Que Resident Evil não tem dublagem em português isso tudo mundo já sabe. A exceção para a franquia são os filmes em live-action e em animação, que fazem parte de distribuidoras independentes, como a Sony, no Brasil. Mas nós, os fãs, continuamos a sonhar em um dia ter alternativa de ouvir um Resident Evil em português entre as várias opções já praticadas pela CapcomRE7, por exemplo é dublado em inglês, francês, italiano, alemão, espanhol e japonês.

E como, ao menos por enquanto, isso não sai do papel, cabe aos fãs dar vida ao sonho. Recentemente dois deles, Felipe Melo e Filipi Ghedin, fizeram uma dublagem amadora do trailer de Resident Evil 2 Remake. Confira como ficou o trabalho:

Mas eles não são os únicos, pois tem mais gente dedicada que trabalha nesse sentido, é o caso do grupo de dubladores do Silent Fandub, que querem tornar Resident Evil 4 totalmente dublado no PC, por exemplo – vozes de Arthur Machado, Filipi Ghedin, Gabriel “Tanekoshima” Hideki e Enila P.

O próprio REVIL vem batendo nessa tecla há algum tempo e também se unindo a fãs para dublar as produções da franquia – ou dar apoio – como forma de aumentar a visibilidade para a questão à Capcom de uma forma geral. Alguns dos nossos trabalhos podem ser conferidos clicando neste link.

Mas afinal, o que RESIDENT EVIL precisa para ser dublado em português?

Muitas coisas estão envolvidas nesse processo. Nós já fomos informados de algumas delas nos bastidores, mas uma coisa que podemos compartilhar é que é preciso manter o interesse ativo para que a Capcom compreenda que existe esse espaço no nosso mercado. Resident Evil é uma franquia global, com apelo mundial e com uma comunidade ENORME no Brasil, diga-se de passagem, mas nem sempre isso é suficiente para que um jogo seja dublado em português.

O que nós também já sabemos e que podemos dizer é que existe o interesse para que isso saia do papel no País – e isso já é muita coisa, depois da conquista dos jogos da franquia com legendas em português. Então é preciso ter paciência, mas ao mesmo tempo entender que “dá-se tempo ao tempo”. E o que podemos fazer para ajudar que o assunto saia da linha do planejamento e seja colocado em prática? Isso mesmo que nós já fazemos: mostrar que queremos ter essa opção. E como fazemos? Da forma como os fãs já estão agindo, pedindo por isso, até com dublagens amadoras.

Resident Evil 2 Remake sem confirmação de legendas

Recentemente, divulgamos a informação de que as legendas em Resident Evil 2 Remake são incertas. E esse é realmente o posicionamento oficial da Capcom no momento. Os fãs pediram que questionássemos a empresa sobre o assunto, nós fizemos isso e ponto. Esse tipo de retorno não confirma – e nem mostra a inviabilidade – desse material para o público no Brasil, mas assim como a questão da dublagem, existem alguns fatores que simplesmente podem, ainda, não ter acontecido.

Uma das hipóteses mais prováveis é de que o trabalho com as legendas ainda não começou de verdade, e é justamente por isso que eles não podem confirmar nada, já que outros jogos da franquia já receberam esse tratamento.

Sites oficiais

Esses sim, assim como as dublagens, não existem no nosso idioma. Nem mesmo o recente site para Resident Evil 2 Remake (residentevil2.com), que nós tanto brincamos, tem a opção em língua portuguesa. A rede ResidentEvil.net, lançada em 2012, também não dá ao Brasil essa possibilidade. Isso quer dizer que a Capcom deve correr e lançar um em português então? Não necessariamente, mas precisamos apontar isso para que o assunto seja explorado da melhor maneira possível ainda na fase de planejamento. E é aquela coisa, se nós não mostramos o incômodo, para que eles precisariam pensar nisso no futuro? E daí é aquela coisa… é sempre em inglês, japonês e demais línguas, mas nunca a nossa!

Não é culpa da CAPCOM

Todo mundo aqui é bem crescidinho, ou tem capacidade para compreender que tudo isso que nós pedidos é possível? É! Se é viável para a empresa? Talvez, e tem uma equipe engajada no Brasil levando essas informações pelo mundo para que tudo isso que pedidos um dia possa acontecer. Resident Evil é uma franquia da CAPCOM, que é originalmente uma empresa com base no Japão. E mostrar que o nosso País, que vive uma fase difícil – e continua a viver – pode ser algo a mais do que já é (para investimentos em games) não é para qualquer um.

Então a comunidade pode questionar o que está sendo feito? Pode, ninguém impede. Nós só pedimos que os fãs saibam debater esse assunto de forma a gerar repercussão da forma certa para que a informação seja bem entregue e não distanciarmos a luz que existe no fim do túnel.

Como ajudar?

É preciso apoiar e respeitar, principalmente o trabalho dos fãs. A Capcom também precisa do nosso apoio nessa para poder agir – internamente – e possamos ter mais conteúdos da franquia em português. E nós falamos isso não só em nome do REVIL, mas para que esse respeito aconteça também em outras iniciativas desenvolvidas por aí relacionadas à Resident Evil e aos próprios esforços da Capcom.

E que o futuro seja ainda mais brilhante para todos nós da COMUNIDADE.

%d blogueiros gostam disto: