Resident Evil vem ganhando forças no mundo musical e, principalmente, no formato de disco de vinil. Recentemente, a Laced Records anunciou a produção de duas trilhas sonoras neste formato – Resident Evil 0 e Resident Evil CODE: Veronica X. Só que outros jogos e até mesmo filmes e animações da franquia também já tinham sido agraciados com o formato bolachão, é o caso do clássico Resident Evil 2, Resident Evil Remake, Resident Evil 6: O Capítulo Final (live action) e Resident Evil: A Vingança (computação gráfica).

Com isso em mente, o artista Mono Memory decidiu fazer um tributo à franquia e remixou alguns temas dos Save Rooms do jogos mais famosos de Resident Evil. E essa não é a melhor parte, pois o rapaz é tão criativo que apostou até mesmo na produção em duas levas de 40 unidades cada de fita k7 desses remixes. Com o sucesso, ele também levou as trilhas para 200 discos de vinil – um verdadeiro deleite para os saudosistas.Conversamos com o artista sobre o lançamento dos remixes. Ele contou ter começado a se identificar como Mono Memory e a produção de músicas sintetizadas em junho de 2016. Ele lançou um EP de estreia do próprio material e em fevereiro de 2017 teve a ideia de fazer cover de músicas neste estilo. “Como sou um grande fã de vídeo game, especialmente survival horror, eu REfiz o tema do Save Room de Resident Evil 2 e alguns outros em seguida. Mas após isso o projeto ficou parado até janeiro de 2019″, conta.

A partir daí ele começou a ter uma certa visibilidade em seu canal do YouTube, que aumentou quando o cover que ele fez de Resident Evil 0 começou a ser utilizado em MEMES e brincadeiras dos personagens de Resident Evil 2 dançando. “Foi bem grande no Twitter e Reddit. Isso me incentivou a continuar fazendo versões remixadas das músicas dos jogos e acabei 2019 de 900 inscritos para aproximadamente 7 mil”, diz.

Em junho do mesmo ano o produtor já havia recriado a maioria dos temas de Save Room de Resident Evil e então teve a ideia de lançá-los em um álbum. “Foi aí que entrei em contato com a TimeSlave Records que concordou em fazer duas levas de 40 k7s cada. Eles esgotaram em dois dias, o que realmente me surpreendeu!”, confessa.

Com o sucesso, eles conversaram sobre a possibilidade do lançamento em vinil, o que levou mais 6 meses para se concretizar. “Precisava criar as artes com melhor qualidade e organizar a data do lançamento e é onde estou agora!”

O projeto foi lançado em vinil no primeiro dia de 2020 e, quem quiser comprar por um valor camarada tem unidades disponíveis no site da Timeslaves, mas corre lá que já está acabando – no momento da publicação desta notícia, haviam somente 17 cópias do disco em estoque (foram produzidos 200). O disco é vermelho sangue, e sai por 21 libras esterlinas (cerca de R$ 112)!!! Dá uma olhadinha como ficou:

%d blogueiros gostam disto: