O produtor Yoshiaki Hirabayashi concedeu entrevista ao site Bloody-Disgusting, e falou a respeito da remasterização de Resident Evil: Remake que será lançada para os consoles da sétima e oitava gerações da Sony e Microsft, além dos PCs.

Ele falou que a ideia da equipe de desenvolvimento é dar ao jogador uma experiência bastante similiar a do título original, lançado em 2002, e que por isso não teremos nenhuma novidade como a adição de inimigos, cenários, personagens ou qualquer outra característica que modifique a essência do jogo.

Hirabayashi acredita que a experiência original de Resident Evil: Remake é única e bastante desafiadora, e que é exatamente isso que eles querem proporcionar ao jogador que colocará as mãos na edição HD Remaster.

Uma das únicas “mudanças” é a inclusão de conquistas e troféus, para alegria da galera que adora caçar esse tipo de prêmio. RE HD Remaster deverá contar com uma quantidade de conquistas e troféus semelhantes a que RE: Revelations teve quando foi portado para os consoles de mesa, podendo inclusive conferir o tão desejado troféu de platina aos donos de consoles da Sony.

Além disso, o produtor comentou que o sistema de controle do jogo poderá ser alterado de acordo com a preferência do jogador. Poderemos alterar entre o sistema original, idêntico ao de RE: Remake original, ou então um sistema mais moderno e direto. Ainda fica a dúvida como esse sistema funcionará no jogo, mas devemos ter demonstraçoes e novidades a respeito durante a Tokyo game Show 2014, que ocorre entre 18 e 21 de setembro.

Resident Evil HD Remaster chega em sua versão HD para PS4PS3Xbox OneXbox 360 e PC no início de 2015. Na Europa e nas Américas, o lançamento do título será exclusivamente digital. O Japão também está incluído nos lançamentos digitais, mas exclusivamente no território, a CAPCOM lançará edições especiais de Resident Evil HD Remaster em disco para o PlayStation 3.

Se você quer que o jogo chegue em mídia física por aqui também, junte-se ao REVIL e a outros grandes fã sites de todo o mundo! Assine a nossa petição e ajude a dar voz a comunidade!

 

%d blogueiros gostam disto: