Completando 20 anos em março de 2016, Resident Evil já teve mais de vinte jogos lançados e nem sempre a história anda para frente. É comum, não só em RE, que as franquias de jogos ganhem títulos que voltem ao passado para explorar suas origens, seja de um personagem ou para explicar melhor fatos do passado contados em outros títulos apenas de forma superficial. Quanto mais antiga e mais lançamentos a franquia tem, mais comum é este cenário.

Não bastando isso, Resident Evil ainda conta com inúmeros títulos que sequer fazem parte da cronologia da franquia, ou por terem fatos conflitantes com títulos de maior importância para saga, ou por simplesmente não terem uma história que se sustente.

Além desses dois casos – jogos cronológicos e não cronológicos – Resident Evil ainda tem os infames spin-offs, e talvez seja uma das franquias de games que mais possui jogos desse tipo. O fato de um jogo ser um spin-off não necessariamente quer dizer que ele não faz parte da cronologia oficial, pelo contrário.

Resident Evil tem diversos spin-offs que adicionam fatos e elementos para a cronologia principal da saga, e apenas são considerados spin-offs porque suas histórias não tem grande influencia direta no arco principal de RE, que é composto por RE0, RE:Remake, RE2, RE3, RECV, RE4, RE5 e RE6.

Notem que não citei os dois jogos da série Revelations no arco principal de Resident Evil, isso porque ambos os jogos apenas adicionam elementos à espinha dorsal da saga, e não necessariamente mudam os rumos dela. Aliás, os Revelations são considerados spin-offs pelo próprio produtor, Michiteru Okabe, de acordo com sua declaração em entrevista concedida ao REVIL em outubro de 2014:

Eu acho que a maior diferença entre a série principal e títulos derivados, como Revelations, é o fato de que os jogos numerados tendem a ser mais ousados e tentam mostrar coisas novas – o papel deles é inovar e evoluir em grandes passos. Uma série derivada serve a um propósito diferente, no sentido de se apoiar mais em servir a uma base de fãs já existente

Apesar de serem SIM spin-offs, os Revelations fazem parte da cronologia da franquia, assim como títulos como Survivor, Dead Aim, trechos dos Chronicles e dos Outbreaks e até mesmo um tiquinho de nada de REORC. E pra deixar tudo explicadinho vamos montar as peças da cronologia, quase que um mapa dos acontecimentos ingame de Resident Evil de forma bem direta e didática.

Em todas as datas, há um campo “Clique aqui para mais informações” – ao clicar nele vocês encontrarão informações básicas sobre os acontecimentos naquela data/período. Para informações mais completas, acessem nossa Linha do Tempo.

23 e 24 de julho de 1998

CR01

  • Resident Evil 0
  • Cenário Begginings de RE: The Umbrella Chronicles

Clique aqui para mais informações

Enviados para investigar estranhos assassinatos nas montanhas Arklay, a equipe BRAVO dos S.T.A.R.S. acaba tendo problemas em seu helicóptero e fazem um pouso forçado no meio da floresta. Rebecca Chambers sai para explorar o local e encontra o trem Ecliptic Express.

Ao adentar ela percebe que todos ali foram transformados em zumbis e se depara com Billy Coen, um ex-fuzileiro condenado à morte que estava sendo levado para sua sentença. Os dois unem forças para sobreviver, e passam por inúmeros perigos no trem, no Centro de Treinamento da Umbrella e nos Laboratórios.

Eles são constantemente confrontados por uma versão mais jovem do Dr. James Marcus, criador do t-Vírus. Todas as ações da dupla são monitoradas por William Birkin e Albert Wesker, que os assistem pelo sistema de vigilância das instalações.

Enquanto assistem ao progresso da dupla e veem com estranheza a presença do Dr. Marcus no local, Birkin e Wesker conversam sobre os planos futuros: Albert diz que é hora de dar adeus a Umbrella e seguir com seu plano, e William diz que ele ainda não está pronto por conta de suas pesquisas com o G-Virus, até então incompletas.

Os fatos de Resident Evil 0 e do cenário Begginings de RETUC ocorrem entre a noite do dia 23 de julho e as primeiras horas da manhã do dia 24 de julho de 1998.

24 e 25 de julho de 1998

CR02

  • Cenário Nightmare de RE: The Umbrella Chronicles
  • Resident Evil: Remake
  • Cenário Rebirth de RE: The Umbrella Chronicles

Clique aqui para mais informações

Depois de se despedir de Billy Coen e chegar a Mansão Spencer, Rebecca une a Richard Aiken para buscar por seus companheiros de S.T.A.R.S. Lá, Richard é mordido pela Yawn, mas logo eles são amparados pelos seus companheiros da equipe Alpha que acabaram de chegar ao local.

Após perder contato com a equipe BRAVO, a equipe ALPHA dos S.T.A.R.S. vai em busca do paradeiro de seus companheiros, ocorrem os fatos de Resident Evil: Remake (que substituiu o original RE1 na cronologia). Até hoje não se sabe ao certo qual o cenário que deve ser levado em conta: se o de Chris ou o de Jill. Considerando que independente da escolha, no final do jogo SEMPRE um personagem importante não aparece – Barry ou Rebecca.

De acordo com o livro Resident Evil Archives, deve-se levar em conta que Jill passou por todos os perigos enquanto Chris estava preso na cela do laboratório, e que no final do jogo existem quatro sobreviventes: Chris, Jill, Rebecca e Barry, além do piloto Brad. No entanto, Chris é quem deve confrontar Wesker no laboratório, pois é neste cenário em que o vilão é atravessado pelas garras do Tyrant e morre.

Após ser trespassado pelas garras do Tyrant, o vírus entregue por Birkin age no organismo de Wesker, que volta à vida com ao custo de sua humanidade, adquirindo capacidades sobre-humanas. Com o sistema de auto-destruição do local ativado, Wesker trava uma corrida contra o tempo para fazer o caminho dos laboratórios até a saída da mansão, e é isso que é mostrado no cenário Rebirth de RETUC.

Os fatos do cenário Nightmare de RETUC ocorrem na noite do dia 24 de julho de 1998; os fatos de Resident Evil: Remake ocorrem entre a noite do dia 24 de julho e a manhã do dia 25 de julho de 1998; os fatos do cenário Rebirth de RETUC ocorrem entre a madrugada e a manhã do dia 25 de julho de 1998.

De 20 de setembro à 01 de outubro de 1998

CR03

  • Resident Evil 2 (flashback de Annette Birkin)
  • Resident Evil 3 (primeira metade)
  • Resident Evil 2Claire A e Leon B
  • Cenário The 4th Survivor de RE: The Umbrella Chronicles
  • Resident Evil 3 (segunda metade)
  • Cenário Death’s Door de RE: The Umbrella Chronicles

Clique aqui para mais informações

No dia 20 de setembro, a equipe ALPHA da Umbrella Security Service (U.S.S.), se infiltra em Raccoon City e através do sistema de esgotos, encurralam o cientista William Birkin, prestes a trair a Umbrella e deixar a empresa com o recém-finalizado G-Virus.

Birkin é alvejado por diversos disparos, mas injeta o vírus em si próprio, transformando-se em um monstro. Indo de encontro aos agentes, o mutante estraçalha os agentes da U.S.S. um a um, e acaba destruindo a maleta contento diversos frascos do G-Virus e t-Virus, alavancando o processo de contágio da população de Raccoon City pelo sistema de esgotos.

Entre 26 e 28 de setembro, após ver a cidade se transformar num verdadeiro caos por conta da infecção pelo t-Vírus, na noite do dia 28 de setembro, Jill Valentine decide que é hora deixar Raccoon. Durante a tentativa de fuga, ela vê Brad Vickers sendo perseguido e morto pelo Nemesis, que também passa a perseguí-la.

Mais tarde, ela conhece um grupo de soldados da U.B.C.S. (Carlos, Nicholai e Mikhail), e através deles fica sabendo que o local de extração de sobreviventes será na Torre do Relógio de Saint Michael. Lá chegando, ela chama o resgate e vê Nemesis derrubar o helicóptero. Obrigada a lutar contra a arma biológica, ela é infectada pelo t-Vírus. E após o confronto é levada por Carlos para dentro da capela da Torre do Relógio, mas acaba desmaiando.

Na noite do dia 29 de setembro após uma bebedeira, Leon S. Kennedy parte para Raccoon para seu primeiro dia de trabalho como policial na cidade. Na entrada da cidade ele encontra com Claire Redfield e a salva de ser atacada por um zumbi.

Sem saber o que se passa, os dois rumam para a RPD. Lá, eles se separam e conhecem Ada Wong e Sherry Birkin e acabam no meio de uma enorme conspiração envolvendo a Umbrella. Obrigados a lutar por suas vidas, eles acabam enfrentando diversas B.O.W.s, entre elas o próprio William Birkin mutado pelo G-Vírus.

Com a ajuda de Ada Wong e até mesmo da esposa de William, Annette, Leon e Claire escapam dos laboratórios da Umbrella com Sherry Birkin na manhã do dia 30 de setembro, pouco tempo antes do laboratório explodir por inteiro.

No dia 30 de setembro, após recobrar a consciência, o único agente sobrevivente da U.S.S., HUNK, ainda com uma amostra do G-Virus em seu poder, percorre os esgotos da cidade até retornar a R.P.D., agora completamente infestada por zumbis e outras ameaças. O agente bravamente luta por sua vida, e consegue enfim alcançar o heliporto no terraço da delegacia, onde é resgatado por um helicóptero.

Nas primeiras horas da madrugada do dia 01 de outubro, Jill Valentine acorda na capela da Torre do Relógio após passar dois dias desmaiada. Carlos Oliveira parte par ao Hospital de Raccoon em busca do anti-vírus para Jill, e após administração recebê-lo, ela continua sua corrida para escapar da cidade.

Após confrontos com Nemesis, ela vê Nicholai trair a UBCS e escapar da cidade no último helicóptero, mas após dar um fim definitivo em Nemesis, Barry Burton aparece em um helicóptero e resgata Jill e Carlos poucos momentos antes de um míssil nuclear dizimar a cidade.

Simultaneamente com a metade final de Resident Evil 3, Ada Wong inicia sua fuga de Raccoon após ser gravemente ferida pelo Tyrant e de escapar por pouco da explosão do laboratório da Umbrella. Em contato com Wesker, ela conhece o ponto de extração e sobre em um container carregado pelo helicóptero onde também estavam Sergei Vladimir e Ozwell Spencer. Do alto, ela vê a cidade ser consumida pelas chamas nucleares de um míssil.

Os fatos da primeira metade de Resident Evil 3 ocorrem na noite do dia 28 de setembro de 1998; os fatos de Resident Evil 2 ocorrem entre a noite do dia 29 de setembro e a manhã do dia 30 de setembro de 1998; os fatos do cenário The 4th Survivor de RETUC ocorrem na noite do dia 30 de setembro; os fatos da segunda metade de Resident Evil 3 ocorrem entre as primeiras horas da madrugada do dia 01 de outubro e a manhã do mesmo dia. Os fatos do cenário Death’s Door de RETUC ocorrem entre o dia 30 de setembro e a manhã do dia 01 de outubro de 1998.

24 e 25 de novembro de 1998

CR04

  • Resident Evil: Survivor

Clique aqui para mais informações

A pedido de Leon S. Kennedy, Ark Thompson vai até a Ilha Sheena investigar supostas ações da Umbrella no local. Ao chegar lá, Ark descobre que de fato a ilha é uma base da corporação, usada para a produção em massa de Tyrants.

Após se envolver em uma luta com Vincent Goldman, o comandante do local, Ark sofre um acidente e perde a memória. Com a ajuda de Lott e Lilly Klein, ele se lembra do ocorrido e consegue escapar da ilha levando as duas crianças após uma dura batalha contra o Hypnos Tyrant.

Os fatos de Resident Evil: Survivor ocorrem entre os dias 24 e 25 de novembro de 1998.

de 17 a 27 de dezembro de 1998

CR05

  • Resident Evil CODE Veronica
  • Resident Evil Survivor 2: CODE Veronica

Clique aqui para mais informações

No dia 17 de dezembro, Claire invade um computador da Umbrella em Paris em busca de informações sobre seu irmão, porém, ela é capturada e em 27 de dezembro é levada para a ilha Rockfort como prisioneira. Lá, um vazamento de t-Virus causado por Albert Wesker cria pânico no complexo e contamina a todos os expostos ao vírus.

Lutando por sua vida ela conhece Steve Burnside e confrontam Alfred Ashford, o mandatário do local. Claire acaba sendo confrontada também por Wesker, mas com a ajuda de Steve consegue embarcar em um avião para fugir da ilha.

Cansada, Claire adormece na aeronave e tem pesadelos sobre o que acabou de viver na ilha e também com a B.O.W. Nemesis. Ao acordar, Claire e Steve se veem na base da Umbrella na Antártida, onde mais uma vez confrontam Alfred que havia acabado de liberar Alexia Ashford de seu sono criogênico. Alexia aprisiona Claire e rapta Steve.

Na ilha Rockfort, Chris acabara de chegar em busca de sua irmã por conta de um e-mail que Leon S. Kennedy enviara para ele. Chris fica sabendo que sua irmã não está lá e parte para a Base da Umbrella na Antártida. Lá ele salva Claire e os dois confrontam Alexia Ashford e Albert Wesker. Depois de superar os perigos, os irmãos Redfield escapam do local minutos antes de seu colapso.

Os fatos de Resident Evil CODE: Veronica acontecem no dia 27 de dezembro de 1998. No período em que Claire está adormecida no avião a caminho da base da Antártida, acontecem os fatos de RE Survivor 2: CODE Veronica, que é a representação de um pesadelo dela.

2002

CR06

  • Cenário Operation Javier de RE: The Darkside Chronicles

Clique aqui para mais informações

Em 2002, o governo dos EUA recebe informações que o traficante de drogas Sul-Americano Javier Hidalgo havia comprado o vírus de um ex-pesquisador da Umbrella no mercado negro. Para investigar, foram enviados os agentes Leon S. Kennedy e Jack Krauser, membros do Serviço Secreto e da US SOCOM, respectivamente.

Ao chegarem no local, os dois percebem que a situação é bastante complicada, com a vila de Amparo tomada por zumbis em meio a uma guerra civil instaurada pelo próprio Javier Hidalgo. Eles acabam encontrando Manuela Hidalgo, filha de Javier e em quem o traficante vinha administrando o t-Veronica para curá-la de uma grave doença, doença que também acometia a mãe de Manuela – Hilda, que vinha sendo tratada com o t-Vírus.

Após confrontos com Hilda, mutada por conta do t-Vírus, os dois agentes são atacados por Javier, que se infecta com o t-Veronica e se transforma em uma enorme criatura, mas Manuela, fazendo uso dos poderes do t-Veronica ajuda Leon e Krauser a derrotarem seu pai.

Ao final da missão, Manuela foi colocada sob custódia do governo norte-americano, Leon seguiu sua carreira normalmente, já Krauser foi expulso da US SOCOM por conta de um grave ferimento que sofreu em seu braço, tornando-o inapto a seguir em combate.

Os fatos do cenário Operation Javier, de RETDC ocorrem no ano de 2002 sem uma maior especificação de mês ou dia. 

23 de setembro de 2002

CR07

  • Resident Evil: Dead Aim

Clique aqui para mais informações

Bruce McGivern e Fongling, agentes dos EUA e da China, respectivamente, são enviados para o navio de cruzeiro Spencer Rain com o objetivo de investigar a venda ilegal de armas biológicas. Eles encontram um cenário de destruição após Morpheus D. Duvall (um ex-funcionário da Umbrella que roubou amostras de t-Vírus e do novo t+G-Vírus) liberar o t-Vírus e diversas criaturas no navio.

Eles também são confrontados pelo próprio Morpheus, que acaba se infectando com o t+G-Vírus e se transforma em um Tyrant. O navio acaba batendo em uma ilha que era uma Unidade de Eliminação de Detritos da Umbrella. O local possuía um vasto arsenal de mísseis, os quais Morpheus pretendia usar para subornar os governos norte- americano e chinês, mas após algumas batalhas Bruce e Fongling frustram seus planos e eliminam Morpheus.

Os fatos de Resident Evil: Dead Aim ocorrem no dia 23 de setembro de 2002.

18 de fevereiro de 2003

CR08

  • Cenários Umbrella’s End e Dark Legacy de RE: The Umbrella Chronicles

Clique aqui para mais informações

Jill Valentine e Chris Redfield vão até uma vila localizada na região do Cáucaso Russo para investigar uma suposta base usada para a criação de uma nova arma biológica chamada T-A.L.O.S., chegando no local, eles encontram com Albert Wesker.

Ao chegar na base, a dupla de agentes consegue se infiltrar e passa por diversos níveis de segurança até encontrarem o T-A.L.O.S., no local eles são recepcionados por Sergei Vladimir, braço direito de Ozwell Spencer na Umbrella que ativa a B.O.W. que passa a atacar Jill e Chris.

Aproveitando-se da distração criada pela dupla, Wesker se infiltra no complexo e vai atrás de Sergei Vladimir. Enquanto ocorre a batalha de Jill e Chris contra o T-A.L.O.S., Albert Wesker passa pelo sistema de segurança da base e confronta Sergei, que se infecta com o t-Vírus transformando-se em uma enorme B.O.W., apesar disso, Sergei não foi páreo para Wesker que o derrota.

Após derrotarem o T-A.L.O.S., Jill e Chris saem do local, enquanto Wesker, em outro ponto do complexo chega ao supercomputador UMF-013, copia todos os seus dados para um disco particular e formata a máquina, apagando todos os dados da Umbrella. Wesker vazaria os dados para derrubar a Umbrella na Corte Suprema e assim extinguir a companhia.

Os fatos dos cenários Umbrella’s End e Dark Legacy ocorrem simultaneamente no dia 18 de fevereiro de 2003, e ajudaram a colocar um fim na Umbrella Corporation.

2004

CR09

  • Resident Evil: Revelations – O Pânico de Terragrigia
  • Resident Evil 4
  • Resident Evil 4 – Separate Ways

Clique aqui para mais informações

A organização terrorista