Os fãs não parecem nada empolgados com Project Resistance. Desde o lançamento do primeiro teaser trailer da nova proposta da Capcom, a opinião da comunidade ficou bastante dividida, e com o lançamento do primeiro gameplay, muitos se mostraram frustrados com o que foi apresentado.O número de dislikes e comentários negativos sobre o multiplayer rapidamente começou a se espalhar através das redes sociais, se intensificando ainda mais com a revelação de seu produtor: Masachika Kawata, responsável por jogos polêmicos como Resident Evil: Operation Raccoon City e Umbrella Corps.

O feedback negativo fez com que Mike Walker, outro produtor da empresa, se manifestasse em seu perfil pessoal no Twitter:

É totalmente válido que as pessoas queiram mais da experiência oferecida por RE2 e RE7.

O funcionário completa seu pensamento dizendo que como empresa, é necessário oferecer novas experiências aos jogadores, e que por mais que Project Resistance não traga o horror de sobrevivência de forma tradicional, o título respeita a essência da franquia. Ele ainda diz que não vê a hora dos fãs participarem do beta fechado para que as devidas melhorias sejam feitas no título.

Curiosamente, as prévias de quem pôde testar o jogo na Tokyo Game Show 2019 não são tão negativas assim. Alex Aniel, um velho conhecido da fanbase, escreveu suas primeiras impressões para o site Biohaze afirmando ter se divertido bastante, mas que entende que o projeto não irá agradar a todos.

Project Resistance ainda não possui previsão de lançamento, mas deve chegar ao PlayStation 4, Xbox One e PC.

%d blogueiros gostam disto: