O Centro de Treinamento da Umbrella era um centro de pesquisa secreto, voltado para jovens pesquisadores. O objetivo do complexo era treinar futuros pesquisadores que seriam futuros membros do alto escalão da Umbrella.

História

O Centro de Treinamento foi aberto em agosto de 1968 nas Montanhas Arklay, na floresta a noroeste do centro de Raccoon City. James Marcus, um dos fundadores da Umbrella, foi apontado por Ozwell E. Spencer como o diretor do centro de pesquisa. Ele aceitou o cargo, mas não gostava muito da ideia. Ao invés de orientar os jovens pesquisadores, Marcus mantinha-se focado na pesquisa com o vírus Progenitor em suas sanguessugas e, posteriormente, com o T-vírus. Conforme a pesquisa dele foi caminhando, ele se tornou, inclusive, um tanto neurótico em relação a presença de outros pesquisadores no Centro de Treinamento.

A maior parte do trabalho de ensinar os pesquisadores ficou a cargo do assistente de Marcus, que logo viu um grande potencial em William Birkin e Albert Wesker, que chegaram ao Centro de Treinamento em 1977. Marcus concordou que os dois provavelmente eram os únicos com talento para brilhar na Umbrella e aconselhou que o assistente instigasse uma rivalidade entre os dois para descobrir quem se sobressairia mais.

Interdição e o fim trágico do diretor

Apesar de as pesquisas com o Progenitor e com o T-vírus estarem caminhando e os dois “pupilos” de Marcus realmente desenvolverem seus talentos, o Centro de Treinamento foi fechado em 1978, sob as ordens de Ozwell E. Spencer. Albert Wesker e William Birkin foram, então, transferidos para o laboratório de Arklay, no subsolo da Mansão Spencer. O fechamento do Centro de Treinamento foi apenas um detalhe para Marcus, que continuou a desenvolver suas pesquisas com o T-vírus na instalação.

Em 1988 Marcus é surpreendido pela chegada de soldados da Umbrella, que o atacaram durante um de seus experimentos. Antes de morrer, Marcus teve uma última visão: os rostos dos jovens William Birkin e Albert Wesker, que acompanharam a equipe de soldados da Umbrella. Os dois estavam ali cumprindo ordens de Spencer e assumiriam integralmente a pesquisa do T-vírus, tomando conta de tudo o que Marcus construiu.

Vingança, mesmo na morte

Mesmo após a sua morte, o legado e o desejo de vingança da Umbrella permaneceria vivo com James Marcus. Em maio de 1998, após 10 anos, uma das sanguessugas dos experimentos de Marcus, a Queen Leech, se fundiu ao seu cadáver graças às ações do T-vírus. Como resultado desse processo, a Queen Leech assumiu completamente a aparência de Marcus, além de poder agir exatamente como ele e assumir sua capacidade intelectual.

A ação da Queen Leech, que também era capaz de comandar outras sanguessugas, foi a responsável por promover o vazamento do T-vírus no Centro de Treinamento, assim como no laboratório e na Mansão Spencer.

Enquanto os pesquisadores morrem infectados pelo T-vírus ou atacados por outras criaturas presentes no complexo de pesquisa da Mansão Spencer, a Umbrella decide iniciar o Projeto de Recuperação, liderado por Albert Wesker e William Birkin. O objetivo era investigar e retomar o Centro de Treinamento, abandonado há 10 anos, desde a morte de Marcus. A primeira unidade de investigação enviada como parte do Projeto de Recuperação encontrou diversos experimentos de Marcus conduzidos ao longo dos anos, inclusive com humanos. Logo, o grupo é atacado pelas criaturas presentes no Centro de Treinamento e é dizimada.

Percebendo que algum vazamento grave estava acontecendo nos complexos de pesquisa em Arklay, a Umbrella ordena que Albert Wesker conduza os S.T.A.R.S para a mansão com o objetivo de coletar dados de combate sobre as armas biológicas espalhadas no local. O primeiro grupo enviado é a equipe Bravo, mas o helicóptero deles apresenta uma falha mecânica e, após um pouso forçado, os soldados vagam pela floresta de Arklay até que encontram o trem Ecliptic Express.

Algumas horas antes da chegada da equipe Bravo, uma segunda unidade de investigação foi enviada para o Centro de Treinamento. No entanto, antes que o grupo conseguisse chegar ao local, o Ecliptic Express, que transportava os funcionários, foi atacado pela Queen Leech.

Billy Coen, um fuzileiro naval condenado injustamente à morte pelo assassinato de 23 pessoas, foi pego de surpresa pelo ataque das sanguessugas enquanto era transportado em um comboio policial. Ele e Rebecca Chambers, da equipe Bravo, acabam se unindo para investigar e sobreviver ao incidente na floresta. Os dois encontram-se inicialmente no Ecliptic Express e acabam alcançando o Centro de Treinamento, onde descobrem o passado do local comandado por James Marcus e o envolvimento da Umbrella com o incidente.

A dupla acaba saindo ilesa do Centro de Treinamento. Enquanto Albert Wesker decide se desvincular do “navio à beira do naufrágio”, William Birkin coloca um fim no complexo ao ativar o sistema de auto-destruição para evitar que o T-vírus e as sanguessugas se espalhem ainda mais pelos arredores de Raccoon City.

%d blogueiros gostam disto: