Perfil

Nome: Neil Fisher
Nascimento: desconhecido
Altura: desconhecida
Peso: desconhecido
Tipo Sanguíneo: desconhecido
Afiliações: F.B.C e TerraSave (????-2011)
Status: Morto (2011)

Neil Fisher possuía um cargo de liderança dentro da organização não-governamental Terra Save, cujo objetivo era dar apoio a vítimas de incidentes bioterroristas. Sua posição na ONG não é revelada, mas ele era chefe de Claire Redfield, com quem parecia ter uma forte ligação.


Passado obscuro

O que ninguém sabe era de sua ligação com Morgan Lansdale, ex-líder da FBC (Comissão Federal contra o Bioterrorismo), primeira organização criada para o combate de futuros incidentes envolvendo o uso de vírus e armas biológicas.

Lansdale é preso em 2005, após a descoberta de sua participação no Pânico de Terragrigia, tragédia que levou a maior parte da população da aquápole à morte após atentado do grupo rebelde Veltro, mas deixou aliados e simpatizantes de sua causa nas organizações anti-bioterrorismo, como B.S.A.A. e Terra Save. Neil era o seu contato na ONG, apoiava os seus ideais e desejava trazer a FBC de volta um dia.

A busca por um receptáculo

2011

Em 2011, ele se aproveita de um coquetel da Terra Save para o sequestro de membros selecionados secretamente para o experimento de Alex Wesker com o novo vírus T-Phobos, uma nova criação que respondia à capacidade de sentir medo do hospedeiro.

Entre estas cobaias estavam a já veterana Claire Redfield e a novata Moira Burton, que estava participando de seu primeiro evento da ONG. Outros agentes da Terra Save, como Edward Thompson, Pedro Fernandez, Gabriel Chavez e Gina Foley, também faziam parte dos selecionados. Todos os candidatos escolhidos já haviam passado por algum evento traumático envolvendo bioterrorismo, exceto Moira.

Mas foi durante o incidente de Terragrigia, em 2004, que Neil conheceu a sua principal escolhida para os testes, a garotinha Natalia Korda, uma das sobreviventes do incidente, na época com apenas 3 anos de idade. O experimento exigia a busca por indivíduos capazes de resistir ao medo, para que o vírus não fosse ativado em seus corpos.

Natalia viu os pais sendo mortos em Terragrigia, mas descreveu a explosão da aquápole pelo satélite Regia Solis como algo “bonito”. Fisher foi o responsável por salvar a menina e levá-la para viver em um complexo da Terra Save. Para ganhar sua confiança, ele deu a ela um urso de pelúcia, a quem Natalia deu o nome de Lottie.

O brinquedo serviu como um amuleto para Natalia, que passou a não ter mais medo e nem se sentir sozinha depois que Lottie entrou em sua vida.Para monitorar o projeto de perto, Neil se incluiu na lista e também recebeu um bracelete, simulando que também estivesse no experimento.

Junto com Gabe e Pedro, ele foge dos Afflicted a caminho do bar Wossek e acaba se separando dos colegas, reaparecendo em um momento onde Claire e Moira estão em apuros, após a mutação de Pedro. Fisher faz com que as duas o sigam e os três vão na direção de um esgoto. Por conta de um ataque de mais Afflicted, ele segue um caminho diferente das meninas.

Enquanto as duas jovens fazem o seu trajeto até a torre, elas encontram a Natalia e decidem protegê-la. À espreita, Neil observa as três deixando um prédio em direção à torre. Claire e Moira se distraem, observando a tentativa de Gabe de fugir da ilha no helicóptero, e Neil aproveita o momento para raptar Natalia e levá-la para Alex Wesker.

Para despistar as colegas de trabalho, Neil já havia deixado um bilhete na porta da torre, para que elas o encontrassem em Kierling, onde elas passam por diversos testes da “Supervisora”. Quando Natalia é finalmente entregue à Alex, ela decide que Claire e Moira são dispensáveis e as excluem do experimento, conduzindo-as a um prédio prestes a explodir.

A dupla consegue escapar e logo constatam que aquele bilhete não poderia ser de Neil. Moira também é a única a perceber que o bracelete de Neil não mudava de cor, mesmo na circunstância assustadora em que estavam.

Transformação

2011

Após entregar Natalia para Alex, o rapaz também deixa de ter serventia, especialmente porque a “Supervisora” sabia dos objetivos secretos de Neil. Ele esperava obter uma amostra do vírus Uroboros e restaurar a FBC, usando a mesma tática que Morgan Lansdale aplicou durante o pânico de Terragrigia. Ela, então, o infecta com o vírus Uroboros, enquanto Claire e Moira assistem o diálogo entre os dois por uma câmera de vigilância.

Neil começa a sofrer os efeitos do vírus e tenta fugir da torre, mas encontra as jovens quando está deixando o elevador. Ele abraça Claire e diz que estava tentando fazer a coisa certa. Sofrendo uma terrível mutação, ele as ataca, enquanto grita estar fazendo tudo aquilo pela FBC. Seu corpo entra em colapso quando em contato com chamas, e ele eventualmente é derrotado, mas não morto.

Quando as garotas estão subindo de elevador, Neil as impede, e ataca Moira quando Claire abre a porta do elevador para ver por que ele parou. Na tentativa de proteger a amiga, Claire se joga para o lobby abaixo com Neil, amortecendo sua queda ao deixar Neil cair primeiro. As duas acham que ele finalmente está morto, mas o monstro ataca uma última vez, com Claire desarmada. É Moira quem pega a arma de Claire, apesar de seu trauma do passado, e a descarrega em Neil, que finalmente morre.

Neil é considerado uma vítima extremamente rara do vírus Uroboros, por apresentar certo grau de inteligência após a infecção. Ele parece ter alguma compatibilidade genética com o vírus, pois, apesar de sua aparência deformada, ele é capaz de manter uma forma quase humana.


Aparições

  • Neil Fisher aparece apenas em Resident Evil: Revelations 2, como o chefe de Claire Redfield na Terra Save. Ele é um dos vilões da história, sendo o responsável por entregar os companheiros da ONG para os experimentos de Alex Wesker. Neil também tem ligações com o vilão de Resident Evil: Revelations, Morgan Lansdale.
  • Neil também é um dos personagens jogáveis no Raid Mode de Resident Evil: Revelations 2.

Curiosidades

  • Neil tem o mesmo sobrenome de um dos ex membros da B.S.A.A, Reynard Fisher, mas não se sabe de que maneira os dois estão relacionados. Ele também compartilha o sobrenome com Ed Fisher, que tem uma radiografia na sala de raio-x nos laboratórios subterrâneos da mansão do primeiro jogo.
  • Ainda que as falas de Moira indiquem que Claire e Neil tinham um relacionamento amoroso, o diretor de Revelations 2, Yasuhiro Ampo, revelou que eles eram apenas colegas de trabalho e que Claire apenas o considerava “atraente”.
  • Sua mutação pelo Uroboros é algo diferente das que aconteceram em Resident Evil 5, apesar de ser infectado com o vírus, o seu braço mantém a mesma aparência de Tyrants.
  • O jogador decide se Neil é morto por Claire ou por Moira e isso afeta a conclusão do jogo. Ao permitir que Moira use a arma, a menina supera seu trauma e o jogo terá o final bom. Caso Claire mate o colega, o jogo terá o final ruim.

Atores e dubladores

Resident Evil: Revelations 2
– Yuri Lowenthal (voz em inglês)
– Eiji Hanawa (voz em japonês)

  • Rivershield

    Quase tive um infarte quando pensei q este mentecapto teria um romance com a Claire. Graças a Deus q não aconteceu nada.

%d blogueiros gostam disto: