história comovente de Javier e Manuela seja, talvez, o foco do jogo, os melhores pontos da relação entre Leon e Krauser o tornam um jogo prioritário para qualquer fã da série.

A Queda da Umbrella

A Umbrella foi fundada em 1968 por Ozwell E. Spencer. Com uma produção ostensiva de fármacos sob o slogan “Preservando a vida das pessoas”, a Umbrella mantinha, por trás dos panos, um comércio mortal e desenvolvedora de uma variedade de armas irais baseadas em suas pesquisas com o vírus Progenitor. A verdade por trás da Umbrella foi trazida a tona após a destruição de Raccoon City em 1998. A intervenção de Chris e Jill no projeto T-A.L.O.S, uma tentatva desesperada de evitar o colapso imimente da Umbrella, aliada a uma enxurrada infinita de processos, acabaram por determinar o destino da Umbrella. Apesar disso, os horríveis resultados das pesquisas da Umbrella continuaram a impactar o mundo.

Embora a Umbrella fosse uma empresa farmacêutica multinacional com divisões em diversos países, muitos fãs podem não estar familiarizados com a divisão Japonesa, descrita pela primeira vez em um documento publicado na página da BSAA, parte do site oficial de Resident Evil 5. Um trecho pode ser visto abaixo.

– Subsidiária da Umbrella prestes a ser dissolvida –
Após a falência da gigante internacional farmacêutica Umbrella, a subsidiária Umbrella Japan Inc.(Tokyo) anunciou sua dissolução e está passando por dissolução atualmente.

Fundada em 1984 para representar a Umbrella no Japão, a empresa importava e vendia remédios desenvolvidos nos EUA e, para desenvolver produtos de biotecnologia, abriu o Laboratório da Umbrella Japão em 1987.

As ações da Umbrella despencaram após a tragédia em Raccoon City, e as vendas caíram nos últimos anos devido, principalmente, a pouca confiança dos consumidores. A própria Umbrella foi forçada a declarar falência após perder todos os processos levados a juízo após a tragédia de Raccoon City. Empresas de todos os setores, sem mencionar aquelas da industria farmacêutica, não mostraram interesse algum em trabaalhar com a Umbrella Japão.

Blog BSAA

[Trecho de um artigo de um jornal matinal publicado em 15 de março de 2004].

Darkside Report

Darkside ReportEsse relatório foi incluído na edição “Resident Evil: The Darkside Chronicles Collector’s Package”, lançado no Japão em 2010 e que contém uma variedade de comentários detalhados sobre personagens e criaturas, assim como notas sobre CODE: Veronica e Leon e Claire em RE2. O encarte também apresenta uma linha do tempo dividida por ano e quadros de relacionamentos entre personagens. Biohazard HD Selection, lançado apenas no Japão, incluiu uma versão digital do Darkside Report e do Wesker’s Extra Report.

 

 

 

Wesker's Extra Report

Extra ReportUm encarte que detalhe a ascenção e queda da Umbrella. Contém informações sobre os eventos de Resident Evil: The Umbrella Chronicles como as observações de Wesker sobre “Incidente da Mansão”, além de uma coluna sobre bioterrorismo real.

Leia o report.

 

 

 

 

 

Leon S. Kennedy

Leon (RE6)Após a destruição de Raccoon City, Leon e Sherry foram colocados sob proteção do governo norte-americano. As incríveis habilidades de compate e sobrevivência de Leon e sua recém adquirida experiência foram suficientes para colocá-lo como agente do controle direto do Presidente, embora acredita-se que o governo tenha explorado a segurança de Sherry essencialmente para chantageá-lo para aceitar o cargo. Leon enriqueceu seu currículo ao completar um grande número de missões e se tornando um dos agentes mais confiáveis em serviço, mas isso não foi suficiente para impedir que ele fosse considerado um dos suspeitos do assassinato do Presidente durante um incidente bioterrorista em Tall Oaks, em 2013. Indignado com essas suspeitas, Leon correu atrás da verdade.

Desde os eventos de Raccoon City, Leon lutou incontáveis armas biológicas em missões como Operation Javier, em 2002, e no sequestro da filha do presidente, Ashley Graham, em 2006. Ele poderia até mesmo ser considerado um veterano na época do incidente no Aeroporto de Harvardville, em 2008, e com certeza assim seria nos eventos de RE6.

Leon (Darkside Chronicles) Leon (RE4) Leon (Degeneração)

Chris Redfield

Chris (RE6)Um dos membros do S.T.A.R.S que sobreviveu ao “Incidente da Mansão” em Raccoon City, Chris é forte, mas é um homem honrado. Ele é um atirador excelente e graças ao período em que esteve na força aérea, é um bom piloto de caça. A afeição por sua irmã, Claire, pode ser facilmente notada em sua tentativa de libertá-la da prisão da Ilha Rockfort. Após destruir os planos de seu arqui-inimigo, Wesker, Chris perde a memória durante outra operação, mas ainda retorna ao comando da BSAA em 2013 para impedir um ataque bioterrorista de larga escala em Lanshiang, China.

Chris mudou sua aparência ao longo da série, desde o jovem bonito do remake de RE1 e de Code Veronica, até o musculoso e obstinado personagem de Revelations e RE5. De certa forma, o útimo é praticamente um retorno à forma antiga, considerando como ele foi mostrado na abertura e ilustrações do Resident Evil original.

Chris (Remake) Chris (CODE: Veronica) Chris (Revelations)

Capas de estojo para comprimidos de Resident Evil 6

Estojos

Em RE6, as ervas, marcas registradas de Resident Evil, são usadas para fazer comprimidos, estocados em um estojo. A loja e-Capcom japonesa ofereceu quatro diferentes réplicas de capas de estojo para quem encomendasse o jogo, e três delas estão mostradas acima.

Versão de Leon:
Leon Leon usou uma jaqueta de bombardeiro em RE4 e uma jaqueta de couro da DSO (Divisão de Operações Especiais), em RE6. Ele parece gostar de couro, e sua capinha reflete isto. Feita com couro legítimo e gravada com o logo da DSO, o estojo estilizado de Leon é um símbolo de seu status como agente operando diretamente sob ordens do presidente.
Versão Chris: Este estojo tem design militar e o logo da BSAA em azul e verde. É feita de silicone para demonstrar o design resistente dos equipamentos da unidade.
Versão Jake: Sendo um mercenário, Jake precisaria de um estojo que pudesse sofrer danos no campo de batalha. Seu estojo é feito de latão, traz o emblema do exército rebelde do qual Jake faz parte, e é surrada para dar a impressão de muito uso.

Jake Muller

Atualmente atuando como mercenário e um exército rebelde na devastada República Edoniana, Jake cresceu carcado por pobreza, fome e morte, e coloca sua fé em somente dois deuses: ele mesmo e o dinheiro. Após um encontro inesperado com a agente dos EUA Sherry, que prometeu a ele uma grande recompensa, Jake deve aceitar duas verdades – que ele carrega o sangue amaldiçoado de Albert Wesker, e que ele salvará o mundo inteiro.

Jake inicialmente usa uma jaqueta e luvas sem dedos (ele troca para luvas de couro preto quando muda para a roupa com a blusa preta de botão), o que o torna ainda mais parecido com Wesker. Sua jaqueta tem um emblema de aranha, símbolo do exército rebelde no qual ele luta.

Ada Wong

AdaNada se sabe sobre o passado de Ada, além de sua origem asiática. Trabalhando nas sombras como espiã, ela estava presente durante os eventos que levaram à destruição de Raccoon City, onde ela conheceu Leon, em 1998. Os destinos dos dois se cruzaram novamente, quando se encontraram recentemente, em 2013, ao investigar catacumbas.

Ada é particularmente adepta da cor vermelha, como pode ser visto em seu tubinho vermelho de RE2, seu vestido frente única no estilo chinês de RE4 e na camisa vermelha e echarpe de RE6. No minigame “Assignment Ada”, de RE4, no entanto, ela usa trajes militares pretos da cabeça aos pés, e em “The Umbrella Chronicles” ela é vista enrolada em várias bandagens após ser atacada pelo Tyrant, a pior coisa para se vestir.

BSAA

BSAA

Como muitas pessoas estavam ávidas para culpar a indústria farmacêutica como um todo pela crise bioterrorista, o Consórcio Farmacêutico Global fundou a BSAA (Aliança de Avaliação de Segurança em Bioterrorismo) após o fim da Umbrella, em uma tentativa de mostrar seu papel ativo em conter a difusão de armas biológicas. Os membros fundadores, conhecidos como os “Onze Originais” incluíam Chris Redfield e Jill Valentine; Clive R. O’Brian foi escolhido como o primeiro líder da organização. Inicialmente, a BSAA era mais semelhante a uma ONG civil com status de observador e posteriormente foi reconhecida com uma unidae especial sob o controle das Nações Unidas, após o incidente no Queen Zenobia. Há quatro divisões no total: Europa, Oriente Médio, América do Norte, América do Sul, Oeste Africano, Leste Africano, Oriente e Oceania.

Embora Chris esteja ligado à divisão Norte Americana, como um agente de nível dez ele tem autoridade de participar de investigações e operações, independente da divisão comandante. Piers Nivans também é um membro da divisão Norte Americana e é um dos membros mais brilhantes da organização. Muitos agentes, incluindo Reynard Fisher, Kirk Mathison, Dan DeChant, Dave Johnson e Doug foram mortos em ação, durante a Operação Kijuju em RE5. Em “Revelations”, Parker Luciani, Jessica Sherawat, Quent Cetcham e Keith Lumley foram enviados para o incidente no Queen Zenobia.

J'avo

J'avo

Uma arma biológica inicialmente descoberta na Republica Edoniana da Europa Oriental, assim nomeada pela BSAA, a partir da palavra “demônio” em sérvio. Muito superior a qualquer zumbi, o J’avo pode se comunicar e coordenar ações com outros, além de operar armamento complexo, como armas de fogo. Quando eles sofrem algum ferimento leve, são capazes de se regenerar e quando sofrem algum ferimento grave, eles podem sofrer mutações – essas mutações os transformam em Ruka-Srp, com suas mãos em forma de gancho, e o Ruka-Khvatanje, que pode alongar seu curioso braço elástico. Acredita-se que o novo C-vírus está, de alguma forma, ligado com o surgimento do J’avo. Indivíduos infectados com C-vírus estão susceptíveis a formação de crisálidas e podem sair delas completamente mutados.

Resident Evil 6 contém um modo de jogo chamado Agent Hunt, no qual jogadores podem entrar em partidas em andamento como J’avo e outras criaturas, com o objetivo de matar um dos agentes. J’avo mutarão quando atacados pelos agentes, e isso permite que novos ataques surjam, como um que permite que eles agarrem um agente a longa distância e lançá-los para perto de si com o braço mutado. Se eles sofrerem dano suficiente, um J’avo pode mutar e se transformar em algo completamente não-humano.

Bolsa-coldre de Resident Evil 6, feita pela Briefing

BolsaEssa bolsa-coldre é baseada no coldre de perna de Leon, em Resident Evil 6. Foi feita pela Briefing, uma marca especializada em bolsas e acessórios com estilo militar. A bolsa tem um design baseado em linhas verticais e inclui partes customizadas gravadas com o logo da DSO, a organização de que Leon faz parte. Pode ser carregada no ombro, enrolada na perna ou presa a outra bolsa, como “Mission Liner”* da Briefing, usando as alças da bolsa.

Disponível somente na loja e-Capcom japonesa.

Lançamento: Novembro de 2012
Preço: 25.200 yenes
Material: Nylon
Cor: preto
Feito nos EUA
Peso: aprox. 295g
Tamanho: 180 x 240 x 80mm (bolsa) 470 ~ 850mm (alça de ombro), 230 ~ 380mm (alça de cintura), 80mm (alças para as pernas, 2 inclusas)

A bolsa-coldre tem o tamanho perfeito para carregar itens pequenos como carteiras e agendas, videogames portáteis, e as partes customizadas são ideais para prender a bolsa quando andar de moto ou bicicleta.

*Maleta comemorativa de 15 anos da série.

Maleta Bolsa 01 Bolsa02 Bolsa03 Bosla04 Bolsa05

Helena Harper

HelenaUma agente norte americana relativamente nova no ramo. Helena entrou para o USSS (United States Secret Service – Serviço Secreto dos Estados Unidos) um ano antes de ser enviada para a missão de segurança particular do presidente durante o incidente em Tall Oaks, quando ela conheceu Leon e foi salva por ele. Eles trabalham em dupla depois de Helena ter admitido sua responsabilidade pelo incidente, e ela leva Leon a uma certa catedral que está, de alguma forma, ligada aos eventos.

Helena tem uma irmã chamada Deborah, que pode ser vista sendo sequestrada por um grupo de homens em um dos flashbacks da personagem.

 


 

← Reports
%d blogueiros gostam disto: