Claire e Barry: Duas histórias e duas lutas pela sobrevivência.

Claire Redfield é uma das poucas pessoas conhecidas por sobreviver a destruição de Raccoon City em 1998. Aquela foi a primeira vez em que ela testemunhou os efeitos que as armas biológicas podem causar nas pessoas. Depois do incidente, ela se uniu a uma organização não-governamental, a Terra Save, e se dedicou a ajudar vitimas de armas químicas e biológicas.

Em 2011, a sede da ONG é atacada por um grupo desconhecido. Claire e seus companheiros de trabalho, incluindo a mais nova membro da organização, Moira Burton, são sequestrados e levados para uma ilha deserta. Antes de as duas poderem entender onde estão e o que está acontecendo, elas vêem seus colegas de trabalho serem atacados por algum tipo de monstro.

O veterano Barry Burton, ex-membro dos S.T.A.R.S e atual membro da B.S.A.A., está determinado a salvar a filha, Moira, cuja última localização conhecida é uma ilha no meio do nada.

No local, ele conhece uma garotinha chamada Natalia e logo ele percebe que ela não é uma menina comum e, juntos, eles irão desbravar a perigosa ilha para buscar respostas e esperar por um milagre.

Resident Evil: Revelations 2 chega como uma aposta da Capcom em renovar os laços da franquia com o survival horror e agradar os fãs mais antigos da franquia, trazendo dois dos personagens queridos por eles, Claire e Barry. Mesmo assim, o jogo não abandona novos conceitos e volta a trazer um modo cooperativo local, mas nos moldes do partner zapping de Resident Evil 0.

Em um formato inédito para a série, e inspirado nos moldes do primeiro “Revelations”, o game é dividido em quatro episódios lançados de forma digital semanalmente nas redes PlayStation Network, Xbox Live e Steam. O título também recebe mais dois episódios extras, exclusivos para os usuários que adquirem oseason pass ou edições físicas para PC, Xbox One, Xbox 360, PlayStation 3 e PlayStation 4.

%d blogueiros gostam disto: