Resident Evil é uma franquia com diversos livros lançados oficialmente pelo mundo. Apesar das publicações de S.D. Perry serem as mais conhecidas pelos fãs, há também algumas preciosidades que sequer chegaram ao mercado em inglês ou português. É o caso do livro Biohazard: Rose Blank, escrito por Tadashi Aizawa. O autor ganhou uma competição da Capcom, “Biohazard Grand Novel Prize“, com uma história única e assim o material chegou ao mercado com a marca BIOHAZARD, que remete à Resident Evil no Japão, em 2001. Uma segunda versão do livro chegou a ser lançada oficialmente na Alemanha como Resident Evil: Rose Blank.

O conto envolve muitos elementos conhecidos pelos fãs. Inclui os eventos posteriores ao incidente de Raccoon City e a influência da Umbrella ao tentar encobrir as evidências de sua culpa pelo mundo. O livro ganhou uma tradução em inglês não oficial por meio do site Crimson-Head.com. Já neste ano, um fã entre a comunidade, Rodrigo Araujo, assumiu por conta própria a localização do conteúdo para o português e entrou em contato com o REVIL, que intermediou a autorização para uso do material com os amigos do Crimson-Head.

Dito isso, o REVIL vem a público para disponibilizar Biohazard: Rose Black localizado como Resident Evil: Projeto Rose. A revisão deste conto também contou com a participação de Natália Barbosa, uma das nossas colaboradoras do Padrim. Acesse a página exclusiva do livro:Mais iniciativas como essa envolvendo outros fãs e o apoio dos membros do Padrim estão sendo desenvolvidas pelo REVIL. Outro exemplo recente foi a localização da história em quadrinhos “6 meses” – Uma história Nivanfield.

%d blogueiros gostam disto: