Estamos babando e cada vez mais felizes com cada nova informação, imagem e vídeo dando gostinho de RESIDENT EVIL 2, mas vocês já pararam para pensar no futuro da franquia depois dela ser trazida de volta à vida pelos mofados e a maluca família Baker em Resident Evil 7? E diga-se de passagem, o sétimo título numerado da série foi um excelente jogo de survival horror e trouxe de um modo renovado, tudo que nós fãs sentíamos falta na série principal.

Antes de colocarmos nossas mãozinhas (e também os olhos no caso de quem tinha o óculos de realidade virtual) em Resident Evil 7, nós já sabíamos que a CAPCOM havia se comprometido em ouvir os fãs da série e iria trazer um REMAKE de Resident Evil 2 depois de tantos pedidos. E com base no que vimos no REMAKE de Resident Evil 1, tínhamos motivos para dar votos de confiança para o segundo REMAKE, caso enxergássemos o mesmo empenho em entregar uma obra prima no final.

Tanto tempo depois, a espera acabou, e para nossa surpresa, o jogo não apenas foi refeito, mas também criado do zero com motor gráfico próprio e ao mesmo tempo sendo uma nova experiência com um toque familiar.

Já nos trailers de divulgação, percebemos uma coisa no logo do jogo: Resident Evil 2 e só! Sem REMAKE na frente, ou qualquer menção oficial de que seria apenas uma versão do título original. Sendo assim, é possível acreditar que o título veio para tomar o lugar do principal e isso se confirmou no gameplay acompanhado dos diretores na live PlayStation na E3 2018. Durante a live, foi dito que Resident Evil 2 não se trata de um REMAKE e sim de um novo e definitivo jogo.

CAPCOM parece estar no caminho certo para manter a franquia viva, seja nesta ou nas próximas gerações de consoles, e a pergunta que eu e alguns fazem é a seguinte:

Resident Evil 3 NEMESIS terá um remake?

Alguns de vocês podem não sabem, mas Resident Evil 3 como conhecemos nunca foi planejado, pois a ideia de Shinji Mikami, o principal responsável por Resident Evil na época, era usar o enredo de Resident Evil CODE: Veronica e a plataforma do Dreamcast para ser o lar digamos… de um OUTRO terceiro título da franquia. Mas a Capcom, percebendo o sucesso de Resident Evil 2 – jogo esse que, aliás, também não estava nos planos, já que Resident Evil 1 foi planejado inicialmente para ter fim nele mesmo – quis fechar uma trilogia no PlayStation 1.

Foi a partir dessa visão que surgiu a a necessidade de um novo enredo e também a reutilização do motor gráfico de Resident Evil 2, que deu um salto em questão de qualidade e mecânica de jogo em relação ao primeiro título da série. Resident Evil 2 e 3 são exatamente o mesmo jogo, graficamente falando. Até o uso da delegacia de polícia de Raccoon City, a nossa querida R.P.D, foi realizado no início do 3, resultando em um entrelaçamento nos acontecimentos envolvendo os dois últimos jogos. O não planejamento, e a pressa em lançar mais um título paro o console naquele momento, de geração passada, fez com que a história e algumas partes do cenário ficassem forçadas e sem lógica.

E é aí que entra em cena um novo Resident Evil 3! Uma releitura do terceiro jogo, com as mesmas premissas de Resident Evil 2, consertando os furos de roteiro, tornando a interação entre os jogos e o impacto das ações co-relacionadas ainda melhores e marcantes.

No que diz respeito a aceitação de público e até mesmo números, é seguro dizer que o HORROR DE SOBREVIVÊNCIA é a essência da franquia não importa o momento em que vivemos da tecnologia de games. Sempre que Resident Evil se enveredou por esse caminho, os resultados foram títulos excelentes, e isso inclui também o REMAKE.

Os fãs pediram, e a CAPCOM atendeu! Com grandes chances de sucesso, com o barulho que o trailer causou nessa E3, e com o fandom pegando fogo nos últimos dias, Resident Evil 3 NEMESIS REMAKE, pode ser um sonho bem menos distante do que se imagina, já que a CAPCOM vem se mostrando aberta a realizar mais esse desejo, caso a recepção de Resident Evil 2 seja positiva.

E vocês survivors, o que acham da ideia? Que tal um Resident Evil 3 NEMESIS REMAKE com a mesma proposta de releitura do clássico Resident Evil 2 e do já aclamado REMAKE do primeiro título da franquia? E digo mais: se a CAPCOM arrumar um jeito de entrelaçar o save desse (novo) RE2 com o futuro RE3 – ações feitas em um refletem em outro – pode dar uma boa liga e fazer os jogadores jogarem e re-jogarem tudo mais de uma vez. Já pensou a gente poder ouvir o Nemesis gritando: STARS! em algum momento do jogo? Precisaria nem aparecer quue eu já iria pirar!!!

Esse REMAKE do 3 se tornar realidade não é ter esperanças demais não, viu? Já que temos quase que um vislumbre desse futuro nos próprios trailers de divulgação… pera, essa não é a Clock Tower [ou pelo menos uma “lembrança” proposital dela]?Lembrando que a primeira metade de RE3 se passa 24 horas antes de RE2, que tem seus acontecimentos rolando enquanto Jill Valentine está desmaiada na capela da Clock Tower! Dá um play no vídeo abaixo e entenda melhor!

Pire com o REVIL nessa! CAPCOM, nós nunca te pedimos nada, nadinha – e quem disser o contrário tá mentindo – nós QUEREMOS Resident Evil 3 NEMESIS REMAKE também!

Colaborou com este material: Ricardo Andretto

%d blogueiros gostam disto: