O site Dailystar vem liberando informações a conta gotas sobre um bate-papo realizado durante a E3 com os produtores de Resident Evil 2 Remake Tsuyoshi Kanda e Yoshiaki HirabayashiWE DO IT!. Entre as últimas novidades, estão detalhes do trabalho com a câmera do jogo. Os dois foram questionados sobre a possibilidade de um modo de realidade virtual, ou algum adicional que pudesse deixar RE2 como Resident Evil 7.

“Não estamos pensando no suporte à realidade virtual no momento, dado à escolha de perspectiva de câmera sobre o ombro”, explica Kanda. Quando questionados pelo site se essa não seria uma boa aposta dada à forma com a qual Resident Evil 2 Remake foi revelado no showcase da Sony, Hirabayashi diz que “talvez a visão do rato tenha dado a impressão errada para as pessoas”.

Recentemente, o site Dailystar também liberou informações sobre a dificuldade em trazer o jacaré gigante de volta à vida com a tecnologia da RE Engine. “Há 20 anos atrás os gráficos que nós tínhamos não eram fotorrealistas. Fazer um jacaré gigante é um verdadeiro desafio. Tentar implementar isso em um jogo onde você tem rostos digitalizados, movimentos de atores capturados, ambientes fotorrealistas… é muito difícil até mesmo começar!”, diz Kanda. “Por muito tempo nós nos perguntamos se deveríamos cortar o jacaré, mas sabíamos que haveria uma reação dos fãs, então foi difícil, mas ele está lá”, conta Hirabayashi.

Resident Evil 2 Remake chega no dia 25 de janeiro de 2019 para PlayStation 4/PS4 PRO, Xbox One/Xbox One X e PC (Steam) – já é possível fazer a pré-compra digital em todas as plataformas.

%d blogueiros gostam disto: