Perfil

Nome: Parker Luciani
Nascimento: desconhecido
Altura: desconhecido
Peso: desconhecido
Tipo sanguíneo: desconhecido
Afiliação: Ex- F.B.C. / B.S.A.A. S.O.A. (filial européia)
Status: vivo

Parker Luciani é um ex-agente da F.B.C., agora parte da B.S.A.A., conhecido por ter sido parceiro de Jill Valentine em Resident Evil Revelations.


História

Italiano, com raízes na Inglaterra, Parker sempre foi conhecido por ser brincalhão e carismático determinado a perseguir criminosos com o melhor de si.

Foi um dos poucos a presenciar a dissolução da F.B.C. (Federal Bioterrorism Commission) e a reformulação da B.S.A.A.


Pânico em Terragrigia

Parker Luciani foi um dos agentes da F.B.C. a ser designado a ajudar no ataque bioterrorista que aconteceu na cidade de Terragrigia, em 2004, organizado pelo grupo Il Veltro.

Enfrentando vários B.O.W.’s, principalmente Hunters, junto com sua parceira na época Jessica Sherawat, o agente acabou resgatando Raymond Vester, agente recruta da F.B.C. que estava bastante machucado e quase em estado crítico, mas Luciani acabou chegando a tempo e protegeu o recruta, que diz estar “lhe devendo um favor”.

Os três agentes conseguiram chegar a sala de comando, onde assistiram a uma breve discussão entre o comissário da F.B.C. Morgan Lansdale, e o diretor da B.S.A.A. na época Clive O’Brian. Depois disso, os agentes foram ordenados a abandonar Terragrigia, já que a cidade piorava a cada minuto.

Através do helicóptero no telhado do prédio onde se encontravam, eles acabaram realmente abandonando o local antes do mesmo ser destruído pelo sistema de energia solar da própria cidade, o Regia Solis. Clive O’Brian e Parker eram totalmente contra tal ação, mas a decisão de Lansdale acabou ativando o sistema de destruição.

Um tempo após o incidente, Parker se pegou pensando que a verdade por trás da decisão de “queimar” Terragrigia foi para encobrir alguma coisa dentro da F.B.C. e se sentiu culpado por isso, fazendo com que ele se afundasse em bebidas alcoólicas para esquecer esses pensamentos, o que acabou durante pouco tempo, e então se decidiu se juntar para a B.S.A.A., que naquele momento ainda era uma organização não governamental, o que daria a Parker mais “liberdade” para lutar contra os terroristas e proteger os civis inocentes. Ele foi transferido nesse mesmo ano, junto com Jessica.


Incidente em Queen Zenobia

Em 2005, Parker acabou sendo designado a ser parceiro de Jill Valentine numa investigação em uma praia costeira no Mediterrâneo, próximo do que sobrou de Terragrigia. Nesse local foram achados carcaças de origem desconhecida e após uma rápida analise em uma dessas carcaças, foi achado um frasco cm a amostra de um vírus, até então desconhecido pelos agentes. Assim que eles voltaram para reportar a descoberta para O’Brian, o mesmo interrompeu eles informando que o contato que a B.S.A.A. tivera com Chris Redfield e Jessica Sherawat (ambos também em uma missão investigativa) foi perdido e a ultima localização deles apontava para um navio no Mediterrâneo. Parker e Jill foram imediatamente colocados em ação numa missão de busca e resgate, partindo para o tal navio.

Assim que chegaram, depararam com vários B.O.W.s Ooze tomando o navio e após checarem uma sala com o suposto Chris Redfield amarrado a uma cadeira, caíram em uma armadilha onde desmaiaram devido ao gás solto na sala.

Ao acordar em um dos quartos do navio, Parker fez seu caminho com cautela até encontrar Jill novamente e juntos foram investigando o navio até encontraram um sistema de comunicação, onde tentaram contato com a central da B.S.A.A., mas não obtiveram sucesso pois o sistema estava muito danificado. Depois de um tempo explorando o navio, eles encontraram Raymond Vester, onde Parker ficou até surpreso em vê-lo ali.

Com um pouco mais de esperança, os agentes partiram para a sala de comunicações emergencial, porém ela também estava toda destruída, mas antes de saírem da sala, eles assistiram a um vídeo feito pelo Il Veltro demonstrando o vírus T-Abyss e ameaçando liberar ele em uma boa parte dos oceanos ao redor do mundo.

Parker e Jill, a partir daí, cruzam o navio a fim de recuperar aposse dele, onde foram levados, aos poucos, para mais uma armadilha. A sala em que pararam começou a inundar mais e mais, porem tiveram sucesso em escapar dali.

A ultima tentativa dos agentes para se comunicarem era na antena do navio, onde conseguiram contato com o O’Brian, que avisou aqueles que o satélite Regis Solis foi novamente ativado e estava sendo usado para destruir Queen Zenobia, por isso um resgate a ambos era impossível. Com essas circunstancias, foram orientados por Quint Cetchum a usar um míssil UAV para destruir o satélite e interromper seu direcionamento (mesmo plano foi usado em Terragrigia). Mesmo conseguindo executar o plano e pararem a destruição do navio, Parker e Jill se viram presos novamente em mais uma inundação, agora completa do Queen Zenobia.

Chegando no cassino do navio, novamente, os agentes se viram cara a cara com um homem mascarado, parecido com um dos seguidores do Il Veltro, que estava preste a contar toda a verdade do incidente em Terragrigia e o vivenciado por eles atualmente, porém foi interrompido pela Jessica, que atirou no homem. Parker, então, foi até seu corpo, ainda vivo, e retirou sua mascara, revelando ser Raymond, foi quando o mesmo aproveitou e sussurrou no ouvido de Parker que Jessica era uma agente de Morgan Lansdale infiltrada na B.S.A.A., e fingiu sua morte.

A fim de descobrir mais sobre o que Raymond disse e tentar impedir o naufrágio do navio, Parker sugeriu uma troca de agentes, onde Jessica iria com ele, enquanto Jill Valentine e Chris Redfield seguiriam para a outra parte do Queen Zenobia e tentariam neutralizar o T-Abyss.

No caminho, Jessica disse a Parker que tinha que verificar algo e se separou dele as pressas. O agente a encontrou novamente pouco tempo depois, assim que ela ativou o sistema de autodestruição do navio, encurralando-a e dizendo tudo que Raymond sussurrou a ele, então o próprio Raymond aparece para subjugar-lá, porem Parker acalma os ânimos de ambos e pede para que ele abaixe a arma. Jessica, então, aproveita o momento e atira em Raymond, mas Parker se joga na frente do agente e acaba sendo atingido na perna, dando escape perfeito para Jessica. Raymond foi atrás dela depois de Parker muito insistir.

Quando chegou a parte inferior do navio, Parker conseguiu encontrar Jill e Chris, mas acabou não conseguindo chegar até eles, pois a ponte em que passava desmoronou. Chris tentou puxar o agente de volta a salvo, mas Parker já estava ciente da situação que se encontrava, então decidiu poupar o tempo de ambos e acabou se deixando cair abismo abaixo, porém sobreviveu e foi resgatado e tirado do navio em segurança por Raymond.

Pouco tempo após o incidente, Parker Luciani foi achado coberto de terra na Republica de Malta, e após um mês de tratamento médico, voltou a ativa como agente de operações especiais da B.S.A.A. de Londres.


Incidente na Ilha Sonido de Tortuga

Em 2014, a pedido de Chris Redfield, Parker liderou uma equipe para a ilha Sonido de Tortuga, para ajudar os membros da TerraSave em uma missão antibioterrorista, este liderado por Claire Redfield.

Ele acabou sendo ferido em combate por um B.O.W. e desmaiou por causa da grande perda de sangue.


Curiosidades

  • O visual do Parker foi altamente (e bem obvio) baseado em Barry Burton, de acordo com Tsukasa Takenaka;
  • Parker se tornou alcoólico logo após o incidente em Terragrigia, e segundo Jessica, o que ele testemunhou lá colaborou para que ele caísse nas bebidas alcoólicas (informação obtida pelo “Jessica Report”);
  • O agente tem uma tatuagem de uma ancora no braço esquerdo;
  • Uma das frases mais engraçadas do personagem se dá quando o jogador aponta o Genesis Scanner para Parker, na praia, onde ele vai dizer: “Huh… trying to get to know the real me?”. Isso pode estar ligado também a seu passado com a F.B.C.

Dubladores

Resident Evil Revelations:  Kirk Thornton (Inglês) / Mitsuru Miyamoto (japones)

  • Rodrigo Zika!

    Essa e a mesma situação do Carlos, sumiu e nunca mais ouvimos falar.

    • Luis Felipe Soares

      Ele não sumiu, ele aparece no mangá Heavenly Island que está terminando agora no Japão.
      Após Resident Evil Revelations 2 ele e Claire vão juntos em uma missão na ilha Sonido de Tortuga onde havia uma instalação antiga do Spencer e onde depois a Alex Wesker conduziu experiências no local.

      • Rodrigo Zika!

        Mas não e todo mundo que le, e sou um deles kkkkkkkk

        • Eric Soares

          Dá uma chance Rodrigo, é muito bom! Leia tanto ele, quanto o Marhawa Desire que é tipo um prólogo pro RE6

        • Luis Felipe Soares

          Como disse o amigo abaixo, mesmo que não goste de mangá, leia, pois é muito bom e afinal é Resident Evil! O Marhawa Desire também é ótimo e o bom é que ambos são canônicos.

  • Denilson Correa

    Quando olho pra ele me lembra o filho da dona Florinda

  • Luis Felipe Soares

    Parker é um dos meus personagens preferidos de Resident Evil, adoro o humor dele.

%d blogueiros gostam disto: