Nosso quarto artigo da série Personagens Esquecidos vai falar de um personagem que não é tão conhecido pelos fãs, principalmente pelos fãs mais novos. Ark Thompson protagonizou Resident Evil: Survivor, o primeiro título da franquia com ação em primeira pessoa já no longínquo ano de 2000.

RE: Survivor foi uma espécie de teste da Capcom, na época a franquia Resident Evil vendia bem e era sempre muito elogiada a cada novo jogo lançado, a empresa então decidiu fazer um teste, criando uma história spin-off (o primeiro spin-off a gente nunca esquece…) e aplicando no jogo uma mecânica que começava a ganhar bastante espaço na época: jogo de tiro em primeira-pessoa (ou first person shooter, o famoso FPS).

Aliando a isso, o uso da Namco Pistol, periférico que fazia certo sucesso no PS One naquela época. O resultado de tudo isso, foi um jogo que não agradou muito, a gente já fez inclusive uma análise dele aqui no REVIL, mas apesar disso, RE: Survivor tinha uma história bastante interessante, e entregou dois personagens bastante intrigantes: Vincent Goldman, o vilão central do jogo e Ark Thompson.

Ark em Resident Evil

Personagens Esquecidos - Ark Thompson - 01

Ark Thompson é um detetive particular que se formou na academia de polícia junto de Leon S. Kennedy. Após o incidente em Raccoon City, Leon passou a ser um agente do governo e entrou em contato com Ark Thompson pedindo que seu velho amigo fosse investigar a Ilha Sheena, local controlado pela Umbrella e que supostamente era uma base para a produção de B.O.W.s.

Lá chegando, Ark descobre que a de fato o local era uma base da Umbrella comandada por Vincent Goldman, um homem extremamente duro e cruel que comandava o lugar com mãos de ferro. O ponto curioso é que havia uma semelhança física muito grande entre Ark e Goldman (naquela época ambos eram polígonos idênticos, rs), e após um confronto que resultou em um acidente entre eles, Ark acabou acordando sem memória, e por conta da semelhança física e do sumiço de Goldman, as pessoas na ilha passaram a achar que Ark era na verdade o comandante do local.

Com a ilha tomada por zumbis e outras criaturas, Ark trilhou seu caminho para escapar do local ao mesmo tempo em que tentava recobrar a sua memória, algo que aconteceu graças a algumas conversas que teve com um garoto chamado Lott Klein, a quem Ark prometeu proteger e levar para fora da ilha juntamente de sua irmã Lilly Klein.

Quando estava prestes a encontrar uma rota de fuga do local, Ark mais uma vez ficou frente-a-frente com Vincent Goldman, mas o comandante da Ilha foi atacado mortalmente pelo Hypnos Tyrant, Ark aproveitou o momento e fugiu do local, mas Hypnos o seguiu até o heliporto da ilha, onde uma feroz batalha aconteceu.

Ark só conseguiu se livrar da criatura após disparar nele com os mísseis de um helicóptero, e dessa forma ele pode fugir do local com os dois irmãos Klein antes que a ilha fosse varrida do mapa pela Umbrella para evitar que o vírus escapasse e que provas das pesquisas da empresa chegassem a mãos indevidas.

Por que é inesquecível?

Por protagonizar um jogo meio… “meh”, e que muita gente não conheceu, não dá pra dizer que Ark Thompson é de fato inesquecível. Apesar disso, o enredo de RE: Survivor ajuda bastante na construção de seu personagem.

A sua amizade com Leon, e seus confrontos com Vincent Goldman fazem de Ark um personagem com certo potencial e bastante interessante. Durante o jogo, mesmo sem lembrar de praticamente nada e com todo mundo tratando-o como se ele fosse Vincent Goldman, Ark se questionava sobre suas supostas ações que levaram o caos a ilha Sheena.

Seu caráter foi bastante importante para que ele recobrasse a memória, e aliado a seu rápido envolvimento com as crianças Klein, Ark mostrou-se uma pessoa de princípios acima de tudo, não importando o que os outros diziam ou o que ele supostamente havia feito de ruim, no fundo de seu âmago ele sabia que havia algo estranho ali.

damnation10

Todos esses fatores, deixaram um “gostinho de quero mais” sobre Ark Thompson. Inclusive, alguns rumores sobre sua volta já apareceram, e o mais forte deles aconteceu quando o filme em CG Resident Evil: Damnation ganhou suas primeiras imagens de divulgação.

Na época, já se sabia que Leon seria o protagonista, e um personagem muito parecido com Ark apareceu sem ter seu nome revelado (imagem acima), com um porte físico e também pela presença de Leon, acreditava-se que aquele personagem pudesse ser Ark, mas no fim aquele personagem envolto em sobras acabou sendo revelado como Buddy.

Por que não volta?

Assim como alguns dos personagens que já passaram por nossa série de artigos – Billy e Carlos – Ark teve sua história encerrada no jogo em que esteve presente, sem deixar grandes pontas soltas que necessitem de sua volta em um título da franquia para explicar algo que tenha ficado pelo caminho.

Por ser um spin-off, RE: Survivor tem uma história que pouco impacta na cronologia oficial de Resident Evil, principalmente no que diz respeito ao próprio Ark. A parte mais importante da história de RE: Survivor, gira em torno de Vincent Goldman, e de todo o esquema para a produção em massa de Tyrants. Ark Thompsom foi apenas uma “vírgula” em meio a toda essa trama, podendo inclusive ser facilmente substituído por qualquer outro detetive ou agente investigativo.

Dessa forma fica difícil imaginar uma volta de Ark, a não ser que…

Por que deve voltar?

tumblr_m7m2ghjAJK1qj60reo1_1280

… a não ser que sua relação de amizade com Leon seja mais aprofundada e se mostre forte o suficiente para sustentar um eventual novo pedido de ajuda do ex-policial de Raccoon ou alguma ação conjunta dos dois. Essas possibilidades, aliás, cairiam muito bem em uma franquia que atualmente se baseia em vilões megalomaníacos e que carece de maior relações interpessoais entre seus personagens (vejam que estou falando de relações interpessoais, e não necessariamente de romances, Resident Evil não é Malhação), como aliás foi visto em RE: Revelations 2, que através das cenas ingame e de seus files, mostram que há uma grande relação de amizade entre os Redfield, Barry, Jill e até mesmo Piers Nivans.

Do outro lado da roda de protagonistas temos Leon S. Kennedy, que praticamente tem todas as suas ações na franquia ligadas a Ada Wong e a Claire Redfield. A inserção ou a volta de um novo elemento que possa entrar nesse meio, ajudaria o núcleo de Leon se tornar mais complexo, mais vívido e mais verossímil.

Se a introdução da relação dos Burton com os Redfield e com Jill ficou mais clara em Revelations 2, fica a esperança e até a “dica” para Capcom introduzir algo assim em um próximo título da franquia com Ark se tornando um personagem de apoio ao núcleo de Leon, afinal o background para isso já existe.

%d blogueiros gostam disto: