Perfil

Nome: Alfred Ashford
Nascimento: 1971
Altura: 1,68m
Peso: 61Kg
Tipo Sanguíneo: desconhecido
Afiliações: Umbrella (1993-1998)
Status: Morto (1998)

 


Erro de Cálculo

1971-1981

Alfred Ashford nasceu em 1971, criado artificialmente por Alexander Ashford no projeto CODE: Veronica. Usando o corpo mumificado de Veronica, ele extraiu material genético e manipulou os genes que controlam a inteligência humana.

O DNA extraído foi implantado em um óvulo gerado por uma mãe de aluguel visando trazer um novo gênio para trazer a glória da família novamente. Mas, de forma surpreendente, além daquela que seria a nova versão de Veronica, Alexia Ashford, também foi gerado um menino: Alfred Ashford.

Enquanto o experimento concedeu a Alexia o intelecto de um gênio, Alfred mostrava-se apenas uma criança inteligente, que sempre vivia à margem do sucesso e da beleza da irmã. Ele começou a nutrir por ela uma enorme admiração, e conforme os anos iam se passando, as diferenças de intelecto entre eles ia aumentando e cada vez mais.

Alfred se via relegado a apenas um capacho de Alexia: enquanto ele a tratava com admiração e devoção, ela o tratava como um mero servo de sua superioridade. Enquanto que com apenas 10 anos de idade Alexia se graduou em uma universidade e se tornou chefe de pesquisas do Base da Umbrella na Antártida, Alfred não alçou grandes vôos.

Justa Vingança?

1983

No início de 1983, Alfred descobre uma sala secreta  na Base da Antártida que o leva a tomar conhecimento de vários segredos da família Ashford, dentre eles, o fato de que ele e Alexia foram na verdade, frutos de experiências genéticas conduzidas por Alexander Ashford com o DNA do corpo mumificado de Veronica.

Juntamente com Alexia, Alfred planeja vingança contra Alexander, não só pelo fato de ter escondido esse segredo, mas também por ser o responsável pela ruína da família Ashford, que caiu em desgraça após a morte de Edward, pai de Alexander.

O dia D da vingança finalmente vem, e em março daquele ano, Alexia infecta Alexander com o vírus T-Veronica, que em pouco tempo começa a induzir inúmeras mudanças no corpo e no tecido cerebral de Alexander, transformando-o num monstro. Alfred e Alexia então, o trancam em uma sala secreta da Base da Antártida. Com o desaparecimento repetino de Alexander, Alfred declara-se sucessor da dinastia Ashford, e assume o posto do pai.

Solidão e excentricidade

1983 – 1998

Alexia descobriu uma forma de manipular o T-Verônica corretamente e resolve infectar-se com ele. Quando infectou Alexander, além de se vingar, ela descobriu como o T-Verônica se comportava e chegou a conclusão de que após se infectar precisaria de aproximadamente 15 anos de sono criogênico para se fundir perfeitamente com o vírus.

Alfred ficou incumbido de proteger a qualquer custo a cápsula onde Alexia permaneceria em sono criogênico, e para o mundo exterior, foi noticiado que Alexia havia morrido decorrente de uma infecção acidental no laboratório.

Apesar de saber que sua irmã não estava morta, Alfred começa a ter delírios com ela por conta da dificuldade que ele teve em lidar com a situação de ficar sem a sua querida e idolatrada irmã ao seu lado. Apesar disso, em 1993, Alfred se graduou em uma prestigiada universidade britânica, o que lhe garantiu a nomeação para chefe de pesquisas da Base da Umbrella na Antártida, além de ter se tornado um executivo da corporação.

No mesmo ano, Alfred foi apontado como comandante da Ilha Rockfort, que fora recém adiquirida pela Umbrella. No local, havia uma vila que foi destruída para a futura acomodação das instalações da empresa. A nomeação de Alfred como comandante de Ilha Rockfort foi uma manobra da Umbrella para satisfazer o desejo de poder do jovem Ashford, e ao mesmo tempo mantê-lo fora das grandes movimentações da empresa.

Em 8 de dezembro de 1993 as obras do Centro de Treinamento foram concluídas, neste centro, notáveis soldados como HUNK e Nicholai Ginovaef seriam treinados no futuro. No ano seguinte, Alfred ordenou a construção de uma prisão e de uma residência privada, baseada na residência dos Ashford da Antártida. Após a construção, Alfred decorou o lugar com inúmeros adereços macabros o que evidenciava cada vez mais a sua perda de sanidade.

Após a construção da prisão, Alfred descobriu um novo passatempo: a tortura dos prisioneiros, e fazia isso com requintes de crueldade, inclusive com auxílio de anatomistas para tornar suas torturas mais cruéis. Além disso ele começou a se interessar profundamente por armas e instrumentos militares, tanto é que espalhou pela ilha elementos decorativos com esta temática.

A Umbrella via Alfred como um estorvo, alguém que não podia ir além do que já estava incumbido. A sede de Alfred tentar reerguer o nome da família Ashford, mas sua falta de competência fazia com que cada vez mais a queda da família Ashford se acentuasse, tanto quanto na época que seu pai Alexander era o principal nome da família.

Alfred mantinha as aparências, mas sua instabilidade mental começava a se tornar cada vez mais notória, acentuada por sua solidão. Ele começou a apresentar dupla personalidade, na qual ele projetava, se vestia e se comportava como uma versão idealizada de sua irmã, Alexia.

Em 1998, um funcionário de Alfred foi preso por ter afirmado ver Alexia na Ilha Rockfort, e por conta disso, Alfred fez o seu já costumeiro ritual de tortura e o matou. Alfred ordenou que os prisioneiros da ilha construíssem uma passagem secreta que liga o seu escritório do palácio à mansão macabra onde ele ficava recluso. Tal ação foi feita para que ninguém tivesse acesso à mansão  além dele próprio.

Incidente na Ilha Rockfort

Dezembro de 1998

Em dezembro daquele ano, HUNK transporta, a pedido de Alfred, uma unidade do Tyrant T-078 em uma cápsula congelada para a Ilha Rockfort. Naquele mesmo mês, sob o comando de Albert Wesker, um grupo ataca a ilha, fazendo com que o T-Vírus fosse liberado no local, contaminando os prisioneiros e trabalhadores que lá estavam.

Rodrigo Juan Javal liberta Claire Redfield da prisão. Claire havia sido presa após ser capturada tentando invadir a divisão francesa da Umbrella. Ela logo encontra uma luxuosa mansão no local e é recebida a tiros por Alfred, que a acusa de ter sido a causadora do vazamento do T-Virus.

Mais tarde, na mansão secreta, Alfred, em mais um de seus delírios “conversa” consigo mesmo, simulando um diálogo entre ele e Alexia. Claire ouve e julga que realmente os dois irmãos estavam presentes no local. Mais tarde, novamente na mansão, Claire surpreende Alfred travestido como Alexia, e aponta uma arma para a moça ameaçando matá-la em nome dos Ashfords.

Steve Burnside aparece e salva Claire, atirando contra Alfred vestido de Alexia, que foge por uma passagem secreta. A dupla segue a falsa Alexia, e chega a um quarto, onde encontram uma peruca loira e um vestido manchado de sangue. Eles se perguntam de quem seriam aqueles objetos e são surpreendidos por Alfred, armado com seu rifle. Steve luta contra ele, desarmando-o.

De relance, Alfred vê o reflexo de seu rosto maquiado na janela e foge, perturbado. Só então Claire e Steve finalmente percebem que a mulher que encontram anteriormente se tratava de Alfred, travestido. O alarme de do sistema de autodestruição soa e a dupla se dirige ao aeroporto do complexo.

Para tentar impedir a fuga da dupla, Alfred libera o Tyrant T-078, que acaba sendo derrotado por Claire. O complexo começa a explodir. Alfred chega a um hangar particular, através de uma passagem secreta, e deixa a ilha Rockfort a bordo de seu caça Harrier.

Claire e Steve também deixam a ilha a bordo de um avião, pensando que tudo estava acabado, descansando na cabine. Porém, o piloto automático da aeronave é acionado por Alfred, mudando totalmente as coordenadas da viagem e os enviando para a Base da Umbella na Antártida.

Lá chegando, após explorar o local, Claire e Steve localizam uma escavadeira que pode levá-los pra longe do local. Nesse momento, Alfred reaparece, ameaçando atirar em Claire. Ele e Steve trocam tiros, e Alfred acaba gravemente ferido.

Atordoado pelos ferimentos, Alfred cai de um penhasco e Claire e Steve conseguem sair do complexo. Os gritos de Alfred ao cair do penhasco fazem com que o Nosferatu, o pai de Alfred transformado pelos efeitos do vírus T-Veronica, acorde.

Gravemente ferido, Alfred se dirige aos níveis inferiores do complexo, alcançando a câmara onde sua irmã permanecia em um sono criogênico. Alexia Ashford finalmente acorda após longos 15 anos, a tempo de presenciar a morte de seu irmão.

 


Aparições

  • Alfred Ashford aparece como um dos vilões de Resident Evil CODE: Veronica. No jogo, ele é o comandante da Ilha Rockfort e confronta Claire Redfield e Steve Burnside em várias ocasiões. No decorrer do jogo, descobrimos que Alfred, devido a sua solidão e ao amor que ele nutre pela irmã Alexia, desenvolveu dupla personalidade, se travestindo e agindo como se fosse ela. Esse traço psicológico afetado é descoberto por Claire e Steve. Em um confronto com a dupla na Antártida, ele acaba mortalmente ferido. Antes de falecer, ele libera Alexia do sono criogênico e morre aos pés da sua amada e admirada irmã, que fica alguns momentos junto ao corpo do irmão.
  • Alfred retorna em Resident Evil: The Darkside Chronicles, no cenário “Game of Oblivion”, que reconta os fatos de CODE: Veronica. Ele tem basicamente a mesma participação, porém ao despertar Alexia do sono criogênico, nota-se uma diferença interessante em relação ao jogo original: Alexia se mostra muito mais cruel e sem sentimentos, e acaba por matar Alfred, acusando-o de não tê-la despertado no momento correto.

Curiosidades

  • A loucura de Alfred em se travestir como Alexia é uma referência ao personagem Norman Bates, de Psicose.
  • Por se travestir de Alexia durante o jogo, Alfred recebeu o “carinhoso” apelido de Alfrexia em vários lugares do mundo.

Atores e Dubladores

Resident Evil CODE: Veronica
– Peter Oldring

Resident Evil: The Darkside Chronicles
– Richard Cansino

  • Rodrigo Zika!

    Além de ser maníaco e gay kkkkkkkkkkkkkkkk

    • Jessica Moraes

      Tadinho dele cara se é Mau

  • Jessica Moraes

    Tadinho seis maus

%d blogueiros gostam disto: