Lançado no início do ano 2000 para Dreamcast, Resident Evil CODE: Veronica foi o primeiro passo da série nos consoles de 128 bits. Desde que foi anunciado, o game chamou a atenção por seus gráficos melhores e pelo retorno de uma personagem que já era querida por todos: Claire Redfield. O game acabou ficando conhecido por muitos como “a seqüência direta de Resident Evil 2”.

A história começa três meses depois da destruição de Raccoon City, quando Claire vai até Paris em busca de seu irmão. Ao invadir uma base da Umbrella na cidade, é capturada e levada para uma prisão na Ilha Rockfort, também pertencente à empresa. O pesadelo começa mais uma vez, quando um ataque à ilha libera o vírus e transforma todos os seus habitantes em zumbis. Em meio ao terror, Claire pede ajuda a seu irmão, que tenta resgatá-la seguindo seus passos pela ilha.

Mal sabiam eles que o medo estava presente não somente na forma das aberrações que agora tomaram o local, mas também na forma de Alfred e Alexia Ashford, descendentes dos fundadores da Umbrella e responsáveis pela administração da Ilha Rockfort. O que eles também não sabem é que um inimigo muito mais perigoso também está à solta, atrás das cabeças de Chris e Claire.

Cerca de um ano depois, o Dreamcast voltou a receber uma versão do game. Resident Evil CODE: Veronica Complete era a versão definitiva do jogo e contava com cenas adicionais e um final estendido. Esta edição mais tarde ficaria conhecida como Resident Evil CODE: Veronica X, lançada para Playstation 2 e GameCube. O game também recebeu uma versão em HD, lançada para o Playstation 3.

Capas

  

%d blogueiros gostam disto: