É oficial, Resident Evil 7 Cloud Version (ou Biohazard 7 Cloud Version), que pegou todo mundo de surpresa ao ser anunciado no Nintendo Switch no início desta semana, já está disponível para ser jogado. O título, que carrega todos os conteúdos da Gold Edition, funciona por meio de streaming e conta com um modo de aluguel. Com o lançamento, nós tivemos acesso a alguns dados do jogo e descobrimos que além dos conteúdos interativos, a Cloud Version também carrega as opções de linguagem já presentes nas versões disponíveis nos outros aparelhos, como a dublagem em outros idiomas e a legenda em português do Brasil.

Para o jogar Resident Evil 7 Cloud Version, os interessados vão precisar baixar um aplicativo na eShop, a loja virtual do Switch, do Japão. O item ocupa 45MB de espaço no aparelho e é possível desfrutar do título durante 15 minutos de graça – depois disso, um aluguel é exigido. Há apenas um plano disponível, que dá aos interessados um período de 180 dias (6 meses) no serviço por 2.000 ienes (cerca de R$ 67). Além do próprio software, os dados de RE7 também estão nas nuvens e para mantê-los é preciso deixar o serviço ativo – por meio do site oficial, há até um aviso sobre o assunto que diz que mesmo com a assinatura, problemas podem acontecer.

Mas e aí, será que funciona?

Nós pesquisamos nas redes sociais e em vídeos de usuários que estão no Japão para entender se a experiência de ter o jogo transmitido para o console funciona. E em menos de 24 horas – por que essa é a nossa diferença de horário em comparação com o território japonês – já é possível dizer que sim, o negócio funciona bem por lá. No Twitter, um seguidor do REVIL chegou a relatar que os jogadores dizem que Resident Evil 7 Cloud Version flui bem no streaming e que há quem diga que alugou por conta disso.

Também perguntamos ao Newton Jr. o que  os japoneses dizem sobre a adição dos Joy-Cons e como funciona a interatividade com os controles de movimento “intuitivos”, como descritos pela Capcom. “Funciona bem, mas não é tão bom quanto em Resident Evil 4 Wii Edition“, afirma. Lembrando que Resident Evil 7 é um título que não foi pensado para esse tipo de ação, por isso a constatação não é bem uma surpresa entre os fãs.

Resident Evil 7 Cloud Version é exclusivo do mercado japonês. Nós chegamos a entrar em contato com representantes da Capcom sobre o lançamento em outros territórios, mas a resposta a todos os nossos questionamentos sobre o assunto foi a de que “nada foi anunciado sobre isso para o ocidente”. Apesar da limitação, muitos jogadores de outros países tem tido o interesse em testar a novidade, no entanto, é preciso entender que: os servidores estão no Japão (por isso, o “retorno” na comunicação pode não ser tão bom, independente da sua velocidade de conexão). Então, não adianta sair reclamando se você não conseguir jogar, por que em tese, você não deveria – e a experiência nunca será a mesma de quem está no Japão.

Confira uma amostra do jogo rodando no Nintendo Switch:

E vocês? O que acham sobre o assunto? Bem que a Capcom poderia TAMBÉM desenvolver uma versão física de Resident Evil 7 para o Switch, por que né, o aparelho é todo pensado na portabilidade – e levar a Cloud Version, como carregamos outros jogos por aí, se torna uma tarefa bem complicada.

%d blogueiros gostam disto: