Depois dos relançamentos de Resident Evil 4, 5 e 6, agora é a vez dos consoles da oitava geração receberem, também Resident Evil Revelations. O PS4 e o Xbox One já garantem suas edições a partir de 29/08 e o Nintendo Switch no final do ano, com um bundle incluindo Revelations 1 e 2.

O jogo foi lançado originalmente para o Nintendo 3DS e seria um ‘exclusivo’ para o portátil da Big N, porém, por uma grande demanda de pedidos da comunidade, a Capcom decidiu portá-lo  para os consoles de mesa em 2013.

A empresa tem seguido uma política de relançar seus jogos mais antigos para as atuais gerações de vídeo games, acompanhando sempre o mercado, uma vez que alguns consoles não possuem o recurso de retrocompatibilidade. Isso ocorreu diversas vezes com Resident Evil 4,  por exemplo, (que tem versão até pra cafeteira Nespresso) que acabou recebendo muitos ports e remasterizações.

De volta às origens

A saga Revelations foi criada para alimentar ainda mais a cronologia da série principal, incluindo eventos para fechar os pontos em aberto que os jogos numerados deixaram.

A história foi muito bem recebida pelos fãs, já que Jill Valentine deu as caras logo no primeiro jogo, após um longo tempo fora de cena. Outro ponto alto é a ‘volta’ do Survivor Horror, que desde RE4 havia ficado um pouco de lado, dividindo, e muito, os fãs.

O game é separado em capítulos, estrutura que aumenta a ansiedade do jogador em chegar ao final. O fator replay é bem vindo quando se acaba pela primeira vez, podendo mudar a dificuldade e utilizar o mesmo equipamento melhorado durante a campanha.

Leia também: Artigo – A Revelação da Divina Comédia

Resident Evil: Revelations mais uma vez

Esta nova versão de Resident Evil Revelations apresenta uma resolução 1920×1080 e 60fps, mais suave, com texturas de cenário e personagens mais limpos, taxa de animação melhorada, mais detalhes nos cenários e movimentos refinados das criaturas. O jogo segue bem fluído com controles fáceis de serem dominados por quem está experimentando pela primeira vez, diferente da versão de PS3, que estava bem crua, com controles confusos e cenários mal texturizados.

A trilha sonora é bem marcante e é um dos pontos altos, envolvendo o jogador e deixando um suspense que da calafrios enquanto você se aprofunda no Queen Zenobia atrás de respostas. Ela foi criada relembrando muito os jogos clássicos, o que ajuda para esse ser um dos títulos mas bem recebidos desde 2004.

Resident Evil Revelations está sendo vendido a R$130,00 tanto na PlayStation Store quanto na Loja Xbox. A nova versão conta com todas as DLCs lançadas e também com o modo Raid, parecido com o Mercenaries, para jogar online. O jogo também chega em formato físico para ambos os consoles por R$150,00.

O jogo foi analisado no PlayStation 4, em cópia digital cedida pela Capcom Brasil. O texto não representa a opinião do REVIL como um todo, e sim do autor da análise.

ANÁLISE – Resident Evil Revelations (PS4/XB1)
Versão decente do port de 3DSControles mais fluídos Texturas de cenários e personagens bem definidasFator Replay
ValorMais um portInteratividade em relação a versão do 3DS
8.8Pontuação geral
Gráficos8
Som9.5
Controles8.5
Diversão9.5
Desafio9
Custo-benefício 8
Votação do leitor 51 Votos
7.1
%d blogueiros gostam disto: