A Capcom do Japão comentou um pouco mais sobre as expectativas sobre Resident Evil 7 em um sumário de perguntas e respostas sobre suas projeções publicado hoje em seu site oficial de relatório de investimentos.

Como já foi publicado anteriormente, a softhouse espera vender pelo menos 4 milhões de unidades de Resident Evil no atual ano fiscal, que termina em 31 de março de 2017, uma meta que deve ser atingida em pouco mais de dois meses após seu lançamento.

A Capcom espera que em longo prazo, RE7 seja reconhecido na empresa como um título de catálogo no próximo ano fiscal; entretanto, a receita desses títulos tende a crescer com relação ao timing do lançamento de filmes para o cinema e novos títulos da franquia.

É comentado também que o ciclo de vida de vendas por conta da popularização da distribuição digital de títulos, logo, a Capcom espera que Resident Evil 7 se torne uma base rentável não apenas nos próximos dois anos, mas em longo prazo também.

Com relação aos filmes da série, é esperado que o segmento hollywoodiano dê uma pausa após o lançamento de Resident Evil: O Capítulo Final, porém, com a chegada do filme em CGI Resident Evil: Vendetta, a Capcom continuará a expandir a franquia em outros mercados além do live-action.

Sobre VR, é revelado que títulos exclusivos para a tecnologia dependerão do desempenho dos dispositivos lançados no mercado, e a própria Capcom acredita que essa tendência não trará uma receita imediata para os jogos que terão suporte à tecnologia, como o próprio RE7.

Resident Evil 7 tem previsão de lançamento para 24 de janeiro no ocidente para PC, Playstation 4 e Xbox One. RE7 também terá suporte a gráficos HDR no Playstation 4 Pro e Xbox One Scorpio, consoles high-end da oitava geração.

E por fim, também terá suporte a VR, inicialmente no Playstation VR, exclusivamente no primeiro ano após o lançamento. Fiquem ligados no REVIL para todas as novidades! Welcome to the family son!

%d blogueiros gostam disto: