Masachika Kawata, um dos produtores de Resident Evil 7, concedeu uma entrevista ao Kotaku. O tema da conversa era justamente a construção do terror no título.

Kawata explicou que Resident Evil 7 cria uma atmosfera assustadora ao mudar a perspectiva da câmera, de forma que o jogador pare de se sentir como um mero expectador: “Sentimos que uma mudança para a perspectiva em primeira pessoa intensificaria a imersão e aproximaria o jogador do terror, tornando tudo ainda mais pessoal”.

Além da mudança na perspectiva, a equipe de desenvolvimento também buscou inserir locais apertados e claustrofóbicos. A principal inspiração para construir esses cenários veio de outros jogos da série, como a própria Mansão Spencer original e a de Resident Evil 5 (da DLC Lost in Nightmares).

“Com relação à temática, buscamos algo mais íntimo ao invés de trazer algo em larga escala. Queríamos fazer os jogadores explorarem uma única localidade novamente”.

Com a volta dos cenários claustrofóbicos, a equipe criativa de Resident Evil 7 também buscou criar uma sensação de isolamento: “Eu temo a morte, e acredito que este sentimento é universal, mas também tenho pavor da completa falta de comunicação”, disse Kawata. “A sensação de estar completamente isolado do mundo que você conhece é um conceito muito assustador para mim”.

Mesmo apostando em conceitos mais abstratos como essa questão do isolamento, Resident Evil 7 também intimida visualmente. O jogo é rico em gore e intensifica a imersão ao oferecer suporte ao PlayStation VR.

“Durante a campanha, recebemos muitas perguntas sobre o fato de o medo acabar sendo muito intenso em VR. Sendo honesto, era isso que estávamos buscando. Felizmente, os que testaram o jogo em VR concordam que foi uma experiência realmente assustadora”.

Além de todos os elementos de terror, Kawata também falou sobre todo o mistério envolvendo o dedo de manequim da demo de Resident Evil 7: “A reação com o dedo de manequim foi definitivamente inesperada. Estávamos esperando que demoraria um pouco antes que todos os segredos fossem desvendados, então foi completamente chocante quando os jogadores descobriram tudo tão rápido”!

De acordo com o Kotaku, Resident Evil 7 mistura vários aspectos para criar um ar de mistério e uma forte familiaridade, o que gerou uma boa recepção. Os resultados estão estimulando a Capcom a prosseguir com as ideias do título: “Certamente será um guia para nos ajudar a determinar o futuro da franquia”.

“Resident Evil 7 tem muito a oferecer e mais para explorar, então espero trazer mais 20 anos de experiências para os fãs”, finalizou Kawata.

%d blogueiros gostam disto: