O fansite de Resident Evil Biohazard France foi convidado pela Capcom para testar Resident Evil 7 e trouxe algumas novidades em sua análise. O trecho do game jogado pelo site é o mesmo já discutido por outros veículos da imprensa, mas o olhar de fã sempre traz observações diferentes.

Confira os principais pontos da matéria.

  • A produção de Resident Evil 7 será finalizada em breve.
  • O trecho jogado pelo Biohazard France corresponde ao capítulo 3. Essa parte acontece logo após o jantar visto no segundo trailer de Resident Evil 7 e contém perseguições entre Jack, Marguerite e Ethan.
  • Na primeira parte do gameplay, Ethan deve buscar uma forma de abrir a porta da garagem da casa.
  • Durante a fuga pela casa, o protagonista encontra um policial, já visto nos trailers e em imagens divulgadas oficialmente.
  • Um dos files do jogo faz menção à Alyssa Ashcroft, de Resident Evil Outbreak. Ela assina um artigo de jornal falando sobre o desaparecimento de turistas na área pantanosa de Dulvey.
  • Aparentemente, os Bakers são mesmo canibais.
  • No hall da mansão dos Baker, o jogador precisa encontrar chaves específicas com símbolos de animais para abrir algumas portas. Ao contrário do que acontecia nos jogos anteriores, o jogo não “pergunta” se você gostaria de descartar um item que não será mais usado. Não se sabe, no entanto, se esses itens ainda podem ser usados em um trecho mais a frente do jogo.
  • O jogador poderá encontrar várias gazuas descartáveis para abrir gavetas e encontrar itens específicos, munição ou ervas. Aparentemente, o jogador precisa usar as gazuas com muito cuidado.
  • O telefone toca a cada vez que você cumpre um objetivo para sair da casa (destrancar uma porta, encontrar uma chave, etc). A identidade da mulher ao telefone é conhecida nesta altura do jogo. Se é um personagem conhecido na série ou reconhecido por Ethan, ainda não se sabe.
  • Uma das portas deve ser aberta encontrando peças que formam a imagem de um cão de três cabeças.
  • Os Molded/Mofados são bem vulneráveis a tiros de shotgun. A arma é obtida a partir de um puzzle, assim como no primeiro Resident Evil.
  • As fitas VHS encontradas durante o trecho jogado pelo Biohazard France já são conhecidas por nós: uma é a mesma da demo Beginning Hour, com a equipe do Sewer Gators, e a outra corresponde à demo Lantern, com Mia Winters.
  • Os files encontrados durante o gameplay revelam alguns detalhes do pano de fundo da história, como um barco encalhado após uma tempestade em um rio de Dulvey (que vimos no terceiro trailer), acontecimentos estranhos em uma igreja local e em um hospital.
  • Além da notícia de jornal escrita por Alyssa, há um documento assinado por Clive O’ Brian, de Resident Evil Revelations.
  • Além dos pontos de salvamento com os gravadores, ao morrer, o jogador pode retornar a partir de um checkpoint automático a partir de uma opção de “continue”.
  • O inventário inicial apresenta 12 slots. Uma mochila, encontrada posteriormente, adiciona mais quatro slots.
  • Do lado de fora da casa, Ethan encontra um trailer onde estão as gaiolas que permitem o update de habilidades do personagem com o uso de moedas encontradas pelo cenário. No local também é possível achar pílulas piscoestimulantes que melhoram a visão de Ethan para ver itens escondidos.
  • Além das ervas para produzir itens de cura e das pólvoras para fazer balas, Resident Evil 7 também esconde itens dentro de banheiras, como referências aos jogos clássicos.
  • O BH France também relata que o jogo apresenta diferentes Chemical Fluids que permitem a fabricação de vários tipos de granadas (neurotóxicas e incendiárias), a possibilidade de reparar armas quebradas e fotos de locais que apresentam tesouros escondidos.

Resident Evil 7 será lançado em 24 de janeiro de 2017.

Parabéns ao Biohazard France pela análise incrível!

%d blogueiros gostam disto: