O ano de 2017 está muito concorrido de lançamentos, mas a Capcom ainda tem grandes planos para Resident Evil 7 em longo prazo, de acordo com um questionário sobre o relatório financeiro referente ao ano fiscal base 2016/2017, finalizado no dia 31 de março deste ano.

Mesmo que Resident Evil 7 não tenha alcançado a marca inicial estimada dos 4 milhões de unidades enviadas às lojas, o jogo quase cumpriu a meta, com 3,5 milhões de unidades enviadas às lojas em apenas pouco mais de 2 meses – lembrando que o período reflete o lançamento do título em 24 de janeiro, até o dia 31 de março.

A Capcom afirma no relatório que mesmo depois desse período, as vendas do jogo continuam a crescer, graças à difusão do mercado de jogos digitais através de serviços como a Playstation Store, Xbox Live e Steam. Um outro fato importante mencionado, é que as vendas cumulativas de Resident Evil 4, Resident Evil 5 e Resident Evil 6, totalizam entre 7,5 milhões a 10 milhões de unidades ao longo da vida (incluindo os relançamentos e ports).

Assim sendo, foi decidido que a softhouse vai trabalhar e dedicar recursos para que Resident Evil 7 também atinja a marca dos 10 milhões de unidades ao longo do seu tempo de vida. Essa confiança existe pelo fato de finalmente terem retornado às origens de horror, o que gerou uma recepção positiva de fãs e da mídia especializada. Algumas das medidas a serem tomadas serão campanhas promocionais e eventos voltados para os fãs, bem como o lançamento de conteúdo adicional pago ao longo do ano fiscal atual.

Falando em DLCs, é esperado que a recentemente adiada DLC “Not a Hero“, estrelando Chris Redfield, de alguma forma desperte o interesse de uma parcela de fãs que desejavam ver personagens clássicos presentes de forma jogável; além de uma terceira DLC de história, que faz parte do passe de temporada, ainda sem data de lançamento.

Parece que Resident Evil 7 ainda vai dar o que falar. Fiquem ligados no REVIL para futuras novidades!

Fonte: Capcom Investor Relations

  • Rodrigo Zika!

    Bacana, a longo prazo pode ser possível, bem que poderia ter um modo online escondido né kkkkk, isso deixaria o tempo de vida maior ainda do jogo, no aguardo, ainda vejo algumas lives no YT de canais que se dizem fãs de RE, dizerem que RE 7 não tem nada de RE kkkkkk, e pior dizer que acabou no 3, meu deus kkkk.

  • Fanboy Maldito

    boa! continua nessas expectativas surreais.. se nem o RE5 da massa conseguiu, o outlast vai conseguir sim, blz. mas é bom, pq daí eu quero ver o pessoal que chama o RE6 de fracasso dizer que o outlast 7 é puro sucesso vendendo mísero 5 milhões com expectativa de 10.

    • Hunk

      Também to achando esse númeor meio surreal, a não ser que chegue a ter novas versões do jogo algum dia. Mesmo que o RE7 ultrapasse o RE5 e 6 (sem considerar suas remasterizações) isso ainda é longe dos 10 milhões, então antes de chegar um PS5 e Xbox Two (nunca se sabe qual nome a Microsoft vai arranjar, então vou com esse mesmo por enquanto) eu não acredito que chegue a essa meta, aí se fizerem uma nova versão bacana do jogo e essa vender bem até pode ser possível, isso se a primeira já tiver vendido muito bem antes, mas ainda acho que é forçar a barra, essas espectativas da Capcom como sempre tão exageradas.

      • Arnold Choppa

        A sério? As perseguições do Jack foram a melhor coisa do jogo para mim, pois realmente pensava que estava sendo perseguido por um lunático infectado ala Resident Evil… E realmente o Jack era um infectado, não digo o contrário. Mas só o Jack não salva o RE7 no meu ponto de vista… Não curti muito o game mesmo, logo de caras a Mia com aquela parada de exorcista fez-me rir eternamente, a falta de variedade de inimigos tornou o jogo monótono, os puzzles que estavam ali de enfeite não serviram para nada (sim, RE4, 5 e 6 também tiveram puzzles de enfeite mas no 7 dizem que os reais puzzles voltaram, havendo sempre aquela discrepância em diminuir o 4, 5 e 6 perante este 7 sabe-se lá porquê).
        Curti a mutação grotesca da Marguerite e os joguinhos do Lucas, só a Eveline e as alucinações que cagaram a história toda, quando apareceu a Eveline mais parecia Silent Hill do que propriamente RE. O gameplay em primeira pessoa é mais do mesmo que já estamos habituados, nada de novo e a história é o mais distante da franquia que já se conseguiu ter em 20 anos de RE.
        E apenas um jogo em primeira pessoa com referências superficiais ao lore da franquia como um quadro das Montanhas Arklay, um documento escrito por Alyssa Ashcroft, um pequeno documento que menciona Raccoon e que nem sequer pode ser lido na integra e livro escrito pelo O’Brian. Não odeio o jogo mas também não o considero essa coisa “linda” que alguns o fazem parecer ser.
        Fora que o jogo tem erros técnicos, como o cenário carregando em pleno gameplay, basta você se aproximar de uma porta ou sofá ou lá o que quiser e verá os gráficos ficando todos serrilhados e depois voltando a si, isso acontece constantemente.
        Quando me disseram que o Chris aparecia no final fiquei entusiasmado, pois ao vê-lo poderia ser que o RE7 não ficasse tão estranho aos meus olhos mas não… Ao invés disso apresentam um Luciano Redfield que só tornou o jogo ainda mais estranho.
        Para mim é apenas um jogo de terror em primeira pessoa que de RE tem muito pouco e não meus amigos, o terror não é o único elemento constituinte da franquia… O RE7 pode ter uma atmosfera um tanto forçada mas pecou em muitos outros aspectos.

        • Fanboy Maldito

          e de fãs de jogos de terror, aqui tá cheio.

        • Sokholov

          Esse foi um dos poucos comentários seus que achei coerente. Só tenho a descordar sobre o Jack pois não gostei de NENHUM personagem no jogo (principalmente do velho xarope do Jack e do protagonista enfadonho).
          Mas se tem uma coisa que salva o jogo nessas horas, é o clima de solidão e soturno e da tensão em corredores estreitos que a casa dos Baker nos proporciona, e que para mim foi o ponto alto do jogo.

          • Arnold Choppa

            Eu sou coerente lol
            Mas perco a paciência de escrever quando o assunto é o RE7 ou os obcecados pelo mesmo…
            Sou assim, sincero e frontal, doa a quem doer.

          • Sokholov

            A luta do Ethan com a Mia foi uma das coisas mais superficiais possíveis, embora a quem diga que o mesmo já infectado a esta altura seria imune a dor e por ai vai… Sem falar que a as paredes basicamente “se desmanchavam” quando a Mia atravessava elas sem esforço algum/nenhum atrito aparente.
            Mas também pudera, a cabeça não foi a única coisa que o Ethan perdeu:
            https://www.youtube.com/watch?v=0BXc3NuEkqE

          • Hunk

            Também achei isso muito sem noção, infectado ou não a ausência de reação do Ethan é inexplicável. Sei que o RE6 é de fato um jogo cheio de exageros, essa é uma das críticas que fazem a esse jogo que eu concordo, mas o RE7 também teve seus momentos que é pra rir mesmo, de certa forma esse jogo às vezes é mais exagerado que o 6. Com todos os vírus que houveram até agora quando foi que vimos um infectado ainda com aspecto completamente humano que colasse partes do corpo de volta como se não fosse nada? Todo mundo adora falar que os personagens do RE6 são super soldados, e nem tentarei negar isso, mas quando o Piers perdeu o braço a dor e desespero dele foram bem convincentes, ele não saiu com pistola na mão preparado pra lutar como se fosse qualquer outra batalha comum. O Ethan já não é nem super soldado, ele tá mais pra um robô mesmo.

          • Arnold Choppa

            O RE6 exagera nas cenas de ação mas é armas biológicas na sua essência. Já o 7 forçou muito a barra para criar uma ambientação de terror.
            Era mesmo necessário a Mia dando uma de exorcista? Até os olhos ficam escuros e seu rosto do capeta, parece aqueles demônios que o Sam e Dean caçam gente kkkk
            Sou sincero, ri para crlh nessa parte “Que p*rra é esta? Chamem os Winchesters!” rsrsrsrs
            O Ethan não reage a merda nenhuma mas quase que xinga até a própria mãe porque umas pequenas baratas lhe subiram no antebraço… Enquanto que vê uma mulher aracnídea e sai-se com esta “What the fuck? That’s special”…
            Nem o Chris Redfield que já lidou com o diabo a quatro reage assim ao ver uma criatura LOL
            Depois tem as alucinações da Eveline, sobretudo naquela parte que controlámos a Mia e encontramos o Ethan pela câmara. Nesta cena, aparece a Eveline agarrando o pulso de Mia em forma de alucinação mas ainda assim o pulso de Mia contêm as marcas dos dedos de Eveline como se ela realmente a tivesse machucado… Se é alucinação, como isto é possível?
            Depois temos o mofo preenchendo as paredes e deixando tudo negro como se fosse algo saído de Silent Hill…
            Logo no início o Ethan perde a mão e praticamente nem reage, e não, ele não estava infetado aqui, só depois da cena do jantar.
            O RE7 exagerou muito nos supostos elementos de terror e acabou se tornando algo que de RE, tem muito pouco.
            Só o joguei uma vez e parei por aí, sem vontade de repetir mesmo. Já todos os outros do 1 ao 6 fartei-me de repetir aquilo.
            Sim, eu curto o RE6 pela diversão e combate ao terrorismo de modo global. O que posso fazer? RE6 tem uma aventura divertida para mim.
            Sou fã desde 2000 e curto tudo o que é RE, com a exceção de RE7… O meu maior desconforto com o 7 foi mesmo essa forçação de barra para com o sobrenatural, muito desnecessária.
            Mais nenhum outro RE arriscou isso… Aliás, foram por esses motivos que a versão 3.5 de RE4 nunca viu a luz do dia e detestei o que vi nela desde o primeiro dia e simplesmente fiquei grato pelo RE4 que tivemos.
            Infelizmente o 7 quis investir nessa parada… Apenas espero que no 8 tenhamos armas biológicas variadas e que nunca mais tentem implementar elementos sobrenaturais disfarçados de “habilidades dos vírus”, isso não combina com RE.
            Hunk, quanto ao Jack, realmente tem uns bugs… Por exemplo, no quarto onde pegamos a doze quebrada, me escondi aí só para me orientar mesmo e ele não estava nem perto dessa sala e já o ouvi dizer “I’m on to you!” desde as escadas do hall principal! LOL
            De início eu pensava que aquilo teria sido erro e que ele não me iria encontrar mas não foi não, ele entrou pela sala dentro já descendo o cacete em mim rsrsrs
            O RE7 tem umas tosquices um tanto engraçadas.

          • Sokholov

            Realmente eu também não curti esse moldes, isto é, esta tentativa de usar aspectos super estereotipados de filmes de terror sobrenaturais e confeccionar desculpas “plausíveis” para colocá-los no jogo. Esteticamente penso que isso não combina nada com RE. Até ai minha retórica é bastante semelhante aos dos demais críticos de RE7. Mas por outro lado, se RE7 peca em dar esses contornos “sobrenaturais” em sua história, RE6 peca não só por ser um arremedo de erros que se retroalimentam, como também uma tentativa espalhafatosa de agradar gregos e troianos. Isso sem falar nos detalhes técnicos de RE6, como gráfico, câmeras/cutscenes bugadas, jogabilidade e por ai vai…

          • Hunk

            Olha, eu gosto muito da jogabilidade do RE6, mas vc tocou num detalhe interessante mesmo, essa tentativa de agradar todo mundo, o que eu concordo que é um erro. No meu caso eu gosto do jogo e nisso não há muito o que discutir, mas depois de zerá-lo dezenas de vezes eu já digo sem sombra de dúvidas que a primeira metade da campanha do Leon, que é exatamente onde mais tentaram imitar um jogo de terror (sem sucesso, obviamente), é a parte mais cansativa de refazer. Eu não canso das outras campanhas, mas essa primeira metade do Leon (mais precisamente 60%, já que é até o término do capítulo 3 que eu me refiro), embora eu não desgoste, é ao meu ver o ponto fraco do jogo, porque é exatamente onde ele fica tentando negar tudo que é e falhando. RE6 tem jogabilidade de um jogo de ação e só funciona bem (e funciona muito bem na minha opinião) quando aceita isso, ou seja, na campanha do Chris, Jake e na da Ada em partes (essa também tem suas tentativas de terror, mas é muito pouco e acho até que foi mais bem feito do que com o Leon), além da segunda metade da do Leon, onde tacaram o foda-se pra tentativa de terror, o que pra esse jogo foi bom. Sei que essa situação é bem controversa, mas a jogabilidade de cada RE é mais adequada a alguma coisa, e a do 6 é 100% adequada à ação, sem nenhum espaço pra ser usada num contexto de survival horror, logo o mais apropriado é que esse jogo se foque 100% na ação e os REVs no survival horror, podendo ter algumas cenas de ação (o que sempre houve na franquia, um pouco de ação sempre esteve na raiz também), já que a jogabilidade deles, especialmente do primeiro, tá mais no meio termo, diferente da do 6. Quanto ao RE7, também to achando esses elementos sobrenaturais disfarçados bem desnecessários, joguei um pouco mais desde que falei antes com vcs e embora o jogo ainda esteja divertido já to vendo mais da Eveline e suas alucinações e realmente não precisava. Isso fora o que já aparecia lá no começo com a Mia, que mais parecia que tava possuída por Satanás do que infectada.

          • Arnold Choppa

            Muito bem Hunk! Concordo plenamente!
            Acho que o RE6 tem uma jogabilidade divertida! Sokholov, as cutscenes do RE6 estavam muito bem feitas, preciso discordar com você nesse aspecto.
            Acho que o Hunk já falou tudo relativamente aos pontos negativos de RE6, partilho a mesma opinião que ele. Hunk, também não curti o fato dos zumbis serem muito fracos na campanha do Leon, praticamente você os despacha com 3 chutes, muito sem graça…
            Já na campanha do Chris os J’avos estão mais assentes na proposta jogo, eles são resistentes e ainda sofrem mutações, fora que o Chris tem o melhor boss final e o melhor final também. Foi a campanha que mais curti porque realmente sabia o que era (puro combate ao bioterrorismo) .
            Já em REV2 eu adorei o Survival Horror nele e acho que ele foi tão survival horror quanto os antigos, aquela Ilha transmitiu uma boa sensação de desolação e o jogo teve momentos tensos! Acho que REV2 apresentou uma linha de Survival Horror para os RE atuais que jamais deveria ser ultrapassada.
            Infelizmente a Capcom ultrapassou-a e isso culminou na inserção de um monte de elementos paranormais disfarçados de “efeitos do fungo/vírus”…
            A sério que era necessário aparecer do nada uma escrita na parede “Isto é culpa tua”… A Mia praticamente implorando para ser exorcizada? Um cara colando membros do corpo?
            Fora que nos flashbacks parece que a Eveline mata apenas com o olhar… Ela olha para a vítima e do nada esta começa vomitando a tal substância mucosa.
            Eu até que me animei com o anúncio do jogo, pensava que ele seria centrado numa família de infetados e outras armas biológicas, sem esses exageros sobrenaturais… Mas após jogá-lo, sai muitíssimo desiludido.
            Não o consigo ver no mesmo universo que RE1, 2, 3 4, 5 ou 6…
            Lembram-se da Lisa Trevor? Só o balançar daquelas correntes, gemidos e sua voz gritando mãe me causavam arrepios. A Lisa não precisou de exageros para nos arrepiar…
            Já no RE7 foi preciso uma Mia Demônio no início para nos dizer de caras “Isto vai ser terror” e umas alucinações que a mim não me transmitiram nada a não ser a minha reação “Wtf? A sério que isso era mesmo necessário?”
            Nunca nenhum outro jogo da franquia investiu nessa para “sobrenatural” e também não é só isso, o enredo fraco, personagens sem profundidade alguma e erros técnicos fazem dele um jogo mediano a meu ver.
            Ahhm, não quero spoilar nada caso vc ainda não tenha terminado o jogo mas tem uma chamada do além lol

          • Fanboy Maldito

            perfeito. todo fanboy do outlast devia ler esse post.

        • Hunk

          Eu gosto da ideia de ter um monstro perseguidor como o Nemesis, mas acho que nunca conseguiram realmente replicá-lo corretamente. O que eu gostava do Nemesis é que ele aparecia de surpresa, mas não ficava pra sempre te atrapalhando a resolver os puzzles ou explorar o cenário, dava pra realmente escapar dele e ele não ficava rondando a mesma área te impedindo de revisitá-la. Com o Jack depois que ele aparecia era um saco pra resolver qualquer assunto que tivesse pra resolver na área, um exemplo disso é na famosa cena em que o Ethan perde a perna, isso sem falar que é nessas perseguições que a lerdeza do protagonista mais se destaca. Aliás o Jack só não corre pra cima da gente pra matar na hora porque ele não quer, porque com a velocidade do Ethan seria impossível sobreviver a qualquer perseguição dele se ele tivesse tentando nos matar sem brincadeiras. Outra coisa que me incomodou é que a presença dele na área supostamente deveria ser combatida com stealth, mas o stealth desse jogo é quebrado, isso é algo que RE nunca conseguiu fazer direito, mas antes não era um problema porque os jogos não eram sobre stealth, no RE7 que isso pesou mais (e admito, no RE6 as cenas de stealth também não são minhas preferidas). Não importa onde vc esteja desde que seja na área que o Jack patrulha, ele muitas vezes acaba te encontrando sem nem ver e sempre vai pra onde vc tá, fora que o ambiente é muito pequeno pra poder haver qualquer perseguição decente, quando há parece até uma perseguição de Scooby Doo, é só os dois correndo (ou melhor, andando mais ou menos rápido) em círculos até o Jack ser despistado ou o Ethan morto. Bem, pelo menos depois de superar isso eu comecei a achar o jogo legal, embora eu ainda não seja tão a favor não negarei que tá divertido. Seja como for, eu não discordo das suas críticas, também to achando que a variedade de inimigos tá bem fraca e os puzzles não são tão surpreendentes. Não diria que eu acho os puzzles dos REs clássicos difíceis, mas eu gostava de como vc estava sempre ocupado realizando múltiplos puzzles interligados na mesma área, e o RE7 não tá conseguindo chegar à mesma escala dos clássicos nesse quesito, embora seja facilmente o RE pós RE0 com mais foco em puzzles, só não chegou no ponto certo ainda. Quanto à Eveline, eu ainda não terminei o jogo, acabei de sobreviver ao puzzle do bolo de aniversário do Lucas, que aliás merece palmas, esse daí me fez pensar tanto com o Clancy quanto com o Ethan, logo ainda não posso dizer nada sobre as alucinações dela, mas isso é exatamente o que mais tem me preocupado. Temo (não no bom sentido) que vá acabar ficando muito com cara de Silent Hill mesmo, isso já é uma preocupação minha desde antes do lançamento. Sei que não haverá nada realmente sobrenatural, mas se ficar com aspecto de perigo sobrenatural já acho que não ficará legal. To tentando não comparar muito esse jogo aos de ação, pois realmente é difícil de comparar, são propostas bem diferentes, mas eu gostei dos últimos REs também, não to tentando diminui-los. Aliás, minha única intenção no meu comentário anterior foi exatamente essa, criticar a forma como tendem a diminuir os REs de ação e colocar o 7 num pedestal, mas acho que pode ter ocorrido um mal quando quis expressar isso. Não culpo ninguém por não ter curtido o rumo de ação que tava havendo até então em RE, mas nem de longe os últimos REs são a merda que muitos tem feito parecer e nem de longe o 7 é essa perfeição toda também. Infelizmente ainda não posso dizer se concordo ou não com vc em assuntos mais relacionados ao enredo porque isso eu vou concluir melhor quando finalizar o jogo, mas sobre as outras coisas eu concordo em vários aspectos. Acho que nossa maior e talvez única discordância quanto ao gameplay seja sobre o Jack, mas pelo menos as batalhas contra ele eu não odiei, só não gostei como perseguidor. Aliás, esse jogo tem me deixado dividido quanto a isso, por um lado eu acho sacanagem que não haja mais foco em perseguições como fizeram parecer antes do lançamento, mas por outro lado como eu não gostei da forma como as perseguições foram aplicadas é até melhor pra mim que não hajam muitas.

      • Fanboy Maldito

        mas o RE7 também não alcançou a meta, e aí?

        • Hunk

          Sim, acho que pode ter havido um mal entendido no meu comentário, eu estava criticando a forma como todo mundo sempre considera o que o RE6 faz como um fracasso, independente dos números (segundo jogo mais vendido da Capcom), mas quando a galera gosta do jogo é sempre um sucesso independente de qualquer meta. O que eu quero dizer com isso é que se um é um fracasso por não alcançar a meta o outro também deveria ser, eu to concordando com vc nisso.

          • Fanboy Maldito

            eu jurava que eu tinha entendido seu comentário kkkkkk é, é por aí mesmo.
            eu entendo que o outlast deve ter sido bem mais barato que o RE6 monstruoso marketeiro, mas mesmo assim, os dois não atingiram as metas iniciais, mas pra um pessoal daqui o silent evil é um sucesso absurdo e o RE6 da massa é o maior fracasso que o mundo já viu. os dois são quase a mesma bosta, a diferença é que o outlast foi mais barato por ser quase um jogo indie.
            e como você citou, RE6 é o segundo RE mais vendido e isso não é pouca coisa não. eu duvido que o outlast 7 vá vender isso em 5 anos.
            foi mal o equívoco.

  • Fabricio Barbosa

    Sinceramente? O hype anda de mãos dadas com o medo da decepção, e eu estou muito receoso que a dlc ‘Not a Hero’ seja uma bomba fétida ao invés de criar um direcionamento decente para Resident Evil. Todo esse papo de “Umbrella Azul”, ou do “bem” me desanimou bastante, abismado com tamanha sandice, enquanto que soluções até mais simples poderiam soar mais plausíveis e verossímeis.

    Triste dizer isso, mas apesar de ser uma série a qual venho me apaixonando há 20 anos, se eu sentir que caminhos tortuosos e mirabolante estão se consolidando, vou deixar de acompanhar. E aí coloque no conjunto toda política da CAPCOM em relação aos fãs, relançamentos, etc, como aquele cônjuge que, no ato do divórcio, fala todas as mágoas.

    Não que ela se importe com isso.

    • Arnold Choppa

      A Umbrella do bem foi a coisa mais tosca que já vi em 16 anos de fã rsrsrs
      Chris desfigurado, Umbrela do bem… Quanta cagada junta.

      • Paulo Wirth

        Esperem a DLC sair antes de julgar.

        • Arnold Choppa

          Sim, vou esperar a DLC sair e o cara será mesmo o Chris e a Umbrella foi reformulada para praticar o bem, algo que o população lá do universo de RE irá aceitar de boas uma organização com tal nome e ainda o maior soldado aceitando trabalhar para eles de boas como se nada se tivesse passado.
          Já consigo prever o que vai acontecer… RE5 foi o único que realmente capricharam na história com ligações que remetiam até ao primeiro título e ainda o zero… Tudo o que surgiu depois dele foi puro enchimento e o 7 é a prova disso.

        • Sokholov

          Lendo seu comentário, voltei a fase 1 da formulação das teorias malucas de RE e analisando de novo as outras empresas bioterroristas então mencionadas, fiquei pensando se não haveria a possibilidade de um conluio entre essas empresas na criação da Umbrella paz e amor como um meio de tirar o foco das ações ilegais destas empresas. AI me perguntam, mas e o povo americana e todas as pessoas ao redor do mundo obviamente reagiriam negativamente a esta estupidez…
          Olha, neste momento, eu sempre tendo a olhar a coisa tomando como parâmetro nossa triste realidade e penso, a humanidade já fez tantas coisas imbecis, já repetiu tantas asnices, coisas que se fossem analisadas substantivamente teriam perfeitamente morrido no campo das idéias…
          Nada que uma boa propaganda de marketing e desinformação não resolva, e alias, conspirações na franquia é o que não falta.
          Voltando o pouco sobre a questão da “Umbrella Blue” a própria escolha propositada do nome Umbrella seria oportuno pela grande repercussão que geraria, basicamente só se falaria sobre isso em nos principais meios de comunicação.
          A própria a política brasileira serve não só como laboratória de testes como também campo de amostra disto: Quantas vezes não fomos ludibriados com falsas notícias/fake news e acontecimentos chocantes, quando tudo não passava de um estratagema para políticos canalhas realizarem atos corruptos na surdina?
          Lembrando que a antiga Umbrella tinha laços de fraternidade com o governo dos EUA, e tudo viraria queima de arquivo não fosse o incansável trabalho e esforço contínuos de nossos heróis da franquia. O mundo de Resident Evil ta na mão de gente podre. O fato de haverem inúmeras empresas bio terroristas ao redor do mundo corrobora com isto.

      • Fanboy Maldito

        umbrella do bem kkkkkkkkkk os fãs do outlast merecem isso

        • Sokholov

          RE7 nos mostrou um monte de novas empresas bioteroristas, tinha a propria HCF que ao que parece e uma das criadoras da Eveline e também a empresa da qual o mito Albert Wesker fazia parte como visto no mini game do Code Veronica, tem também “a família” do RE6..
          Mas não, a f*cking Crapcom quer reutilizar a Umbrella de novo, de novo e de novo.
          Trágico.

          • Arnold Choppa

            Sokholov, o problema não é utilizar a Umbrella e outras empresas que a tentam copiar. A última empresa original foi a Tricell para mim, que inclusive, era mais antiga que a própria Umbrella.
            O problema é que não duvido nada que essa Umbrella seja do bem! Agora pense, acha que a população lá do mundo de RE iria aceitar uma empresa com um nome desses? Um nome que só remete ao mal, bioterrorismo e responsável pela destruição de uma cidade? Ou pior, você acha que o CHRIS REDFIELD iria aceitar uma organização reformulada com esse nome?
            Você acha que o mundo aceitaria neste momento o ressurgimento de uma força Nazi ou com o mesmo símbolo com boas intenções para combater o Estado Islâmico por exemplo?
            Não faz sentido algum… A Família teria sido algo bom mas não, agora temos A Família, Natalia/Alex e a Umbrella. A Capcom perdeu a mão na história assim que fechou o arco central no RE5, tudo o que veio depois dele é só enchimento.

          • Sokholov

            Pois é, mas eu ainda quero acreditar que aquele não seja mesmo o Chris, mesmo que tudo o que vimos até agora aponte para tal fato.
            Eu tenho para mim que esse seria o plot original mesmo, e num lapso de sanidade os produtores perceberam a cagada que isso seria e resolveram anunciar o adiamento da DLC para depois da metade do ano…

          • Arnold Choppa

            Concordo! Mas esse cara apareceu no final, portanto seria meio sem sentido alterar o “Chris” só para a DLC…
            No máximo, creio que ele seria mesmo o nosso Chris mas devido à recepção negativa dos fãs, a Capcom decidiu adiar a DLC para trabalhar no roteiro e transformá-lo em um outro personagem (convenhamos, basta mudar o nome do personagem e alterar as coisas que tudo só ficará melhor até, pois nada pode ser pior que aquele Chris e Umbrella do bem kkk).
            Outra coisa, alguém já se perguntou o porquê desta DLC ser grátis? Em RE nós pagamos até por roupa extra! rsrsrs
            E do nada temos um CAPÍTULO GRÁTIS? Como é grátis, nenhum fã tem nada a perder, portanto a Capcom pode querer frisar que o cara é o Chris apenas para nos despistar… Agora, se a DLC fosse paga e eles afirmassem que ele era o Chris, aí sim eu acreditava. Caso contrário eles estariam mentindo ao consumidor que poderia estar disposto a pagar por uma DLC para jogar com o Chris apenas para ser revelado que não era ele no final.
            Mas como a DLC é grátis, a Capcom pode enganar, mentir e afirmar o que quiser, em meu ver.
            Eu espero mesmo que esse adiamento tenha sido pelo bem do rumo da história.

          • Sokholov

            Ai é que ta, a explicação seria que ele de fato é um farsante.O motivo para ele se identificar como “Chris Redfield” seria meramente para se utilizar da sua reputação talvez. Chris é um dos cofundadores da B.S.A.A e um dos ícones da luta contra o bioterorismo, acho que não seria tão difícil assim alguém recordar o nome dele.
            A ideia já levantada por alguns de que ele poderia ser o HUNK também me soa interessante embora eu ainda prefira o enigmático HUNK por trás da sua máscara de gás.

          • Arnold Choppa

            Esperemos que não seja o Chris mesmo, muito sem noção…
            Eu sei disso do nazismo, apenas usei como exemplo porque o Estado Islâmico é a ameaça atual e os Nazistas fizeram muita merda no passado, questão de exemplo mesmo.

          • Sokholov

            A comparação não é de toda precipitada ou descartável. O cinismo de Hitler era algo notório e ademais, o ministro de propaganda do partido nazista Joseph Goebbels é autor da “icônica” frase que parece ter inspirado não só os políticos como também quase toda a classe jornalística brasileira: “Uma mentira conta mil vezes torna-se verdade”
            Hoje em dia os nazistas poderiam muito bem montar uma oposição de araque para ajudar os islâmicos por trás dos panos.
            Quem sabe essa Umbrella Blue não é apenas uma faixada para a Umbrella Red agir nas sombras sem a atenção do público?
            Sugestivo, embora forçado, é melhor que acreditar na Umbrella paz e amor.

          • Hunk

            Também to achando que tá na hora de começarem a focar mais nas organizações já apresentadas ao invés de tirar mais do rabo, a Família é algo que até hoje eu ainda espero ver de volta, mas se bobear vai acabar sendo deixada de lado pra “ressurreições” sem noção da Umbrella. Aliás também concordo que usar o nome dessa empresa pra representar algo bom é muito sem noção, e acho que é tão sem noção que até a Capcom deve saber disso, logo imagino que devem estar planejando algo de ruim pra essa empresa fazer enquanto tenta se passar por boazinha, deve haver alguma explicação, mas isso sou eu tentando manter a esperança de que não farão merda, não apostaria de verdade nisso.

          • Arnold Choppa

            A história ta muito confusa… Só não quero é uma Umbrella do bem e um Christiano Huck, pelo amor de deus… NOOOOOOO! rsrsrs

          • Fanboy Maldito

            e os fãs vão comprar essa ideia e voltar as origens junto com a capcom. kkk

      • Marcos

        Vou ter que concordar com o Choppa, tirando o Chris, essa coisa de Umbrella do ”bem” …

        Isso se chama: Falta de Criatividade.
        O dia em que a Umbrella morrer de vez, a franquia acaba, Capcom não sabe desapegar desse nome, ou não tem cabeça pra criar outro.

    • Niero

      Concordo em todos os sentidos Fabricio, vamos torcer para vir algo muito positivo no dlc…. :/

    • Jean Lucas

      RE7 em termos de história tem vários pontos no-sense, o gameplay que realmente é muito bom no sentido de “terror” acabou anestesiando o público e fechando os olhos para as falhas que RE7 apresenta.

      Não é só o papo de “Umbrella do bem” que desanima (Neo-Umbrella, Umbrella do bem? Sério Capcom qual o problema de mexer nisso o tempo todo? dificuldade de manter o enredo da série sem mexer no passado?), mas o game beirar o sobrenatural (Coloca o nome de Silent Evil logo), não ter quase nenhuma referência a história principal da franquia e sendo praticamente um soft reboot. Fora que apresentou um personagem totalmente desconexo com a saga que talvez nunca mais apareça na série.

    • Marcos

      Pois é, lembra que a Capcom falava que o 7 seria o inicio de um ciclo de horror novo e bla bla bla, até ai, tudo bem, mas foi só anunciar essa DLC do Chris que a coisa ficou assim -> ???

      Porque ? Simples, o jogo não é de terror/survival horror ? A Capcom simplesmente voltou atrás, pois afirmou que a campanha do cara é voltada a AÇÃO. E todos nós sabemos como é que a ação do Chris Redfield funciona (né RE5).

      Incrivel que a gente precisa esperar uma DLC pra julgar em definitivo o 7, tomara que essa campanha extra traga relevâncias aos eventos do 7, porque se não, toda aquela aventura do Ethan pela casa, foi pra nada.

    • Thiago Gonçalves

      Confesso que também não gostei da história de duas Umbrellas, mas se a Umbrella Azul for realmente do bem a porta para novas organizações e até enlaces com organizações antigas pode ser aberta e dar um novo rumo na franquia sem a Umbrella ser sempre o lado mau da história.

  • Renan José Pereira

    Enquanto RE 7 for o foco da CAPCOM com essas metas de vendas DlCs e tudo mais ela não vai dar notícias de RE 2 Remake que aguardo a tanto tempo.
    Eu que sou um fã de RE a tantos anos que adora a “velha guarda” como RE 1, 2, 3 e o Remake vou esperar ainda MUITO tempo pro “possível” lançamento de RE 2 Remake.

  • Tiago Ferradás

    A Capcom é ambiciosa demais. Já foi um grande feito o jogo ter vendido 3.5 milhões de cópias. Não digo que foi um grande feito porque o jogo é ruim, longe disso. Digo porque ele foi na contra-mão do que a série principal vinha apresentando, focando em survival e agradando os fãs mais antigos da série, que são um público menor do que o grupo dos RE Hollywoodianos.
    Poxa, pra um jogo que foi lançado “na corda bamba”, sem garantias de sucesso RE7 tem ido muito bem, obrigado. São essas projeções astronômicas que fazem a empresa errar. Porque se um jogo não atingiu a meta de vendas, significa que ele não é bom ou não agradou o suficiente e então devem recuar no que foi apresentado. A Capcom precisa aprender que às vezes, menos é mais.

    E se por “tempo de vida” inclui-se ports e remasterizações, então sim, com certeza chega a 10 milhões. Provavelmente veremos “novas velhas” versões de RE7 a cada ciclo de geração de consoles, como acontece até hoje com o já enfadonho RE4.

    • Paulo Wirth

      Mas é justamente disso que a Capcom fala. 10 milhões ao longo do tempo de vida seria pelo menos em meia década.

    • Marcos

      ”Provavelmente veremos “novas velhas” versões de RE7 a cada ciclo de geração de consoles, como acontece até hoje com o já enfadonho RE4.”

      Mas Resident Evil 4 marcou uma geração, era um game a frente de sua época. Resident Evil 7 é só mais um Resident Evil que estamos acostumados, nada demais, foi apenas a obrigação da Capcom em voltar ao gênero Survival Horror. Pra merecer os ports infinitos (como acontece com o 4) a recepção do 7 teria que ser no minimo ”INCRÍVEL”, o que não é. ”A mas o 4 foi um divisor de águas também”, sim, mas eram ”fãs” birrentos que só queriam mais do mesmo.

      Só ver os comentários Br’s ou em lugares ai pra fora, tem uma porcentagem grande que não gostou do 7 (muitos devido a câmera) ou pelos defeitos do game em si (variação de inimigos, personagem ruim… e por ai vai).

  • Guilherme Rodrigues

    É interessante. Pode ser que Resident Evil 7 consiga chegar nessa marca, mas será necessário alguns anos, e seria essencial o lançamento de ports, remasterizações, e boas promoções também (mas é claro que tudo isso vai acontecer, afinal, é a Capcom). É bom saber que as vendas do jogo continuam seguindo bem.

  • Jean Lucas

    É capaz de RE7 chegar nessa meta mesmo pois foi um game que finalmente atingiu as expectativas e apesar de suas falhas como contar com um protagonista raso e sem carisma nenhum, beirar o sobrenatural (Coloca o nome de Silent Evil logo), pequenas referências a história principal da franquias sendo praticamente um soft reboot, o game tem o seu valor.

    É um bom jogo de terror que tem poucas coisas de RE mas ainda sim tem capacidades de atingir tal expctativa, porém não agora.

  • Walisson Silva
  • Sokholov

    10 milhões me parece otimista demais, embora o jogo não seja ruim. Acho que nem um RE de mundo aberto alcançaria essa marca, rs.
    Sem falar no desenrolar da DLC Heroi que nada, que pode ter peso fundamental nessa meta.
    Vamos ver se a Capcom tem culhões.

  • Fanboy Maldito

    se a capcom quiser chegar nos 10 milhões com o outlast, é bom adiar o RE2 remake pelos próximos 10 anos, porque assim que esse jogo tiver um trailerzinho , o silent evil vai cair no esquecimento rapidão. ou podem fazer um esquema igual fizeram com o remaster do modern warfare e vender os dois juntos, mas acho isso pouco provável.

    • Daniel

      RE7 já está caindo no esquecimento, já vai para o quarto mês de vida útil, sem a tal DLC número 3, que só serviu para encarecer mais o preço do passe de temporada.
      E agora que a Not A Chris foi adiada, acho difícil o jogo chegar nessa cifra absurda de vendas. Capcom está fumada ou chefiada.

  • Marcos

    ”Essa confiança existe pelo fato de finalmente terem retornado às origens de horror, o que gerou uma recepção positiva de fãs e da mídia especializada.”

    Aqui já tem um porém, essa recepção está mista, muita gente detesta o 7, inclusive os fãs ”antigos”. Mas também tem aqueles (como eu) que gostou do 7 mas não fica cego aos defeitos do mesmo, tem muita coisa pra melhorar nessa nova ”pegada”, MUITA mesmo.

    ”Falando em DLCs, é esperado que a recentemente adiada DLC “Not a Hero“, estrelando Chris Redfield, de alguma forma desperte o interesse de uma parcela de fãs que desejavam ver personagens clássicos presentes de forma jogável;”

    Outro porém:
    1º – Pode não ser o Chris;
    2º – Se for ele, vão dizer que está diferente (o que já gera polêmica) ou;
    3º – A gente não consegue ver o homão em ação.

    Bem que esse adiantamento poderia ser a inclusão da câmera em terceira pessoa que todo mundo pede (pelo menos, na campanha do Chris), ver ele socar a casinha dos Baker seria lindo.

    • Mia Winters (^-^)

      “Aqui já tem um porém, essa recepção está mista, muita gente detesta o 7, inclusive os fãs ”antigos”. Mas também tem aqueles (como eu) que gostou do 7 mas não fica cego aos defeitos do mesmo, tem muita coisa pra melhorar nessa nova ”pegada”, MUITA mesmo.”

      Pois é, Marquito. Tô achando a Capcom, ambiciosa demais pra querer que RE7 alcance 10 milhões. Enquanto houver tanta reação negativa em relação ao jogo, vai ser bem difícil pra chegar essa meta. Por mais mais que RE7 seja muito bom, ele ainda tem vários defeitos a ser consertados e propostas dessa nova “pegada” a ser analisada, concordo com você. Se eu fosse a Capcom, primeiro terminaria essa Not a Hero, e esperava pra ver a reação da galera, pra só depois fazer alguma estimativa maior, eles tem que ir com calma, porque se não, isso vai dar muito certo não.

    • Jean Lucas

      Esse ponto eu toquei a um tempo atrás que a fanbase tava tão “anestesiada” com o gameplay de RE7 que praticamente fechou os olhos para as falhas de RE7. Não é só o papo de “Umbrella do bem” que desanima (Neo-Umbrella, Umbrella do bem? Sério Capcom qual o problema de mexer nisso o tempo todo? dificuldade de manter o enredo da série sem mexer no passado?), mas o game beirar o sobrenatural (Coloca o nome de Silent Evil logo), não ter quase nenhuma referência a história principal da franquia e sendo praticamente um soft reboot.

      Fora que apresentou um personagem totalmente desconexo com a saga que talvez nunca mais apareça na série. RE7 foi um bom game e talz, mas não podemos fechar os olhos para os furos do game

  • Thiago Gonçalves

    10 milhões?!!!! Só se eles fizerem RE8 e RE9 terem uma história muito boa fazendo com que RE7 seja essencial para estes dois, com isso eles quebrariam a birra que existe em cima do jogo da família Baker, aí sim eu acredito que a longo prazo o jogo venda 10 milhões, o tempo dirá.

    • Hunk

      Isso com certeza ajudaria, aliás seria até legal se conseguissem fazer com que a história desse jogo se torne mais relevante, mas essa previsão ao meu ver depende muito dos consoles, talvez até mais do que do jogo. Digo isso porque pra chegar a vender isso tudo ao meu ver seria necessário mais versões do jogo, e pra isso seria necessário novos consoles pra justificar essas novas versões. Tudo bem que não deram um prazo específico e disseram que é a longo prazo, então quem sabe, se daqui a mais algumas gerações de consoles essa previsão ainda valer pode ser que somando todas as versões do jogo, supondo que ele tenha uma versão pra cada console de cada geração, é possível. Por outro lado pensar nisso é inútil, não diz nada, porque se a previsão valer pra sempre e o jogo continuar sendo relançado indefinidamente então qualquer RE acabaria quebrando os 10 milhões eventualmente, acho que só faz sentido avaliar versões de cada geração separadamente, o que a Capcom faz numa lista deles, mas não neste caso. No fim das contas o que eles nos disseram foi nada, só o que o RE4 já comprovou a muito tempo, que se vc continuar relançando um jogo ele vende mais e mais a cada relançamento.

      • Thiago Gonçalves

        Mas se for pra comparar RE7 com RE4 em termos de aceitação a coisa fica diferente, eu não acredito que RE7 venda 10 milhões sem estímulos, só ports e remasterizações não terão o mesmo efeito que RE4 teve, fazer com que o jogo tenha uma relevância na história com as continuações seria um meio importante pra isso.

        • Hunk

          Também acho que se eles querem 10 milhões mesmo terão que fazer tudo que for possível, mas ainda assim RE4 não continua vendendo por relevância no enredo, aliás é um dos menos relevantes nesse quesito, vende porque foi um sucesso mesmo, muito bem aceito. Tudo bem que gerou muita polêmica, mas mesmo desconsiderando quem não gostou ainda assim possui uma fama bem grande. Não que o RE7 também não tenha, dá pra ver que ganhou uma fama positiva bem forte mesmo, mas se até pro RE4 foram necessárias várias versões acredito que pro 7 não seria diferente. É claro, não é só questão de relançar o jogo, tem que ter marketing bom envolvido também, mas como a Capcom acabou de dizer que vai focar nisso já é uma coisa a menos, agora ao meu ver o que falta pra vender 10 milhões são relançamentos mesmo. Nem garanto que isso será de fato o suficiente, pelo menos não tão cedo, mas se a cada geração eles continuarem relançando e com marketing bom é possível que passe dos 10 milhões, o que eu acredito que qualquer RE principal consiga ao longo de muitas versões em condições similares.

  • Arnold Choppa
  • Mia Winters (^-^)

    Sério que depois do fracasso de vendas do RE6, a Capcom ainda não aprendeu a deixar de ser ambiciosa? Não tô querendo dizer que RE7 é um jogo ruim e que foi um fracasso, muito pelo contrário, dá pra ver que o jogo ainda está indo bem, mesmo tendo vendido abaixo do esperado. Mas, agora, querer que RE7 atinja a meta de 10 milhões, acho bem impossível de acontecer em curto prazo, e tem alguns motivos pra isso:

    1º- O gênero do jogo não é tão popular como o de ação. Jogos de terror costumam vender bem menos do que os de ação;
    2º- Deve se levar em conta que teve uma boa parte de fãs que não curtiram a proposta do jogo;
    3º- Deve se levar em conta também, que tem os haters que de certa forma, fazem que o jogo seja muito mal visto, e assim acabem influenciando as outras pessoas a não comprarem ou não gostarem do jogo;
    4º- Nós brasucas sofremos há anos com o bendito preço injusto. Nem todo mundo tem condição de comprar o RE7, e tem os que acham que não compensa pagar caro num jogo de curta duração. E sem falar no preço do PS4…
    5º- Provavelmente, muitos fãs só irão comprar os futuros jogos da franquia, e pularão o RE7 por motivos plausíveis ou não plausíveis, e se for esse último caso, vai depender se a galera aprender a abrir a mente pra dar uma chance pro jogo.

    Acho que se essa meta for alcançada, vai ser só daqui a um bom tempo mesmo. A Capcom deveria ir com calma nessas estimativas, porque enquanto houver essas reações negativas em relação ao jogo, muita gente vai optar em não comprá-lo. Mas só o tempo dirá se tudo dará certo.

    • Thiago Gonçalves

      É por isso que eu acho que o jogo tinha que ser muito bem “amarrado” com as continuações, para poder haver uma relevância nele, fazendo com que ele se torne algo essencial pra quem quiser comprá-lo e assim, quem sabe, atingir a meta absurda da Capcom.

      • Mia Winters (^-^)

        Eu estive pensando muito sobre isso também. Eu ainda acho que de certa forma, RE7 vai ter alguma conexão com os REs anteriores (além da Umbrella e Chris), e relevância para os próximos jogos, assim como foi com o RE4. E quem sabe assim, a galera acabe decidindo comprar o RE7, mas é claro que isso vai durar um bom tempo, por isso a Capcom deveria esperar o tempo passar, antes que fizessem uma estimativa grande dessas.

        • Sokholov

          Sabe aquela tentativa de agradar Espartanos e Atenienses em RE6? Pois é, acho que a Capcom tentou dar uma reformulada na idéia sem nos avisar oficialmente, e farão a tal DLC HEROI QUE NADA como um prato cheio para os curtidores de Call of Evil.
          Essa tese faz ainda mais sentido, se analisar o pronunciamento dos produtores do Vendetta de que não seria plausível colocar Chris e Leon em uma trama de terror novamente… E ao que parece, o que vimos no final de RE7 será mesmo o Chris, então…
          Capcom não mudou nada. Vai tentar agradar todos os públicos e justamente apelando para isso é que surgiu esse delírio de vender 10 milhões de unidades.

          • Mia Winters (^-^)

            “farão a tal DLC HEROI QUE NADA como um prato cheio para os curtidores de Call of Evil.”, pelo amor de Deus, cara! Fala isso não! 🙁
            Eu sei que tudo o que você falou no comentário faz sentido, mas, caramba, a Capcom já provou com RE7 que não tem medo de mudar, e além disso, mesmo algumas coisas provando que aquele é o Chris, nada impede da Capcom estar nos enganando. E sabe, ainda tô tentando ser positiva de pensar que a ação da Not a Hero será equilibrada e não frenética 🙁

          • Sokholov

            É só o que consigo pensar no momento. Por que esse delírio de vender 10 milhões de unidades assim “do nada”? Eu gostaria de acreditar que a Capcom mostrará uma história mais aprofundada, bem como nos apresentar um pouco melhor essas novas empresas bioterroristas e tal… Só que a Capcom nunca foi de fazer isso. Além do mais, o pessoal que curtiu RE6 ta enchendo o saco por causa de RE7, e ainda, num enredo com ação mesmo “balanceada” a trama acaba ficando quase sempre em segundo plano.
            Mas o fato mesmo, é que eu acho que a Capcom ainda não desistiu totalmente da ideia de agradar todos os públicos, e a DLC com o “Chris” se é que e ele mesmo, tratara de dar esse agrado ao público mor.

          • Mia Winters (^-^)

            Nossa! Imagina se você está mesmo certo que essa meta de 10 milhões, seja porque ainda terá ação frenética em Not a Hero? Poxa, aí eu simplesmente ficaria P da vida. O que a Capcom teria em mente? ” É só pôr um pouco de ação, que não fico muito no prejuízo”. Se for assim, ela vai ter que começar a fazer spin-offs de ação pra agradar os fãs de Call of Evil, porque né…

          • Thiago Gonçalves

            Acredito que eles falaram isso para o filme, fazer um clima de terror com o que esses personagens já apresentaram até então seria algo impossível, o RE7 na verdade é um verdadeiro laboratório de testes, eles mexeram no jogo, deixaram ele com a pegada mais de survival horror e colocaram uma DLC com a pegada da ação pra ver como isso vai ser” aceito”, dependo de como for contextualizada a ação dá pra fazer os próximos jogos com uma mescla disso, havendo um equilíbrio os jogos não perderão a proposta do que os dois gêneros oferecem.

          • Sokholov

            So se for para arrebentar o Jack no soco. Não nos esqueçamos de que se trata do “Chris”, hehehe

        • Thiago Gonçalves

          Concordo, e olha que nem completo o jogo está, se as DLCs fossem lançadas e ele continuasse a vender no ritmo em que vendeu durante os 3 meses iniciais seria muito plausível a estimativa de 10 milhões a longo prazo.

    • Marcos

      Nem OUTLAST que é o survival horror definitivo da galera vende muita coisa, ainda mais Resident Evil, que só está de pé ainda, porque a Capcom não tem culhões de criar uma nova IP.

    • Luis Felipe Soares

      Mas essa marca de 10 milhões é a longo prazo, tanto que na matéria foi dito que será ao “longo tempo de sua vida”. Impossível 10 milhões em curto prazo.

      • Sokholov

        Para chegar nos 10 milhões ta difícil ein, nem o RE4 que só faltou ter port para calculadora…
        Acho que vão bater essa meta em RE7 ein?

        • Mia Winters (^-^)

          Pois é, eu sei que a curto prazo é impossível. Mas a longo prazo acho bem difícil também. A não ser que a Capcom renove o pacto com o diabo :V :V tô zoando, tá gente? rsrsrs

          • Luis Felipe Soares

            õ_o
            Deus nos livre.

          • Mia Winters (^-^)

            Acho que você não entendeu minha zoera kkkk. Lembra que anos atrás, tinha a moda dos artistas illuminatti que faziam pacto com o diabo pra fazer sucesso e vender bem? Então é isso kkkk . Mas fica frio que sou cristã, tá? rsrsrs

          • Thiago Gonçalves

            Capcom procurando renovação de pacto:
            https://www.youtube.com/watch?v=r1r3ThM_VSI

  • Biohazard 7 é O JOGO. Abriu porta para várias possibilidades.

    Imagina um Revelations 3 ou algo do tipo com Moira indo atrás da Natalex com uma peixeira por ter matado alguém da família dela (pode ser o Barry). Daí no final do jogo ela encontra uma katana e vira uma ninja, criando mais uma subfranquia voltada pra ação.
    (eu sei que eu tô viajando carai)
    Ou pode envolver algum personagens que poucos conheçam (irmãos Klein ainda tão aí, novinhos).

    Cara, eu mal posso esperar por algum vazamento.

    • Sokholov

      “Imagina um Revelations 3 ou algo do tipo com Moira indo atrás da Natalex com uma peixeira por ter matado alguém da família dela (pode ser o Barry). Daí no final do jogo ela encontra uma katana e vira uma ninja, criando mais uma subfranquia voltada pra ação.”
      Onimusha Evil

      • Onimusha Evil Rising

        • Thiago Gonçalves

          Onimusha Reborn: The Evil Again

          • Sokholov

            Onimusha The Final Chapter
            kkkkkkkk

          • Onimusha Vendetta 2: Revelations 3

          • Sokholov

            Onimusha 7 Alice rebirth – Umbrella Blue Chronicles

          • Onimusha 8 The Dark Alice Rises

          • Sokholov

            Onimusha 8 – Wesker Reloaded

          • Thiago Gonçalves

            Mas só tem 4 Onimushas….

          • Sokholov

            Opa é mesmo? Capcom me contrate!
            Onimusha Evil 10 – End of the world!

    • Marcos

      ” Daí no final do jogo ela encontra uma katana e vira uma ninja, criando mais uma subfranquia voltada pra ação.”

      Pronto, agora além de ação, vai encher de fãs do gênero Hack ‘n Slash.
      ”Mimimi meu RE de espadinhas é melhor que o seu de monstrinho e medinho” …

      Não deem ideia mas já dando: Resident Evil Rising.

      • Thiago Gonçalves

        Resident Evil: The Evil Within

        • Sokholov

          Resident Evil: Kill Bill return

          • Thiago Gonçalves

            Resident Evil: The Secret Art of Sword

          • Sokholov

            Resdient Evil – Leon the american samurai

          • Mia Winters (^-^)

            Resident Evil : Justice League
            Chris vai ser Super Homem, Leon vai ser o Batman, Jill a Mulher Maravilha e a Claire vai ser a Super Moça :V :V

          • Marcos

            Resident Evil : Vingadores.
            Chris – Capitão América;
            Leon – Homem de Ferro;
            Claire – Miss Marvel;
            Ada – Viuva Negra.
            Ethan – Gavião Arqueiro.
            Hulk – É uma B.O.W do ”bem”.

          • Mia Winters (^-^)

            “Chris – Capitão América;” HUMMMMMMM… Marquito, Marquito…
            Não foi por coincidência, né seu zoero?! kkkkkkkkk

          • Thiago Gonçalves
          • Mia Winters (^-^)

            kkkkkkkkk E aí, Marcos? Vai deixar o Thiago te zuar?

          • Thiago Gonçalves

            kkkkkkkk, eu só relacionei as coisas.

          • Mia Winters (^-^)

            kkkkkk Será que o Marcos é parecido com o Marquito? XD

          • Thiago Gonçalves

            kkkkkkkkkkkkkk, creio que não. Segundo ele, ele é parecido com o Chris, resta saber qual versão é.

          • Marcos

            Um pouco de ambos, não sou Bodybuilder e nem loiro, mas já tive cabelo comprido.

          • Thiago Gonçalves

            MELDELS, KKKKKKKKKK.

          • Marcos

            Ou seja, hoje eu pareço o Chris raiz, aquele do Remake. ;D

          • Mia Winters (^-^)

            Uau! Então você deve ser lindo! Agora tô curiosa! Mostra seu rosto pra gente, Marquito! Please!

          • Marcos
          • Thiago Gonçalves

            Com beijinho e tudo. Ó o cara meu, kkkkkk

          • Mia Winters (^-^)

            Fui eu quem deixei aquele beijinho ;D Marcos é quem sabe, não é Marquito? ;D

          • Thiago Gonçalves

            Ó aí, Marquito, é só fazer o gol, kkkkkkkkkkkk.

          • Sokholov

            Mas tem que tomar cuidado para não estourar a proteção e ela fazer o dom Juan assumir a paternidade da Eveline, ou ela decepa seu membro!

          • Thiago Gonçalves

            Isso é um problema para o “Marquito”, nessa eu saio inteiro.

          • Sokholov

            *Editado
            Quis dar replay mas mantendo o comment aqui no fim da lista

          • Marcos
          • Mia Winters (^-^)

            Acho que você não gostou das nossas zoações. É porque você já tem namorada, não é?

          • Thiago Gonçalves

            É, brother, segura essa, kkkkkkkkkk.

          • Mia Winters (^-^)

            Repare que ele está tão constrangido, que até agora não nos respondeu aqui embaixo kkkkk

          • Thiago Gonçalves

            Ele respondeu acima, você vai gostar.

          • Marcos

            Eu havia dado F5 e não aparece mais essa parte aqui.

          • Sokholov

            Men + [img]http://i.imgur.com/kjNo0JX.jpg?1[/img]

          • Mia Winters (^-^)

            NOSSA MARQUITO! VOCÊ É LINDO MESMO! ME BEIJA MEU ABOR!

          • Thiago Gonçalves

            KKKKKKKKKKKKKKKKKK

          • Luis Felipe Soares

            Acho que eu fui o único a mostrar o rosto aqui. Todo mundo aqui é Ethan.

          • Mia Winters (^-^)

            Então você está afirmando que todos aqui são sem sal e você é o único tão dahora quanto a Mia XD

          • Luis Felipe Soares

            Não o_o
            Quis dizer que ninguém tem rosto, kkk.

          • Mia Winters (^-^)

            kkkk eu sei, só to te zuando XD Imagina o furdúncio que ia rolar aqui se todo mundo revelasse as caras?

          • Luis Felipe Soares

            Pra mim não tem problema, eu antigamente também não gostava de ficar mostrando meu rosto, mas perdi isso. Sei lá é que gosto de conhecer bem as pessoas e de relacionamentos mais próximos.

          • Mia Winters (^-^)

            Nossa, volta e meia eu aperto sem querer o botão de vote negativo, desculpaí rsrsrs.
            Eu tenho vontade de passar a mostrar meu rosto, mas a timidez não deixa rsrs, mas quem sabe um dia a gente aqui tome coragem?

          • Luis Felipe Soares

            Bem eu já mostrei o meu em outro post e não sou nenhum Tom Cruise. Então se for por questão de beleza todo mundo pode perder a vergonha, kkk.

          • Mia Winters (^-^)

            Não é nenhum Tom Cruise, mas tu é bonitão rsrs Bem, e quanto a mim, não me acho feia, mas mesmo assim, tenho vergonha ><

          • Luis Felipe Soares

            Obrigado pelo elogio ^^

          • Marcos
          • Marcos

            Ainda bem que eu lembro o Chris raiz, o único da franquia que se parece comigo.

          • Thiago Gonçalves

            Flw, garanhão, taca a Mia na parede e chama de Jill.

          • Mia Winters (^-^)

            Taporra! Que isso gente! Eu gosto de homens com iniciativa, mas os cavalheiros ganham imediatamente o meu coração <3

          • Thiago Gonçalves

            Eu sei que você gosta de fincar mãos de homens na parede, tá.

          • Mia Winters (^-^)

            Só quando estou de TPM ou se os homens me darem motivos suficientes pra fazer isso XD

          • Thiago Gonçalves

            “Me darem motivos suficientes para fazer isso”
            Motivos bons ou motivos ruins?
            https://uploads.disquscdn.com/images/5e840d1375ecc15f8e3a9b63fc7b955b1c4021831e52df917640f7481267fad0.jpg

          • Sokholov

            Precisa de motivo não. Ela é doida. O perigo maior e você dormir e acordar o outro dia com o membro fálico decepado.

          • Mia Winters (^-^)
          • Thiago Gonçalves

            Sei lá, a Mia é a Mia, né? Vai saber… Kkkkkkkkkkkkkk

          • Marcos
          • Sokholov

            Isso tudo é ciume por que a Jill ficou com seu amado Albert!
            Pronto falei!

          • Mia Winters (^-^)

            Do que você tá falando? O certo é isso aqui:
            Jill e Albert <3
            Chris e Piers <3
            Falo mesmo!

          • Thiago Gonçalves

            Chris Marquito e Mia Joe Joe <3

            Pronto falei!
            JuanEvil not approves

          • Mia Winters (^-^)

            Vixe! Se o Juan ler isso ele vai ficar p da vida com você kkkkk

          • Thiago Gonçalves

            Imagina o que ele fará com você ao ler os comentários da foto do Chris com a Jill, vai surtar na hora, kkkkkkkkkk. Vamo tudo morrer.

          • JuanEvil
          • Mia Winters (^-^)

            Chegou tarde hein Juan. Já era! Não quero mais você! Agora só vai dar eu Mia Joe Joe e Chris Marquito <3 <3 I'm sorry :p

          • Marcos

            Desculpa Juan, é culpa do Thiago !

          • Marcos
          • Thiago Gonçalves

            KKKKKKKKKKKKKK, prevejo muita ponte aérea de Rio-Porto Alegre, hem.

          • Sokholov
          • Thiago Gonçalves

            Aquela pessoa que entra em sua vida para renovar as “esperanças”.

          • Marcos

            Pelo menos Albert deu um propósito real para a Jill fazer alguma coisa!
            https://uploads.disquscdn.com/images/e93dc45a3129b09ce9d4e4651172de22157463fd9fef555eb54998c48f33e425.png

          • Sokholov

            Ele fez mais do que isso.
            Fez o Babachris se tornar um bêbado sem rumo e zé ruela no RE6 (todos sabemos que a história de perder um monte de macho foi balela, o único homem da vida do Chris foi e sempre será o Albertão!)
            EM RE7 a nostalgia é tanta que até a arma do Chris tem o nome Albert…

          • Marcos

            Nunca neguei que o Redfield fosse gay.
            Mas agora o jogo virou, Leon perdeu a franja (aquele emo) e virou um bêbado.
            Segundo a Capcom, Chris está de ”boa” com a vida.

          • Sokholov

            A primeira fase sempre é mais difícil, a da aceitação. Leon ainda está chocado por descobrir que ao invés da Ada ele pegou a shemale Carla Radames no damnation…
            O Chris por outro lado já esta flertando com o Arias no Vendetta.

          • Thiago Gonçalves

            O sentido não era esse, mas tá valendo, kkkkkkkkkk.

          • Thiago Gonçalves
          • Mia Winters (^-^)
          • Thiago Gonçalves
          • Sokholov

            Xaropinho é o Fanboy maldito, ops…

          • Thiago Gonçalves

            KKKKKKKKKK.

          • Sokholov
          • Marcos

            Então você pegou a referencia:
            https://uploads.disquscdn.com/images/8c9ae89b3d3ae9b3831a1f2afa5d6650da42f80a8c23ad3f6e2309b2d934f67d.png

            Porem, achei que você iria perguntar: Cadê a Jill ?
            Esqueci de mencionar o Thor, existe uma Thor mulher, então:
            Jane Foster – Jill Valentine.

          • Mia Winters (^-^)

            É porque você fica zoando a Jill, e eu não aguento mais você ficar zoando ela de inútil, então achei melhor deixar pra lá, mas não deu certo XD

          • Sokholov

            Este insolente ainda vai experimentar o fio da minha espada. Ninguém insulta minha rainha e ainda traz calúnias até a mim impunemente.

          • Marcos
          • Sokholov

            Persa, já te disse que até chegar la embaixo no poço leva algum tempo?

          • Sokholov

            A Sherry sera a power girl, Wesker o ciclope, Lucas Baker o Deadpool, a Eveline o professor X, Ada a mulher gato.
            Leon Wayne vai conseguir a proeza de capotar o batmóvel logo antes de destruí-lo em mil pedaços.
            A criptonita do Chris será perder seus machos a cada nova missão.

          • Mia Winters (^-^)

            kkkkkkkkkk Cara, você é um gênio!

      • Resident Evil Rising: Vendetta 2

    • Luis Felipe Soares

      Sempre sonhei com um Resident Evil Hack n’ Slash.

      • Maester Alex

        Eu quero um Resident Evil Kart.

    • Fanboy Maldito

      vou nem doençar, vai que é zoa…

  • Hugo

    A marca dos 10 milhões em um tempo estimado…RE2 Remake se encarregará disso.

  • Daniel

    Eu acho que a Capcom deveria parar de estipular metas altas de vendas, focar mais nessa maldita DLC que vai sair sei lá eu quando. Quanto maior a subida, maior será a queda, o Remake do RE2 vai ser estipulado para vender quanto, 20, 30 milhões?
    Apesar de gostar do RE7, duvido muito que ele alcance essa cifra.

  • Luis Felipe Soares

    Não dá nem pra chegar em uma News mais tarde que já está cheio de comentários o_o
    Qual foi o flood dessa vez?

    • Marcos

      Culpa do Oli, olha ali no comentário dele.

      • Luis Felipe Soares

        Eu vi que começou por ali, mas ele nem deu continuidade, kkk.

        • Mia Winters (^-^)

          Pelo menos não foi culpa da Mia desta vez :V

          • Marcos

            Culpa da Guerreira Final ! ! !

          • Sokholov

            Vamos resolver nossas diferenças nas termópilas! Logo colocaremos a prova a sua reputação!

          • Luis Felipe Soares

            Claro que não, que culpa teria nossa diva.

    • Thiago Gonçalves

      A culpa é minha, eu tava a fim de dar umas zoadas, sabe.

      • Luis Felipe Soares

        Hmmm, é que deu preguiça ler tudo =P

        • Thiago Gonçalves

          Eu resumo, tem uma pessoa que tava falando Marquito pra lá e Marquito pra cá, aí eu instiguei, e rolou umas REVELATIONS por aí, tem outra pessoa que curte essa pessoa que fala Marquito pra lá e Marquito pra cá que tá só de espreita e pode rolar uma VENDETTA mais tarde, kkkkkkkkkk.

          • Luis Felipe Soares

            Isso significa que Revelations 3 está próximo. Quem vai participar?

          • Thiago Gonçalves

            Aí eu não posso dizer, mas dei dicas.

          • Luis Felipe Soares

            Quem é o Marquito? Não estou podendo mais ficar até as “Altas Horas do Chat Revil”, XD.

      • Sokholov

        Se a culpa é sua, poderia ter posto ela em quem você quisesse ué, para que assumir a autoria e ficar com a infâmia?

        • Thiago Gonçalves

          É mais sensato assim.

          • Sokholov

            Faz que nem o partido trabalhador oras:
            [img]http://i.imgur.com/yW9rIJp.jpg?1[/img]

          • Mia Winters (^-^)

            PTistas vão a loucura!

          • Luis Felipe Soares

            Porém menos ético.

          • Thiago Gonçalves

            Mas a culpa é minha.

          • Luis Felipe Soares

            Mas você foi de petico em assumir a culpa.

          • Thiago Gonçalves

            Que é ir de petico? Essa eu não sei.

          • Luis Felipe Soares

            Foi mal, erro de digitação, kkk. Eu quis dizer “você foi ético”.

          • Thiago Gonçalves

            kkkkk, tá de boa.

          • Thiago Gonçalves

            Mas eu ajudei a floodar, então…

  • JuanEvil

    Claramente eu lendo os comentários:
    https://m.youtube.com/watch?v=z0B4S_QaCQI

  • Marcos
    • Sokholov

      Pena que o tipo de carne que você quer não esteja no cardápio 😉

    • Mia Winters (^-^)

      Eu ia esperar você terminar de jantar mas estou com sono. Boa noite a todos! Até mais um bate papo uol Revil! Bye!

    • Rodrigo Zika!

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Rodrigo Freitas

      Gente,a conversa do post chegou até em Jojo Bizarre adventures dessa vez kkkkk

      • Hunk

        JoJo, onde? Não me diga que eu perdi uma conversa sobre JoJo, droga, bem nos momentos mais críticos eu não to presente.

        • Rodrigo Freitas

          Qual parte do anime ou mangá eles que eles falaram? https://uploads.disquscdn.com/images/92f0fd1f036b194a7d6d7ed80b774699fe894e64533afe85678411f34c036ac6.jpg (provavelmente os MOD vão me banir por causa dessa imagem kkkk)

          • Hunk

            Não sei, é difícil de escanear essa conversa toda, muito comentário, mais a parte que mais vale a pena falar só pode ser essa:
            http://vignette4.wikia.nocookie.net/jjba/images/5/52/Josephnovo.png/revision/latest?cb=20150123005423&path-prefix=pt-br
            PS: Joseph is love, Joseph is life.

          • Rodrigo Freitas

            O QUE?ele é teu preferido? https://uploads.disquscdn.com/images/830edac12e46a848801c18e30cd216c37c981dff567de4a33bc3d8632eeb7ddb.gif O meu TAMBÉM,quer dizer,acho que maioria do pessoal que gosta de Jojo,prefere ele do que o Jotaro e os outros

          • Hunk

            Até então tenho gostado de todos os protagonistas (não acompanho o mangá, só o anime), mas o Joseph é a mistura perfeita das melhores qualidades que um Joestar pode ter. Ele é extremamente competente e ao mesmo tempo consegue ser o protagonista mais sem noção até então, é o clássico gênio idiota, o cara é um poço inacabável de carisma e humor puro seja como jovem ou velho. Infelizmente eu já sei que a aparição dele na parte 4 foi a última, mas não importa o quão longe o anime for eu nunca esquecerei dele.

          • Rodrigo Freitas

            Eu achei triste a aparição dele na parte 4,aquilo me faz sentir que ele vai partir e nunca mais vai aparecer na franquia,é claro também sempre vou sempre lembrar dele.Na parte do mangá que você disse que ainda não acompanha,eu comecei a ler a parte 1 ainda(comecei pelo anime também),nisso só posso dizer que gostei dos 4 personagens até agora(favorito o joseph),só tô lendo o mangá por causa das parte cortadas que anime não teve(acho que não tem nada de relevante essa cenas,mas mesmo assim vou ver o que tem nelas)

          • Hunk

            É triste mesmo, embora ele ainda seja um personagem incrível que nunca falha em entreter sua vida realmente não está com cara de durar muito mais, e acredito que essa tenha sido a ideia do criador. Por mais engraçado e carismático que o Joseph e a própria franquia sejam a tragédia também é uma parte bem grande de JoJo, o que às vezes pode ser ofuscado por toda a comédia e bizarrice, mas especialmente na primeira parte era bem visível e nunca realmente deixou de ser parte da franquia. Pelo que eu li a morte do Joseph nunca foi confirmada, ele simplesmente não apareceu mais, talvez o próprio escritor tenha preferido não confirmar nada, mas não dá pra imaginar que ele duraria muito mais, mesmo que morra off-screen. De certa forma é inevitável mesmo, pelo menos ele teve uma vida plena e apareceu mais do que qualquer outro protagonista (só impatando com o Jotaro, que aparece de novo na parte 6 de acordo com o mangá), mas é difícil de negar que parte de mim gostaria que ele estivesse trollando todo mundo e na verdade estivesse firme e forte, preparado pra viver pra sempre.

          • Marcos

            ”(provavelmente os MOD vão me banir por causa dessa imagem kkkk)”

            Não se preocupe, a gente já levou um AVISO da Bruna em uma news antiga para não exagerar no ”bate papo”, PRINCIPALMENTE nas noticias relacionadas em teorias sobre a trama. Depois daquele dia, acho que nunca mais teve essas conversas ”insanas”.

            Interessante notar que o bate papo aqui se deu inicio em um comentário sobre Resident Evil 7 ter aberto portas para várias possibilidades.

          • Rodrigo Freitas

            Ufa!Ainda bem que é só com conversas insanas(mas mesmo assim aquelas conversas de contas múltiplas de usuários e referência ao filme fragmentado foi engraçado demais kkkkk)

          • Marcos

            Lembro desse dia, mas não cheguei a participar dos fragmentados (acabei saindo mais cedo).

            Já tá bem tarde, agora é minha deixa, boa noite!

          • Rodrigo Freitas

            Flw cara,boa noite!

        • Marcos

          Jojo é a user Mia Winters daqui (sim, ela é mulher). Quando eu saí daqui, o pessoal estava falando ”coisas” mais a baixo, por isso minha advertência.

          • Rodrigo Freitas

            eu vi lá em baixo as “coisas” que vocês falaram kkkkk,mas eu não me aguentei em fazer a referência ao anime kkkk

  • ratStar

    Mesmo eu achando RE7 um jogão, eu acho difícil atingirem essa meta de 10 milhões. Não acredito que um lançamento pro Switch e/ou relançamentos “Gold Edition” futuros sejam capazes de fazer as vendas chegarem nesse patamar. Nem os reis-de-vendas-super-populares RE5 e RE6 atingiram esses números ainda…

    • Rodrigo Freitas

      Eu penso o mesmo também,tá muito cedo ainda o jogo chegar nessa meta,eu chuto no máximo 5 á 8 anos pra chegar nessa meta(incluindo as futuras versões completas,remasters e ports)

      • ratStar

        Sim. Mas mesmo a longo prazo eu ainda acho difícil. Vai depender muito de como será Not a Hero (se será impactante a ponto de trazer fãs descontentes de volta a franquia), preço (uma redução de preço expressiva ajudaria), investir em mais marketing (agora que o jogo já foi lançado um marketing mais agressivo ajudaria, inclusive pra DLC), etc.

        • Hunk

          Acredito que seja com isso mesmo que a Capcom está contando, além de possíveis novas versões no futuro.
          “Assim sendo, foi decidido que a softhouse vai trabalhar e dedicar recursos para que Resident Evil 7 também atinja a marca dos 10 milhões de unidades ao longo do seu tempo de vida.” – Essa frase é o que me deu a entender isso, com o que mais eles poderiam investir além de marketing, DLCs e novas versões? Aliás, como eles se sentiram animados o suficiente pra anunciar isso eu acredito que não deva ser só por causa de marketing e novas versões que seriam papo só pra futuras gerações, suspeito que talvez eles também acabem fazendo mais DLCs do que o planejado inicialmente pra tentar aumentar a vida útil do jogo.

          • Marcos

            Esse é o problema de jogos single players, principalmente desse gênero survival horror, o jogo tem que ser muito bom (muito mesmo) para geral ir comprando aos poucos e não enjoar rápido. Acho que os únicos RE’s que eu sempre estou jogando sem enjoar, é o Remake e o 4.
            Só pra você ter uma ideia, RE6 é até hoje jogado na Steam, e os números do 7 caíram.
            Outro game single player que é jogado bastante por lá é Bioshock Infinite, mas esse ai, dispenso detalhes, o jogo é maravilindo.

          • Hunk

            De fato jogos com algum tipo de gameplay online e modos extras tendem a durar mais. No caso do RE6 eu até entendo que muitos não curtam, mas é difícil de negar que entrar vez ou outra pra jogar Mercs com os amigos é um atrativo bem forte e pode ser feito sem muito compromisso. Já o RE7 é algo que eu jogo mais quando eu tenho várias horas livres e provavelmente depois de zerar, concluir a maior dificuldade e catar todos os troféus deve ficar um bom tempo parado até eu decidir revisitá-lo, enquanto que o 5, 6 ou os REVs basta ter um amigo disposto a jogar que o gameplay não acaba. Nem chega a ser um problema de qualidade, é que são propostas bem diferentes mesmo, e cada uma delas tende a ser aproveitada de uma forma quase oposta. Além do mais é importante notar que jogos com comunidades online fortes tendem a ter mais facilidade de atrair mais púbico com o tempo, afinal vc pode até nunca ter ouvido falar de RE, mas aí um amigo ou grupo de amigos joga muito e acaba te convencendo a jogar também e daqui a pouco já é mais um recruta.

          • Marcos

            Sim, só bisbilhotar a comunidade do 6 na Steam, o pessoal é viciado no Mercenaries, vale pro 5 também.
            Entendo, comigo é um pouco diferente, só terminei o 7 duas vezes no PS4 (não tenho as DLC), e depois, fiquei viciado em Horizom (esse explorei cada canto do cenário). Ultimamente só tenho jogado no PC, deve ser por isso a falta de interesse no 7 de novo, mas com a vinda da DLC nova, certeza que voltarei a joga-lo.

          • Hunk

            Também acontece isso comigo, como eu tenho jogado tanto no PC e falado com amigos mais lá eu acabo negligenciando os jogos de PS4. O coitado do FFXV tá me esperando a meses pra zerá-lo, parei bem no capítulo 9 depois de 200 horas de jogo, mas agora que o PC tá recebendo toda a atenção fica difícil. Daqui a pouco lançam uma versão de PC desse jogo, eu migro e mando todas essas 200 horas pra PQP antes mesmo de terminar o jogo, isso vai doer no coração.

          • Rodrigo Freitas

            olha,o que eu não gosto do 6 é mais da parte da história e aquele exagero todo dele,mas esse exagero dele combina muito com modo mercenaries(online),e esse é dos motivos que talvez eu compre ele pro ps4(incluindo o 5 também)

          • Hunk

            Se vc tiver amigos dispostos a jogar online então recomendo mesmo, não se arrependerá, Mercs é um modo imortal. E, bem, se algum dia vc quiser tentar novamente as campanhas já vai ter o jogo lá. Quanto à história, também acho que os exageros foram um defeito, e olha que eu adoro esse jogo, mas gostando da jogabilidade acho que pelo menos a campanha do Chris vc deve poder curtir um pouco. Ao meu ver essa é a campanha que melhor faz uso da jogabilidade do RE6 por ser a que mais admite que é um jogo de ação. A do Leon por exemplo eu ainda gosto, mas acho os três primeiros capítulos mais enjoativos, simplesmente é um jogo de ação pura tentando fingir ser de terror nessas partes e isso cansa mesmo. Aliás, uma pergunta, vc chegou a ler os files? Pergunto porque diferente dos outros REs o 6 cometeu o erro de atrelar os files aos emblemas das serpentes, o que faz com que muitos acabem os ignorando, mas eles são importantes sim, se vc não tiver lido recomendo, já que adicionam uma quantidade bem relevante de backstory, embora sejam muitos.

          • ratStar

            Haha, REmake e RE4 são os que mais costumo rejogar tbm rs. Já sobre Bioshock Infinite eu vou te decepcionar agora: eu sei que o jogo é lindo e foda (sei mesmo!) mas eu já comecei a jogá-lo duas vezes e nunca consegui terminar, sei lá, o jogo não me prendeu muito (e o mesmo eu digo pro Bioshock 1). E sim, eu sei que tô perdendo um jogão. Quem sabe um dia eu dê outra chance rs.

          • Hunk

            O que vc tá fazendo com a sua vida? Sai da frente do computador (a não ser que vc jogue no PC) e vai zerar Bioshock Infinite pelo menos três vezes (é o mínimo necessário pra começar a entender a história). Se vc se apressar ainda dá pra terminar antes do fim da semana. Já os outros 2 eu também não joguei ainda, tenho na Steam, mas to com muita coisa acumulada pra jogar, aí fica foda.

          • Marcos

            Meu Deus, como não jogar essa maravilha:
            https://www.youtube.com/watch?v=YlfLjA_Tj_Q
            Olha essa fuga e trilha sonora. *——*

            Uma curiosidade: A voz do Booker é a mesma do Jake (RE6) e Joel (TLOU). Troy Baker é o dublador.

          • Rodrigo Freitas

            Tô precisando jogar esse jogo,só num deu por que eu não tô tendo tempo(se tiver claro vou jogá-lo)

          • nao se esqueça do batman da telltale do coringa do arkham origins e do Snow do Final Fantasy 13 todos dublado por troy baker

          • ratStar

            Seria um boa novos conteúdos. É uma maneira de manter o jogo vivo por um bom tempo. Será mesmo que além dos 2 conteúdos ainda não lançados (NaH e 3a dlc do Season Pass) eles estão planejando mais dlcs???

          • Hunk

            Não garanto nada, mas se eles querem investir mais no jogo é o que eu imagino que possam fazer. Ainda é muito cedo pra novas versões e se quiserem fazer marketing de alguma coisa tem que ser de DLCs, afinal o jogo principal lançou a algum tempo, e pra isso tem que ter DLCs. Tudo bem que ainda tem algumas sobrando, mas se eles dizem que querem dar mais suporte a longo prazo pode acabar tendo mais.

        • Rakuyo

          Ainda acho o jogo muito caro, para uma campanha de mais ou menos 8h, o preço tem que abaixar bastante!

          • ratStar

            Concordo. O jogo é bem caro, e não veio com nenhum extra no pacote. As DLCs ou Season Pass deveriam vir como extras.

    • Rodrigo Zika!

      A longo prazo pode ser

      • ratStar

        É. Só o tempo dirá.

        • Rodrigo Zika!

          Fato, se tiver mais modos extras que agreguem algo

          • Marcos

            Mano, se ficar colocando extras através de DLC’s só pra manter a longevidade do game, teremos o Resident Evil mais picotado da história ?

          • Rodrigo Zika!

            Depende da DLC

      • Maester Alex

        Com certeza cumpre a meta, aposto nisso, só que a longo prazo, um prazo beeem longo, tipo quando todos nós já tivermos morrido, mas acredito que nossos netos vão ver o jogo alcançar a meta.

        • Rodrigo Zika!

          Nossa kkkkkk

  • Marcos

    Acho que na minha conta Steam, devo ter uns 4 amigos que gostam do 6, um deles só joga Mercenarios (platinou o game e tem 500h jogadas). Se quiser, mando o print.

    Acho que a parte da trama nos files era mais na campanha do Jake e Ada, já que eram esses os ”cabeças” da história toda (Leon e Chris apenas estavam fazendo o dever deles).

    • Rodrigo Freitas

      Se tivesse uma conta Steam(talvez eu crie) e um pc bom até pediria um print,mas se as empresas não tivesse esse “mimimi” de não colocar cross-play entre consoles e pc iria pedir o print na hora

  • Just a Gamer

    Passei longe de RE7

    Eu quero mesmo é RE2R

    Espero que a Capcom mostre alguma coisa na E3

%d blogueiros gostam disto: