Depois de testarem efetivamente a demonstração completa de Resident Evil 6 oferecida exclusivamente aos veículos especializados, os sites G1 e Shack News foram os primeiros a publicarem as suas primeiras impressões sobre o jogo. Ambos os críticos obtiveram acesso a pequenos trechos de todas as três campanhas presentes no título, e seus comentários, diferente do que se imaginava, não foram muito animadores para os fãs da franquia.

De acordo com o Shack News, Resident Evil 6 é “terrível, o pior game de toda a franquia“. A demonstração da campanha de Leon, embora possua gráficos bonitos e, em seus primeiros minutos, tenha sido empolgante na opinião do site, acabou se provando chata e monótona conforme o jogador avançava na fase. Já o cenário protagonizado por Chris, que é, sem dúvidas, mais voltado para a ação, deixa a situação ainda pior: é extremamente confuso, tanto para a exploração de cenários, quanto para os combates; possui graves problemas no sistema de cover e no respawn de inimigos, e chega até mesmo a fazer de RE6 “somente um shooter genérico“.

Por outro lado, a experiência oferecida pelo cenário de Jake ao Shack News não decepciona tanto quanto as outras. Começando muito bem enquanto mostra a perseguição a Jake e Sherry por uma arma biológica aparentemente invencível – que lembra muito o famoso Nemesis de RE3, por sinal -, a sequência dos herdeiros de Albert Wesker e William Birkin se mostra muito empolgante. No entanto, toda a empolgação se esvai quando o título coloca o jogador em uma batalha frustrante e mal elaborada contra a criatura.

O site G1 apenas reforça as críticas apresentadas pelo Shack News. Apontando a câmera como o maior problema de Resident Evil 6 por ser confusa e imprecisa, o site também demonstra preocupação quanto à qualidade da versão final do jogo. A dificuldade em acertar os tiros nos momentos de ação é nítida, já que a câmera se movimenta rápido demais e nem sempre se foca na visão do personagem. Os momentos mais calmos também não escaparam do problema: por vezes, até mesmo o próprio personagem sai do foco da câmera e não dá pra ter certeza da direção para a qual ele está olhando.

Resident Evil 6 é definido como um jogo aparentemente feito às pressas, apesar da enorme equipe que se encontra a cargo do título. O que mais preocupa é que não há muito tempo para a Capcom corrigir todos esses problemas, já que o sexto game da série chega às prateleiras do mundo todo já no dia 2 de Outubro deste ano.

Fiquem ligados aqui no REVIL para a demonstração pública dos próximos gameplays de Resident Evil 6 que serão exibidos na E3 2012.

%d blogueiros gostam disto: