Desenvolvido pela Tricell, o Ndesu é uma arma bio-orgânica humanóide criada através da administração diversas amostras de Las Plagas do tipo dominante em um hospedeiro humano.

Seu nome foi dado em homenagem a um Ogro Gigante existente na mitologia Centro-Africana.

Tendo como base de desenvolvimento as observações e dados que obteve do El Gigante, a Tricell procurou aperfeiçoar essa BOW, e chegou a conclusão de que com a implantação de cinco Plagas do tipo 2 separadas, o Ndesu seria mais efetivo que o El Gigante, que por sua vez tem apenas uma única Plaga geneticamente modificada implantada no hospedeiro.

Essa decisão foi tomada pelos pesquisadores para dar maior durabilidade ao Ndesu em relação ao El Gigante, uma vez que para derrotar a criatura seria necessário matar cinco ao invés de apenas uma plaga em seu corpo.

Assim como seu predecessor, o Ndesu possui cerca de quatro vezes o tamanho de um ser humano comum, e sua força é praticamente imensurável. A criatura é capaz de arrancar imensas árvores do chão juntamente com suas raízes para usá-las como arma em combate, usar jipes e outros veículos como projéteis para acertar seu alvo . Suas enormes mãos e pés podem facilmente pulverizar um ser humano.

Com o desenvolvimento concluído, no dia 5 de março de 2009 o Ndesu foi liberado por Ricardo Irving na Zona Autônoma de Kijuju para dizimar o esquadrão Delta da BSAA. Apesar de ter matado toda a equipe Delta, o Ndesu acabou sendo derrotado pela dupla Chris Redfield e Sheva Alomar.

O Ndesu e o El Gigante foram usados como base para o desenvolvimento de uma outra BOW, o Ogroman, que fora usado durante a guerra civil na República da Edônia, em 2012.

Presente em: Resident Evil 5

%d blogueiros gostam disto: