Perfil

Nome: Ricardo Irving
Nascimento: 1979
Altura: 1,80m
Peso: 75kg
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Afiliações: Mercado Negro de B.O.W.s, Tricell
Status: Morto (2009)

Ricardo Irving  foi um importante empregado da Divisão de Desenvolvimento de Recursos Naturais da Tricell na África e também atuou como diretor dos óleo-dutos da empresa na região de Kijuju. Secretamente ele também atuava como vendedor das B.O.W.s desenvolvidas pela Tricell no mercado negro. Irving era descrito como um homem cruel, arrogante e extremamente ganancioso.


Bastidores

Em fevereiro de 2003, Irving foi escolhido por Excella Gionne para cuidar da venda de armas biológicas da Tricell no mercado negro, atividade que obviamente Irving desenvolvia de forma não-oficial. A atitude de Excella visava gerar lucros para que a Tricell pudesse financiar as pesquisas conduzidas por Albert Wesker, em quem a Tricell depositava grandes esperanças de lucros. Por conta de sua proximidade com Excella e Wesker, Irving ficava a par de cada novo passo e de cada nova arma biológica que entrava em processo de desenvolvimento, garantindo que ele tivesse acesso a amostras para realizar demonstrações para os possíveis interessados ema adquirir essas BOWs.

Com o sucesso da comercialização das BOWs no mercado negro e com o crescente lucro que Irving rendia a Tricell, ele acabou ganhando um cargo na empresa, e passou a ser membro da Divisão de Desenvolvimento de Recursos Naturais, esse foi um movimento estratégico de Irving para se aproximar de divisões farmacêuticas da BSAA.

Algum tempo depois, já em 2004, Albert Wesker se apossou de uma amostra do parasita Las Plagas e o introduziu na Tricell, Irving que acompanhava tudo de perto percebeu o potencial do parasita para usá-lo como arma biológica e sugeriu que a sensibilidade que ele apresentava contra a luz do sol poderia ser resolvida, o que tornaria Las Plagas ainda mais poderoso.

Em 2006, Irving foi contactado por Patrick, o mordomo de Ozwell E. Spencer, que acreditava que Irving pudesse saber informações sobre o paradeiro de Albert Wesker, de quem Spencer perdera o rastro a muitos anos. Ambicioso, Irving concordou em fornecer informações sobre Wesker desde que recebesse uma gorda compensação financeira por isso. Ele deu ao ex-mandatário da Umbrella algumas informações sobre Wesker, mas nada realmente conclusivo, em contrapartida, Irving informou a Wesker que Spencer o estava procurando, dando a ele a localização de Spencer. Eventualmente, Wesker usou essas informações, confrontou Spencer e o matou, e logo na sequência iniciou o projeto Uroboros.

O mercador da morte

Alguns anos depois, já em 2009, Irving conseguiu colocar no mercado negro as variantes do tipo 2 e do tipo 3 de Las Plagas. A fim de mostrar o poder de suas novas armas para os possíveis compradores, Irving fez testes de demonstração, infectando os habitantes da tribo Ndipaya com a variante do tipo 3 de Las Plagas. A tribo que ocupava a região das Marshlands foi totalmente infectada e passou a se comportar de forma extremamente agressiva, mostrando aos interessados o poder da variante tipo 3 de Las Plagas.

Não contente, Irving ainda realizou testes demonstrativos da variante tipo 2 de Las Plagas com os habitantes da Zona Autônoma de Kijuju, onde 10 habitantes foram infectados e ficaram sob observação para que Irving pudesse analisar a velocidade da infecção, as habilidades de combate. Com isso, Irving pode assegurar que após serem infectados com a variante tipo 2, os hospedeiros se tornavam altamente violentos, e suas habilidades de combate como força e resistência a danos subia em níveis exponenciais.

Mas os testes de Irving não passaram desapercebidos. Um espião da Tricell avisou a ele que a BSAA passara a conduzir ações investigativas em Kijuju em virtude dos testes realizados nos habitantes da região. Ao mesmo tempo, Irving estava prestes a concluir um grande negócio com um grupo de compradores Norte-Americanos, e um encontro foi marcado para a compra da BOW Popokarimu. A BSAA do Oeste Africano havia descoberto a negociação, e em colaboração com a BSAA da América do Norte, autorizaram a entrada de seu esquadrão na Zona Autônoma de Kijuju, enviando Sheva Alomar e Chris Redfield com a intenção de prender tanto Irving quanto os compradores Norte-Americanos. Com o inconveniente de ter a BSAA no seu encalço, Irving acabou mudando seus planos, e decidiu usar o Popokarimu em combate contra os membros da BSAA para coletar dados de combate que poderiam ser preciosos no futuro.

Para se preparar para a chegada da BSAA, Irving mudou o local onde faria o negócio para a zona externa de uma mina em Kijuju, e preparou uma armadilha para a BSAA: ele infectou um civil com o vírus Uroboros, que acabara de ser desenvolvido pela Tricell em parceria com Albert Wesker. A BSAA não suspeitava da surpresa que Irving havia preparado, e seguiu com suas operações normalmente, até o time Alpha ser completamente dizimado pela criatura infectada com o Uroboros, o que além de tudo gerou uma enorme e preciosa quantidade de dados de combate para Irving. A criatura acabou sendo derrotada pela dupla Chris e Sheva, que descobriu seu ponto fraco era o fogo. Chris e Sheva ainda conseguiram acesso a um arquivo que indicava que o local onde Irving planejava fazer a negociação do Popokarimu, e seguiram direto para a região das minas de Kijuju com o objetivo de prender o contrabandista e seus compradores.

Com o avanço de Chris e Sheva, Irving se deu conta que seus planos foram por água abaixo, e se viu obrigado a ir até a região das minas para recuperar documentos sobre a transação para que estes não caíssem nas mãos da BSAA. E foi justamente quando ele tentava recuperar esses documentos que Chris e Sheva o encurralaram, porém, Jill Valentine que estava sendo manipulada por Albert Wesker através do dispositivo P30, apareceu com sua máscara e salvou Irving de ser capturado. Ele ainda liberou o Popokarimu para enfrentar a dupla da agentes da BSAA, que conseguiu derrotar a BOW e continuou a perseguição a Irving.

Na fuga, Irving liberou uma outra BOW para atrasar a BSAA, dessa vez o Ndesu (baseada no El Gigante encontrado na Espanha) dizimou completamente o esquadrão Delta da BSAA. Novamente, Chris e Sheva foram capazes de dar cabo da BOW. Ver duas de suas principais BOWs destruídas, levou Irving a loucura, e ele planejou sua fuga para poder aproveitar toda a riqueza que havia acumulado durante o tempo em que atuou como mercador de BOWs, mas nem tudo saiu como ele planejara, mais uma vez Jill apareceu e entregou a ele uma variante de Las Plagas dominante, para que ele se infectasse como punição por ter falhado na missão de impedir os avanços da BSAA. Dessa forma, Irving poderia consertar os seus erros e destruir Chris e Sheva.

Ainda tentando encontrar uma forma de impedir os avanços de Chris e Sheva sem precisar se infectar, Irving explodiu a refinaria de petróleo com a intenção também de destruiu todos e quaisquer documentos e evidências que incriminassem ele e a Tricell. Apesar disso, Irving falou mais uma vez e em um barco foi encurralado por Chris e Sheva. Sem alternativa, ele se infectou com a variante da Plaga dominante, e se transformou em uma enorme criatura aquática. Apesar do poder que ganhou com a transformação, ele não foi capaz de matar Chris e Sheva, que o derrotaram.

Antes de morrer, ele ainda deu a dupla de agentes uma nova pista que os levou a investigar as cavernas do local, onde posteriormente encontrariam o laboratório da Tricell.


Atores e Dubladores

Resident Evil 5
Allan Groves (voz e captura de movimentos)

 

  • Rafael Tramontin

    Depois de ter jogado o Revelations, passei a me perguntar se o vírus que ele se injeta não teria um T-Abyss misturado. Pois ninguém que tenha se infectado com las plagas teve mutação aquática(não que eu lembre).

    • Thiago Azeredo

      Pode até ser possível, pq no final de Revelations o Raymond entrega uma amostra do T-Abyss pra Jéssica, que trabalha para a Tricell, sendo assim ela poderia ter uma ligação com a Excella, que também tem uma ligação com Irving

  • Leon Savoia

    Gente tá cheio de erros de português no texto

%d blogueiros gostam disto: