Wired foi o primeiro a trazer um review do filme Resident Evil Degeneration, que foi exibido durante a Tokyo Game Show, fazendo muitas críticas negativas ao longa. Chris Kohler e Jean Snow, autores da matéria, dizem que Degeneration parece mais uma cut-scene de vídeo game do que um filme. Uma das principais críticas foi relacionada aos gráficos. Segundo eles, não só as expressões faciais dos personagens, como sua movimentação corporal, são extremamente irreais – parecem marionetes – e que inclusive os gráficos de RE5 são melhores. Quanto à trama, “não passa de um conjunto de tudo o que já vimos nos velhos jogos”, além de mencionar momentos clichês que já conhecemos dos games e filmes de zumbis, como lições sobre conservar munição e atirar na cabeça. Além disso, é comentado sobre a estranheza de alguns diálogos, que ainda parecem ser traduzidos literalmente do japonês para o inglês, como nos primeiros jogos da série. Por outro lado, ambos comentam que os fãs irão amar cada detalhe do filme e que gostarão muito por ele fazer parte da cronologia da série, ao contrário da trilogia de Paul Anderson. Finalizando, Jean Snow afirma que gostaria muito mais de ter experimentado-o como um jogo do que como um filme, dando nota final baixíssima: 3/10. Crédito ao Archelon, via The Horror Is Alive.

%d blogueiros gostam disto: