Masachika Kawata, um dos produtores de Resident Evil 7, concedeu uma entrevista ao Kotaku. O tema da conversa era justamente a construção do terror no título.

Kawata explicou que Resident Evil 7 cria uma atmosfera assustadora ao mudar a perspectiva da câmera, de forma que o jogador pare de se sentir como um mero expectador: “Sentimos que uma mudança para a perspectiva em primeira pessoa intensificaria a imersão e aproximaria o jogador do terror, tornando tudo ainda mais pessoal”.

Além da mudança na perspectiva, a equipe de desenvolvimento também buscou inserir locais apertados e claustrofóbicos. A principal inspiração para construir esses cenários veio de outros jogos da série, como a própria Mansão Spencer original e a de Resident Evil 5 (da DLC Lost in Nightmares).

“Com relação à temática, buscamos algo mais íntimo ao invés de trazer algo em larga escala. Queríamos fazer os jogadores explorarem uma única localidade novamente”.

Com a volta dos cenários claustrofóbicos, a equipe criativa de Resident Evil 7 também buscou criar uma sensação de isolamento: “Eu temo a morte, e acredito que este sentimento é universal, mas também tenho pavor da completa falta de comunicação”, disse Kawata. “A sensação de estar completamente isolado do mundo que você conhece é um conceito muito assustador para mim”.

Mesmo apostando em conceitos mais abstratos como essa questão do isolamento, Resident Evil 7 também intimida visualmente. O jogo é rico em gore e intensifica a imersão ao oferecer suporte ao PlayStation VR.

“Durante a campanha, recebemos muitas perguntas sobre o fato de o medo acabar sendo muito intenso em VR. Sendo honesto, era isso que estávamos buscando. Felizmente, os que testaram o jogo em VR concordam que foi uma experiência realmente assustadora”.

Além de todos os elementos de terror, Kawata também falou sobre todo o mistério envolvendo o dedo de manequim da demo de Resident Evil 7: “A reação com o dedo de manequim foi definitivamente inesperada. Estávamos esperando que demoraria um pouco antes que todos os segredos fossem desvendados, então foi completamente chocante quando os jogadores descobriram tudo tão rápido”!

De acordo com o Kotaku, Resident Evil 7 mistura vários aspectos para criar um ar de mistério e uma forte familiaridade, o que gerou uma boa recepção. Os resultados estão estimulando a Capcom a prosseguir com as ideias do título: “Certamente será um guia para nos ajudar a determinar o futuro da franquia”.

“Resident Evil 7 tem muito a oferecer e mais para explorar, então espero trazer mais 20 anos de experiências para os fãs”, finalizou Kawata.

  • Sakata – san

    Se mudar a câmera, e trazer, nem que seja personagens novos, mas com carisma, tá valendo. Pq câmera em primeira pessoa… deixa o personagem principal sem carisma algum, ainda mais com as poucas falas que o Ethan teve. Mia foi mais carismática que ele.

    • Rodrigo Germano

      Verdade, você nem sequer vê o rosto dele. Não dá pra notar que esse é o único resident evil que o protagonista é bem fraco, enquanto nos outros você o assistia nos momentos nas cutscenes e o jogo todo. Resident Evil criou fãs pelo mundo todo pelo seus personagens carismáticos entre os seus demais fatores, parece que quando a Capcom acerta em algo, ela sempre se esquece de algo pra trás.

      • Andre Iack

        “ela sempre se esquece de algo pra trás”

        Esse argumento resume perfeitamente a situação atual da saga, porque esse é o grande problema da Capcom atual em relação a sua maior franquia.
        Atualmente por mais que ela acerte, ela sempre esquece de algo e isso nunca traz uma sensação de satisfação total.
        “Vamos trazer o velho e bom RE de volta!” Mas quando eles trazem nunca vem 100%(não que uma ou outra inovação não possa ser feita)… mas vamos analisar o que o RE7 trouxe de volta:
        – Administração de itens/Sobrevivência
        – Terror/Horror
        – Save Rooms com música de fundo.
        – Baús de itens
        – Sistema de save feito através de um “aparelho antigo”.
        – Referências sutis a Umbrella (a maior vilã da saga, que nunca deveria ter sido excluída dos jogos)
        – Puzzles
        – Eletrocardiograma (life clássico)
        – Cenários claustrofóbicos
        – Backtracking

        No que o game falhou:
        – Mudança de perspectiva de câmera ainda mais radical do que a primeira mudança feita desde o RE4(OTS).
        -Trilha sonora(elemento típico da saga) quase ausente, a maioria dos cenários se apoiam mais nos efeitos sonoros do cenário do que em música, apesar de ser compreensível devido a nova perspectiva de câmera que pede isso, ainda sim, acaba excluindo um elemento típico da série.
        – Protagonista(ainda que ele seja vulnerável como nos antigos, ele não é carismático e nem tem aquele “feeling” de personagem de RE. Se vc reparar bem até os mais vulneráveis dos protagonistas clássicos tinham um diferencial que os destacava de qualquer pessoa “comum”, na verdade o estilo típico de personagem dos RE oldschool não é exatamente igual o do personagem criado para o RE7, os protagonistas dos RE clássicos sempre forma vulneráveis, mas nunca foram pessoas “super comuns”como o Ethan é)
        – Pouca variedade de inimigos/ e mesmo assim a maioria desses poucos são praticamente o memso tipo, ou seja, não passam de Mofados com um visual um pouco diferente um do outro.
        – Final Bosses com uma aparência pouco monstruosa “em comparação” aos chefões dos RE clássicos, com exceção do Jack Baker na batalha final, porém ainda sim teve um level design pouco criativo (*obs: ênfase na expressão “EM COMPARAÇÃO”)
        – E por último: Eles poderiam trazer os zumbis, ou algo semelhante de volta, já que queriam tanto fazer homenagens as origens.

        E pra encerrar, eu só espero que a Capcom tenha bom senso na horo de fazer o Remake do RE2 (que ela não invente de colocar câmera OTS ou em primeira pessoa e nem ) e que seja entregue um jogo 100% satisfatório como foi o Remake do primeiro. Porque essa é a última esperança que os fãs que não estão nem do lado RE4,5 e 6 e nem do lado RE7 da história tem até o momento.

        • Rodrigo Germano

          Concordo totalmente, agora que venha remake do 2.

  • Marvelous

    Mal posso esperar pra ver o resultado das vendas do jogo. Se for maior que o esperado, isso irá determinar o futuro dos próximos games da franquia.
    O jogo pode continuar em 1st view, mas ao menos as cutscenes poderiam ser em 3ª pessoa, pra a gente conhecer melhor os personagens jogáveis e as dinâmicas. O problema do Ethan não foi a 1ª pessoa, mas sim porque ele não tem reação quase nenhuma (por causa do VR, creio eu).
    (poderia também um survival horror com cenas de ação, de jeito que fique balanceado)

    E é bom citar o Lost in Nightmares. Na minha opinião o 5 poderia ter sido daquele jeito na campanha original, tive que pegar uns rolos de papel higiênico pra jogar a DLC (mentira, não chegou a esse ponto kkkjjkj). Mas o jogo não deixa de ser ruim.

    • Rafael Tramontin

      Exato.
      Olha o Clancy, infinitamente mais carismático.

      • ratStar

        Verdade! Cara, coitado do Clancy, ele sofreu bagarai também.

        • Marvelous

          Dá até pena do coitado.
          É o personagem que mais me familiarizei no game, pois é o que mais se fode.

          • ratStar

            Sim. Além disso as reações dele são mais convincentes. [SPOILER] Fiquei com uma baita raiva do Lucas por fazer o Clancy morrer queimado. A cena foi chocante pra mim. Cara, morrer queimado deve ser uma das piores mortes.

          • Marvelous

            Lucas seria uma versão “doido varrido” do Wesker, isto é, se ele não encontrar seu fim na DLC Not a Hero.

          • ratStar

            Mal posso esperar por Not a Hero!

  • Victor Alves

    Ou seja, o último vai ser o Resident Evil 27? rçrçrçrçrç

    • Fabricio Buzato

      a Capcom não é Ubi e nem cria Call of Duty, Fifa então não teremos um jogo por ano

    • RODRIGO

      tomara que a capcom vá alem do Resident Evil 27 e com muitas side stories

  • Rafael Tramontin

    Eu sei que a ideia era fazer o jogador se sentir o protagonista, mas não precisava fazer um protagonista que não fosse o protagonista.
    Clancy tem bem mais carisma que Ethan. E tenho certeza que todo mundo se sentia o Leon no RE4, mesmo sendo 3′ pessoa.
    Espero que a história seja bem complexa e não quero respostas para tudo agora, se o arco for bem construído, não me importo de ver o desfecho em RE9 ou 10.
    Gostei muito do RE7, mas alguns detalhes podiam ser melhorados. Alguns momentos a interação do personagem com o ambiente era intensa, como quando coloca a mão no corpo do policial ou quando “bate” nas paredes ou portas fechadas, em outras as coisas “voam”, como quando usamos uma chave. Custava fazer uma animação do braço colocando e girando a chave?
    Por isso também não gostei do resultado do VR, os braços voando e as telas escuras… Sei que as telas são pra evitar náuseas e só ter os pedaços dos braços servem pra não bloquear a visão, mas meio que tira a imersão que o VR deveria dar, não? Vale lembrar que não joguei com VR, então posso estar enganado.
    Fora isso, o de sempre: As DLCs poderiam estar no jogo e serem desbloqueadas jogando.

    • ratStar

      Concordo com os pontos que você citou. Apesar de eu ter gostado MUITO de RE7 a gente não pode fechar os olhos para seus erros. Esses aspectos que você citou da interação com o cenário pode (e deve) ser melhorado numa sequência. De todos os personagens, incluindo os “vilões”, o Ethan é o menos carismático pra mim também. Não que ele seja um personagem totalmente ruim, mas acho que faltou aprofundar um pouco a personalidade dele e ter reações mais convincentes (como as do Clancy, por exemplo). O que custava mostrar um pouco mais dele? Digo, a gente controla a Mia na segunda metade do jogo, mas como vemos ela constantemente na primeira metade já deu um certo tempo pra gente se afeiçoar a ela, entende. Sobre o VR eu não joguei nesse modo, mas também acho bizarro os braços flutuantes rs.

      • EvaMarie#AllRedEverything

        Acho que se eles tivessem escolhido um dublador que mostrasse emoção e colocassem varias falas para o personagem tipo gritos,se perguntando o pq que tudo está daquele jeito seria mais fácil se aprofundar no personagem.

        • ratStar

          Sim, penso o mesmo. Eu tava pensando agora a pouco. Algo “parecido” ocorreu em Dead Space. O Isaac Clarke era praticamente mudo, e a gente não via seu rosto (se bem que depois eu descobri que dava pra ver bem rapidinho no início do jogo kkk). E em DS2 eles melhoraram e muito o personagem, dando muito mais profundidade a ele. Talvez, se o Ethan voltar, eles possam fazer algo parecido. Outro personagem que merece um tratamento melhor numa possível sequência é o Sebastian de The Evil Within, que é bem neutro às situações também.

          • EvaMarie#AllRedEverything

            Sim, acho que esses detalhes passam tão despercebidos aos olhos dos produtores dos jogos que somente os fãs percebem, nos REs anteriores isso tbm acontecia principalmente no 4, no 5 e no 6 isso foi até melhorado já que os personagens parecem reagir mais as situações mas no RE7 acho que somente a Mia e o Clancy que fazem comentários adequados ao momento, já o Ethan parece um robozinho tadinho.

          • Guilherme Rodrigues

            Ainda continuo acreditando que o Ethan possuí algo sobre o próprio passado, por isso não se surpreende quase nada pelo que está acontecendo. É estranho o Clancy demonstrar tanto medo e o Ethan não, sendo que o jogador controla o Clancy em vários momentos. Se o Ethan for apenas alguém comum mesmo, foi um enorme erro não terem atribuído personalidade nenhuma a ele.

          • ratStar

            Tenho minhas suspeitas quanto a isso também! [Spoilers] Fora isso que você comentou, teve mais algumas coisas estranhas no final do jogo. Por exemplo:
            – A Mia aparecer do nada no helicóptero (ou seja, os caras da Umbrella a resgataram em algum momento, será que eles a conheciam?), digo isso pois:
            – ao jogar a arma para o Ethan, os caras da Umbrella pedem pra ele usar a arma através do relógio no pulso (tipo, eles usam o mesmo dispositivo que a Mia e o Alan então? Suspeito…)

          • Rodrigo Zika!

            Se você reparar ou se viu a DLC nova, a carta que a Mia deixa pros Bakers no trailer, ele diz que foi encarregada de cuidar a Eveline, ou seja ta na cara que ela e de alguma organização, ainda misteriosa, santa não e não acho.

          • ratStar

            Sim sim. Ela tá envolvida até o pescoço. A dúvida é: qual a organização que ela tá envolvida? Achei estranho ela (e no caso o Ethan) e os caras da Umbrella usarem o mesmo dispositivo (o relógio) para se comunicar. Talvez isso queira dizer que ela trabalha pra Umbrella. Independente disso, como o serviço dela era de escolta de armas biológicas (Eveline), parece razoável pra mim que existia uma treta entre a Umbrella e a H.C.F com uma querendo roubar tecnologia da outra. Talvez esse seja um possível plot para as sequências, mas continuando do ponto de vista das vítimas em meio à essa guerra entre essas empresas.

          • Rodrigo Zika!

            Verdade, continuando a carta, la também diz que se afastar da Eveline, ou correr, caso o vejo por perto, e se caso não evitar, tudo estará perdido, como se a Mia estivesse ali somente de cobaia, tipo viver ou morrer, bem singular isso que vi.

          • ratStar

            Sim. Essa carta dela (assim como a lembrança – última fita no jogo principal) demonstra que ela tinha um conhecimento grande sobre a Eveline e todo o perigo envolvido. Ou seja, ela não era só um “carteiro” que entrega uma encomenda, tem algo a mais envolvido. Até onde ela sabe? Até que ponto ela é um peão nesse jogo de tabuleiro? Não sei. Mas do ponto de vista de que ela se deu muito mal e tava arrependida, eu ainda a considero uma vítima. Gostaria que ela voltasse e soubéssemos mais do seu emprego e suas motivações.

          • Rodrigo Zika!

            Verdade um mistério grande ainda.

          • ratStar

            Sim. Muitos mistérios! Grandes possibilidades para as sequências 😀

          • EvaMarie#AllRedEverything

            Teve um bafafá uma época dessas que a empresa que criou que criou a Eveline se chama Tentsu e a Mia era uma Agente Especial segundo um file traduzido diretamente do Japonês mas é esperar pra ver pq o Tentsu pode ser somente uma textura aleatória que colocaram na caixa que os D-Series estavam.

          • Guilherme Rodrigues

            Eu desconfio muito do Ethan, parece que ele já havia lidado ou ter presenciado situações semelhantes a que está passando em RE7. Outra coisa que achei estranho, durante a briga com a Mia lá casa da demo, a Mia diz algumas frases: “Você estava sempre me observando! Por quê?” e “O que você está me escondendo, Ethan? O que você não quer que eu saiba?”… parece que o próprio Ethan escondia algo. Sei lá, me passa a impressão.

          • ratStar

            Não tinha me atentado a essas falas. Realmente, muito suspeito!!!

    • Guilherme Rodrigues

      Concordo com os pontos citados. Algumas coisas incomodam mesmo, poderiam ter sido melhor trabalhadas. Espero que a Capcom veja o que deu certo e o que não deu para poder aperfeiçoar melhor em um próximo jogo numerado.

    • RODRIGO

      resident evil com desfecho ? se dependesse de mim que venham muitos jogos de Resident Evil até mesmo com os descendentes dos personagens que a capcom continue lançando muito e muito Resident Evil series depois do Resident Evil 9 ou Resident Evil 10 eu quando estiver idoso ainda quero jogar Resident Evil

      • Rafael Tramontin

        Me referia ao desfecho do arco iniciado agora, não o fim da série.

  • Maximiliano da Silveira Simões

    Essa notícia me deixou um pouco triste, e com medo, medo de fuderem a série de vez!
    1° A Maioria do jogadores gostam da câmera em que é mostrado o personagem do jogo (3°ª pessoa).
    2° Os Personagens são o que há de melhor na Série (Wesker, Chris, Jill, Barry, Rebecca, Billy, Leon, Clair, Sherry, Ada, Hunk).
    3° A ação no jogo varia muito da situação de um ambiente para outro, por exemplo, em RE3 temos um pouco de ação, soldados vs Zumbis/Monstros, armamento pesado, já em RE Zero você não dispões de um grande arsenal de armas e o ambiente do jogo é mais denso, o ambiente de RE7 é muito bom, só não gostei da História e da família Banker.
    4°ª Falta criatividade a equipe de produção, tragam o Shinji Mikami e o deixem produzir um novo game, nem que seja Spin off, quem jogou The Evil Within viu o belo trabalho que ele fez.

    Joguei o RE7 achei bacana, mas não me senti jogando um Resident Evil, a abertura é legal, o clima é legal, a história não bate com as histórias dos outros RE, gosto de ver o personagem, e pelo o que eu vi na internet a foto do Ehan, o cara é muito sei lá estranho, bem o oposto do personagem Ark Thompson (o desmemoriado de RE Survivor), no filme RE Condenação, ate aparece um personagem muito parecido com ele.

    • Davi Madeira Teixeira

      Caraca, re7 é o único que me fez sentir estar jogando resident evil depois do resident evil 3

    • Pedro da boleia

      shinji era mimizento, mas nunca permitiria um RE outlast desse e isso é admirável.
      e podiam ter metido o ark nesse RE7 em vez do ethan gazela, mas não… os caras gostam mesmo é de fazer 200 mil personagens pra depois sumirem com eles do nada, um dos motivos da história ser essa bagunça.

      • Fabricio Barbosa

        Por que vc acha RE7 um Outlast 7?

      • Fabricio Barbosa

        Vc está redondamente enganado. Assim como todos quem acham que 1º pessoa é novidade na franquia Resident Evil.

        A idéia inicial de Resident Evil, inclusive partindo do próprio Shinji Mikami, era um jogo em 1º pessoa (muito possivelmente pela vibe de Doom e seus irmãos à época), inclusive com o criador já flertando com a idéia de que, em tal câmera, criava-se uma imersão maior, observando todos os acontecimentos sob a ótica do protagonista. Veja, não sou eu quem estou inventado, mas o próprio Mikami… O mimizento (no sentido de perfeccionista) que vc citou.

        Por que não ocorreu então o RE em 1º pessoa? Porque os recursos eram insuficientes para a época, considerando o que o ambicioso diretor queria. O resultado final, com o que tinha, não ficou bom, então optou-se pela 3º pessoa e cenário em câmera fixa.

        Fontes:
        http://newgameplus.com.br/as-origens-de-resident-evil-em-primeira-pessoa/

        https://www.youtube.com/watch?time_continue=109&v=MqraWhv4Hb0

  • RODRIGO

    muito bem em retornar o terror, mas que o próximo Resident evil o Resident Evil 8 seja em terceira pessoa

  • EvaMarie#AllRedEverything

    Coitado do Ethan sendo pisado por todo mundo kkkkkkk
    Eu sinceramente acho que o próximo RE vai ser em 3°ª pessoa pq uma das maiores reclamações do RE7 foi a câmera mas pra mim não faz muita diferença mas entendo o pq que algumas pessoas não gostaram.

    • Rafael Tramontin

      Acho que depende se a Sony continuar metendo uma grana, hehehe…

      • EvaMarie#AllRedEverything

        Verdade né kkkkkkkkkkk

    • Marvelous

      O problema do jogo é o Ethan ser um pnc. Como a Mia conseguiu se casar com aquele cara?

      • EvaMarie#AllRedEverything

        KKKKKKKKKK
        Que casal problemático, tipo eu achava que Ada e Leon eram chatos com aquela enrolação de fica e não fica mas Ethan e Mia ganham,
        Um é apático e doido e a outra é mentirosa e esquisita.
        Casal do Ano 2017.

        • Marvelous

          Todo Coringa tem sua a Alerquina.
          E nesse caso a Alerquina seria o Ethan.
          (to com trauma da Mia desde aquela intro do jogo)

    • Henry Allain

      Duvido muito,acho que a câmera em terceirà pessoa vai ser só para os derivados como Revelations 3 e outros,eu não ligo muito pra questão do tipo câmera,só quero que eles mantém a atmosfera do Re7 que por sinal fico incrível.

  • Everton Guetierres

    alguns de vocês acham que foi um erro não usar personagens iconicos nesse jogo…mas talvez por isso a capcom planejou essa proxima DLC “not a hero”… não sei pq mas estou imaginando o maior plot twist da historia da franquia nessa DLC.

    • Albert Wesker™

      Eu também mano, março tá chegando !!!

  • Matheus Lopes

    Na minha opinião, mesmo sendo uma mudança grande na franquia como a câmera em 1° pessoa na série principal foi uma ideia interessante!! Afinal da uma imersão melhor sobre o terror e todos os ocorridos com Ethan, porém acho que foi feita de uma forma meia torta!! Longe de fazer comparações mas em outlast a imersão é infinitamente superior, por que em todos os momentos o protagonista interage em 100% com o jogo, no re7 não acontece tanto isso, portas são fechadas sozinhas, gazuas e outros itens são usados sozinhos e nisso a imersão nesse sentido da 1° pessoa pra mim se perde, acho em um próximo game isso deva ser uma das prioridades depois de um enredo e tudo mais que gera num viral da capcom!!

    • Rodrigo Zika!

      Discordo, tenho Outlast aqui no PC, e não tem nem como comparar com RE 7, além disso o jogo e um terror psicológico quase a todo momento, e a câmera faz isso se tornar maior, porque o objetivo ali e se esconder o máximo que puder, não tem como comparar.

      • Matheus Lopes

        Me referi no quesito interação com a câmera em primeira pessoa, nisso Otylast é supeior e apenas isso, o re7 com essa câmera prometeu uma imersão que na minha opinião não foi a desejada, ainda mais se for contar quem jogou com VR, que imersão você pode ter quando você não usa os itens numa porta por exemplo, o objeto fica abrindo a porta enquanto você pode virar de costas e tudo mais.. A imersão do Outlast é infinitamente melhor!!

        • Rodrigo Zika!

          Em questão de câmera pra mim são iguais, Outlast tem só aquilo de usar a câmera, e acabar as pilhas que diferencia, porém não tem como comparar um jogo de puro terror, com outro de survival.

          • Matheus Lopes

            O cara ainda não entendeu!! ¬¬’

          • Rodrigo Zika!

            Como disse não muda nada

          • Matheus Lopes

            Muda porém você não entende o que estou me referindo, por isso da na mesma coisa! 😉

  • Jordan Ferreira

    “Jogos em primeira pessoa faz vc deixar de ser um espectador e passa a ser protagonista”
    Ooohhh reeeally?? Que argumento de genio. Sendo assim mudem TODOS os jogos pra primeira pessoa.
    Re7 foi um bom jogo mas se mantiver o 8 em diante em primeira pessoa, vai ser uma merda pra série.

    • Rodrigo Zika!

      Serio mesmo? SQN

      • Jordan Ferreira

        muito construtivo seu comentário. Parabéns pela inteligencia!!

        • Rodrigo Zika!

          Se você diz que vai ser uma merda, não tenho o que falar.

          • Jordan Ferreira

            melhor nao falar mesmo, então..

          • Bruno Renan

            Jordan, é perda de tempo tentar ser o mais claro possível com esses caras. Agem como moleques de 13 anos, não respeitam opiniões contrárias e são como você disse, um poço de contradições (e hipocrisia). Concordo com tudo o que você disse, tudo. Temos o mesmo gosto. Gostamos de RE7 pela ambientação bacana, mas detestamos o fato de ser em primeira pessoa simplesmente porque não condiz com a série! E a história? Forçada de barra legal, menina com poderes psiquicos? Isso é Silent Hill, em muitos momentos do trajeto final o jogo é mais SH do que RE.

          • Jordan Ferreira

            exatamente. fica dificil explicar pra alguns a diferença de falar que o jogo em si é bem legal, mas que como RE, continua ruim..

        • Héricles Albuquerque

          Mas é verdade, principalmente quando se trata de VR, jogos em terceira pessoa não fazem você se sentir o personagem… Tá, talvez os jogos em que você cria seu próprio personagem, mas ainda assim não é lá essas coisas… Falando de imersão no jogo, no personagem, jogos em primeira pessoas provavelmente são os únicos que conseguem fazer isso com perfeição, eu realmente espero que os próximos RE sigam o estilo do 7

          • Jordan Ferreira

            então todos os jogos deveriam ser em primeira pessoa? jogos de luta, futebol, aventura, rpg..afinal vc estaria “na pele” do personagem..
            Um jogo não precisa ser em primeira pessoa pra vc ”se sentir” o personagem. Isso não é uma regra. Na minha opinião, 1ª pessoa nao é uma caracteristica de RE.
            Não me entenda mal, o jogo não é ruim, pelo contrario. Mas nessa série, é uma dinâmica que eu prefiro que permaneça em 3ª pessoa.

          • Edson Almeida

            Não, cada caso é um caso, mas sim, a câmera em primeira pessoa oferece muito mais imersão do que a câmera em terceira pessoa, aos detalhes dos cenários e até os personagens (apesar do Ethan não ter tido tanto carisma), um exemplo em outro jogo? PES (pro Evolution Soccer) no modo que você faz seu próprio jogador tem uma câmera fixa no jogador, não é primeira pessoa, mas é perto disso e você se sente como sendo o jogador em campo, é diferente, mas como eu disse é um caso a parte, pois se você jogar com um time inteiro essa câmera não da certo, mas por que a proposta não é você se sentir todos os jogadores, isso é um exemplo… mas sim, a câmera em primeira pessoa faz sim “você se sentir mais na pele do personagem” do que a terceira. não é uma regra, assim como RE ser em terceira pessoa também não é uma regra, não foi exatamente o primeiro da série, mas foi o primeiro que acertou, RE7 são deixa de ser um bom jogo pela câmera, ao contrario, é ela que o faz ser melhor. Não que ele seria pior em 3º pessoa, mas talvez tivesse sido só um novo jogo da série.

          • Rodrigo Zika!

            Na minha opinião, se fosse em 3 pessoa, seria apenas mais um Revelations melhorado, a imersão não causaria, o que causa o jogo como e.

          • Jordan Ferreira

            aham..entao todos os outros jogos da franquia foram fracos pra vc..so o 7 foi o bom? entendi..

          • Rodrigo Zika!

            Nunca achei fraco, só tem a opção de gostar ou não, e não ditar o que e certo ou errado de Câmera.

          • Jordan Ferreira

            vc é um show de contradições cara. Nao vou nem me dar ao trabalho de te responder mais..

          • Jordan Ferreira

            Bem, eu discordo. Não achei que o RE7 em primeira pessoa me fez sentir mais ”imerso” do que qualquer outro que eu tenha jogado. Como vc disse, nao foi o primeiro nesse estilo, e os outros nao “bombaram”, então o lance nao da na jogabilidade e sim no jogo como um todo, e como eu disse, o jogo não é ruim, mas pra mim, “nao funciona” como um RE.
            Questão de gosto mesmo..pra mim e mais umonte de gente, é uma bosta, mas pra outros, ficou bom.

          • Edson Almeida

            Entendi, para você e esse “um monte de gente” o jogo só é ruim por que é em primeira pessoa… e digo mais uma vez, discordo, RE4, 5 e 6 não tem tanta imersão quanto o 7, mas dessa forma RE 5 e 6 não funcionariam em primeira pessoa por que são jogos de “Ação”, RE7 funciona como um Survival Horror.

          • Jordan Ferreira

            pra mim o jogo é ruim? vc não ta lendo oq eu to escrevendo nao ne? so ta afim de arrumar treta..

          • Edson Almeida

            É você quem está dizendo isso, tipo isso “Questão de gosto mesmo..pra mim e mais umonte de gente, é uma bosta”, se não ta dizendo que o jogo é ruim, posso ter entendido errado então, está dizendo que “primeira pessoa” é ruim?

          • Jordan Ferreira

            vou tentar ser o mais claro possível.
            Resident Evil em primeira pessoa, pra mim é uma combinação que nao fica boa. Pega o jogo em si, tira o nome ”resident evil”, eu nao teria nada contra..mas como RE, nao rola.
            por exemplo: eu amo final fantasy..todos eles..sou mega fan de RPG..mas eu ODIARIA um resident evil em rpg..
            sacou?

          • Edson Almeida

            Eu entendi, mas de certa forma não acho a mudança de câmera tão negativa assim, não vi como algo ruim para a franquia por que o jogo foi bem desenvolvido e foi sim um verdadeiro Resident Evil, alias essa não é a primeira grande mudança e não deve ser a ultima, mas como eu disse em outros comentário, temos o RE2 Remake ai, que deve seguir o original na questão de jogabilidade e câmera, e tenho certeza que esse Remake vai ser um sucesso, o que deixa a Capcom com duas possibilidade de sequência na série ou mesmo usar os dois para fazer um RE 8 melhor ainda. No começo quando foi anunciado, eu também não fui a favor a essa mudança e também não sonho com RE8 mantendo a câmera em primeira pessoa, mas não acho que seja algo ruim na série RE.

          • Jordan Ferreira

            O 2 Remake com certeza vai seguir o padrão original (que eu amo e por mim manteria assim ate hj) mas com toda certeza absoluta nao vai passar disso, só se tiver remake do 3 tambem, mas jogos novos, com certeza vao abordar o estilo do revelations, mas se me perguntar, eu apostaria que infelizmente vao sim manter em primeira pessoa por causa do VR. Não faria sentido lançarem um produto tao revolucionario, e nao lançar jogos de ”peso” pra ele.

    • Edson Almeida

      Então a série vai ser uma “merda” por que a câmera é em primeira pessoa? Só por isso? Esse comentário me lembra alguns como “jogo ruim, RE em primeiro pessoa não existe” ou “Se fosse em terceira pessoa seria bom, mas em primeira, que jogo lixo…”.
      Cara na boa, seu comentário seria mais construtivo se você disse “prefiro em terceira pessoa por que é mais legal” do que isso tudo, eu também discordei muito da câmera em primeira pessoa, mas não posso criticar o jogo só por isso.

      • Jordan Ferreira

        da uma lida no meu comentário em resposta ao Héricles..

    • Pedro da boleia

      vamos mudar the last of us também, porque não consegui me sentir o suficiente dentro do game, porque eu não controlava uma maldita câmera.

      • Jordan Ferreira

        auhuahuahau ne??? isso que to falando, ser em primeira pessoa nao é sinonimo de “estar dentro do jogo”

        • Pedro da boleia

          pura conversa esse negócio. acho que uma história bem feita, é mais imersiva que qualquer tipo de câmera.

          • Jordan Ferreira

            cara, sabe qual é o lance? muito fan da saga acha que ser fan é fechar os olhos e venerar tudo que tem o nome. “é resident evil? opa entao é foda e ponto final”.
            Pode anotar ai, daqui a pouco resident evil o personagem vai pular, dar soco, chute, defender (isso ja rola no 7 ne), rolar, vai virar um uncharted da vida e nego ainda vai bater palma.

          • JuanEvil

            Eu lembro que os “fãs de verdade” criticaram tanto mas tanto o RE6, que a Capcom teve que mudar a fórmula em RE7. Eu já vi aqui várias pessoas que gostaram do 7 criticar o mesmo, mas não se pode negar que ele é um bom jogo e um ótimo Resident Evil.

          • Guilherme Rodrigues

            Ser fã de algo não é motivo de ter o senso crítico diminuído a zero. Há jogos da franquia que não gosto, não são bons, não há muitos pontos positivos a serem levados em consideração. Eu defendo RE7 porque achei algo bom as mudanças, foi algo necessário.
            Eu acho válido a opinião de cada, todo fã possuí o direito de gostar ou não de algo, mas ficar de birra com o jogo porque não aceita as mudanças já é triste. Não é todo mundo que não curtiu o jogo que fica de birra, mas há muitos.

          • Jordan Ferreira

            Se vc vê algo que sempre consumiu, se tornar ruim na sua opiniao, e nao ”ficar de birra”, o feedback nao chega aos produtores.
            Porque vc acha que fizeram RE 7 desse jeito? por causa das ”birras” que a galera fez em relaçao a ação desenfreada que foi o RE 6.
            vc diz que acha válida a opiniao de cada, mas logo em seguida tira sarro dizendo que é birra.
            As unicas coisas que eu defendo em RE 7 são o clima que de fato, finalmente voltou a dar aquela sensação de “ai caralho..q q sera q tem aqui do lado?” e os puzzles.
            Agora a história(mesmo que pouco contada ainda), o vilão (uma menina de 10 anos com ”poderes psiquicos”? por favor ne), um tipo de fungo descoberto sabe-se la aonde a moda caralha? e por fim, em primeira pessoa? cara..isso passou longe de ser um resident evil.

          • ratStar

            “Pode anotar ai, daqui a pouco resident evil o personagem vai pular, dar soco, chute, defender (isso ja rola no 7 ne), rolar, vai virar um uncharted da vida e nego ainda vai bater palma.”

            Já existe esse Resident Evil, e se chama Resident Evil 6.
            Não me entenda mal, não estou te criticando, estou apenas complementando sua informação. E concordo plenamente com você com a questão de não fechar os olhos. Tem que ser fã e ter senso crítico, essas duas coisas não se excluem.

          • Jordan Ferreira

            Sim mas RE 6 nao chega ao extremo de ser uma movimentação 100% free digamos assim, como uncharted, e daqui a pouco é isso que a franquia vai se tornar e todo mundo vai bater palma pra isso só pq tem “Resident evil” no nome..

          • ratStar

            Acho difícil isso acontecer agora que a franquia parece ter voltado ao survival horror, ainda mais com a câmera em primeira pessoa.

          • Jordan Ferreira

            sinceramente, pra daqui a uns anos, eu nao duvido de mais nada
            tomara mesmo que nao chegue, mas que devolvam a 3ª pessoa..

          • ratStar

            Eu tbm prefiro em 3a pessoa, mas acho que a saga principal vai continuar no estilo do 7. Isso não impede eles continuarem com os Revelations em 3a pessoas e personagens clássicos. Assim eu espero…

          • Jordan Ferreira

            eu tb acho mas por causa do VR, saca? eles com certeza vao querer jogos de grande nome no oculos..nao faria sentido lançar o VR pra ter só jogos ”pequenos”. Eu preferiria que fosse o contrario..se fosse pra manter uma saga em 1ª e outra em 3ª, que a principal fosse em 3ª, ja que a historia toda montada e criada ja ta ali, e o Revelations viesse como um paralelo mas ainda com ligaçao de ”menos importancia” (afinal, tanto revelations 1 e o 2, por enquanto, nao influenciaram em nada na historia) em 1ª pessoa..

          • Edson Almeida

            Ser fan não é fechar os olhos e venerar de tudo mesmo, concordo, até por que se fosse esse o caso eu teria amado RE 5 e 6, só acho que criticar um jogo por um só motivo e achar que não merece o titulo é falta de argumento e o caso do Pedro ai em cima, nem sei por que ele comentou aqui, se o negocio dele foi sempre contra os Fantasmas do Silent Evil 7 e a falta dos protagonistas anteriores…

          • Pedro da boleia

            nesse caso, já são dois motivos. mas posso citar mais uns dois, o que já seriam 4 motivos, se for por isso.

          • Edson Almeida

            Claro, pode citar…

          • Pedro da boleia

            câmera, fantasma, falta de personagens clássicos e variedade de inimigos inexistente. pode tirar esse ”falta de persoangens clássicos” e trocar por ”protagonista lixão” mesmo.

          • Edson Almeida

            No seu caso são bons motivos para “você” não gostar do jogo, mas isso não o torna menos Resident Evil que qualquer outro, certo?

          • Pedro da boleia

            sim, torna. não sei você, mas o RE que conheci, sempre teve essas características. se isso não é argumento pra vocês defensores do outlast 7, não sei o que pode ser.

          • Edson Almeida

            E quais são as características do Resident Evil que você conheceu? E quando conheceu?

          • Fabricio Barbosa

            Por que vc acha RE7 um Outlast 7?

          • Jordan Ferreira

            não é falta de argumento. se vc pega um jogo e altera a formula em praticamente 100%, ele ”nao merece” mesmo o titulo..vc chamará de Resident evil, se como no exemplo q eu dei, o proximo da franquia abraçar a aventura/ação em 100% como Uncharted?
            Mano, os caras perderam o rumo..perderam não, mas sairam de uma esfera otima que era (os originais) e mudaram pra outra, que de novo, NAO sao jogos ruins..mas que nao tem nada a ver com oq o jogo era..
            “ah jordan mas mudança sempre é bom..sempre é bem vindo”..
            cara..nao..nem sempre..

          • Edson Almeida

            Então com isso você diz também que RE4, 5 e 6 não são Resident Evil? Já que a partir do 4 mudaram a formula em 100% também, e o 4 fez um certo sucesso, alias, sendo para mim o ultimo jogo da série principal um bom RE, antes do 7, e pra mim 5 e 6 foram fracos títulos, mas não posso desconsiderar eles da franquia. Mas o problema com o 7 para a maioria é sim a mudança de câmera para primeira pessoa pelo que se vê (e como disso, o Pedro ali não conta, por que com ele é puro mi mi mi), não concordo que foi ruim essa mudança, mas se o jogo fosse em terceira pessoa seria quase um RE1, 2 ou 3 com personagens novos e eu iria gostar, de qualquer forma não deixaria de ser Resident Evil.
            Por ultimo eu discordo, algumas mudanças devem acontecer as vezes, mas RE7 teve muito do que um bom RE Clássico tinha e isso faz dele um RE tanto quantos os demais da série numerada.

          • Jordan Ferreira

            Basicamente isso mesmo que vc falou..pra mim, o 4,5 e 6 nao tem absolutamente nada de resident evil..eu sei que eles são, obvio..afinal, “é o nome do jogo” ne..mas pra mim, nao deveria ser..principalmente o 4 que nao pegou absolutamente NADA dos jogos anteriores..nem mesmo o enredo..nada.
            E discordo de que em qualquer caso deve-se haver mudanças.. DmC e FF15 tao ai pra provar isso. Nao cheguei a jogar DmC mas vi que foi muito mal aceito pelo reboot e pela nova formula q ele adotou..e FF15, por mais q eu tenha adorado, foi muito, muito mesmo criticado pela ausencia de uma historia bem trabalhada e complexa..focaram apenas em grafico..
            Resident Evil nao precisava da mudança que teve no 4, muito menos essa agora no 7.
            Quanto ao Pedro, nao to acompanhando todos os comentarios dele mas eu concordo em parte com 1 coisa q ele disse, que é sobre esse ar ”silent hill” que o jogo teve, mas pra mim,foi só a partir do navio..ali eu me senti jogando silent hill total..

          • Edson Almeida

            Não deve haver mudança em “qualquer caso”, mas sim quando necessário, não vi o quanto longe RE7 ficou dos três primeiros, fora a mudança de câmera.
            A parte do navio também foi bem estranha e até confuso no começo, só até aparecer os primeiros inimigos, mas tudo foi bem explicado depois, já para o Pedro ai, ele ainda consegue ver fantasmas no jogo e ta só no mi mi mi mesmo com essa história por que de duas uma, ou ele ainda não jogou (ou terminou o jogo) ou gostou tanto que só quer aparecer mesmo…

          • Jordan Ferreira

            o que eu achei que fugiu da linha dos 3 primeiros, alem do tipo de contaminação que foi usada no jogo (fungos? wtf..) foi esse lance de “entrar na mente..possessão..alucinação”. achei forçar demais a barra com isso, principalmente com aquele ataque ”psiquico” da eveline antes de vc injetar a seringa nela. Se nao fosse isso, e a camera, eu estaria babando de amores pelo jogo..

          • victor

            todo mundo já sabe muito bem que é em primeira pessoa apenas pra dar suporte ao VR, claro que aumenta a imersão, mas não foi esse o motivo para a mudança de perspectiva, contudo, achei o game foda demais.

          • Pedro da boleia

            com certeza, mas tem gente que ainda insiste com esse papinho de imersão, que foi esse o motivo definitivo e, claramente, não foi.

          • victor

            A Capcom pelo menos foi espertinha de criar um enredo que não encaixasse muito bem uns agentes secretos do governo e então justificar esse primeira pessoa. Espero mesmo que em um próximo Resident eles retornem com a câmera fixa ou acima do ombro, e mantenham esse estilo survival horror que está muito foda

  • Leonardo Medici Ceregato

    Por mim que continuem a série nesses moldes, se for pra fazer um outro Gears of Evil igual foi o RE:6, a série vai morrer completamente. Que os numerados sejam em 1ª pessoa, os Revelations em 3ª pessoa e que os filmes sejam de ação desenfreada. RE:7 melhor RE desde RE:3, sem mimimi

    • Jordan Ferreira

      Eu nao diria ”melhor” desde o 3..diria ”menos pior”..pq o 4,5,e 6 foram horrorosos..
      mas eu mudaria pra “……desde RE Zero” que é meu favorito..

      • Marcos Vinicius

        ”4,5 e 6 foram horrorosos…”, depende, como Resident Evil ou como jogo ?

        Resident Evil 4 marcou uma geração. e ainda ”inspira” franquias até hoje, está longe de ser um lixo horroroso, pode ter tido mais ação que os anteriores (apesar que o 3 já caminhava pra esse caminho…).

        O 5 você tem que ver por dois lados: os caras abraçaram Gears of War, ou você odeia como Resident, ou detesta como um jogo de ação, só escolher.

        No 6 eu concordo, unicas coisas ”boas” daquele projeto de game é a inttro (logo de inicio), a Sherry e o Piers, o resto …

        • Marvelous

          O pior do 6 foi que eles mencionam pra caralho uma personagem (Claire amorzin) e ela nem aparece, nenhum fio de cabelo, nem pra, por exemplo, interagir com a Sherry (se bem que, por outro lado, ela não virou uma super soldado overpower, só uma sniper overpower mesmo kkkkk).

        • Guilherme Rodrigues

          Eu compartilho do mesmo pensamento. Resident Evil 6 não gosto, acho bem dispensável… na verdade, acho que só o online do jogo é bom, até que diverte.

        • Jordan Ferreira

          horrorosos como Resident evil. como jogos eles são de fato bem legais.
          Como resident evil, na minha opiniao, o 4 foi uma vergonha. foi onde a franquia começou a desandar.
          sobre oq vc falou do 5, concordo. é horrivel como survival,na verdade, eu nao considero ele nem 1% survival horror..mas pra se jogar em co op como um jogo de ação, ele é foda.

  • Guilherme Rodrigues

    Que a série numerada use a mesma formula do Resident Evil 7 em diante. Eu ficaria triste vendo a série voltar aos moldes de Resident Evil 5 e 6, seria uma regressão péssima.
    Na moral, essa mudança que a Capcom fez em Resident Evil 7 foi a melhor coisa feita em anos dentro da franquia.
    Para quem gosta da formula anterior com personagens já conhecidos etc, a série Revelations está aí.

    • ratStar

      É o que eu comentei aqui um vez. A Capcom tem três fórmulas pra seguir simultaneamente daqui em diante. Só espero, que independente de qual eles escolham para a série principal, o survival horror seja prioridade. Confesso que eu também gostaria que continuassem nessa pegada de RE7, ao invés do RE5 e RE6. Prefiro eventos menores e mais isolados do que coisas megalomaníacas.

      • Guilherme Rodrigues

        Também penso assim. Survival horror, imersão durante a jornada e uma narrativa bem construída é o que mais gosto. Resident Evil 7 soube trabalhar bem com isso tudo, por isso gostei tanto. Eu não sei se o próximo será em FPS ou terceira pessoa, mas quero que continue tão bom quanto ao anterior. Eventos menores e mais isolados funcionam melhor sim.

        • Rodrigo Zika!

          Cara eu jogando o jogo, me remete tanto a mansão do Rmake kkkkkkkkk

          • Guilherme Rodrigues

            Resident Evil 7 passou muito o sentimento de estar jogando o primeiro Resident Evil em primeira pessoa.

        • ratStar

          É o que eu penso! Vamos torcer pra que fiquem firmes na proposta de survival horror. Seria triste voltarem pra ação agora que a saga se reencontrou.

        • Edson Almeida

          RE7 teve uma grande mudança e foi um ótimo jogo, agora o próximo jogo será o Remake RE2 no qual acho que vai seguir o que foi o original na questão de câmeras e claro, ambientação e história e acredito que eles tenham dois ótimos jogos que podem usar para desenvolver melhor ainda a série principal, pois duvido que o Remake do 2 não faça tanto sucesso quanto o RE7.

    • Vitor Emanuel

      Revelations 1 junto com o Code Veronica são meus games favoritos de RE,concordo com seu ponto de vista.

    • Marvelous

      E o sucesso de RE7 aumenta mais as chances de lançarem um novo Gun Survivor para os arcades e/ou consoles/PC (e se lançarem, que desta vez seja superior aos anteriores, em TODOS os quesitos).

      • Guilherme Rodrigues

        Se bem trabalhado, funcionaria muito bem e seria algo bem-vindo.

        • Marvelous

          O bom é que se tratando de arcade, o quesito gráfico não precisa ser espetacular (Revelations, por exemplo, – este que veio do 3DS – é bonito pra cacete), contanto que eles foquem na jogabilidade e enredo (e então poderia se tornar o melhor dos Survivor’s, o que não é tããão difícil).

      • ratStar

        Interessante! Imagine que massa um Gun Survivor “bem arcadão” tipo aqueles jogos de shopping, mas em realidade virtual rsrs. Seria divertido pra caramba!

        • Marvelous

          E com uma jogabilidade de FPS, pois não curto as jogabilidades de arcade.
          (principalmente o Dino Stalker, ô jogo estranho)

          • ratStar

            Nossa, Dino Stalker é ruim pra caramba 🙁
            Sim, e se tivesse opção em VR que não tenha braços flutuantes, acho estranho rs

          • Marvelous

            Seria mais ou menos assim:
            Sistema de save por códigos (que nem antigamente era em alguns jogos);
            Andar e atirar (algum arcade tem isso? não me recordo);
            Dificuldade neutra (pra fazer as pessoas gastarem fichas rarara);
            Espetáculo de CGI (pode ser pré-render ou em tempo real, eu prefiro o segundo);
            Espetáculo de cenas (seria a parte da ação).

          • ratStar

            Putz. Daí seria perfeito. kkkkk
            Não sei dizer se algum arcade tem isso? Dos que eu joguei não.

  • Rodrigo Zika!

    Eu não me importo da serie continuar assim já que voltou ao SH, só que tenho a mesma opinião do pessoal abaixo, a interatividade do Ethan com o cenário, pegando itens, abrindo portas, isso deveria ser mostrado, pois fica parecendo jogos indies de baixo orçamento, que fazem isso bastante, e também as emoções do personagem, porque o Ethan acho que e o primeiro personagem principal do jogo, que não tem um carisma legal, espero que arrumem isso num RE 8, pois o cara perdeu a mão, e ficou tipo, ah tudo bem, eu colo ela kkkkk, sem desespero algum, a não ser que ele tenha algo a ver com o Ethan dos files de RE 5 kkkkkkkk

    • Edson Almeida

      Concordo, mas tenho o pensamento que a questão do Ethan, talvez a ideia fosse nós mesmo nos sentirmos o protagonista, termos a emoção e todas as reações, por isso no jogo em si o personagem não demonstra muito, só acho que isso não deu muito certo por que deixou o personagem muito “vazio”, talvez desse mais certo no PSVR, mas não joguei então não posso dizer nada. Entretanto espero que a série principal siga o que foi esse excelente jogo chamado RE7.

      • Rodrigo Zika!

        Verdade tem o VR também, o certo e que o que marca o jogo, são os Bakes mesmo.

        • Edson Almeida

          Gostei demais da família Baker e naquela ultima cena com eles, nunca achei q iria sentir pena deles Hahaha…

        • ratStar

          Também achei eles uma das melhores coisas no jogo. Pra mim, o Jack e a Marguerite já são tão marcantes como o Willian Birkin e o Nemesis em questão de antagonismo. Há tempos RE não tinha inimigos tão marcantes. Ontem, quando joguei Daughters, fiquei super feliz em ver a Marguerite e o Jack antes de se transformarem. E quando se transformaram de novo deu o maior cagaço mais uma vez kkkk

          • Rodrigo Zika!

            Cara fiquei e com um dó do caramba, a Margueritte que foi infectada primeiro, e o Lucas sempre foi pervertido kkk

          • ratStar

            Sim. Fiquei morrendo de dó também. Eles pareciam ser pessoas super acolhedoras. A Marguerite parecia ser aquela tia gente boa que faz vários quitutes pra te agradar. E o Jack parecia ser aquele tipo de homem do campo, chefe de família turrão mas com um coração gigante, visto a solidariedade com as vítimas do acidente do navio. Eram pessoas bem simples, e foram extremamente bem feitos pelos produtores. Acho que o sucesso deles vem por eles serem críveis assim, tipo gente como a gente.

          • EvaMarie#AllRedEverything

            Aquela DLC acabou comigo ver como pessoas normais podem de um jeito ou outro serem afetadas pelo Bioterrorismo e como tudo pode virar de cabeça pra baixo em tão pouco tempo tipo imagina o terror que o pessoal de Raccon City deve ter sentido tbm.
            Eu sinceramente preciso de mais fitas dos Bakers.

          • ratStar

            Sim!!! Ver os acontecimentos de forma mais próxima das vítimas tornou tudo mais interessante ao meu ver. Ontem, jogando Daughters, me coloquei em vários momentos na pele da Zoe. Imagina que horrível você ver as pessoas que você mais ama e confia se transformando em monstruosidades 😮 Raccon deve ter sido horrível também. Falando nisso fiquei ansioso pra ver o Remake de RE2 pois imagino que a Sherry passou por coisa bem parecida (tomara que eles desenvolvam esse tipo de dinâmica familiar de maneira mais pessoal no Remake, tecnologia pra deixar tudo mais crível e aterrorizante eles têm).

    • Pedro da boleia

      e zuavam o deus chris por ele socar uma pedrinha. ou o leon por causa dos seus chutes giratórios do van damme. depois de ver o que o x-men ethan pode fazer, o leon se tornou mais humano do que o joel pra mim.

      • Rodrigo Zika!

        Não tem como comparar

    • Marcos Vinicius

      Compartilho o mesmo pensamento. Eu mesmo já temia isso, sem interação, parecendo um joguinho indie qualquer. Olha no RE5, quando você ia pegar algum item, o Chris (ou Sheva), movia a mão ou se abaixava para pegar alguma coisa (isso que era um jogo de 2009).
      Por alguma razão eles tiraram isso no 6 e poderiam por no 7, poxa, estamos a bastante tempo nesse geração atual, não custava arriscar mais (inovar).

      Agora sobre perder mão e perna, bom, se fosse comigo, já desmaiava 1 min depois por perda de sangue, alem da dor que deve ser horrivel. É Capcom sendo Capcom.

      • Pedro da boleia

        o motivo da interatividade com os itens, retirados no 6, pelo que eu saiba, foi por ser um jogo de ação frenética. tenho uma revista com uma entrevista do kawata e ele fala exatamente que depois que eles decidiram a direção que o game iria seguir, eles resolveram mexer nos controles. e deve ser verdade mesmo, porque no 5, toda vez que você se abaixa pra pegar alguma coisa, dá aquela quebrada na pancadaria e tiroteio, diferente do 6, no qual vc pode pegar as coisas até deitado.

        • Rafael Tramontin

          Ficar catando “XP” no chão, hahaha…

      • Lucas

        Será que o Ethan já não tava infectado desde antes dele perder a mão não? Tipo, não sei como a Eveline pode ter feito isso sem ele perceber ou coisa do tipo, mas é a única explicação que eu achei pro cara perder a mão e sair de boa k’. Ou vai ver aquela água que ele joga é porreta mesmo.

        • Rafael Tramontin

          Acho que naquele momento ainda não. Eles construíram mal o personagem mesmo. E acredito que tenha sido de propósito, pq eles queriam que nós fôssemos o protagonista.

      • Rodrigo Zika!

        Sim verdade kkkkkkkkkkkkkkk, só foi pra colocar um gore mesmo kkkkkkkkk

  • Pedro da boleia

    gostava mais quando me sentia na pele do Chris ou da Jill, sei lá, mas agora lascou de vez. antes o jogo tentava te assustar com inimigos duas vezes maiores que você, monstros dos mais variados tipos, agora o lance é te assustar com garotinhas fantasmas, inimigos que aparecem e desaparecem do nada, como mágica. vc dá um tiro e a bala atravessa a testa do personagem kkkk se a ideia é se parecer mais com silent hill, tão no caminho certo.

    • Guilherme Rodrigues

      Pedro, tudo bem nãos gostar do jogo, mas ficar nessa de insistir na existência de fantasmas no jogo… Muda o disco.

      • Pedro da boleia

        até que eu gosto, mas não como um RE. mas você deve ter entendido o que quis dizer.

      • Leonardo Medici Ceregato

        Esse Pedro utiliza argumentos de quem não jogou o jogo para criticar, PQP. Jogo não tem fantasmas nenhum, cara fica floodando a mesma merda em todo post.

    • Edson Almeida

      Eu realmente fiquei assustado no 6 quando vi um Dinossauro… achei que eles estavam fezendo alguma propaganda de um Remake bizarro de Dino Crisis 3…

      • Pedro da boleia

        no 2 tem um crocodilo gigante. pelo menos o simmons não desaparecia do nada, os tiros realmente acertavam ele. não que eu defenda isso. dinossauros pra mim, só no dino crisis.

        • Edson Almeida

          Ainda bem que Crocodilos não existem neh? Já Dinossauros eu vejo um todo dia, então fazer experiencias com um é fácil… não pera, é ao contrario disso que eu falei.

          • Pedro da boleia

            é tão absurdo quanto.

      • Alessnadro Ferreira

        O Simmons só tinha a forma de um dinossauro, nada de anormal.

  • Pedro da boleia
    • Edson Almeida

      E o premio de melhor comentário do ano vai para… tan tan tan tan…

      • Pedro da boleia

        de nada kkkk

    • Vitor Emanuel

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK BOA

    • Luis Felipe Soares

      KKK
      Acho que esse foi o único comentário seu que gostei.

  • Abóbora

    Se os próximos jogos se manter nesse estilo FPS, eu parei por aqui com biohazard. Quando o jogo voltar ao normal, eu volto a comprar.

    • Meistre Alex

      Tchau querida!

      • Bruno Renan

        Bem legal o respeito que tem nesse site por opiniões divergentes. Vocês parecem um bando de moleque de 13 anos, pqp

        • Marvelous

          Vdd. É a gente que fica de birra porque o jogo mudou isso ou aquilo. Ops!

  • Marvelous

    RE1: Pegou a fórmula de Alone in the Dark e Sweet Home, além de filmes B da época;
    RE4: Criou um novo estilo de câmera, visto que o anterior já estava se desgastando, e pulou um pouco pro lado da ação;
    RE7: Seguiu a tendência de jogos em 3ª pessoa e novamente pegou inspiração em filmes B e aprimorar elementos antigos da franquia.

    Isso se chama mudanças, e são necessárias para uma franquia se mantenha em pé, goste algumas pessoas ou não.
    Se RE7 vender bem e for bem recebido (este 2º já conseguiram, ao menos nas críticas, e eles também já cobriram o custo de produção) eles vão continuar com essa fórmula até se desgastar, e eles tiverem que utilizar uma nova (ou abandonar de vez a franquia, o que muitos aparentemente tão querendo).

    • ratStar

      É natural mudanças de câmera e jogabilidade pra uma franquia com tanto tempo no mercado. Quero só ver a choradeira quando lançarem o novo God of War…..Melhor dizendo, não quero ver não.

      • Marvelous

        Eu acho que já estão, por causa do trailer da E3.

        • ratStar

          Pois é. Notei isso também. Isso porque o jogo nem lançou. E lá vamos nós 🙁

      • Marcos Vinicius

        A mudança da perspectiva do Lords of Shadow 1 para o 2 mudou e o pessoal gostou, ainda continuou sendo um hack n slash.
        https://uploads.disquscdn.com/images/e8ad54fd62f6a62dfbe31b290ba61add9afeb824fa62eae7a4c36d917a8b2a2a.jpg

        Pode dar certo com o novo God of War. Nier Automata é outro exemplo. Acho que aquela camera dos GOW’s antigos não pega mais nas futuras gerações.

        • ratStar

          Verdade! Porque você acha que eles mudaram a câmera no “God of War 4”? Pelo mesmo motivo que mudaram em RE4. Desgastou a jogabilidade (ainda mais com um monte de hack n slash com jogabilidade parecida que lançaram). Pq você acha que eles mudaram a jogabilidade do Tomb Raider em 2013? E porque será que mudam constantemente a jogabilidade dos FF (que já não é por turnos e sim action RPG)? Por que será que mudaram a perspectiva de câmera dos Zelda antigos? Dos GTA? Porque será hein, pq?

        • Dannilo

          Lord of shadows 2, apesar de eu gostar foi o jogo mais massacrado da história do ps1, digo, um dos mais! Pela crítica e por muitos players!

      • Dannilo

        Não vejo nenhum problema na mudança de câmera em god of war 4, acho excelente e revigorante! EU estaria de fato preocupado e puto se mudassem pra primeira pessoa oIHAOIHAOIHAOIHA como um certo jogo ai….

        • ratStar

          Mas isso depende amiguinho. Não faria sentido nenhum um hack n slash em primeira pessoa. Não se justifica uma mudança brusca assim. Já jogos de terror e survival horror combinam sim com primeira pessoa.

    • Diego Rafael

      RE7 é em 1º pessoa amigo 🙂

      • Marvelous

        Eu não falei o contrário.

  • Andre Iack

    Se a maioria dos fãs oldschool e newschool estão felizes com as mudanças do RE7, então que contiue assim no RE8, 9 e 10…. apesar de eu não ter gostado, assim como eu também não gostei nem das mudanças feitas na era RE4,5 e 6. Porém….
    Espero que essa nova fórmula de gameplay não influencie no modo como RE2 REMAKE seja feito, até porque nem mesmo a fórmula OTS/Action iniciada no RE4 deveria ser implementada no Remake do RE2, e sim a fórmula do HD Remaster com algumas modificações sutis é (como, por exemplo, uma câmera “semi-fixa” com mais mobilidade como a do RE:CV, entre outras alterações benéficas pro Remake), pois seria o ideal.

  • Thiago Gonçalves

    Eu só espero que eles não percam a mão(bada dum tsss), vamos ver como será essa expansão da história de RE7, antes o ambiente era uma mansão fechada, assustadora e claustrofóbica, mas e agora? Como é que vai ficar essa fórmula daqui pra frente? Afinal, não teremos mais esse tipo de ambiente no RE8 dado as circunstâncias do final do game. Um grande ponto fraco do game é a sua variedade de inimigos (quatro mofados e três chefes mais as suas mutações), tomara que no RE8 ela seja um pouco maior, espero que a câmera em terceira pessoa não vingue na série Revelations e que eles consigam trazer a atmosfera que RE7 teve para a série spin-off também.

    • ratStar

      kkkkkkkk eu peguei a referência. Talvez eles possam fazer RE8 em apenas um ambiente em sua maior parte (eles já fizeram isso antes em RE2 na delegacia). Imagina que massa se RE8 se passasse nas instalações da nova Umbrella, com o Ethan ou a Mia tentando escapar do lugar e todos os tipos de experiências/monstruosidades que lá existem kkkk É só uma ideia, de que dá pra fazer em um lugar apenas.

      • Thiago Gonçalves

        Estou pensando exatamente isso, ou com eles tentando escapar ou com uma missão de resgate.

        • ratStar

          Sim. Acho que vai ser mais ou menos por aí. Como o Ceraldi comentou em um vídeo (não lembro qual), parece que dessa vez a Capcom tá com um planejamento prévio nessa nova “trilogia”, pensando numa estória maior, a longo prazo. Isso é bom, pois talvez signifique que os jogos serão melhor conectados entre si do que a trilogia anterior (4,5 e 6).

          • Thiago Gonçalves

            Eu acho que eles já podem ter esse roteiro pronto, no caso de ser o futuro da franquia tem relação as suas vendas, se der certo, o projeto continua, se não, vão repensar nas coisas e ver o que acontece.

          • ratStar

            Pois é, isso é preocupante. Ela tem que continuar a ter os mesmos culhões que tiveram ao lançar RE7 totalmente diferente e continuar na sua proposta inicial ao meu ver. Acho que se mudar de novo pra ação pura vai desgastar ainda mais a franquia.

      • Marcos Vinicius

        Uma das coisas que pra mim era a essência de Resident Evil foram os games sempre se passarem em algum lugar especifico com monstros a solta: RE1 mansão, RE2 a delegacia e arredores, RE3 já era mais ”open”, porem, você ia em lugares centrais da cidade, RE4 havia um castelo, alem de uma ilha (lembrava Code Veronica), não sei o que dizer de RE5, e o 6 … era quase um ”filme linear”.

        O 7 voltou aos moldes dos clássicos (muito bom por sinal), agora é só aguardar o fungo ter escapada da fazenda dos Bakers e ter sido arrastado pela tempestade para alguma cidade próxima, gerando o famoso ”acidente” semelhante a Raccoon City.

        • Luis Felipe Soares

          Mas Eveline tá morta. Ela que infectava os outros.
          Mas vamos ver, vai que surge uma nova ideia por aí. No RE1 pensávamos que havia acabado tudo na destruição da mansão…

        • ratStar

          Sim. Eu adorava também essa insistência em um só lugar dos antigos. Mesmo no RE3, que o lugar no caso era a própria Raccon. Foi um dos motivos de eu ter gostado do Revelations, que se passa no navio em sua maior parte. Acho que foi um dos erros também do 5 e 6 não ter um lugar icônico assim. Se a localidade é bem feita ela age quase como um personagem. A mansão Spencer, a Delegacia, Raccon, a propriedade dos Baker, a ilha Rockfort, a USG Ishimura rs, a cidade de Silent Hill, etc. Tudo isso dá um charme para o jogo. Achei o maior desperdício Terragrigia, seria legal explorar melhor a cidade.

        • Thiago Gonçalves

          Mas a principal infectadora era a Eveline, ela é a base de tudo, será que existe sobrevivência do fungo sem a sua progenitora?

          • Luis Felipe Soares

            Comentei a mesma coisa abaixo, mas lembremo-nos de que achávamos que toda a infecção havia sido exterminada em RE1 com a explosão da mansão… Quem sabe não há outra BOW por aí… Uma série F.

          • Thiago Gonçalves

            Aff… SÉRIE F? Se a D era foda imagina uma F.

          • Luis Felipe Soares

            Não entendi.

          • Thiago Gonçalves

            eu corrigi

          • Rodrigo Zika!

            RE 7 pode ser parecido com RE 4, começa ali,acaba ali, veremos.

  • Matheus Nícolas

    Alguém tem notícias do remake do 2? Mano, eu quero novidades pelo amor de Deus

    • ratStar

      E3 2017, oremos!

      • Thiago Gonçalves

        Possivelmente.

      • Luis Felipe Soares

        Eu queria, mas acredito que não terá nada. Resident Evil 7 foi recentemente lançado.

        • ratStar

          Pode ser. Mas eles deviam aproveitar o momento que RE tá na boca do povo de novo pra dar aquela chacoalhada legal!

        • Thiago Gonçalves

          Eles podem dar um gostinho de como tá o desenvolvimento do jogo e lançá-lo ano que vem, assim como fez com RE7.

      • Rodrigo Zika!

        Pode ser que na E3, tenha algum trailer.

        • ratStar

          To acreditando nisso! Um trailer bem curto com a ceninha “Get down”.

    • Marcos Vinicius

      RE2 foi o meu primeiro Resident Evil, foi terror a primeira paixão. <3
      https://uploads.disquscdn.com/images/2faee8f7bb950976bee6daf032202fe8804da2640713f9fe3ad82935476382d4.jpg

      • Rodrigo Zika!

        Logo a versão remaster do Rod Lima, ai sim kkkkkkkkkkkkk

      • Thiago Neves

        Meu primeiro Resident tbm amigo, me lembro como se fosse ontem, eu aluguei aqui na cidade na “ProGames” naquele ano era o lançamento, comecei jogar e jogar altos sustos kkkkk, tinha q jogar direto pq não tinha memori card ainda, não deu outra “paixão a primeira vista”. Por muito tempo joguei ele pra liberar as coisas, lembra do cenario A e B? pra jogar com Tofu e Hunk maior trampo; terminar o jogo até 3 horas, não usar spray, não usar arma especial, não salvar mais q duas vzs, tudo com ranking A, era foda… ai depois agente nem jogava 5 minutos com eles kkkkk, RE2 meu favorito da franquia, trilha sonora bacana, cenarios bonitos, personagens legais etc, ai fui logo curti o primeiro, pega emprestado ou compra dali pra frente só foi alegria, bons tempos. Q venha logo o Remake eu equipei meu “Pc Game” pra quanto lançar ele poder jogar de boa, até lá acho q dá conta do recado “FX8300 + HD 7950 3gb 384bit”, se for igual ou parecido com o Remake do primeiro, será ótimo, curti demais ele jogaço muito bom, concorda? https://uploads.disquscdn.com/images/19122f504eb7e353cca762519d95e37bbddaeb4ab16420c10507a0df640fb7f5.jpg
        Essa foto foi tirado quando pelo ultima vez tava jogando ele legendado no emulador, vish faz tempo…

        • Rodrigo Zika!

          Controle clássico, que inovou ate hoje kkk

          • Thiago Neves

            Com certeza hehehe…

        • Edson Almeida

          Meu primeiro RE foi o primeiro mesmo, mas o que mais gostei foi o RE2, aquele jogo foi muito bom, me lembro até hoje da felicidade (do até então pequeno eu) quando depois de zerar o jogo algumas vezes com ambos Claire e Leon, eu descobri que existia um tal cenário B que eu poderia jogar após zerar o jogo continuando pelo SAVE, foi como descobrir um jogo novo dentro de um jogo e também da tristeza do jogo travar ao entrar na Delegacia jogando o Cenário B com o Leon por que o CD dele estava arriscado na época… Sim, eu só havia jogado com a Claire até então no cenário padrão por que o disco do Leon estava arriscado… ah, bons tempos…

          • Thiago Neves

            Legal amigo, pena q não deu pra vc na época jogar o cenário B com Leon mais msm assim vc conheceu o MR X kkkkk. Agora to na espera do Remake dessa obra prima!

      • Diego Rafael

        se o remake for que nem esta imagem pode mandar cancelar.

    • Luan

      Eu acredito que sairá já no ano que vem. Não sei se perceberam, mas vejam:

      Jan/2015 – Resident Evil Remake
      Jan/2016 – Resident Evil 0
      Jan/2017 – Resident Evil 7

      Tomare que continue assim e que em 2018 tenhamos o RE2R.

      • Daniel

        Chuto ok, pois eu não trabalho na Capcom, que o relançamento do RE2 vai acontecer na mesma data do lançamento do jogo original, aniversário de 20 anos dele.

      • Thiago Gonçalves

        Só não sei se será em janeiro, mas acredito nisso também.

      • Luan Todd

        Cara, RE2 vai fazer aniversário de 20 anos, dia 21 de Janeiro, (se me lembro bem) e provavelmente a CAPCOM mostre um trailer na E3 desse ano, e anuncie a data de lançamento, que tenho quase certeza que vai ser dia 21 de Janeiro, para comemorar o aniversário de 20 anos, seria perfeito.

        • Luan

          Exatamente. Seria perfeito lançar o jogo em pleno aniversário de 20 anos. Não teria melhor comemoração de um dos melhores jogos da franquia do que essa.

  • Fábio Firmino

    Só RE pra fazer eu joga um jogo em primeira pessoa, porque o resto passo longe.

    • Hugo

      Talvez vc não conheça Alien: Isolation…
      Eu tbm não viajo em jogos em 1* pessoa mas esse Alien foi foda demais.

      • Marcos Vinicius
        • Fábio Firmino

          Verdade, bem lembrado, nunca vi alguém dizer algo contra Bioshock, só cometários bons, tirando os haters.

          • Marcos Vinicius

            Não é bem haters, mas sim, o pessoal que não curtiu muito a pegada do Infinite (ele é mais voltado pra ação), mas o jogo no geral, o jogo é maravilhoso.

      • Fábio Firmino

        Sempre gostei dos filmes, tenho até vontade de comprar esse jogo, que sabe depois de RE7 eu vá nesse.

        • Hugo

          Pois pode comprar meu chapa.
          É tensão do início ao fim.

  • Lucas Gabriel

    Resident Evil não é só Chris, Jill, Leon e Claire. Não é só câmera em 3° pessoa. Não é só mesmisse. Tá na hora do povão desapegar. Mano, se RE7 fosse igual aos anteriores, se a série não tivesse se renovado, seria bem ruim.

    • Rodrigo Zika!

      Verdade

  • Daniel

    Que o Tio Kawata e a Capcom façam o melhor com esse início de novo arco/era em Resident Evil, o 7 já está platinado por mim, e vou rejogar muitas vezes. Ficaria muito puto, e decepcionado se RE7 tivesse sido um RE6 parte 2, ou Vendetta:the game.

    • Rodrigo Zika!

      kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Rodrigo Zika!
    • Marcos Vinicius

      O cara ainda tá de mimimi ?
      Eu não consigo ver os comentários dele. kk

      • Rodrigo Zika!

        Sim mano, como sempre, e sempre nessa de fantasma kkkkkkkkkkkkkkkk

        • Marcos Vinicius

          Poxa vida, ele ainda não zerou o game ? lol

          • Rodrigo Zika!

            Acho que e birra mesmo, pra chamar atenção

          • Say My Name

            Oque é esse negócio de pedro irritado com o RE7 ?

          • Meistre Alex

            Que nada, ele até já platinou o jogo. Essa implicância no fundo é amor!

          • Pedro da boleia

            nem vou platinar. mas já fiz os dois finais. jogo bom, péssimo RE.

          • Thiago Gonçalves

            KKKKKKKKKKK, eu vi um “jogo bom” aí?, Já é alguma evolução pelo menos, oremos.

          • ratStar

            Kkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Guilherme Rodrigues

            O orgulho não deixa dizer que adorou o jogo, mas logo admite de vez.

          • Pedro da boleia

            orgulho onde, rapaz? é um jogo legal, com gráficos excelentes, mas não me sinto jogando um RE, como muitas pessoas. pelo menos não o RE que conheci.

          • Guilherme Rodrigues

            Você adorou, diz logo. kkk

          • Rodrigo Zika!

            Você se sente jogando RE, quando e RE 5 e 6? Kkkkkk, porque ali de RE, só os personagens mesmo.

        • Guilherme Rodrigues
          • Pedro da boleia

            kkkkkkkkkkkkk essa foi boa

          • Luis Felipe Soares

            Na verdade o tempo todo.

          • Rodrigo Zika!

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Rodrigo Augusto Robl Ferreira

    Pessoal o resident evil 7 e fodastico sem duvida o estilo de camera agradou em muito, o unico ponto negativo de resident evil 7 que me desagradou em muito e q a Capcom tem a obrigacao de corrigir o meais rapido possivel foi a falta de puzzles realmente desafiadores, onde seria preciso quebrar a cabeca literalmente para conseguir descobrir o codigo. Fica dica CAPCOM resolva isso!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Luan

    Falando em RE2, vcs acham que o Remake virá do mesmo jeito que o 1? Eu gostaria muito que tivesse uma opção de jogar o RE2 na camera do RE4, claro, sem tirar a opção da camera clássica. Eu gostaria muito de jogar o clássico numa perspectiva diferente, assim como o grupo de fãs estava fazendo.

    • ratStar

      Impossível saber por enquanto. Eu gostaria que fosse nos moldes do RE1 Remake, mas respeito sua opinião por querer no estilo de RE4. Acho que eles teriam que tomar muito cuidado em fazer com a jogabilidade do RE4, pois creio que o jogo poderia ficar fácil demais. Em RE2 os inimigos eram mais lentos e em menor quantidade do que em RE4, e se vc somar a isso toda a liberdade que a mira te proporciona o jogo ficaria demasiado fácil, quase como um tiro ao alvo. Acredito que dá pra fazer sim na jogabilidade de RE4, mas seria muito mais difícil pra Capcom dosar as coisas de maneira ideal para que o clima de tensão e impotência do jogo original seja mantido. Por isso arrisco que eles farão nos moldes do RE1 Remake, que é um belo (talvez mais belo até hj) exemplo de remake. A receita tá pronta, basta eles colocarem umas coberturas e recheios que dá tudo certo rs.

  • Bruno Renan

    então se depender dos resultados positivos (que já são um fato) nunca mais veremos os rostos de Leon, Chris, Claire, Jill ou qualquer outro personagem? Não, não concordo com isso. Se querem agradar quem não gosta de RE em primeira pessoa (eu sou um deles), elaborem um sistema onde seja possível o jogador optar pelas duas câmeras. Todos saem satisfeitos.

    • JuanEvil

      Eu só não entendo o que q a Evie tem haver com com Silent Hill(Na verdade não tem nada a ver com Silent Hill) se vc tivesse comparado com F.E.A.R faria mais sentido. Eu gostei do plot twist do RE7, mas eu concordo com vc sobre estar TUDO explicado nos files se vc não os encontrar vc vai provavelmente achar que a Evie é uma fantasma. Bem eu achei interessante a explicação que eles deram para a Eveline pois a menininha macabra é um baita clichê, mas eu nunca tinha visto uma menininha macabra que na verdade era uma B.O.W. E bem quanto a seriedade não acho que a série seja pra ser levada tanto a sério assim, afinal desde os primórdios já tinhas um vilão que voltou a vida com poderes, as bizarrices fazem parte do charme de RE kkk.

      • Bruno Renan

        Eveline tem o estilo macabro que se encaixaria perfeitamente no universo de Silent Hill. Se houvesse um Silent Hill novo com uma criança que aparece e desaparece desse jeito (o que já havia em Silent Hill) e que aparenta ter uma ideia fixa doentia na cabeça faria total sentido naquele universo. Já pra RE, a desculpa de ser um B.O.W é muito, muito esfarrapada pro meu gosto.

        • JuanEvil

          Respeito sua opinião, a Evie criança é uma alucinação( mas realmente é muito estranho que ela velha apareça e desapareça do nada), e comparar ela com Silent Hill é forçar um pouca a barra(Silent Hill é MUITO mais pesado e a Eveline não se encaixaria nem um pouco) E bem ela ser uma B.O.W é totalmente plausível no universo de RE.

        • Marcos Vinicius

          Eveline é uma ”Las Plagas 3.0”, uma versão do Saddler com defeito, já que a menina precisa de cuidados pra se manter no controle e não ficar idosa.

          Em Resident Evil sempre terá algum tipo de agente biológico, afinal, a franquia sempre tratou isso como pano de fundo para os eventos, não custa nada a Capcom pegar ideias de terror e colocar na franquia, desde que faça ”sentido”.
          É assim desde os primórdios, ou você acha que é bem comum o T-Virus entrar em baixo da terra e ressuscitar quem já morreu a muito tempo, não ? Se você olhar por um lado, é meio ”sobrenatural”, diferente de infectar quem está vivo e transforma-lo em um canibal.

          Não esquecendo da Alex Wesker, usou o seu projeto pra trocar de mente, e se for considerar o final do Revelations 2, logo ela começa seus planos malignos de seres superiores.

          E por fim e não menos importante, a Umbrella, a ideia inicial (para testes) era criar um soldado perfeito (Tyrant) que seria controlado e vendido no mercado para guerra (pelo que eu entendi), olha a evolução do virus até chegarmos no 7, estão no caminho certo, pena que sempre ocorre algum problema e pessoas inocentes pagam pelo erro dos outros.

        • Luis Felipe Soares

          Ela não aparece e desaparece. As partes em que vemos ela desaparecendo e aparecendo são ilusões que os personagens estão tendo na mente. A verdadeira Eveline sempre esteve sentado lá em sua cadeirinha de rodas.

          • Pedro da boleia

            ou seja, RE 3.5. o silent hill que jamais deveria ter sido lançado como RE.

    • Pedro da boleia

      kkkkkk finalmente alguém enxergou a luz. eu tava achando que aqui só tinha fanboy cego pras verdades.
      quanto a seriedade do enredo, pra mim tanto faz, mas acho que prefiro a zuera do RE, acho melhor e até um charme da série. the last of us é tão sério que chega a ser depressivo.

      • JuanEvil

        Que verdades? Tudo o que eu vi no comentario do nosso migo aí em cima são opniões, muitas pessoas não gostaram do enredo do game, da câmera em primeira pessoa, etc.Muitas outras pessoas acharam o enredo do game muito interessante, acharam as mudanças boas, etc. Não se trata de ser hater ou ser fanboy, se trata de ter opiniões diferentes. Eu acho que RE7 é um legÍtimo RE, vcs não, paciência.

  • Murilo Pereira

    Só uma ideia … Dá próxima deixem a cabeça do cara, ver os cara mexendo no game e ter que ver o cara sem cabeça mas com a sombra dela la é bem estranho

    • Edson Almeida

      Jogou o jogo errado heim…
      O único personagem assim é o da DEMO, o protagonista do jogo mesmo tem todo o corpo.

      • Murilo Pereira

        Não joguei o jogo errado, falta a cabeça do personagem, há vídeos de gente desmembrando o jogo pra ver como rolam as animações e realmente qndo a câmera saí dá perspectiva do jogo, o Ethan n tem cabeça.

        • Murilo Pereira

          Porém a sombra dela está lá ou seja nonsense

          • Héricles Albuquerque

            Não tem como por uma câmera no meio do modelo de uma cabeça, ia ficar tudo bugado, por isso na maioria dos jogos em primeira pessoa os personagens não tem cabeça ou outras partes do corpo que possam colidir com a câmera.
            Por exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=WrDfEE1VA6A

          • Murilo Pereira

            Mas há exemplos de Skyrim é até mesmo dying light que são jogos de câmera em primeira pessoa e ainda sim seus personagens possuem cabeça… Só achei desperdício pois fizeram um ótimo trabalho com a captura facial do pessoal, mas nosso protagonista n tem cabeça

          • Héricles Albuquerque

            Na verdade em Skyrim e Dying Light o que acontece é que existem dois modelos de personagem, um pra primeira pessoa e um pra terceira pessoa, um não fica visível enquanto o outro está ativado, no caso de Dying Light por causa do multiplayer, em Skyrim porque você pode alternar entre as duas visões (funciona como em Counter Strike por exemplo, seu modelo só tem dois braços e uma arma mas os outros players podem ver seu personagem completo), em Resident Evil 7 não é necessário, já que o jogo é singleplayer e tem só um modo de câmera. Eu até entenderia se eles fizessem isso num próximo Resident Evil, se fosse pra ficar alternando entre as câmeras durante cutscenes, mas no caso de RE7 o Ethan pode ficar sem cabeça mesmo, já que é algo que não vai ser visto durante o jogo todo.

          • Murilo Pereira

            É isso é verdade, mas eu acho q seria legal um modo de multiplayer de sobrevivência sei la, eu gostei do jogo e seria legal se tivesse pelo menos de 2 player e assim daria pra ver o rosto do Ethan

    • Ethan Winters

      na verdade ele tem cabeça, só que a câmera vai junto com a cabeça dele…

    • Diogo

      O foco do RE 7 foi imersar VOCÊ no game, não o personagem.

  • cláudio de souza

    Pessoal dêem uma olhada no novo vídeo TAPE 1.26 do RE7 pois ele mostra o seguinte código: -00923D/90066. Esse código refere-se ao mesmo código encontrado na caixa da mídia do RE3 do psone. Detalhe isso aconteceu também no primeiro vídeo TAPE mostrando o código da caixa da mídia do RE2. Logo depois foi noticiado sobre o lançamento do RE2 REMAKE. Será o lançamento do RE3 REMAKE ? O que vocês acham ?

    https://r-login.ambassador.jp/analyze/link/GsIlZJ8Woo0/85jHRJF_XUI

    • Meistre Alex

      Seria muito bom isso, mas eu só esperaria um anuncio de RE3 Remake depois que saísse no mínimo um trailer do Remake do 2. Aliás, já foi até levantada a possibilidade de juntarem o remake do 2 e do 3 num único jogo (já que as histórias ocorrem no mesmo período), apesar de achar pouco provável.

      • Niero

        Confesso que rezo para fazerem um remake do 2 e do 3 juntos. Seria o suprassumo de Resident Evil. Imaginem poder jogar com Claire, Leon e Jill em Reccoon. Tem potencial para agradar todos os fãs de Resident Evil. Eu pagaria o preço que fosse por esse jogo, nem que eu tivesse que vender um rim no mercado negro. Mas… como você disse Alex, também acho pouco provável vir um RE2/3 Remake. Mas ja estou bem empolgado pelo Remake do dois. Nos resta rezar pra ver se essa possibilidade de ouro seja considerada pela Capcom.

      • Luis Felipe Soares

        Acho que a Capcom ia perder dinehrio fazendo dois jogos em 1.

    • J.Moretti

      Eu espero que façam remake do 2 , 3 e CV!!

    • Marco Antônio Oliveira

      Acho que no Remake do 2, a parte da cidade será aumentada, dando uma pincelada do 3, também.

  • Ethan Winters

    isso de “Certamente será um guia para nos ajudar a determinar o futuro da franquia”. me cheira muito Resident Evil 8…. ou REV 3…..

  • Yago Pereira

    Disseram o mesmo sobre Revelations e Revelations 2.

%d blogueiros gostam disto: