Files Traduzidos

Resident Evil 6 possui uma coleção de files que podem ser obtidos durante as quatro campanhas. Porém, ao invés de se coletar os próprios files ao longo do jogo, os textos são liberados ao encontrar os Emblemas de Serpente e podem ser lidos na Biblioteca do jogo.

Todos as traduções abaixo contém o file do jogo e um texto complementar do RE.net

Leon S. Kennedy

Aos 36 anos de idade, Leon S. Kennedy é o agente mais respeitado trabalhando para o governo norte-americano, reportando-se diretamente ao próprio presidente.

Os horrores que testemunhou como resultado de um surto biológico, conhecido como Incidente de Raccoon City, o deixou com um ódio profundo do bioterrorismo e aqueles que o utilizam.

Embora seu comportamento seja calmo e racional, não deve ser confundido com apatia. Ele vai tomar a iniciativa em qualquer missão que tenha sido atribuída a ele, muitas vezes se colocando em perigo para salvar a vida de inocentes.

Ele leva suas missões a sério, e suas decisões são tomadas com cautela e lógica. De tempos em tempos, no entanto, sua sagacidade virá à tona, relembrando seu tempo como um polícial novato bem-humorado, com um senso de dever que é capaz de manter seu senso de humor mesmo em tempo difíceis.

Leon também desempenhou um papel importante na fundação da Divisão de Operações de Segurança (DSO). Abaixo está um relatório do presidente enviado para Leon.

Leon,

Estou escrevendo para lhe informar que a criação da nova organização que discutimos, a Divisão de Operações de Segurança, está oficialmente em andamento.

O bioterrorismo que temos visto nos últimos anos ultrapassou o nível das organizações que atualmente o enfrentam. Seu conselho foi fundamental no estabelecimento da DSO.

Os agentes estarão sob minha autoridade direta e o suporte será oferecido pela FOS. Você será o primeiro membro fundador. Tenho certeza que você vai fazer a nossa nação orgulhosa e fazer tudo o que puder para proteger seu povo.

Juntos, podemos livrar o mundo desses terroristas, junto com as armas biológicas repugnantes que eles criaram.

Adam Benford

Presidente dos Estados Unidos da America

02 de fevereiro de 2011

Leon e Adam

Leon Kennedy e o presidente dos EUA, Adam Benford, não são apenas amigos íntimos, mas campeões de causas semelhantes.

Quando o presidente Benford era funcionário público de alto escalão, ele escolheu Leon a dedo, o elevando para o mais alto status. Os dois homens foram motivados pelo desejo justo de erradicar o bioterrorismo que surgiu depois dos acontecimentos de Raccoon City, em 1998.

Adam era conhecido por ser um dos poucos políticos com integridade, um homem de palavra, e por conta disso, o agente Kennedy encontrou-se capaz de confiar em um homem que nunca havia enfrentado diretamente os males do bioterrorismo. Com objetivos e respeito mútuo, eles se uniram ainda mais durante os seus dez anos de luta contra o bioterrorismo.

Infelizmente, sua amizade foi abruptamente encerrada durante um surto biológico – com ecos assustadores que espelham a tragédia de Raccoon City – quando o agente Kennedy foi forçado atirar e matar o presidente Benford.

O foco do ataque biológico foi fixado na Universidade Ivy, onde o presidente estava visitando para dar uma palestra, o que fez acreditar que tudo aquilo se passava de de uma tentativa de assassinato, que não foi só um sucesso, mas também custou a vida de quase todos aqueles que residiam na área de Tall Oaks.

Assim que a morte do presidente foi oficializada pela FOS, as forças especiais dos EUA deu novas ordens para obter o corpo do presidente e avaliar a situação – junto com outras ordens que ainda permanecem confidenciais. Abaixo está uma transcrição parcial de uma trasmissão de rádio entre as forças especiais e suas sedes.

Gravação: 29/06/2013 – 21:02

QG: Base para Comando, qual a situação?

Edgar: Estamos dentro da universidade. Nenhum sinal de sobreviventes.

QG: E o presidente?

Edgar: Ainda estamos procurando por ele. Eu acho – espere, alguém está aqui! Não posso dizer quem ou o que ele é, mas ele está armado. Abaixe sua arma e não se mova! Eu disse não se mova!

(O som de tiros é ouvido e, em seguida, a transmissão termina).

Apoio a Operações de Campo

O Apoio a Operações de Campo (FOS) é uma organização que opera no mais alto nível do governo dos EUA.

Sua missão inicial era fornecer suporte para agentes de várias agências de inteligência dos EUA, desempenhando sua função ao redor do mundo. Como os riscos do bioterrorismo se tornaram prioridade para a segurança dos Estados Unidos, a FOS evoluiu para supervisionar todas as operações que lidam com a resposta e prevenção ao bioterrorismo.

A FOS foi originalmente fundada em 2011 por Adam Benford, tendo Ingrid Hunnigan como coordenadora de operações e Leon Kennedy como seu principal agente de campo.

A FOS atualmente se concentra no apoio da Divisão de Operações de Segurança e suas missões.

Depois de receber a notícia sobre o ataque biológico em grande escala em Tall Oaks e o assassinato do presidente, o assessor de segurança Derek C. Simmons mobilizou os agentes, a fim de avaliar a situação. Abaixo está uma mensagem urgente enviada de Hunnigan aos seus superiores, logo após o ataque em Tall Oaks.

Aqui é Ingrid Hunnigan.

Fiz contato com Helena Harper do Serviço Secreto. Ela e Leon Kennedy da DSO confirmaram que o presidente morreu devido a infecção. Eles agora estão se movendo para fora da universidade a fim de perseguir quem eles acreditam estar por trás do incidente. Eu repito, a morte do presidente foi confirmada e dois agentes estão agora em busca do suspeito.

Zumbis

Em 1998, um incidente de risco biológico envolvendo o T-Vírus contaminou toda Raccoon City. Os habitantes infectados pelo vírus sucumbiram à infecção, mas seus corpos foram reanimados pelo mesmo vírus na forma de criaturas lentas e comedoras de carne.

Os relatórios do incidente indicaram que os olhos dos infectados se tornaram vidrados, e sua pele ou havia se decomposto ou tinha sido esfolada. Como se pareciam com os mortos-vivos de filmes de terror, foi dado a eles o nome não científico de zumbis.

A origem do evento de risco biológico ocorrido em Tall Oaks permanece desconhecida, mas os estágios de infecção das vítimas carregam uma semelhança impressionante às de Raccoon City. Para melhor ou para pior, a denominação zumbi foi aplicada a essas vítimas também.

Os zumbis de Tall Oaks, no entanto, têm características diferentes daqueles que foram infectados pelo T-Vírus. Isso é confirmado em um relatório enviado por Leon à FOS durante sua participação na cena.

Enviado por Leon S. Kennedy

Aqui está meu relatório sobre as vítimas infectadas.

A maioria é forte e ágil, e eles podem correr e saltar. Eles podem até mesmo usar objetos próximos como armas e são capazes de evitar obstáculos em seu caminho. Apenas um pequeno número de vítimas do T-Vírus mostrou essas habilidades, mas por serem tão poucos, eles nunca foram reportados e nenhuma respota a respeito do porque eles eram diferentes foi encontrada.

Registros deles só existem com os investigadores norte-americanos da BSAA. Estes não são mais lentos, animais estúpidos que só querem se alimentar. Eles são fortes e ferozes, assim precauções adicionais devem ser tomadas para lidar com eles.

Ingrid Hunnigan

Ingrid Hunnigan, de 33 anos, é a coordenadora do Apoio a Operações de Campo do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Em 2004, ela foi fundamental no resgate a filha do então presidente por um grupo terrorista, orientando Leon.

Altamente inteligente, ela é especialista em invadir a maioria dos sistemas de segurança. Ela é a voz orientadora que ajuda o agente Kennedy em muitas situações perigosas.

Leon, bem como os demais agentes e seus superiores confiam muito nela. Tanto é que muitas vezes suas decisões que ultrapassam sua autoridade são toleradas. Ele é um mebro indispensável da FOS.

Embora seja da confiaça de muitos, nada se sabe sobre sua vida privada, o que deixa seus colegas de trabalho apenas especulando. Mas cerca de dois anos atrás, um membro da FOS disse que ouviu uma ligação de Hunnigan com um membro de sua famíia. Ela parecia muito irritada.

Pare de ligar no meu trabalho pra falar disso, mãe! Eu sei, mas quero focar na minha prioridade número um no momento. Eu não preciso de ajuda pra encontrar alguém, eu posso fazer isso do meu jeito. Certifique-se de dizer isso ao papai também.

Leon e o Incidente de Raccoon City

Em 1998, um incidente de risco biológico envolvendo um vírus criado pelo homem contaminou toda a cidade de Raccoon City. A cidade de 100.000 habitantes foi o marco zero para o pior surto de risco biológico do mundo no século XX. A nomeação clínica do evento não expressa devidamente a tragédia e o terror que ocorreu naquela cidade americana.

Durante o incidente, o policial novato Leon Kennedy encontrava-se no pesadelo. Ele foi atacado por humanos infectados, também conhecidos como zumbis, e armas-biológicas criadas pela Umbrella.

Contra todas as probabilidades, ele e alguns outros sobreviventes conseguiram escapar da cidade. Ele lamentou só ter sido capaz de salvar poucas pessoas naquele dia, e os eventos que ocorreram em Raccoon City ficaram gravados em sua mente. Daquele ponto em diante, ele jurou que iria fazer tudo o que podia para garantir que o mundo nunca mais visse uma tragédia como a de Raccoon City novamente.

Leon falou muito pouco sobre o incidente. Os funcionários do governo que ouviram falar de sua sobrevivência tentaram perguntar a ele o que havia acontecido, por curiosidade, mas ele sempre os evitou. No entanto, houve um funcionário do alto escalão que não foi evitado. Abaixo estão as palavras de Leon proferidas para Adam Benford, durante uma conversa que tiveram anos atrás, antes de Benford se tornar presidente.

Eu estava muito feliz de ter saído de lá vivo. Era tudo o que eu conseguia pensar. Claro, minha raiva em relação a Umbrella me ajudou a passar por tudo aquilo, mas foi só depois que eu saí de lá que eu realmente comecei a pensar sobre o que eu poderia fazer. Foi difícil para Claire e eu ter qualquer tipo de esperança naquela situação. Quero dizer, qual é, eu era apenas um policial novato e ela era uma universitária de 19 anos.

Para dizer a verdade, eu até pensei em acabar com tudo – várias vezes, na verdade – com apenas um tiro na cabeça. Mas eu não desisti. Sherry precisava de mim. Ela era uma menina de 10 anos de idade, jogada em um ambiente infernal com monstros atrás dela, então eu tive que me recompor. Ela foi o motivo para não desistir – especialmente para Claire.

A catedral de Tall Oaks e o Laboratório Subterrâneo

Destacando-se no horizonte de Tall Oaks, uma catedral marca um lote de terras que tem sido da família de Simmons por gerações. Esta terra serve principalmente como ponto de encontro para negociações secretas da Família, e há muitas passagens secretas e armadilhas para obstruir a entrada de qualquer intruso.

O atual chefe da família, Derek C. Simmons, recentemente remodelou uma parte da câmara subterrânea em um laboratótio de pesquisa moderno, para que ele pudesse ter cientistas realizando pesquisas sobre o C-Vírus.

No meio do ataque biológico em Tall Oaks, o laboratório foi destruído. Durante a investigação dos restos mortais, um momorando rabiscado foi encontrado.

Depois de 10 anos e 12.235 experimentos, está finalmente completo.

Obrigado, Sra. Radames. Eu devo tudo a você.

04/30/2009

Lepotitsa

Lepotitsa é uma vítima do C-Vírus, embora seja uma que sofreu mutação extrema. A palavra Lepotitsa, ironicamente, é derivada da palavra sérvia para “mulher de beleza”.

O corpo da criatura é coberto por grandes poros que expelem um gás mortal. Qualquer pessoa que inala suas emanações morre e volta a vida na forma de um zumbi. Uma dessas criaturas tem potencial para infectar uma área dentro de um raio de três quilômetros.

Ao contrário de uma infecção zumbi tradicional, que é transmitida por mordida de um zumbi ou contato com sangue contaminado, esta criatura transforma o vírus em um agente transportado pelo ar, criando assim um contaminante ainda mais difícil de ser evitado. O ataque bioterrorista que o agente Kennedy encontrou em Tall Oaks foi causado por essa criatura.

Lepotitsa foi pensada como a primeira mutação do C-Vírus descoberta pela Neo-Umbrella. A prova disso foi encontrada em uma nota entre os restos do laborátório abaixo da catedral de Tall Oaks. Abaixo está o que foi escrito na nota.

Fomos capazes de criar a Lepotitsa através da experimentação contínua da amostra retirada um ano atrás do teste C-16 (Nanan Yoshihara) da escola Marhawa. O trabalho valeu a pena, porque é, sem dúvida, uma arma muito eficaz. Deixando alguns deles expelindo seu gás deve contaminar todos em Tall Oaks.

Todas as crisálidas determinadas para criar uma Lepotitsa foram estrategicamente colocadas ao redor de Tall Oaks, então agora tudo o que temos a fazer é esperar o inferno começar. Como medida de precaução, todas as amostras foram feitas para se auto-destruírem após terem concluído os seus objetivos. Além disso, a pessoa será mantida aqui no aboratório em caso de sermos rastreados.

Eu mal posso esperar para que todos vejam o que colocamos em seus quintais.

Helena Harper 1

Helena Harper, de 24 anos, é uma agente do governo norte-americano. Sua irmã Deborah é sua única parente viva conhecida.

Durante o ataque terrorista em Tall Oaks, ela é enviada pelo Serviço Secreto dos Estados Unidos para proteger o pesidente Benford. Ela é uma mulher de fortes convicções morais, e simpatiza com a situação dos outros, embora ela às vezes deixe suas emoções levarem a melhor.

Ela é a agente ideal se você procura por alguém com comportamento explosivo. Mas Hunnigam a vê como uma mulher de grande força de vontade e positiva, e a recomendou como canditada ao DSO.

Destinatário: Escritórios de recrutamento da DSO e FOS

Enviado por: Ingrid Hunnigan da FOS

De acordo com ordens do presidente, estou atualmente no processo de avaliação de membros de outras organizações para a candidatura de recutramento da DSO. Aqueles que são selecionados passarão por um longo ano de avaliação de aptitude; se passarem, eles receberão de um a três anos de treinamento, em seguida, uma avaliação final erá realizada, uma vez que o treinamento estiver completo. Atualmente, cinco dos sete candidatos não atingiram os padrões da DSO.

Portanto, eu gostaria de recomendar Helena Harper da CIA como uma nova canditada. Eu entendo que ela é conhecida por deixar suas emoções tomarem conta, mas suas habilidades e convicção são o sufuciente para ofuscar seus defeitos e fazer dela uma excelente candidata ao DSO.

Helena Harper 2

Helena Harper não compromete suas crenças, e não costuma se afastar e deixar que outros se encarreguem da situação. Ela, no entanto, têm tendência a deixar suas emoções levarem a melhor. Ela estava no topo de sua classe, era a preferida da agência, mas os funcionários estavam preocupados se ela iria deixar sua moral ficar no caminho de seu trabalho. Eles estavam certos.

Enquanto investigava uma série de assassinatos, Helena encontrou o assassino com êxito e o apreendeu. No processo, ela usou força excessiva sobre o suspeito e foi suspensa da agência. Ela alegou que teve que calar o assassino porque ele estava fazendo ameaças na frente da família da vítima.

Depois que o período de suspensão acabou, ela se viu em situaões em que ela não conseguiu manter seu autocontrole. Quando o namorado de Deborah se tornou abusivo, Helena enfurecida atirou nele e o feriu. Seus superiores não estavam dispostos a ignorar sua má conduta, mas eles não queriam demiti-la, assim a transferiram para o Serviço Secreto.

Durante o ataque em Tall Oaks, Helena foi manipulada por Derek Simmons em seu plano para assassinar o presidente Adam Benford.

Por causa do incidente com o namorado abusivo de sua irmã, as chances de Helena se juntar a DSO foram arruinadas. Abaixo está um relatório enviado de um dos superiores de Helena para Hunnigan, que havia apoiado a idéia de Helena ingressar na DSO por conta de sua grande força de vontade.

Hunnigan,

A partir de hoje, Helena Harper se reporta para o serviço secreto. Vamos observar e ver como ela lida com sua nova posição, mas, até onde posso dizer, eu não a vejo como duradoura nessa linha de trabalho.

Eu entendo a raiva que ela sentiu quando sua irmã Deborah foi colocada no hospital por conta dos abusos do namorado, mas não importa as circunstâncias, atirar em um civil desarmado é uma conduta inaceitável para um agente do governo. Não só isso, mas ela também pode colocar todos à sua volta em perigo. Estou ciente de suas habilidades e eu sei que você pensa bem dela, mas está é minha decisão.

Catacumbas

As catacumbas que formam um labirinto subterrâneo até Tall Oaks têm quase 400 anos. Elas são o lugar de descando não apenas dos membros da família de Simmons, mas também daqueles que serviram a misteriosa organização conhecida como A Família.

Essas câmeras funerárias subterrâneas não são conhecidas pelo público, mas ainda estão protegidas por muitas armadilhas para manter estranhos longe dos segredos da Família. Embora as catacumbas sejam usadas principalmente pela família de Simmons, as cavernas e altares primitivos construídos lá, sugerem a existência de habitantes anteriores a eles.

Um memorando escrito por Simmons para seus subordinados pouco antes do incidente em Tall Oaks foi encontrado no fundo das catacumbas.

Armem todas as armadilhas antes de prosseguirem com o plano. Além disso, liberem o Brzak no aquário, só para garantir. Qualquer pessoa que encontre o caminho até aqui durante o tumulto deve lidar com ele.

Todas as pessoas de Tall Oaks, incluindo o presidente, devem ser testadas. Todos eles vão ser um sacrifício necessário para manter nosso país seguro.

Deborah Harper

Deborah Harper é uma estudante universitária de 20 anos e irmã de Helena. Ao contrário da sua irmã, Deborah é uma garota festeira e despreocupada. Sua diferente visão de vida é a principal causa do atrito entre elas, mas deixando essas questões de lado, as duas são realmente muito próximas.

A vida das irmãs se torna um caos quando Derek Simmons sequestra Deborah e a usa em experimentos com o C-Vírus. Quando Helena se reecontra com sua irmã, não acontece o reencontro feliz que era esperado. Deborah se transforma em uma critura horrenda, sem nenhum traço de humanidade, exceto por seus suaves traços faciais que fazem ilusão a sua antiga beleza.

Abaixo está um memorando escrito por um membro da Família, detalhando suas ações depois de ter Deborah como refém.

Temos recebido ordens para matar Deborah assim que Helena sair. De qualquer forma, eventualmente ambas serão mortas, então isso iria acelerar o processo. Mas seria um desperdício matá-la. Não posso deixar de pensar na sua pele macia e corpo escultural. Ela apenas faz o meu tipo.

Ela está um pouco surrada, mas seria um teste maravilhoso para os nossos experimentos.  Acho que vou mantê-la por perto e ver como ela irá reagir ao C-Vírus.

Leon e Ada

Ada Wong é uma espiã cuja atividade principal é desconhecida. Pouco se sabe sobre ela, nem mesmo se Ada Wong é um codinome ou seu nome verdadeiro.

Ada encontrou Leon pela primeira vez durante o Incidente de Raccoon City em 1998, quando Leon era um policial novato e inexperiente tentando desesperadamente escapar do pesadelo em que havia encontrado em Raccoon City. Ada estava na cidade realizando uma missão para uma empresa concorrente da Umbrella Corporation.

Quando as circunstâncias os colocaram juntos, Ada escondeu a natureza de suas atividades enquanto usava Leon para realizá-las. A luta pela sobrevivência os uniu, e Ada acabou salvando a vida de Leon. Infelizmente, eles tiverem que trilhar caminhos diferentes para fora da cidade, mas isso não os fez esquecer o que sentiam pelo outro.

Após a fuga, seus caminhos eventualmente se cruzavam, Leon como agente do governo dos Estados Unidos e Ada como uma espiã. Ada não têm escrúpulos ao usar Leon quando lhe convém, mas Leon é relutante ao ter que dar um jeito nela. Eles não se consideram inimigos, mas é difícil dizer o que sentem pelo outro. “Complicado” é a palavra que resume sua relação.

Existem poucos registros sobre Ada Wong, incluindo esse relatório escrito por um agente da CIA que estava presente durante a guerra civil na República Eslava.

“Determinamos a identidade de um membro da BSAA que intercedeu em assuntos do governo da república como uma mulher chamada Ada Wong. A BSAA negou seu envolvimento e já cobriu todos os registros disso. Parece que somos os únicos que sabem desse detalhe.”

O crime de Helena

Derek Simmons coagiu Helena Harper a ajudá-lo assasinar o presidente Benford quando raptou sua irmã Deborah. Helena não teve escolha a não ser enviar um alerta de rádio ao Serviço Secreto dizendo que um grupo tinha invadido a Universidade Ivy com a intenção de matar o presidente.

O presidente estava no campus para fazer um discurso, e o Serviço Secreto compareceu para ter certeza de que ele estava seguro. Vários agentes foram enviados para procurar os suspeitos e isso criou a abertura que Simmons precisava.

Helena amava sua irmã, mas ela não podia permitir ser parte de um ataque terrorista. Ela correu para o campus para convencer os agentes a desistirem de sua busca e protegerem o presidente, porém, muitos deles estavam cientes de suas infrações e, por isso, não acreditaram nela. Então, os ataques começaram.

Os agentes haviam saído à procura dos terroristas, por conta disso, o serviço foi lento na evacução do presidente Benford e incapaz de salvar sua vida.

Abaixo está um memorando deixado para trás por um dos agentes do Serviço Secreto antes do incidente.

Vários de nós foram intimados a vasculhar a universidade depois de receber um relatório que dizia que o presidente estava correndo risco de vida. Espero que seja apenas uma brincadeira. Eu não vi nada suspeito até o momento, entretando, Helena Harper diz que Derek Simmons quer matar o presidente, e que devemos voltar aos nossos postos. Simmons é amigo do presidente! Ela também disse que foi forçada a relatar informações falsas após sua irmã ser mantida como refém. Como ela pode esperar que a gente acredite nela quando tudo o que ela diz parece loucura? Por que temos que ter uma “criança problema” na CIA?

Se ouví-la significa deixarmos um suposto assassino escapar, merda será jogada no ventilador. Acho que vou dar um tempo pra ela em um quarto em algum lugar para relaxar enquanto continuamos com a busca.

Eu gostaria que essa tosse passase. Devo estar pegando algo.

Brzak

Brzak é uma vítima do C-Vírus, do tipo extremamente mutante. Brzak é derivado da palavra sérvia para “rápidos”.

Suas capacidades auditivas e oculares são praticamente nulas, por isso depende de sensações cinéticas com base no movimento da água para caçar sua presa. Ele vai atacar indiscriminadamente toda presa em movimento, seja ela humana ou zumbi. No entanto, cadáveres que flutuam na água não interessam.

Abaixo está um memorando destinado à Família, onde a ferocidade do Brzak é detalhada por um pesquisador.

Este louco tubarão-monstro come quase tudo que deixarmos cair. Outro dia nós jogamos alguns computadores velhos e ele os engoliu instantâneamente como se fossem doces – atraído pelos movimento na água. Mas então ele parou e percebi que ele não estava se movendo, por isso tivemos que cutucar o equipamento com varas para deixá-lo interessado. Precisávamos que os dados fossem destruídos, por isso, essa coisa não é só boa para matar, mas também útil perto dos escritórios.

Pensem sobre isso, nós temos um monte de indivíduos mortos por conta de nossos experimentos, então eu acho que vou deixá-los cair no tanque como um lanche para o nosso pequeno triturador de lixo.

Rasklapange

Rasklapange é uma vítuma do C-Vírus, do tipo extremamente mutante. Rasklapange é derivado da palavra sérvia para “desmontar”.

A pele lisa e pálida que cobre o exoescqueleto dessa critatura, é progetada para proteger a parte “lesma” de seu corpo principal, localizada no tronco. Mesmo quando a forma humanóide dessa criatura é destruída, seu corpo principal não sofre nenhum dano. Quando essas partes se separam, elas ainda podem procurar a presa de forma idependente.

Sua estrutura flexível permite que ele passe por aberturas estreitas como dutos de ventilação e outros epaços apertados. Sua principal fraqueza é o fogo, e quando entra em contato com calor intenso, seu corpo principal pula para fora de seu exoesqueleto humanóide para escapar do perigo.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador da Neo-Umbrella.

Nós presenciamos uma mutação irregular em alguns de nossos testes. A criatura resultante é capaz de separ partes de seu corpo e enviá-las atrás de sua vítima. As partes de seu corpo parecem ter vida própria, procurando e atacando, mas depois retornam ao corpo principal, trabalhando em cunjunto.

Ainda temos muito a aprender sobre essa mutação, mas vai certamente ser uma arma muito eficaz em campo.[/toggle]

Derek C. Simmons, de 46 anos, é acessor do presidente dos Estados Unidos. Ele é perfeccionista e cruel, e possui uma personalidade disposta a subir para um alto escalão de poder no governo.

Ele é o atual chefe da Família, uma fraternidade secreta de personalidades poderosas e influentes que controlam o mundo e manipulam o desenvolvimento ocidental à séculos. Esta organização fará o necessário para garantir a estabilidade e ordem mundial.

Temendo o caos que resultaria do plano do presidente Bendord em revelar a verdade sobre o Incidente de Raccoon City, o Sr. Simmons organizou seu próprio ataque bioterrorista, onde o presidente seria apenas uma de muitas das vítimas.

Abaixo está um memorando escrito por Simmons antes do ataque.

Eu adverti o Adam novamente para não ir a público com os detalhes sobre o Incidente de Raccoon City, e até mesmo usei a Família para pressionar ele, mas ele não me escuta. Ele não tem idéia do quão grande um erro desses pode causar. Seu maior erro, porém, foi me contratar como braço direito, sem saber que eu era chefe da Família. Se ele soubesse que estou observando seus movimentos…

Agora, ele se tornou inimigo da Família e não há como voltar atrás. É hora de usar minha posição para certificar o equilíbrio desse mundo.

A primeira transformação de Derek

Depois que Derek Simmons foi injetado com uma amostra reforçada do C-Vírus, ele entrou na primeira fase de mutação. Nesta fase, a parte superior de seu corpo mantém uma aparência humanóide, e sua violência aumenta. Ele tamém perde sua conciência. Suas pernas, no entanto, se tranformam em algo animalesco, poderoso o suficiente para correr mais que um trem em alta velocidade. Ele também pode disparar pedaços de seus próprios ossos como progéteis. Qualquer porção óssea perdida no processo é recuperada graças aos efeitos do C-Vírus.

A Família observou Simmons atentamente depois que ele foi injetado com o C-Vírus. A FOS foi capaz de interceptar parte de uma mensagem de um dos membros da Família durante este período.

O Derek já era. A mutação está ficando cada vez pior. Ele está mais feio do que qualquer J’avo que eu já vi.

Agora que todos estão preocupados em ir atrás de uma mullher, nós decidimos aliviá-lo de sua posição. Teremos que escolher outra pessoa para liderar a Família.

A segunda tranformação de Derek

Enquanto a infecção do C-Vírus começa a criar raízes no corpo de Derek, ele entra na segunda fase da mutação. Nesta fase, o corpo de Simmons se assemelha a de um dinossauro gigantesco e sua musculatura é bastante densa. Ao contrário da fase um, Derek se comporta de maneira instintiva. Sua força o faz devorar seus inimigos, e ele ainda é capaz de saltar para atacar o helicóptero pilotado por Ada.

A Família observou Simmons atentamente depois que ele foi injetado com o C-VÍrus. A FOS foi capaz de interceptar parte de uma mensagem de um dos membros da Família durante este período.

Derek perdeu a cabeça por causa da mutação, por isso, é necessário que o governo o mate. O que injetaram nele? Parece ser algo diferente do C-Vírus, nunca vi uma mutação como essa. Deve ter sido algo que a Ada criou com a Neo-Umbrella. Se pudéssemos obter uma amostra disso, nós poderíamos estudar. Terei que colocar alguns dos nossos nisso.

A terceira transformação de Derek

O corpo de Derek continua a sofrer mutação, e ele entrou na terceira fase. A humanidade de Derek desapareceu completamente. Nesta fase, seu instinto de sobrevivência continua. Ele ingere vários cadáveres a fim de dar ao seu corpo a matéria orgânica necessária para assumir esta forma. Esta nova forma hedionda se assemelha a uma mistura de várias espécies de insetos. Quando Derek perde algum membro de seu corpo, ele pode regenerá-lo através da ingestão de mais cadáveres. Ele poderia, em teoria, viver para sempre, desde que tivesse cadáveres para ingerir.

A Família observou Simmons atentamente depois que ele foi injetado com o C-VÍrus. A FOS foi capaz de interceptar parte de uma mensagem de um dos membros da Família durante este período.

A morte de Derek foi confirmada.

A Neo-Umbrella, provavelmente, também não vai ficar de pé por muito mais tempo.

O novo líder da Família foi escolhido.

Nós precisamos nos unir e perseverar como fizemos no passado se quisermos manter o equilíbrio do mundo.

Chris Redfield

Chris Redfield tem 39 anos, e atua como agente da B.S.A.A., na filial da América do Norte. Ele era o líder da Equipe Alpha, até sofrer de amnésia pós-tráumatica e acabar como um bêbado no sul do Leste Europeu.

Neste tempo, um surto biológico na China chocou o mundo. Piers Nivans, seu parceiro da Equipe Alpha, então o encontra a fim de convencê-lo a retomar o seu papel de liderança na B.S.A.A..

Apesar de sua perda de memória, Chris mantém a coragem e capacidade de liderança, que o fez um dos principais agentes da B.S.A.A..

Abaixo, uma transcrição de uma comunicação, enviada da B.S.A.A. da América do Norte, para Piers:

Aqui é a sede. Nivans, está na escuta? Houve um ataque bioterrorista na América e na China. Nós não temos muitas informações sobre a situação ainda, mas o governo dos EUA está negando a nossa ajuda. Por isso, precisamos da equipe Alpha para cuidar da situação na China.

Temos relatos de B.O.W.s J’avo semelhantes às que sua equipe encontrou antes.

Também ouvimos dizer que você está à procura de Chris Redfield, então, se você puder, leve-o com você para Lanshiang. Ele poderia ser uma grande ajuda.

A B.S.A.A.

Após a dissolução da Umbrella Corporation, em 2003, muitas outras empresas farmacêuticas viram a sua pesquisa com armas biológicas entrar no mercado negro.

E nas mãos do crime organizado ou terrorista, as armas biológicas estavam destruindo vidas em todo o mundo. Em respostas às vozes que clamavam por uma ação a ser tomada, o Consórcio Farmacêutico Global formou a força-tarefa anti-bioterrorista conhecida como: Aliança de Segurança e Avaliação em Bioterrorismo (Bioterrorism Security Assessment Alliance – B.S.A.A.)

Inicialmente, a B.S.A.A. era apenas uma organização civil de caráter consultivo, mas como a ameaça apresentada pelo bioterrorismo se espalhou, as Nações Unidas decidiram expandir o grupo, a fim de ter uma força de resposta rápida, que poderia lidar com as ameaças de todo o mundo.

Com o seu novo patrocínio no lugar, a B.S.A.A. ganhou a autoridade para proceder a inquéritos em países do mundo todo, e para fazer prisões onde quer que fosse despachada.

No entanto, a B.S.A.A. é solicitada muitas vezes a não intervir em incidentes dentro dos Estados Unidos. O raciocínio por trás disso, pode ser visto em uma nota escrita por Chris em 2005:

O governo dos EUA acabou de se livrar do surto no Aeroporto Harvardville. Eles não têm muita informação que dê sentido as causas do incidente, por mais que seja fato, que o T-Vírus e G-Vírus foram as causas dos zumbis. Eles fizeram um bom trabalho de limpeza. Só levou um dia.

Não é uma grande surpresa, eu suponho.  O governo tem lidado com esse tipo de incidentes desde Raccoon City. Eu acho que é por isso que a B.S.A.A. nunca é convidada para a festa.

Eles tem seus próprios seguranças. Eu só espero que eles nos chamem quando as coisas começarem a ficar mais sérias para eles lidarem por conta própria.

Claire estava envolvida, mas entrei em contato com ela e ela parece estar bem. Me deixou preocupado.

J'avo

O C-Vírus transforma hospedeiros humanos em criaturas chamadas J’avo.

Estas criaturas perdem todo o controle de si mesmas, mas não demonstram nenhum déficit perceptível em suas funções mentais. Isso explicaria relatos de J’avos manuseando armas de fogo, e a habilidade de se comunicar com outro J’avo na língua nativa de seu país.

O J’avo tenderá a seguir as ordens que lhe foram dadas antes da infecção pelo C-Virus, e eles farão isso sem nenhuma preocupação com sua própria segurança ou bem estar.

O vírus cria um intenso estado febril no hospedeiro, e quanto mais o infectado sofre danos, ele se torna mais quente. Muitos J’avos foram vistos sucumbir feridas queimando até a morte, em chamas brilhantes e quentes que engoliram seus corpos.

Dito isso, o que normalmente seria uma ferida mortal, é rapidamente curado através dos efeitos do vírus. Mais sobre essa e outras características, podem ser vistas nesse trecho de um diário escrito por um membro da B.S.A.A.:

Nossa missão na Europa Oriental acabou, e é hora de ir para casa.

Lutamos contra coisas chamadas J’avo, um tipo totalmente novo de mutação viral.

Eles são ágeis, inteligentes e suas feridas se curam automaticamente.

Eu odiaria ver qualquer uma dessas criaturas soltas publicamente.

Mutações do J'avo

Após o C-Vírus transformar um humano infectado em um J’avo, o hospedeiro vai continuar a sofrer mutações. A mutação geralmente ocorre em partes específicas de seus corpos.

Quando o corpo de um infectado estiver machucado, as propriedades regenerativas do C-Vírus tentarão reparar o dano.

Os reparos substituem o tecido humano normal por quitinosos, tecidos parecidos com os de insetos.

Em alguns casos, os reparos assumem uma finalidade utilitária, substituindo braços por escudos formados por carapaças. Outros relatos afirmam que alguns J’avos criaram asas e ganharam a habilidade de voar.

Certas mutações, como as asas mencionadas acima, foram oservadas em diversas ocasiões; a esta altura, o número exato de tipos de mutaçòes que realmente existem, é desconhecido.

O nome “J’avo” foi dado pelo departamento de pesquisa e desenvolvimeto da B.S.A.A. européia:

Piers,

Obrigado pela amostra da nova mutação. Já começamos a cutucá-lo para descobrir como ela funciona. Todos nós estamos muito animados, na verdade.

Nós estamos chamado as pessoas infectadas com o C-Vírus de “J’avo”m que é uma palavra sérvia que significa “demônio”. Também estamos usando palavras da língua sérvia para nomear as mutações variantes que surgem. Por exemplo, os J’avo com braços de foice, são chamados de “Ruka-Srp”. “Ruka” significa “braço” e “Srp”, significa “foice”. Os J’avo com asas que parecem de mariposa no lugar das pernas, são chamados “Noga-Let”. “Noga” significa “perna” e “Let”, significa “vôo”. O Sérvio soa grandioso para nomear essas criaturas, você não acha?

Eu sei que vocês lá fora, no campo de batalha, provavelmente vão começar a usar codinomes que são mais fáceis de lembrar, que façam mais sentido. Mas não se esqueça: se um repórter te perguntar: “O que era aquela coisa com garra?”, não diga que era um “cortador de grama”!.

Piers Nivans

Piers tem 26 anos, e atua como agente da B.S.A.A., na filial da América do Norte. Chris Redfield é o seu comandante.

Suas habilidades de coordenação e concentração com a mão e os olhos, são únicas, fazendo dele o atirador de elite de alto escalão da B.S.A.A.. Ele pode reagir rapidamente às mudanças de condições no campo de batalha, e como tal, ele normalmente irá encontrar uma maneira de completar sua missão, apesar de todas as dificuldades.

Um homem sério e determinado em campo, ele ainda tem tempo para oferecer uma palavra amável para seus companheiros. São essas qualidades que fazem com que seu comandante comente que o futuro da B.S.A.A. repousa sobre os ombros de homens como ele.

Nivans prefere não pensar em sua equipe como subordinados, mas como membros de uma grande família. Ele acredita que a força da B.S.A.A. depende dos laços de todos os seus agentes.

Ele detém grande respeito pelo capitão Redfield, que confia em Piers incondicionalmente.

Piers assumiu a equipe após o desaparecimento de Chris. Abaixo, está uma nota de um funcionário de alto escalão da B.S.A.A., detalhando a situação de Piers, durante esse tempo:

Faz cerca de um mês que Piers assumiu o comando da Equipe Alpha, e ele tem feito um excelente trabalho. Ele não é um líder tão forte como Chris, mas ele está à altura.

Eu não me importaria se ele se tornasse permanentemente o capitão da Equipe Alpha, mas acho que preferiria ver Chris retornando para o trabalho. Piers se parece com ele, mas também sente que a B.S.A.A. não é a mesma sem ele.

Vamos torcer para que nossos agentes na Europa Oriental encontrem algo sobre seu paradeiro.

Ogroman

O Ogroman é um tipo de B.O.W. usada pelos insurgentes durante a guerra civil em Edonia. A palavra “Ogroman” é derivada do sérvio, que significa “corpo gigante”. Como o nome sugere, essa criatura é uma das maiores armas biológicas estáveis existentes. Sua força é incalculável, violenta e destrutiva.

Essas B.O.W.s não são muito inteligentes, e seguirão as ordens dadas sem pensar, ou hesitar.

Ele pode ser facilmente derrubado se houver poder de fogo suficiente concentrado no sistema vital, proeminente em suas costas.

A urgência da situação, não deu outra escolha ao Exército de Liberação Edonio, a não ser deixar essa vulnerabilidade exposta. Esse fato pode ser confirmado em uma nota escrita por um oficial comandante desse exército:

A B.S.A.A. invadiu nosso território e todo o caminho para nossa prefeitura. Se eles tomarem o controle, nós não teremos nenhuma esperança de retaliação.

Nossa única opção agora, é enviar aquela imensa besta, que a mulher asiática chama de “Ogroman”. Ela alertou-nospara não usá-lo em batalha até que o ponto fraco nas costas fosse reparado, mas ele deve ser capaz de esmagar alguns membros da B.S.A.A., antes que ela o derrube.

O C-Vírus

O C-Vírus transforma hospedeiros humanos em criaturas J’avo. O vírus gera  as mais terríveis mutações no infectado. E é a mais recente arma bio-orgânica a ameaçar a segurança mundial.

Um de seus primeiros usos conhecidos, foi como uma droga de preservação da saúde, administrado em soldados mercenários, em uma, das muitas lutas internas da Europa Oriental.

Após a sua utilização na Europa, muitas criaturas J’avo semelhantes começaram a se transformar em todo o mundo.

O “C” representa “Crisálida”, já que o vírus encerra sua mutação em hospedeiros humanos, colocando-os em casulos.

Os primeiros testes dos pesquisadores da B.S.A.A. revelaram pouco, e será preciso tempo, para compreender plenamente o novo vírus. Abaixo está uma nota escrita por um desses pesquisadores.

O C-Vírus é um vírus de RNA que corrói as células sanguíneas de infectados e provocam estranhas mutações que se assemelham a insetos.

O vírus T-Veronica, do surto na Ilha Rockfort em 1998, pode ter sido usado como uma base, tendo em conta a semelhança entre as aparências das mutações. Até o momento, nós acreditamos que o G-Vírus poderia ter sido combinado, de algum modo,  com o T-Veronica para criar o C-Vírus.

Quem poderia ser louco o suficiente, para fazer algo assim?

Napad

O Napad é uma criatura resultante de uma mutação de alto nível provocada pela exposição ao C-Vírus. “Napad” é uma palavra derivada do sérvio, e significa “ataque”.

Essa criatura tem uma epiderme de proteção, assim como uma musculatura densa e resistente. O indivíduo ataca balançando seus braços poderosos, de forma descontrolada. Quando se sente ameaçado, ele bate em seu peito, como um gorila.

A temperatura do corpo do Napad, é muito maior do que a de um J’avo. É, de fato, tão elevado, que o seu corpo constantemente desprende vapor, à fim de manter um nível de temperatura que não coloque sua vida em risco. (A forma o Napad consegue desprender o vapor sem se desidratar, é desconhecida.)

Qualquer dano à criatura, sendo por tiro ou trauma contundente, vai quebrar a sua casca exterior, revelando seu tecido muscular frágil, que fica em baixo. O sistema nervoso, que fica em suas costas, é muito sensível. Traumas nessa área, matarão o monstro instantaneamente.

Abaixo, uma transcrição de uma comunicação enviada por um membro da B.S.A.A. à sede.

“Nós temos um grande problema!”

“Merda. Essa coisa é forte.”

“Não cheguem perto dele! Fiquem para trás, e apenas continuem atirando!”

“Espere! É coberto por uma espécie de armadura de conchas.”

“Usem suas armas para quebrar! Não estamos indo a lugar nenhum com isso!”

Finn Macauley

Finn Macauley tem 22 anos, e é atua como agente da B.S.A.A., na filial da América da Norte.

A sua primeira ação real, que ele presencia, é na guerra civil de Edonia. Chris Redfield é o seu comandante. Ele é honesto e sincero, além de um tanto tímido. Como um especialista em explosivos, ele é encarregado de destruir barricadas e torres de armas anti-aéreas.

Infelizmente, ele é vítima das falcatruas de Ada, sucumbindo a uma infecção que o transforma em uma das armas biológicas, que ele próprio foi encarregado de combater. Após de perder a sua humanidade durante a transformação em uma criatura irracional, ele foi morto por tropas de apoio da B.S.A.A. e despachado para o descarte de B.O.W.S. em Edonia.

Finn enviou uma carta para sua mãe, um dia antes de ser enviado para Edonia.

Querida mamãe,

Espero que esteja tudo bem. Amanhã serei enviado para Edonia, como um membro da Equipe Alpha da B.S.A.A. da América do Norte. Ainda que eu seja apenas um novato, é uma honra para mim poder participar dessa equipe. Só espero que eu não atrase nenhum dos outros integrantes.

O nome do capitão da nossa equipe é Chris Redfield. Ele é praticamente uma lenda, devido o seu histórico de luta contra o bioterrorismo. Eu tive a chance de falar com ele uma vez, mas ele parecia tão assustador, que eu não conseguia falar nada. Mas eu provavelmente vou ter outra chance, uma vez que iremos para Edonia; então eu vou tentar não ser tão tímido na próxima vez. Eu preciso ouvir mais, e ser só mais extrovertido.

Bem, é melhor eu ir. Levará um tempo até eu conseguir escrever para você de novo, então não fique muito preocupada comigo. Eu gostaria de te dar algum presente de Edonia, mas você sabe o quanto ocupado eu posso ficar no campo de batalha.

Finn

A amnésia de Chris

Chris Redfield sofreu de amnésia pós-traumática, após ele e sua equipe caírem em uma armadilha de Ada Wong na República de Edonia. A maior parte de sua equipe morreu, e Chris foi levado inconsciente para um hospital local.

Ao acordar, Chris não tinha nenhuma lembrança  de quem ele era, ou o que tinha ocorrido, mas sua mente estava destroçada por uma culpa inexplicável e esmagadora. Determinado a fugir, Chris deixou o hospital antes que alguém pudesse checá-lo.

Antes de Piers Nivans e a B.S.A.A. o encontrar, Chris viveu como um mal humorado bêbado violento, na esperança de se anestesiar à dor do que aconteceu naquele fatídico dia.

Abaixo está uma declaração feita por uma bartender que trabalha no bar que Chris frequentou regularmente durante sua bebedeira na Europa Oriental. Ela foi questionada pela B.S.A.A..

Ele começou a vir aqui, cerca de cinco meses atrás.

Perguntamos de onde ele era, mas ele disse que não se lembrava, então  começamos a chamá-lo de “cão abandonado”. Mas em sua aparência, ele era muito mais um urso do que cão. Ele sempre está com um olhar rude e deprimido. Nunca é bom em pagar todas as bebidas que bebe – ele é, definitivamente, o pior cliente que temos aqui. Ah, e eu ouvi dizer que ele ganha dinheiro fazendo algum tipo de trabalho como guarda-costas, o que não me surpreende. Ele deve usar esse dinheiro para beber e pagar hotéis.

E então? Ele está envolvido em algum problema, ou algo do tipo? Haha. Eu sabia que uma hora alguém viria atrás dele.

Poisawan

Poisawan é uma favela localizada na cidade chinesa de Waiyip, construída em torno das ruínas de uma fortaleza em pedaços. Chris Redfield e a Equipe Alpha derrotaram uma B.O.W. com uma incrível habilidade de camuflagem nessa área.

No início do século XX, a área era uma base de operações para o colonialismo britânico. O Imperador da China foi capaz de reunir os povos vizinhos para expulsar os britânicos de suas terras. Após a retirada britânica, Poisawan virou uma terra sem lei. Sem ninguém no controle, as pessoas começaram a construção de habitações sem planejamento, até formarem os confusos labirintos que compõem o distrito hoje.

Após o ataque terrorista, a metade dos moradores, evacuaram a região, entretanto, o paradeiro do restante, é desconhecido. No entanto, uma nota foi encontrada, dando dicas do que pode ter acontecido com eles. Foi supostamente escrito, há vários dias antes do ataque.

A bela mulher, chamada Wong, apareceu em Poisawan recentemente.

Ela disse que estava à procura de homens jovens e saudáveis, então eu me aproximei dela com interesse. Parece que ela estava procurando por pessoas como eu, que estivessem dispostas a participar de testes com novos medicamentos. A quantidade de dinheiro que ela estava oferecendo é o suficiente para viver despreocupado, por no mínimo, um ano. Eu não sei que tipo de medicamento ela está testando, mas você não pode resistir esse preço.

Testes com medicamentos parecem assustadores, mas eu não consigo parar de pensar no dinheiro. Acho que vou até Wong, aceitar a sua oferta.

Iluzija

O Iluzija é uma criatura resultante de uma mutação de alto nível, provocada pela exposição ao C-Vírus. Seu nome é derivado de uma palavra sérvia que significa “fantasma”.

Esta criatura se parece com uma monstruosa e grande serpente, que pode camuflar seu corpo para se misturar com o ambiente. Quando a criatura avista a sua presa, ela começa a se comportar de forma irregular.

Quando está enfraquecida, sua capacidade de camuflagem, é notavelmente reduzida. Para compensar a perda desse mecanismo de defesa, sua pele se tornará extremamente resistente, o que reduz o dano causado por armas convencionais.

Abaixo, um memorando deixado para trás, por um pesquisador envolvido na criação de Iluzija para a Neo-Umbrella.

Chamamos essa mutação de “Iluzija”. Foi uma descoberta surpreendente.

A sua capacidade de camuflagem é tão eficas que torna-se praticamente invisível. Isto, obviamente, dá uma vantagem muito boa sobre a sua presa. As escamas de cobra, não só escondem a criatura, mas formam uma armadura extremamente resistente. Mas no interior, esse indivíduo é frágil coo qualquer outro animal.

O seu único ponto vulnerável, é sua boca, que se torna visível quando ela abre para o ataque. Mas a vítima teria apenas um momento para contra atacá-la, antes de ser comida viva.

O arquivo de Chris

Chris Redfield começou sua carreira militar como um piloto da Força Aérea dos Estados Unidos. Sua falta de vontade e comprometimento o colocou em conflito direto com seus superiores. Incapaz de resolver as diferenças, Chris se aposentou da Força Aérea.

Ele então foi descoberto pelas forças especiais de Raccoon City (S.T.A.R.S.) por causa de suas habilidades de luta superiores em combate e qualificações como piloto. Depois do que ficou conhecido como “O  Incidente da Mansão”, nos arredores de Raccoon City, Chris decidiu partir para parar a Umbrella e avisar ao mundo da ameaça de armas biológicas.

Após a dissolução da Umbrella em 2003, Chris decidiu juntar-se à B.S.A.A. e continuar a luta. Isso o levou para a África em 2009, e em conflito direto com seu ex-chefe, Albert Wesker. Chris matou Albert durante a operação, e ele finalmente foi capaz de acabar com todos os fantasmas da Umbrella e de Raccoon City.

Em 2012, durante uma operação em Edonia, todos os seus soldados, exceto Piers Nivans, foram transformados em armas biológicas. Chris sofreu um trauma na cabeça que o levou à amnésia, e foram necessários seis meses para que Piers pudesse encontrá-lo novamente.

Chris é um membro muito importante da B.S.A.A., e foi um grande choque para a organização quando ele foi dado como desaparecido no hospital. A busca por ele foi conduzida por Piers e todos os integrantes da B.S.A.A. ajudaram da forma que podiam.

Abaixo está um e-mail eviado para Piers pela filial da B.S.A.A. do Oeste Africano.

Destinatário: Piers Nivans, divisão Norte Americana da B.S.A.A.
Remetente: Sheva Alomar, divisão Oeste Africana da B.S.A.A.

Fiquei muito triste ao saber do desaparecimento recente de Chris. Ele era um membro muito importante da B.S.A.A., e ele era uma pessoa muito importante para mim, também. Por favor, me diga se há algo que eu possa fazer para ajudar. A divisão Ocidental Africana da B.S.A.A. está aqui para te dar apoio no que precisar.

Chris e Leon

Chris Redfield e Leon S. Kennedy trabalham para duas organizações diferentes, e não tem nenhuma razão para interagir um com o outro. Mas eles compartilham uma conexão: a irmã de Chris, Claire.

Após o Incidente da Mansão, em 1998, Chris partiu para a Europa por conta própria, determinado a derrubar a Umbrella. Antes de sair, ele não informou Claire sobre o seu paradeiro, e então ele foi até Raccoon City para procurá-lo. Lá ela conheceu Leon e, juntos, eles abriram caminho para fugir dos horrores da cidade. Claire depois reencontra seu irmão na Ilha Rockfort.

Ela ama e respeita seu irmão, e considera Leon um amigo de confiança.

Com Claire como um contato mútuo, seria uma questão de tempo, até que os dois se conhecessem. Embora as interações entre suas respectivas organizações sejam estritamente restritas, quando eles finalmente se conhecem, compreendem as convicções profundas de cada um, especialmente à erradicação das armas bio-orgânicas.

A conversa que aconteceu entre os dois é confidencial. Porém, Hunnigan anotou os detalhes de sua reunião em um relatório que enviou para Adam Benford. Abaixo está um trecho do relatório.

Um membro da Terra Save, Claire Redfield, apresentou os dois, e eles apertaram as mãos firmemente, sorrindo. Parecia que os dois eram dois amigos que não se viam em 10 anos. Eles não falaram muito, e a conversa foi bem curta, mas acredito que eles chegaram a compreensão das dificuldades de cada um em suas batalhas contra o bioterrorismo.

Eu acredito que este encontro foi um passo importante para quebrar a barreira entre o governo dos Estados Unidos e da B.S.A.A..

Neo-Umbrella

Em Edonia, Chris e sua equipe da B.S.A.A., caíram em uma armadilha arquitetada por Ada Wong. Ela usou o C-Vírus para transformar sua equipe em B.O.W.s.

Como líder da Neo-Umbella, Ada trouxe o C-Vírus que tinha sido desenvolvido na China, para a guerra civil em Edonia, onde ela secretamente ofereceu aos insurgentes, para administrar em seus combatentes mercenários. Os mercenários então se transformaram em criaturas conhecidas como J’avo, e ela recolheu os dados de suas transformações.

Chris passou a maior parte de sua vida lutando contra a empresa farmacêutica, Umbrella, quase perdendo em diversas ocasiões. Não é difícil imaginar o que ele pensou na primeira vez que ouviu o nome “Neo-Umbrella. O motivo pelo qual Ada nomeou a organização, é uma pergunta que só ela pode responder.

A Equipe Alpha foi quase completamente aniquilada, depois de entrar em contato com a Neo-Umbrella e Ada. No entanto, ainda não havia uma prova real da existência da Neo-Umbrella no momento. A mulher que se chamava Ada poderia ter mentido tanto quanto a B.S.A.A. sabia, então eles tiveram o cuidado de não chegar a conclusões precipitadas.

No último relatório, a Neo-Umbrella se fez conhecida quando um novo vírus atingiu a China, e Ada Wong foi confirmada como sua líder. Abaixo está uma nota escrita por Marco Rosa, da filial da B.S.A.A. da América do Norte, antes de ser enviado para a China, para combater a nova organização e seus ataques.

Dos arquivos da Neo-Umbrella

Para: Todo pessoal da Neo-Umbrella

Às 23hrs29min de hoje, os sinais vitais da nossa líder, Ada Wong, pararam. Ao mesmo tempo, o Plano D parece ter sido ativado. Todo o pessoal em nossas instalações do Extremo Oriente devem seguir para uma das zonas de segurança pré-determinadas. Este aviso de emergência destina-se à toda a equipe humana e não para cobais J’avo. Uma cápsula de emergência será enviada para a instalação submersa, depois que o Plano D estiver totalmente em vigor.

Plano D:
Infectar todos em Lashiang por um disparo de míssil no distrito de Tatchi.
Durante a confusão, despertar Haos na instalação sabaquática, e enviá-lo em terra.

Com isso, o mundo inteiro vai experimentar o pânico que assolou Raccoon City; o caos será a nova ordem. Vamos deixar nossa líder, Senhorita Wong, orgulhosa.

Serei enviado para a China hoje, que foi atingida por um novo vírus. Levarei a Equipe Bravo. Ouvi dizer que a Equipe Alpha encontrou Chris, então acho que ele os levará. Vai ser bom vê-lo.

Eu não posso acreditar que aqueles babacas por trás dos ataques estão se denominando “Neo-Umbrella”. Eu acho que eles realmente pensam que são um grande merda para usar esse nome. Mal posso esperar para capturar Ada e fazê-la pedir perdão na frente de todo mundo.

O arquivo de Piers

Todos os homens da família de Piers Nivans, foram militares, desde seu bisavô. Até onde ele consegue se lembrar, Piers queria seguir os passos de seu pai.

Ele se formou como o melhor de sua turma, em uma academia militar de elite, onde foi altamente reconhecido por suas habilidades como um franco-atirador. Após a formatura, ele se juntou às forças especiais do Exército.

Não muito tempo depois de entrar para as forças especiais, ele se desiludiu. Enquanto participava de treinos regulares, ele buscava um propósito maior, uma razão para toda essa preparação. Em 2010, ele encontrou esse chamado, quando Chris Redfield, impressionado com as habilidades de atirador de elite de Piers, o convida para integrar a B.S.A.A..

Piers ficou impressionado com a forma como Chris comandava a Equipe Alpha; tratando-os como uma família, e não como soldados dispensáveis. Chris, por sua vez, sabia que ele não podia ser um agente de campo para sempre, e foi por isso que recrutou Piers. Ele acredita que o futuro da B.S.A.A. está nas mãos de indivíduos talentosos, como Piers; e Piers, por sua vez, tem agora uma causa para lutar.

Piers falou com alguns de seus superiores à respeito de Chris, cerca de um ano atrás. Abaixo está um memorando escrito por um deles, que parecia ter muito interesse no que Piers tinha a dizer.

Piers e eu conversamos sobre Chris Redfield no outro dia, e o que ele enfrentou, quando tinha a minha idade. O que eu tenho a dizer é muito louco!

Quando Chris tinha 25 anos, ele estava envolvido no famoso “Incidente da Mansão”. Ele lutou contra armas biológicas, antes de elas sequer serem chamadas de B.O.W.s., e viveu! Por si só, isso já é impressionante o suficiente. Então, ele sai em uma missão particular, para procurar sua irmã na Ilha Rockfort, que era administrada pela Umbrella. Ele combateu monstros gerados à partir de um novo vírus, e até confrontou Albert Wesker.

Eu não acho que eu poderia lidar com tudo o que ele fez, neste ponto da minha vida. Ele é um cara osso duro de roer! Uma lenda mesmo!

Eu gostaria de ser como ele. Eu só não sei se tenho o que é necessário.

Chris e Albert

Chris Redfield e Albert Wesker, o pai de Jake Muller, têm uma  uma história que remete ao tempo que ambos integravam a mesma equipe do S.T.A.R.S., e encontraram a primeira B.O.W. do mundo, durante o “Incidente da Mansão” em 1998.

Descobriu-se mais tarde, que este “acidente” foi projetado por Albert, que estava trabalhando para a Umbrella. Como resultado, Chris perdeu muitos amigos e colegas.

Chris partiu para impedir a Umbrella de propagar suas armas biológicas, o que o colocou em conflito com Albert em numerosas ocasiões.

Em 2009, Chris se encontra na África tentando impedir Albert de matar a maior parte da população do planeta. Durante a batalha, Albert se transforma em uma B.O.W., mas é morto graças a Chris e sua parceira, Sheva Alomar. Felizmente, os planos de genocídio mundial de Albert nunca tiveram sucesso.

Chris fala de seus sentimentos durante esse tempo, abaixo.

Acabar com Wesker foi definitivamente um ponto de virada. Eu lutei contra tudo o que tinha que lutar. Mas ao mesmo tempo, me fez sentir como se eu tivesse feito tudo o que eu tinha intenção de fazer, ao derrotar um monstro como ele.

Eu não tenho intenção nenhuma de desistir da luta, mas eu não posso fazer isso sozinho. Pode chegar um momento em que alguém como Wesker se levantará novamente, e alguém mais jovem deverá tomar a frente. Então, eu vou voltar a trabalhar em equipe e ensinar aos jovens o que eles precisam saber. A B.S.A.A. precisará deles.

Instalações Subaquáticas

A instalação de pesquisa submersa foi construída para que a equipe possa ter um local secreto para criar armas biológicas.

Equipes de cientistas extraíram magma abaixo dos oceanos, para encontrar bactérias e micróbios que pudessem se manter em tais condições extremas e, em seguida, adicionaram seus traços ao C-Vírus, para dar vida às poderosas B.O.W.S..

Como a Neo-Umbrella conseguiu apoio financeiro para construir uma instalação de tamanha proporção, é um fato desconhecido.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador desse instalação em alto-mar.

Já se passou uma semana desde que minhas ordens me trouxeram até aqui. Quem diria que uma estrutura como essa poderia existir até aqui debaixo d’água? E a única razão pela qual eles a construíram, foi para criar e conter o Haos. Apenas uma grande, e cara imcubadora. Espero que tenha valido à pena.

Haos

Haos é uma gigantesca B.O.W. e a maior arma criada pela Neo-Umbrella em suas instalações submarinas.

A criatura tem a pele translúcida, tornando as estruturas ósseas humanoides e órgãos internos, visíveis a olho nu. Além disso, há também os órgãos produtores de gás que expelem uma substância que transforma humanos em zumbis. Este gás, é milhares de vezes mais concentrado do que o da Lepotitsa, e seu raio de infecção é tão grande quanto.

Caso ele consiga chegar à superfície, ele deve seguir seu instinto e se dividirá e se multiplicará. Em apenas alguns dias, as criaturas Haos contaminariam todo o planeta.

Em caso de morta da líder da Neo-Umbrella, Ada Wong, Haos ainda seria liberado. No entanto, dependendo de quando isso ocorra, a criatura pode ser liberada em uma fase incompleta de seu desenvolvimento.

E foi assim que aconteceu. Ada de fato morreu antes da criatura chegar a seu desenvolvimento completo, e foi dispertado e liberado de acordo com a programação do sistema. Abaixo está um registro desse evento.

23hrs29min

A morte de Ada Wong foi confirmada.

Execução do Plano D.

Iniciando os procedimentos para despertar Haos.

Progresso da metamorfose: 70,3%.

A parte inferior do corpo ainda está incompleta.

O plano não será afetado.

Jake Muller

Jake Muller é um mercenário profissional de 20 anos de idade, sob a conduta de forças rebeldes da Edonia. Apesar de ser jovem, ele é muito experiente em combate, e suas habilidades de sobrevivência são realmente formidáveis.

Seu cinismo cria uma aura inacessível, e até mesmo seus companheiros mercenários o consideram mal-humordo e distante. A única coisa em que ele confia neste mundo é dinheiro, e ele não tem tempo para se preocupar com os outros. Jake é um mercenário consumado, e vende seus serviços para o maior lançe sem qualquer preocupação com as ideologias dos grupos que o empregam.

Enquanto Sherry estava investigando Jake, ela conversou com alguns mercenários que se lembravam dele. Aqui está o que um deles tinha a dizer.

Jake Muller? Sim, eu lembro dele.

Estivemos juntos várias vezes em Edonia. Ele não é um cara muito legal, mas não é exatamente ruim. Mas ele é como eu – o dinheiro é tudo. Ser bom não dá dinheiro. Nós somos assassinos sem consciência, e isso significa fazer apenas o nosso trabalho, sem pensar se é “bom” ou não. Jake especialmente parecia ter essa tendência. Mas isso é tudo que tínhamos em comum.

Por quê? Ele é seu namorado ou algo assim? Você é uma menina muito corajosa de vir para um lugar como esse pra perseguir um cara como ele. Ele não é seu namorado? Então o que você está fazendo aqui? Você não deveria estar na escola? Desculpe, você só parece bastante jovem.

Aqui, parece que você passou por muita coisa; por que você não vem ate a minha casa descansar? Vamos lá, eu não vou te machucar! Ei, espere– volte aqui! Qual é o problema? Merda…

Soldados da Fortune

Jake Muller passou a maior parte de sua adolescência como um mercenário, lutando na linha de frente de inúmeros conflitos no mundo todo.

O primeiro grupo de mercenários que ingressou o ensinou tudo o que precisava saber sobre combate armado e desarmado. Seu treinador era rigoroso e exigente, mas o tratou quase como um filho, e Jake encontrou-se capaz de sentir apego a ele, algo que antes só sentia por sua mãe. Infelizmente, esse mercenário era na verdade um agente duplo que entregou toda a unidade.

Depois de ter sido traído por sua figura paterna, Jake colocou sua fé na única pessoa que nunca o havia decepcionado – ele mesmo. Qualquer compaixão em seu coração foi perdida, e ele vagou de guerra em guerra como um soldado da Fortune.

Jake tinha 17 anos na época. Ele e apenas uma outra pessoa da equipe sobreviveu ao incidente. Abaixo está um testemunho feito por esse outro sobrevivente.

Sim, eu me lembro.

Cerca de três anos atrás, estávamos na America do Sul e nosso chamado capitão estava na cama com o inimigo. Antes de notarmos, estávamos cercados. Tentamos lutar, mas havia muitos deles, então começaram a nos derrubar como moscas, um por um, até sobrar apenas eu e Jake.

Eles tiraram nossas armas – tentando salvar munição eu acho – e foram pra cima do Jake com facas. Ele estava sem munição, mas se manteve firme. Uma puta coisa pra se ver; Eu não podia acreditar no quão forte e intenso ele era. Mas os reforços finalmente chegaram e nos salvaram no último minuto. O garoto montou uma bela luta, mas ele estava acabado por causa da coisa toda.

Ele não confia em ninguém desde então. Eu acho que ele realmente gostava desse traidor.

Armas biológicas (B.O.W.s)

Armas biológicas: uma forma de vida que foi transformada em uma arma, geralmente por meio de infecção viral. O vírus é projetado para não matar o hospedeiro completamente, mas para transformá-lo em uma criatura adequada para situações de combate.

As criaturas que surgiram durante o vazamento do T-Vírus em Raccoon City, em 1998, são típicas de tais armas biológicas. Uma das mais eficazes armas biológicas produzidas pelo T-Vírus foi o Tyrant, que colocou muitos dos sobreviventes de Raccoon City pra correr. A sua elevada inteligência e força o tornou foco para os investigadores.

Registros disso são mantidos até mesmo pela BSAA. Abaixo está um desses registros.

O “T” no T-Vírus significa Tyrant: a B.O.W final, que não é só apenas incrivelmente forte, mas também inteligente e capaz de seguir ordens. Nenhuma outra mutação foi capaz de superar isso.

Ustanak

Ustanak é uma criatura poderosa enviada pela Neo-Umbrella para capturar Jake Muller. Ustanak é derivado da palavra sérvia para “revolução”.

Esta criatura é quase indestrutível, tem uma força incomparável e foi enviada atrás de Jake Muller e Sherry Birkin. A criatura tem uma estrutura etálica em seu braço direito para imobilizar seus alvos. Uma vez que um alvo for apreendido, a criatura pode usar uma das seringas em seu braço para retirar amostras de sangue e tecidos do alvo.

Abaixo está um registro escrito por um pesquisador da Neo-Umbrella, no momento do lançamento do Ustanak.

15:01

O Ustanak será usado para apreender Jake Muller. Ele só vai ouvir a nossa líder, mas uma vez que a ordem é dada, ele vai segui-la até a morte. Ele deve ser perfeito para o trabalho.

Ela está dando as ordens a ele agora, mas ela é tão gentil com ele. Quase como uma mão para um filho.

Parece que ele está pronto.

Sherry Birkin

Sherry Birkin é uma agente americana de 26 anos que trabalha sob o comando direto de um assessor presidencial dos EUA.

Ela é uma das poucas pessoas que sobreviveram ao Incidente de Raccoon City, em 1998. Durante o incidente, Sherry foi infectada pelo G-Vírus. Embora tenha sobrevivido a exposição ao G-Vírus em si, o governo dos EUA a levou em custódia para monitorar como o vírus afetaria sua fisiologia. Assim começou seu tempo como cobaia humana, picada e testada por cientistas curiosos e funcionários do governo.

Em 2009, inexplicavelmente, lhe ofereceram um cargo de agente especial dos EUA. Rapidamente, ela aceitou a fim de escapar de sua vida de prisioneira, mesmo que na prática ela ainda estava sob o olhar atento do governo.

Ela não tem a experiência dos agentes mais experientes, mas ainda assim pode se garantir contra Jake Muller e é capaz de fornecer o apoio emocional que ele precisou a sua vida toda.

Apesar da tragédia que ela testemunhou, ela ainda acredita implicitamente no lado bom das pessoas. Sua relação com Leon e Claire, desde que a salvaram em Raccoon City, nunca mudou.

Querida Claire,

Recentemente eu fui enviada para uma missão no exterior, mas eu não estou autorizada a dizer onde ou do que se trata. Eu sei que você sempre me disse pra ficar longe desse tipo de coisa, e eu sei que você estava apenas preocupada comigo, mas é a única escolha que eu tenho. Fico feliz em saber que eu talvez seja capaz de prevenir que outras pessoas acabem como eu. Até essa missão que eu estou prestes a ir fará diferença.

Atenciosamente, Sherry.

O G-Vírus

Wiliam Birkin, pai de Sherry Birkin, é responsável pela descoberta e pesquisa sobre o G-Vírus, um vírus com incríveis capacidades regenerativas e reprodutivas. O G-Vírus faz com que o hospedeiro perca a consciência, transformando-o em uma criatura violenta que procura propagar o vírus como um embrião em uma pessoa que possua laços de sangue com o hospedeiro original.

Durante o Incidente de Raccoon City, um grupo armado tentou roubar o G-Vírus, e matou William Birkin no processo. No entanto, antes de sua morte, Birkin se injetou com o vírus, consumando assim o trabalho de sua vida. Revivido pelo vírus, Birkin procurou sua parente se sangue mais próxima, sua filha Sherry, e injetou nela o embrião do G-Vírus. Claire Redfield criou um antidoto para impedir o desenvolvimento e mutação do embrião no corpo de Sherry, mas mesmo após a expulsão do embrião, vestígios do G-Vírus permaneceram em seu corpo.

O resultado de exames do governo apontam que ela tem capacidade de regeneração, incluindo imunidade ao próprio vírus. Acredita-se que sua aparência jovem se deva também ao G-Vírus.

Abaixo está uma nota escrita por um pesquisador que esteve envolvido no estudo da condição de Sherry.

Sherry Birkin era a luz na escuridão que tomou conta de Raccoon City. Ela é um milagre.

A pequena quantidade de G-Vírus que permaneceu em seu corpo ainda está ativa, mas não produz efeitos nocivos. Apenas suas propriedades regenerativas estão ativas, a fazendo de certa forma, quase imortal. Isso também é o que a faz parecer tão jovem, já que suspendeu seu processo de envehecimento. Além disso, ela agora tem uma forte resistência a todos os outros vírus.

Infelizmente, eu não acho que isso vem como uma benção para Sherry. Ela será sempre diferente de todos os outros, o que provavelmente, fará com que ela sofra. Mas eu acho que ela vai sobreviver. Ele é forte, gentil, e tem uma visão positiva sobre a vida, não importa qual seja a situação.

Desejo-lhe nada além de felicidade, Sherry.

Mesets

Mesets é uma criatura resultante da mutação de alto nível provocada pela exposição ao C-Vírus. Mesets é derivado da palavra sérvia para “luar”.

Mesets se assemeha a um corvo de tamanho humano e tem a habilidade de voar e perseguir  suas presas. Ele prefere a carne de cadáveres a organismos vivos, uma vez que raramente comem sua presa após capturá-la. Em vez disso, ele solta suas presas do alto, a fim de matá-la. Então eles pousam sobre o cadáver e bicam sua carne.

É uma das poucas mutações de alto nível que podem usar ferramentas. Sabem carregar tambores de aço a outros objetos afim de jogá-los em suas presas.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador da Neo-Umbrella, que produziu os Mesets.

A inteligência dos Mesets é maior do que a da maioria das mutações. Sua aparência e comportamento são bem semelhantes a de um corvo comum. Assim como alguns corvos são conhecidos por lançarem objetos do céu em uma auto-estrada, os Mesets deixam sua presa cair de grandes atitudes, a fim de matá-los. É uma mutação maravilhosa.

Para a experiência de amanhã, acho que vou deixar um homem passear pela montanha e enviar os Mesets para caçá-lo.

Oko

Oko são criaturas que são liberadas a partir de um órgão nas costas do Ustanak. Com aparência de inseto, seus padrões de vôo erráticos são mais indicativos de morcegos. Oko é derivado da palavra sérvia para “olho”.

Como seu nome sugere, ales agem como olhos para o Ustanak quando está com problemas visuais, mas, ironicamente, dependem de ondas ultra-sônicas para rastrear suas presas. Seus órgãos de sentidos são compartilhados com o Ustanak, e quando um alvo é encontrado, eles emitem um flash de luz e batem as asas em um nível que só o Ustanak pode detectar. (O mecanismo por trás dessa percepção sensorial compartilhada é desconhecida) As ondas ultra-sônicas não podem passar atraés de paredes e outros obstáculos.

O Oko não tem nenhuma função em combate, e seus corpos são frágeis e muito fáceis de serem destruídos.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador da Neo-Umbrella quando os Oko foram liberados.

Existe uma grande probabilidade de Jake Muller estar em uma caverna no local D24. Teremos que deixar o Ustanak esperando aqui, mas temos Oko liberados e posicionados em vários locais, a fim de aumentar as chances de apreensão. Temos equipado Ustanak com novas armas, por isso espero que ele seja capaz de, pelo menos, trazer um pedaço do Jake. Tudo que precisamos é um pouco de sangue fresco.

Mas seria ótimo ter essa mulher que ele trouxe de volta a vida. Ela parece ser muito boa o suficiente para comer. Eu aposto que ela faz um som ótimo sob a faca. Estou ficando animado só de pensar nisso. Eu mal posso esperar para deslizar meu bisturi através dela, a pele branca como a neve cremosa. Cortá-la e olhar bem o que há dentro.

A Infância de Jake

Jake Muller nasceu em um lar sem um pai, e desde pequeno tinha que ajudar sua mãe doente. Ela poderia ter se recuperado completamente caso a família pudesse pagar, mas Jake e a Sra. Muller mal tinham dinheiro suficiente para pagar suas necessidades diárias.

Ela tentou o seu melhor para a família, e fez tudo o que podia para proteger Jake. Ele amava sua mãe, mas não conseguia entender por que ela ainda estava apaixonada pelo seu pai, o homem que os tinha abandonado. Dizer que Jake não tem carinho por seu pai seria um eufemismo.

Quando Jake ficou mais velho, ele decidiu que iria se tornar um mercenário, vendendo os seus serviços aos insurgentes que lutam contra o governo. Ele não tinha amor pela política; ele só queria dar uma melhor assistência médica para sua mãe. Infelizmente, a Sra. Muller faleceu pouco depois que deve se tornar mercenário. Jake sentiu como se estivesse sozinho no mundo, e seu coração endureceu ainda mais. Sua única preocupação era dinheiro, memso que ele já não tivesse mais a necessidade de possuí-lo.

Centro de Detenção

Os agentes da Neo-Umbrella raptaram Jake Muller e Sherry Birkin em Edonia e os aprisionou em um centro de pesquisa na China. A instalação em si é rodeada por uma luxuosa propriedade, que mascara as atividades sinistras que ali ocorrem. A propriedade é protegida por veículos blindados e J’avos fortemente armados, prontos para se defender de qualquer ataque a qualquer momento.

Abaixo está uma nota escrita por um guarda, cujo trabalho era vigiar Jake.

Já se passaram quatro meses desde que eu comecei este trabalho. Jake tem cooperado com os experimentos, e o cara que vigia a Sherry diz que ela também não tem causado nenhum problema. Eles provavelmente já perderam as esperanças.

Não vejo a hora disso acabar. Estou cansado de ficar olhando para um homem semi-nu todos os dias. Eu gostaria de poder negociar com o cara que vigia a Sherry.

Relatório do laboratório

20 de junho de 2011

Finalmente fui escolhido! O relatório informou que meu corpo é altamente compatível com o C-Vírus! Já não terei mais esse corpo frágil e bruto. Eu vou renascer como uma arma poderosa! Há chances de eu perder minha humanidade, mas este será um sacrifício insignificante tendo em conta os ganhos maravilhosos. Sonhei minha vida toda com isso.

Eu vou renascer!

27 de junho de 2012

Ela me deu… o vírus ela… mesma

Que honra… Estou… feliz

Seu toque… Me fez chorar… de felicidade

Não consigo parar… de tremer…

Seus dedos… Seu toque… Seu sorriso

…só pra mim

Ela é tão… voz… cheiro bom

Ela é tão… bonita

Meu… Deus

Eu sou dela

Eu faria qualquer coisa por ela

Qualquer coisa, qualquer coisa…

Eu me sinto tão… tão… bem.

Strelats

Strelats é uma criatura resultante de um alto nível de mutação provocada pela exposição ao C-Vírus. Seu nome é derivado da palavra sérvia para “arqueiro”.

Sua função principal é de espantar invasores, seja expelindo um gás ou disparando pedaços de seu próprio corpo. Quando um inimigo se aproxima, ele tente a se virar e fugir.

Como muitas espécies de lagartos, ele podem subir em paredes e rastejar pelo teto.

Abaixo está uma nota escrita por um membro da BSAA que teve contado com a criatura.

Nos deparamos com uma criatura parecida com um lagarto outro dia. Finn estava certo, o filho da puta é rápido. Ele corria por todo lugar e disparava espinhos de seu proprio corpo e chegou a pegar um dos nossos rapazes pela perna. Mas ele vai sobreviver.

Fomos capazes de matá-lo, mas tenho certeza que não quero ver um desses tão cedo.

Sherry e o Incidente de Raccoon City

Em 1998, William Birkin, pai de Sherry Birkin, decidiu manter os resultados se sua pesquisa com o G-Vírus para si. Seus superiores da Umbrella estavam cansados de sua atitude e enviaram uma unidade de comando para recuperar o vírus para eles. A missão da unidade coincidiu no vazamento do T-Vírus, que contaminou Raccoon City.

Sherry Birkin também estava nesses eventos, mas graças aos esforços heroicos de Leon Kennedy e Claire Redfield, ela foi capaz de sobreviver ao incidente. Depois de perder os pais, Sherry passou a considerar Claire sua como sua nova mãe.  O amor e a devoção de Claire teve grande impacto no desenvolvimento de Sherry, tanto que sua personalidade amorosa e compassiva se manifesta na personalidade de Sherry. Sherry e Claire têm uma vida bastante ocupada, mas Sherry continua se esforçando para conseguir e encontrar tempo quando é possível.

Abaixo está um e-mail endereçado para Claire, que foi acidentalmente enviado para um colega de trabalho.

Ei Claire,

Consegui alguns dias de folga no fim do próximo mês, que será quando você estará na America. Tem tanta coisa que eu quero falar com você. Eu mal posso esperar pra te ver!

Também vou mandar uma mensagem para a Rani. Aposto que ela ficará animada em saber que você está voltando!

Uma vida sem liberdade

Após o Incidente de Raccoon City, o governo dos EUA decidiu tomar Sherry Birkin sob custódia e mantê-la em observação por causa da quantidade de vestígios de G-Vírus em seu sangue. Claire Redfield ficou ao lado de Sherry durante todo o período em que ela teve que sofrer com testes e experimentos diários.

Embora Claire tenha oferecido apoio emocional, foi Derek Simmons que se tornou seu tutor legal.

Claire visitava Sherry sempre que podia, tentando a ajudar com todo o trauma que havia sofrido. Sherry idolatra Claire, e estava determinada a ser como ela: uma mulher forte e capaz. Derek teve compaixão com a menina orfã, e permitiu que Claire, mesmo sendo uma civil, visitasse e confortasse Sherry, mesmo que a existência da garota fosse um segredo de estado muito bem guardado.

No total, Sherry passou 11 anos nas mãos do governo. E foi assim até 2009, quando foi dado a ela um pouco de liberdade.

Abaixo está uma carta que Claire tentou enviar para Sherry durante esse tempo. A carta foi interceptada, mas nunca foi mostrada para Simmons. A pessoa que a recebeu simpatizava com a situação de Sherry e Claire, mas não pôde permitir que a carta chegasse a Sherry, então ele destruiu a carta e manteve segredo.

Sherry,

Eu não quero dificultar as coisas pra você, mas preciso que tome cuidado perto do Simmons. Eu sei que ele tem apoiado nossos encontros, mas algo me diz que tem algo de errado com ele. Eu não tenho nenhuma prova, mas eu sei quando uma pessoa está escondendo algo, e eu sinto isso toda vez que olho nos olhos dele. Você está confiando muito nas pessoas, e isso me preocupa. Por favor, seja cuidadosa, por mim.

Eu estarei ocupada, então não vou poder te ver por um bom tempo. Continue com seu jeito alegre de ser.

Registros do experimento

27 de junho de 2011

Cinco dias se passaram desde que o indivíduo foi administrado com o C-Vírus. Todos os sinais vitais estão estáveis.

Este não é o candidato ideal para esse teste, mas considerando como todos os 322 indivíduos anteriores morreram dentro de 24 horas, eu diria que isso já é um progresso. Ele foi uma boa escolha. O único contratempo é que o indivíduo perdeu o braço direito durante um acidente de laboratório, e o C-Vírus tem demonstrado ser incapaz de regenerá-lo. Ainda assim, o indivíduo mostra potencial em outras áreas que não tínhamos previsto, e vai se tornar uma arma biológica poderosa. Isso é bom, considerando o quão satisfeito ele estava em ser escolhido para este experimento.

02 de julho de 2011

O indivíduo recebeu o codinome Ustanak,e em termos de força e inteligência, ele supera qualquer J’avo até o momento. Ele mostra uma incrível capacidade em criar e escolher armas adequadas para apreender seu alvo.

Uma nota dos superiores indica que armas especiais estão sendo criadas para o Ustanak, e que irão compensar a perda de seu braço direito.

10 de dezembro de 2011

As armas para o Ustanak estão em desenvolvimento. Atualmente, temos uma Vulcan, uma espingarda e uma broca para combate direto. Nós pensamos que isso seria o sufisciente, mas ela ordenou que criássemos um braço adequado para ele capturar alguém.

Eu não quero questionar as ordens dela, mas gostaria de saber quem ela gostaria de capturar.

Criar o braço tem sido muito difícil. Temos que fazer direito ou ele vai acabar com uma garra de cabines de arcade; afinal de contas, o alvo não ficará sentado esperando por ele em uma caixa de vidro.

Ubistvo

O Ubistvo é uma criatura resultante do alto nível de mutação provocada pela exposição ao C-Vírus. Seu nome é derivado da palavra sérvia para “assassino”.

O Ubistvo tem uma forma humanoide, mas sua coluna vertebral, caixa torácica e cardíaca estão localizadas em sua mão direita, que parece uma mostruosa motosserra orgânica. O coração em sua mão não apenas faz a motosserra funcionar, mas também mantém o Ubistvo vivo. Destruir seu coração faz com que o Ubistvo morra imediatamente.

Sua aparência frágil esconde o fato de ele ser muito forte e muito difícil de sofrer dados. O Ubistvo não se distrai facilmente uma vez que tenha decidido seu alvo. No entanto, uma vez que não distingue o amigo do inimigo, pode ser uma arma difícil de controlar.

Abaixo está uma nota escrita por um pesquisador da Neo-Umbrella, descrevendo essa característica.

O Ubistvo é poderoso, tem uma forte capacidade de sobreviver e sua motosserra pode cortar qualquer coisa. Sua única falha é que ele matará qualquer coisa que entrar em seu caminho – incluindo nossos próprios homens – assim, há riscos a serem considerados. Só podemos usá-lo em situações especiais.

O infame pai de Jake Muller

Albert Wesker, pai de Jake Muller, tinha uma fisiologia muito rara. Seu corpo foi altamente resistente à infecção viral, e ele ainda era capaz de manipular o vírus que havia injetado em si mesmo, de maneira que só usufruísse de seus benefícios e não sofresse dos efeitos secundários. Este auto-experimento lhe deu habilidades que só podem ser descritas como sobre-humanas.

Como filho de Albert, Jake compartilha da mesma imunidade à infecção viral. Quando Jake se injeta com uma amostra contendo o C-Vírus, ele não sofre efeito algum.

Albert Wesker planejou atentados terroristas mortíferos a humanidade, e ele teria conseguido se não fosse por Chris Redfield, membro da BSAA que o matou.

Jake nunca conheceu seu pai e não sabe nada sobre as atrocidades que ele cometeu. Ele também não tem conhecimento do legado genético que ele herdou.

Enquanto Jake estava preso na China, ele escreveu alguns de seus pensamentos, incluindo algumas reflexões sobre seu pai.

Já faz cerca de 2 meses desde que fui pego. Eu acho que já aprendi chinês o suficiente para entender o que esses caras da Neo-Umbrella estão dizendo. Eles continuam falando sobre o meu pai. Eu até ouvi a moça que enviou suplementos nutricionais falar dele. Acho que Albert Wesker é realmente meu pai, e ele realmente tentou matar todo mundo do planeta. Porra.

Aposto que Sherry sabe disso e por isso precisa de mim. Por que ela não me contou? Jesus Cristo, minha cabeça dói só de pensar nisso.

Um acordo com os Estados Unidos

A razão pela qual o governo dos EUA levou Sherry Birkin sob custódia é dupla: um, eles precisavam estudar o G-Vírus que permaneceu em seu sangue, e dois, eles tentaram protegê-la de Albert Wesker, que queria obter uma amostra do G-Vírus.

Em 2009, a organização em que Albert Wesker trabalhava se desfez, após ele ser eliminado pela B.S.A.A. em uma missão na África. Assim, Sherry estava livre da ameaça que Albert e sua organização apresentava. O governo ofereceu a ela a chance de ficar livre dos cuidados e proteção caso ela aceitasse trabalhar para eles.

Sherry soube sobre como as armas biológicas causaram a morte de inúmeras pessoas ao redor do mundo, e não pôde suportar a ideia e outras pessoas passarem pelo o que ela passou quando criança. Então, ela prontamente aceitou trabalhar como uma agente especial sob supervisão direta de Derek C. Simmons.

A última missão da agente Birkin foi a de encontrar Jake Muller, o único indivíduo vivo conhecido por ter os anticorpos para o C-Vírus, e escoltá-lo de volta aos Estados Unidos.

Abaixo está uma nota escrita por Simmons durante o tempo em que Sherry se tornou sua agente.

Sherry concordou em se tornar uma agente sob minha supervisão para ter um pouco mais de liberdade. Aposto que ela pensou que essa seria sua grande chance de ajudar os necessitados. Ela, com sua excessiva natureza caridosa, me deixa enjoado. Mas, ela ainda pode ser de grande utilidade.

Ustanak 2

O Ustanak foi criado para ser a B.O.W mais poderosa. Originalmente, ele foi um ser humano que aceitou por livre e espontânea vontade, ser injetado com o C-Vírus. Sua forma grotesca foi o resultado dos experimentos dos cientistas da Neo-Umbrella.

Mesmo sendo uma B.O.W fabricada, sua consciência permaneceu intacta, dando lhe a capacidade de raciocínio. Isso faz do Ustanak o candidato perfeito para a realização de missões por conta própria. Um efeito colateral da mutação fez com que sua inteligência aumentasse, assim o possibilitando usar máquinas e equipamentos complexos.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador da Neo-Umbrella, logo após de Jakee Sherry serem capturados e levados para a instaação submarina.

Nossa líder morreu. Agora não existe ninguém capaz de controlar o Ustanak. Mas ele não sabe disso e provavelmente nem entenderia se contássemos a ele. Ele seria capaz de continuar seguindo as últimas ordens que ela lhe deu.

Fizemos uma nova arma pra ele e também lhe demos uma Grapple Gun como a que a nossa líder usava, então nós o enviamos atrás de Jake e Sherry. No entanto, há algo diferente nele. Ele parece calmo, como se ele estivesse cheio de tristeza e raiva. Talvez ele saiba…

A vacina para o C-Vírus

Anti-C é o nome provisório dado pelo governo dos EUA para a vacina para o C-Vírus, criado a partir o sangue de Jake Muller.

Quando a vacina é administrada em uma pessoa que não foi infectada pelo C-Vírus, essa pessoa se torna imune ao vírus. A vacina, no entanto, mostra apenas uma baixa parcela de sucesso em ajudar pessoas que já foram infectadas, funcionando somente em pessoas que não apresentam características semelhantes as dos J’avos. Normalmente, a administração da vacina nessa fase é fatal.

Quando a pessoa já apresenta características dos J’avos, está em fase de casulo ou mutação, a administração da vacina é fatal. O Anti-C não é uma garantia contra a infecção ao C-Vírus, mas ajuda a fornecer uma medida de segurança para a população mundial. Mesmo com a criação do Anti-C, o C-Vírus continua sendo uma grande ameaça.

Abaixo está um relatório escrito por um pesquisador do governo dos EUA detalhando tal ameaça.

O desenvolvimento do Anti-C nos deu uma maneira de combater temporariamente a ameaça do C-Vírus. A nossa principal prioriade deve ser distribuir a vacina para o máximo de pessoas que pudermos a fim de diminuir o surto em futuros ataques bioterroristas.

No entanto, o C-Vírus produziu mutações diferentes de qualquer outro vírus antes dele. É apenas uma questão de tempo até que o próprio vírus evolua, e o Anti-C se torne inútil contra ele. O sangue de Jake Muller pode voltar a ser necessário na criação de uma nova vacina. A BSAA continuará rastreando ele.

Temos que ficar atentos ao vírus e estar prontos para quando chegar a hora.

Ada Wong

Não se sabe muito sobre a espiã internacional Ada Wong, incluindo a sua idade ou para quem trabalha. Até mesmo seu nome verdadeiro, bem como seus objetivos, permanecem um mistério. O que se sabe, é que não importa a dificuldade de suas missões, ela tem o cérebro e e a capacidade física de cumprí-las sem problemas. Embora  não haja sentimentos em seu comportamento, ela é conhecida pela sua frieza e equilíbrio.

Trabalhando por um objetivo específico, uma vez que ela o alcança, ela é do tipo que não teria escrúpulos em trair seus companheiros.

Em 1998 ela foi para Raccoon City, com a intenção de conseguir secretamente uma amostra do G-Vírus. Foi lá que ela conheceu Leon S. Kennedy, um policial novato na época. Depois dos acontecimentos de Raccoon City, soube-se que ela ajudou Leon em suas missões, mas principalmente como uma estratégia para conseguir ajuda.

Atualmente, Ada se infiltrou a bordo de um submarino após ser  contactada por Derek Simmons, um homem que ela não tinha proximidade desde o incidente de Raccoon City.

No submarino, ela descobre uma missão que nunca lhe foi dada, e um terrível segredo que exige a sua ação imediata. Como ela decidirá agir, é sempre uma incógnita.

Ela não tinha nenhuma lembrança da missão dada a ela, e muito menos de a ter executado. Abaixo está um relatório detalhando os resultados dessa missão enviada por Derek Simmons.

Eu não consegui pegar Jake. Ele e a garota que estava com ele, Sherry Birkin, desapareceram. Eles podem ter sido pegos na explosão, e explodido em pedaços.

Relatório sobre Jake Muller

A missão de encontrar o filho de Albert Wesker foi concluída. Eu confirmo que Jake Muller é o filho biológico de Wesker.

Nome: Jake Muller (20 anos)

Cidadania: República de Edonia

Características Físicas: Caucasiano; 1m90cm; olhos azuis

Tem trabalhado a serviço de mercenários de Edonia por cinco anos. Lutou em todas as partes da Europa , Oriente Médio e América do Sul. Uma amostra de DNA de Muller, provou a sua relação com Wesker.

A conhecida imunidade à infecção viral de Wesker, se manifestou em Muller. Infelizmente, a amostra de DNA que obtive  não foi o suficiente para auxiliar na pesquisa do C-Vírus. Amostras de fluídos corporais, sangue, saliva, ou amostra da medula óssea, seriam necessários. Recomendo que envie o seu melhor agente, para garantir uma amostra do tecido de Muller.

FIM

ATUALIZAÇÃO

Confirmo que a mãe de Jake morreu de doença. Detalhes sobre ela são escassos, mas sabemos que ela nasceu em Edonia e imigrou para os Estados Unidos em seus vinte e poucos anos, quando ela ficou grávida de um filho de Albert Wesker. Ela então voltou a Edonia com Jake sem dizer a Wesker sobre seu nascimento.

Submarino

Ada Wong se infiltra em uma submarino, a fim de descobrir o que Derek Simmons está planejando. Quando ela chega lá, descobre que os sistemas de segurança respondem às suas impressões digitais e voz, e que há informações sobre ela que ninguém deveria ter.

Por todo o submarino, é visível a mão de Derek em todos os detalhes, desde a decoração do quarto, até o layout em si. Quem e para qual a finalidade da construção desse submarino, são um mistério.

No entanto, uma carta foi encontrada, e lança alguma luz sobre esse mistério.

Ada,

O exército da Família cresce cada dia mais forte, e eu estou sendo oprimido por ele. É por isso que eu estou te dando controle total sobre os nossos soldados do Leste Asoático e esse submarino como um presente. Use-os como desejr; Espero que eles atendam as suas expectativas. Tudo o que peço em agradecimento, é que seus serviços continuem leais a mim.

Gnezdo

Pensei que era uma mulher que estava ao longe, mas quando cheguei mais perto, vi que era um enorme enxame de insetos na forma de uma mulher. Me assustei e tentei correr, ams eles vieram atrás de mim. Não havia nada que eu pudesse fazer contra eles. Eles me picaram, até eu ficar coberto de sangue. Tive a sorte de sobreviver.

– Gravação de uma vítima do ataque do Gnezdo

O Gnezdo é uma criatura resultante da mutação de alto nível provocada pela exposição ao C-Vírus. A palavra “Gnezdo” é derivada da palavra “colméio” em sérvio.

Estes pequenos animais tem a aparência de vespas, e eles podem formar um enxame que se assemelha a forma e tamanho de um ser humano.

Assim como ocorre com as formigas e abelhas, o Gnezdo comporta-se com uma mentalidade de colméia, mas cada criatura tem seu próprio papel individual a desempenha.

O que difere o Gnezdo de colméias normais, é sua rainha, que não continua a propagar a espécie, e só dá ordens como um general de um exército.

As percepções sensoriais são partilhadas entre a rainha e o Gnezdo (colméia). Se a rainha for destruída, o enxame se dissolverá; enquanto ela estiver viva, o enxame segirá intacto obedecendo as ordens.

A rainha é difícil de localizar no enxame, que tenta encondê-la a fim de a proteger. Um ataque contra o enxame, momentaneamente espalhará o Gnezdo, revelando a rainha e expondo-a a situações de perigo.

Ada e Derek

Derek Simmons acredita na estabilidade mundial, e ele, junto com a família, acreditam em preservar o equilíbrio, mesmo que tenham de agir ilegalmente para isso.

Quando Derek conheceu Ada Wong, sua personalidade lógica e imperturbável foi abalada. As habilidades de Ada como espiã eram inigualáveis e as missões realizadas por ela, foram fundamentais para seus objetivos.

A relação de trabalho entre os dois, foi quebrada quando Ada descobriur que Derek estava por trás da erradicação de Raccoon City. Percebendo que era perigoso manter relações com Derek, Ada abandonou o trabalho sem nunca olhar pra trás.

Daquele ponto em diante, Derek se tornou maníaco em seus planos de ter Ada de volta. Se suas motivações para isso, são por ter se ligado emocionalmente a ela, ou por pensar que ela era a única mulher, cuja inteligência se igualava às suas capacidades, são desconhecidas.

Essa monomania por Ada o levou a pôr em ação um plano sinistro.

Abaixo está uma nota que Simmons escreveu, após ter perdido Ada.

Como ela poderia me deixar? Nós eramos parceiros perfeitos! Ela era bonita, inteligente, e a única que eu permitiria ao meu lado. Ela deveria saber disso.

Ada, por quê?

Agora, terei que criar uma substituta.

Terra em chamas

Operação: Bacillus Terminate foi o nome dado para o ataque de mísseis ordenado pelo Governo dos Estados Unitos, para deter a propagação do vírus em Raccoon City, em 1998. A decisão de destruir a cidade de 100 mil habitantes, sem diferenciar humanos de infectados, foi feita por Derek C. Simmons, um funcionário do governo de alto escalão.

Raccoon City foi apenas um teste para seus planos futuros, já que ele acreditava que o mundo pararia de usar armas convencionais, para usar armas biológicas.

Os dados recolhidos em Raccoon City, o permitiu avaliar a eficácia de tais armas, mas ele se certificou que o envolvimento da Umbrella, e seu programa de armas biológicos, nunca chegariam ao conhecimento público.

Ansioso para resolver o problema o mais rápido possível, ele deu ordens para que os mais fortes membros da administração presidencial para apagar Raccoon City do mapa.

O ataque a Tall Oaks foi concebido por Simmons, com a intenção de mostrar ao mundo, e aos oficiais do governo, a ameaça das armas biológicas nas mãos de terroristas, mas também para evitar que o Presidente Benford revelasse a verdade por trás de Raccoon City.

Tudo correu exatamente como Simmons tinha planejado. Depois que a Operação Bacillus Terminate foi executada em Tall Oaks, ele enviou uma mensagem à família durante o vôo em seu jato particular para a China. Leon recuperou essa mensagem e apresentou-a ao FOS, após o seu retorno da China.

Operação: Bacillus Terminate, foi executada exatamente como o planejado. Mas desta vez, ela não será acobertada como foi com Raccoon City. Todo mundo vai saber que o presidente foi morto por bioterrorismo, e que o governo não tinha escolha à não ser, limpá-a. O mundo inteiro vai saber a ameaça apresentada por organizações bioterroristas, e os EUA será lembrado como o país que se levantou para proteger o seu povo e lutar contra essa ameaça: AMERICA!

Agora nós mostramos-lhes que o poder global é real. É assim que as coisas deveriam ser, e agora o equilíbrio será alcançado no mundo, com a família no leme.

Nota encontrada em um laboratório

Para minha querida irmã Helena

Meu desculpe, eu nunca fui a boa irmã que eu deveria ter sido, mesmo você me amando incondicionalmente.

Sinto muito por tudo. Eles injetaram alguma coisa em mim. Isso está me fazendo esquecer as coisas, e quem eu sou. Até mesmo, quem é você. Eu não quero isso. Por favor, saiba que eu também sempre te amei. Eu não quero te deixar.

Espero que você encontre alguém para amar.

Você não quer esquecer.

Eu te amo.

Abaixo está um relatório escrito por um membro da Família, encontrado na mesma unidade de pesquisa que o memorando de Deborah foi econtrado.

Ficamos encarregados a se livrar de Deborah, agora que o plano foi bem sucedido. Mas alguns de nós, queríamos ver o que o C-Vírus faria em seu corpo saudável, então o injetamos nela. Ela estava indo ser executada e descartada mesmo, por isso, eu não vejo nenhum problema nisso.

Alguns ficaram entusiasmados e ansiosos pela mutação, mas não houve efeitos visíveis, mesmo depois de uma hora após a injeção. Infelizmente, nós precisamos nos apressar e evacuar Tall Oaks. Em algumas horas, ela vai virar uma gigantesca bola e fogo. Nós vamos ter que deixar Deborah nos níveis mais baixos, mas é uma pena que não seremos capazes de ver sua metamorfose.

Shrieker

O Shrieker é um tipo de zumbi que pode convocar outros zumbis emitindo um som muito alto que estimulam suas capacidades auditivas.

Além disso, os sistemas nervosos dos zumbis reagem ao som, e essa reação faz com que eles tenham um comportamento mais violento.

Se algo interferir o som que o Shrieker emite, ele mudará a fraquência do som, aumentando-a, o que sobrecarregará os receptores auditivos nos cérebros dos zumbis causando sua destruição.

Abaixo está uma nota rabiscada encontrada nos desroços de Tall Oaks.

Aquela coisa está gritando novamente! Acho que meu tímpano está explodindo. Meu Deus, como é alto! E cada vez que ele grita, mais zumbis aparecem. O que está acontecendo?!

Ficou do lado de fora da minha casa, gritando e chamando mais zumbis. Eu acho que ele está atrás de mim.

Eu não quero morrer…

Duas Ada Wongs

Há relatos de duas Ada Wongs envolvidas na crise atual.

Uma é a famosa espiã que auxilia Leon Kennedy, a um longo período. E a outra Ada Wong, é a líder da Neo-Umbrella e uma das responsáveis pela colocação dos J’avos em Edonia, há seis meses atrás.

A primeira é a verdadeira Ada Wong, e a segunda é um clone criado por Derek Simmons utilizando o C-Vírus. A falsa Ada entrou em contato com a Ada real, alertando-a sobre o risco biológico iminente prestes a ser desencadeado na China. A Ada verdadeira, então decide ir à China para descobrir quais são as intenções dessa impostora.

Um vídeo do nascimento da falsa Ada Wong feito pela Neo-Umbrella foi encontrado no subterrâneo de Tall Oaks. A seguir, um trecho de uma nota escrita por Simmons, durante o nascimento.

Finalmente criei uma substituta perfeita para Ada. Vou ter que ter certeza que ela é como a original em todos os sentidos, não só na aparência, mas na inteligência e habilidades.

Isso vai exigir algum treinamente. Eu também terei de insiná-la a nunca me trair.

Minha própria Ada – tão emocionante!

Agora, por onde começo…

Ada e Raccoon City

Em 1998, Albert Wesker, pai de Jake Muller, enviou Ada Wong em uma missão em Raccoon City, para recuperar uma amostra do G-Vírus que William estava guardando para si mesmo.

Quando a esosa de William, Anette, interferiu na missão, Ada usou Leon involuntariamente para ajudá-la. Em seguida, Ada voltou para Albert com uma amostra do vírus em mãos.

Em 2004, Albert enviou Ada para a Europa a fim de obter uma amostra do parasita Las Plagas. Lá, ela encontrou Leon novamente e acabou roubando a amostra do parasita que ele havia adquirido. Ela, no entanto, não entregou a amostra para Albert. Ela guardou-o para si e deu o fora. Ela tinha suas próprias intenções com o vírus. E não ia permitir ser um fantoche nas mãos de Wesker, em seu plano de dominação global.

Ada finalmente soube da morte de Wesker na África. Abaixo está um memorando escrito por ela durante essa época.

Eu acabei de saber que a B.S.A.A. derrubou Wesker. Não posso dizer que estou triste co isso, mas ele era uma parte importante para os meus planos, quando éramos parceiros. Sinto um ligeiro vazio interior.

Ele teve um grande impacto sobre muitos, e segurou as rédeas do bioterrorismo. Estou interessada em ver como isso muda as coisa, mas no momento eu preciso manter meus olhos em Simmons e sua organização, a Família.

Não importa o que aconteça, eu nunca vou perder de vista o meu objetivo final.

A Família

Derek C. Simmons é o atual chefe de uma organização secreta conhecida apenas como “A Família”. A Família foi fundada por um dos antepassados de Derek antes mesma da fundação dos Estatos Unidos, e sua vasta rede de riquezas e poder se estende por todo o globo.

A Família vem manipulando o curso do desenvolvimento humano a um longo tempo. Seu objetivo principal é manter a estabilidade do mundo, mas a sua verdadeira motivação reside na exploração de acontecimentos para beneficiar seus membros. Por enquanto, eles acreditam que a manutenção do equilíbrio depende da  manutenção da posição dos Estados Unidos no topo da pirâmide no poder mundial.

Se a verdade sobre as conexões do Governo dos EUA com o programa de armas biológicas da Umbrella vazassem, o mundo seria desestabilizado ao remover a América do topo dessa hierarquia de poder. Derek põe em ação um plano de lançar um ataque bioterrorista para assassinar o presidente, preservando assim, os projetos da família em manter a estabilidade e o poder.

Após o incidente de Tall Oaks, Simmons enviou as ordens da Família que foram registrados nos arquivos que Ada deu a Leon.

O assassinato foi bem sucedido. Certifique-se de colocar todas as Lepotitsas em Tall Oaks, acionar a auto-destruição e se preparar para a Operação: Bacillus Terminate.

Leon Kennedy e Helena Harper estão me seguindo para China.

Eles foram dados como mortos pela FOS, mas o relatório é falso.

Certifique-se que uma Lepotitsa seja colocada nesse avião, para que o relatório da FOS não vá para o lixo.

Bloodshot

Durante o incidente de risco biológico, um tipo extremamente raro de zumbi foi descoberto, o zumbi em questão, tinha a maior parte da cabeça destruída. À criatura foi dado o nome impróprio de Bloodshot, porque todos os seus tecidos musculares são expostos.

Ao contrário de zumbis normais, essa criatura é incrivelmente  ágil, e a velocidade com que ele ataca e devora a carne é incoparável. Acredita-se que essas mutações foram provocadas pelo C-Vírus.

Abaixo está um relatório dado ao FOS por Leon, que teve problemas com essa rara mutação.

Tenho visto várias mutações causadas pelo C-Vírus. Uma nova variação, denominada Bloodshot, me lembrou muito os Lickers que encontrei em Raccoon City. Ambos paracem ter os músculos expostos. Esta mutação especial parece ser resultado do dano recebido no organismo infectado.

Carla Radames

Caral Radames foi a responsável pela descoberta do C-Vírus, e é uma confidente próxima de Derek C. Simmons. Prodígio em sua juventudo, Carla concluiu um curso de doutorado em genética quando ela tinha apenas quinze anos, e depois foi recrutada por Derek para trabalhar na fabricação de vírus e armas biológicas.

Derek elogiou-a por sua inteligência e pesquisa bem sucedia, e isso só aumentou a sua devoção a el. A criação do C-Vírus foi uma das formas de ganhar elogios de Derek. Como isso acabou acontecendo, ela não era nada mais do que uma ferramenta pare ele cumprir seus objetivos.

Carla Radames deixou de existir quando ela foi usada contra sua vontade no experimento de Derek para recriar Ada Wong.

Carla começou a desenvolver o C-Vírus em 2001. Abaixo está uma nota escrita por Carla, encontrada na Torre Quad, detalhando as origens do C-Vírus.

Eu fui capaz de obter uma amostra do agora inofensivo T-Veronica, e eu decidi usá-lo como base para a minha pesquisa sobre novos armamentos virais.

Primeiro, eu consegui extrair apenas o DNA que provoca mutações repentinas, uma característica que se tornou mais forte desde o Vírus Progenitor original. Combinando isso com o T-Veronica, eu elimino qualquer possibilidade de dano das células cerebrais, o que é uma grande falha do vírus. Eu chamo essa combinação de “T-02”.

Antes, se o vírus T-Veronica fosse injetado em algum indivíduo, ele teria que passar por um longo sono criogênico para que o vírus se adapte lentamente e evite danos cerebrais causados por uma mutação súbita. No entanto, com o  T-02, isso não é mais necessário.

Agora, eu só preciso combiná-lo com uma amostra do G-Vírus retirada do corpo de Sherry Birkin, e eu terei o vírus perfeito. Eu não sei quantos anos vai demorar, mas vou fazer tudo o que puder para deixar Simmons orgulhoso.

Derek e Carla

Derek usou inúmeras cobaias em seus esforços para criar um “clone” de Ada Wong. O principal obstáculo para seus esforços, foi encontrar indivíduos com estrutura genética compatível.

Usando os amplos recursos da Família, Derek soube que uma de suas próprias pesquisadoras, Carla Radames, era uma canditada adequada. Derek enganou Carla, fazendo-a aceditar que ela estava no experimento porque Derek a valorizava, e também o seu trabalho, demais para deixá-la de lado. Ela estava enganada, e Derek conseguiu criar o clone de Ada que tanto desejava.

Embora Carla parecesse se comportar como Ada, ainda havia um pedaço dentro dela que permaneceu sendo Carla. O relacionamente que Derek tinha tido com Ada, havia sido apenas profissional, de modo que ele não conseguia ver se esse clone não era a verdadeira Ada. Seja através de afetos equivocados, ou uma vontade de se vingar de Ada, ele ignorou qualquer dúvida incômoda e começou a treinar e tratar Carla como se ela fosse a verdadeira Ada Wong.

Carla, após perder a maoir parte de sua personalidade durante o experimento, se comportou como Derek desejava. Mas nas profundezas de sua alma, ainda gavia uma chama da verdadeira Carla, que mais uma vez, veio à tona, e ela jurou destruir Derek, o homem que arruinou a sua vida.

Abaixo está uma nota escrita por Carla após ser transformada em Ada Wong.

Eu sou a serva leal de Simmons, Ada Wong. Eu farei qualquer coisa que ele quiser, e em troca, ele fará tudo o que eu pedir. Nós somos o par perfeito e ninguém pode ficar entre nós.

Mas atualmene, eu não posso deixar de sentir um sentimento ruim, toda vez que olho em seus olhos.

Eu não entendo como eu poderia me sentir assim, quando estamos destinados a ficar juntos.

Uma voz está gritando: “Mate-o! Destrua seus sonhos! Não deixe ele se safar dessa!”, e se torna mais alto a cada dia. Mas porquê?! O que há de errado comigo? Ele me ama muito, e eu o correspondo. Não há nenhma razão para eu sentir nada disso. Eu não posso imaginar um mundo sem ele.

Eu dei tudo para ele. Eu nunca iria querer destruir seus sonhos. Nunca.

Dos documentos de Carla

Não demorará muito para o que ele teme se tornar realidade. Meu animal de estimação especial que descansa sob o mar estará pronto m breve. Todos os meus pequenos casulos, também se abrirão em breve. Minha maior criação será a ruína de tudo o que ele lutou para construir.

Seria uma pena, no entanto, se ele não estiver pronto para viver num mundo de pesadelos. Eu vou fazer de seu corpo uma representação viva dos horrores que irei desencadear.

O mundo vai estar tão distante da estabilidade que ele almeja. Será um cas completo! E o caos destriorá seu corpo!

Transformações sem limites

Carla Radames pensou que podia atacar a China e desencadear o caos sobre o mundo, mas Derek Simmons tinha um plano para impedí-la, e ela está gravemente ferida.

“Se eu vou morrer, então vou me assegurar de que o mundo morra comigo.”

Com sua última gota de energia, ela se injetou com uma amostra altamente potente de C-Vírus. A amostra é do mesmo tipo da que foi injetada em Simmons por um de seus subordinados. Quando infectada, seu corpo funde com um porta aviões, a tranformando em algo completamente não humano.

Ela também pode criar réplicas de si mesma em tamanho real (conhecidos como Carla Spores).  Estas réplicas insanas da Carla ainda se parecem com Ada Wong, provando que o experimento de Derek danificou a psique da Carla violentamente.

Mutações completas

Depois que um ser humano é injetado com o C-Vírus, ele transforma-se num J’avo, o vírus vai continuar a transformar o hospedeiro, até que todo o seu corpo seja coberta por uma estrutura resistente semelhanta a um casulo. Dentro dessa crisálida, o vírus irá dissolver a composição corporal do hospedeiro e remormá-lo, dando origem a uma criatura completamente diferente do J’avo. Essas criaturas são catalogadas como “mutações completas”.

Derek C. Simmons procurou aproveitar esse processo de mutação quando ele tentou recriar Ada Wong, mas terminou com um número de mutações que falharam, em vez disso (a Lepotitsa e Gnezdo são dois exemplos dessas falhas: Derek preservou a aparência feminina). Os pesquisadores de Derek logo descobriram que, misturando o C-Vírus com o DNA de espécimes vivos, eles pdoeria criar mutações completas que preservariam a forte característica de mamíferos e répteis.

Ser capaz de determinar o resultado final de uma mutação completa, foi a chave para a criação de armas bio-orgânicas confiáveis. Essa pesquisa foi fundamental para a estabilização do C-Vírus e criar algo que geraria múltiplas armas biológicas.

O C-Vírus melhorado

O C-Vírus melhorado fo criado através do sangue de Jake Muller. Este vírus aprimorado foi projetado por Carla Radames, que em posse do sangue de Jake, que era resitênte à infecção viral, foi usado para tornar o C-Vírus mais potente.

Quando o hospedeiro é infectado com o C-Vírus normal, eventualmente se torna um casulo antes de emergir como uma nova criatura. A versão melhorada, não só fortalece o hospedeiro, como elimina a necessidade dele passar pela fase da crisálida. Este hospedeiro pode continuar sofrendo mutações de forma indefinida, sem comprometer a sua integridade celular.

O C-Vírus melhorado é incrivelmente difícil de ser fabricado, e somente Carla Radames sabe fazê-lo com sucesso. Assim, apenas uma quantidade limitada de C-Vírus melhorado existe.

O fim de Derek Simmons

Quando Derek C. Simmons foi traído por Ada Wong após o incidente de Raccoon City, foi a primeira vez que ele se sentiu estressado emocionalmente. Ele sentiu que se a verdadeira Ada Wong não pudesse trabalhar fielmente para ele, então ele iria criar uma que pudesse. Ele decidiu usar o C-Vírus, um agente de potencial ilimitado para mudar o corpo humano, e sua criadora, Carla Radames, para recriar a sua amada Ada. Ninguém sabe quantas vidas Derek sacrificou para realizar esse objetivo.

Ao obter sucesso com Carla, ele se encheu de alegria, mas Carla não perdeu totalmente sua personalidade no processo, e ela oiava Derek por tudo que fez com ela.

Ela planejou injetar uma amostra muito forte do C-Vírus em Simmons, o que faria seu corpo se transformar em criaturas horrendas infinitamente. No fim, ele foi morto por Ada Wong.

A vingança de Carla

Carla Radames renasceu como Ada Wong por causa do experimento que Derek Simmons a forçou participar, seguido de um treinamento após a transformação. Derek não sabia, mas uma parte da mente de Carla permaneceu, e ela estava determinada em destruir o que ele havia construído.

Carla secretamente fundou a organização Neo-Umbrella para que ela pudesse aperfeiçoar o C-Vírus, algo que seria de extrema importância em seu plano de desestabilizar o planeta, uma idéia que deixaria Derek louco. Seu plano era lançar misséis carregados com o gás que transformaria as pessoas em zumbis, e liberar a B.O.W definitiva em um mundo desprevinido: Haos.

Seu plano de causar um grande estrago na China teria sido um sucesso, a não ser por uma atitude imcompreensível: ela entrou em contato com a verdadeira Ada Wong e a envolveu na situação. Se ela fez isso em alguma tentativa de destruir a Ada Wong verdadeira e ficar sozinha, ou para que Ada a salvasse, ninguém sabe dizer.


← Resident Evil 6