Glzt8Ub_VmE

Acho que todo mundo pensa em várias coisas que aconteceram em Resident Evil ao longo desses 21 anos e sem dúvida, tem algumas que você olha e pensa: caraca – que burrada, Capcom! Listamos apenas 5 e e dependendo da recepção, a gente pode fazer uma segunda parte mais pra frente.

5 – Alex Wesker não ter saído ilesa em Resident Evil Revelations 2

Nós entendemos a influência de “A Metamorfose” de Franz Kafka em Resident Evil Revelations 2, e o quanto Alex Wesker ter se transformado em um monstro e se replicado em dois corpos diferentes era preciso pra criar paralelos com a obra, mas convenhamos, é extremamente broxante ver a Alex ter seu corpo destruído e acabar sendo morta no final do game.

A gente sabe que na real ela tá vivinha da Silva dentro do corpo da Natalia Korda, mas é triste pensar que ela sequer apareceu em um cutscene em computação gráfica e que ela não foi inteligente o suficiente para prever a furada que a experiência de “troca de corpo” iria causar.

Sério, gente. Quando eu fiquei sabendo que Alex Wesker era uma mulher e que ela era a vilã do segundo Revelations eu já tava esperando ela sair viva no final, fugindo em um helicóptero se preparando pra substituir Albert Wesker como vilão da fraquia e se tornar a vilã mais poderosa que Resident Evil já teve. Me iludi? Talvez bastante.

4 – O final ideal para Resident Evil 5

Chris e Jill são os personagens que nos fizeram conhecer as conspirações da Umbrella e passaram por poucas e boas nas mãos de Albert Wesker, tá aí um fato incontestável.

E em Resident Evil 5, nós temos o fechamento de vários arcos envolvendo esses três personagens, se dando pela morte de Wesker.

Mas sabe uma coisa que me deixa boladão, ver a Sheva atirando com a Rocket Launcher no Wesker junto com o Chris ao invés da Jill.

Eu não tenho nada contra a Sheva, mas velho, a Jill que foi pega pelo cara, ela que foi enganada por ele no primeiro jogo – ela e o Chris – deveria ser o momento deles, só deles!

A Sheva tem seus motivos e tal, mas ela pegou o bonde agora e já quer sentar na janela e dar tchauzinho?

O ideal seria a Jill e o Chris seguirem caminho depois de Jill se ver livre do P-30 e a Sheva seguir com o Josh na DLC Desperate Escape. Amém?

3 –Nemesis não aparecer em nenhum outro jogo

É fato que Nemesis é uma das B.O.W.s mais famosas e amadas da franquia. O perseguidor surgiu em Resident Evil 3 e é o responsável pelo carisma do game, mas fica o questionamento: se o Nemesis é tão querido, porque ele nunca mais apareceu na franquia?

O monstro é um tipo de Tyrant – mais inteligente e controlável do que os vários tyrants que a gente viu ao longo dos outros jogos, mas diferente dos outros tyrants, o Nemesis nunca apareceu de novo, o que eu acho uma tremenda duma burrice!

Já que ele é um ttyrant como qualquer outro, eu daria um jeito de alguma empresa ou terrorista replicar a arma biológica pra ela aparecer em outros jogos e em maior número, como acontece com os demais tyrants.

Antes que você venha falar que a Carla Radames fez isso com o Ustanak, já vou pedindo licença porque aquela coisa do RE6 só consegue ser chata – nem chega aos pés do Nemesis.

2 – Uma história para Jake Muller que faça ligação com eventos passados da série

Agora chegou a hora de tocar naquele assunto delicado que começa com Jake e termina com Muller. Ame ou odeie, Jake é o filho de Albert Wesker e protagonizou Resident Evil 6 ao lado de Sherry Birkin.

O que todo mundo estranha, é que conhecendo Albert Wesker como um cara focado em seus objetivos e super maléfico, teria tempo para engravidar alguém e ter um filho por aí.

Fora o fato de Jake ser ruivo – muitas pessoas ainda tem uma pulguinha atrás da orelha sobre quem ou o quê é Jake Muller.

Pensando na inserção dele em RE6 e suas interações com Sherry e Chris, faria mais sentido se ele tivesse ligação com outro evento que foi esquecido tanto quanto o próprio Jake – Steve Burnside.

Mas antes que você pire, deixa eu resumir a teoria que não é verídica, mas é curiosa. No final do cenário Game of Oblivion em Resident Evil: Darkside Chronicles, o Wesker leva o corpo de Steve Burnside e provoca Claire dizendo que ele pode fazer com que ela veja Steve de novo.

Agora vamos a teoria: Jake não se lembra de seu pai – ele tem 20 anos mas aparenta ser mais velho. Ele parece se lembrar de Chris Redfield na primeira vez que eles se encontram, e Chris também vê algo familiar nele.

Quando Sherry cita Claire em algumas conversas, Jake parece intrigado, há algo familiar sobre Claire também.

Agora outra coisa que dá força pra essa teoria: o sangue de Steve possuía o T-Veronica, agente utilizado na criação do C-Vírus. O sangue de Jake foi utilizado pra potencializar ainda mais o vírus – os anticorpos dele também eram a cura para o C-Vírus – curioso, vai?

Vamos então ao saldo dessa história toda: O Jake é ruivo, aparenta se lembrar da Claire e do Chris, parece ser mais velho do que consta, tem a cura pro C-Vírus no sangue, o que liga ao Steve e seu corpo cheio de T-Veronica e ainda tem umas habilidades overpower – CLARO – O Wesker pegou o corpo do Steve, deu um jeito de trazer ele à vida, implantou memórias falsas e jogou ele no mundo, certo? ERRADO!

Oficialmente o cara é o filho do Wesker mesmo, e a gente tem que aceitar. Pessoalmente, eu preferiria que essa fanfic que eu acabei de contar fosse verdade, ele tivesse ligação com o passado da franquia e outros personagens do que ele ser só um personagem chato que foi esquecido no churrasco e que poucos sentem falta.

1 – Neo Umbrella começar e acabar em Resident Evil 6

Ainda falando de Resident Evil 6, vamos lembrar do hype de 2012 ao saber que teríamos uma nova Umbrella (essa era a primeira vez que isso acontecia na série) e que ela era a empresa vilã do game.

Tá, mas aí a Carla morre, tem toda aquela cena do sangue do Simmons formando a logo da Umbrella embaixo do obelisco e aí a gente pensa: a Carla louca morreu, mas deve ter muita gente foda por trás da Neo Umbrella e isso aí foi só o nascimento dela na franquia, né? Não, tá errado de novo!

Pensa comigo o quanto seria incrível se essa empresa fosse de fato a nova vilã da série. Dá pra especular que personalidades como Alex Wesker, Nicholai Ginovaef, Hunk, Jessica Sherawatt e Raymond estariam unidos por trás da Neo Umbrella.

Mas nah, a Capcom achou que seria mais divertido se milhões de Umbrellas surgissem em outros jogos, como é o caso da Umbrella Corps, Umbrella vermelha e Umbrella azul de Resident Evil 7 – outra oportunidade desperdiçada… Pra variar, né?

Bônus – Resident Evil Operation Raccoon City

E por último, como um bônus, vamos falar do game que tinha tudo pra ser um dos melhores da série e até inovar pra quem curte games de ação – Operation Raccoon City.

A receita era perfeita: uma época nostálgica, jogaríamos com os vilões vendo a destruição da cidade por outros olhos, um shooter de ação completo com vários inimigos clássicos e adorados da franquia e a interação com acontecimentos e personagens que a gente já conhece.

Acabou que a Capcom apressou a Slant Six que lançou o jogo inacabado e sem final, a crítica caiu matando, é impossível jogar sozinho por causa dos bugs e por mais que ele seja divertidíssimo de jogar com online com os amigos, ele foi uma puta decepção e a gente vai passar o resto da vida lamentando por isso.

Essas foram a nossa lista com 5 oportunidades perdidas em Resident Evil e queremos que vocês me falem aí: vocês concordam com a minha lista? Não esqueçam também de colocar aí nos comentários as outras oportunidades que vocês acham que a Capcom perdeu dentro da série – a gente pode fazer uma segunda parte se essa aqui agradar vocês!

  • Kaique Valente

    Final do capítulo do Chris e Piers em resident evil 6. Acho que o personagem Piers foi o mais legal de todo o jogo e matá-lo foi uma tremenda burrada. Em contrapartida, o Chris um dos mais chatos. Se me lembro bem o Chris fala que iria se aposentar após RE6,, dessa forma Eu teria matado o Chris no lugar do piers, e na cena do velório dele, seria legal o Piers conhecendo a Claire, sendo que os dois iniciariam um relacionamento; ao mesmo tempo que Piers assumiria o lugar do Chris na bsaa, e seus passos.

    • Rafael Tramontin

      Concordo. E ia fazer mais sentido o personagem do RE7 ser o Piers que o Chris.

    • Nando Fiurst

      eu já acho que piers morrer foi o ponto alto do re6 pq ngm esperava, deu dó, quase chorei, foi foda, melhor final.

    • Luis Felipe Soares

      Piers e Claire j´se conheciam antes de RE6, é só ver o final de Revelations 2 (que aconece antes de RE6). Mas poderiam formar um casal legal.

  • Max

    Concordo que Chris e Jill eram quem deveriam dar fim ao Wesker no RE5, e realmente seria muito melhor se a teoria do Jake ser na verdade o Steve fosse verdadeira (mas quem sabe a Capcom não torne isso real explicando que as memórias de vida do Jake são falsas e que foram implantadas em laboratório). Sobre o Nemesis não ter aparecido canonicamente em outros jogos, por um lado isso é bom, pois aparecer canonicamente em vários outros jogos poderia fazer dele apenas mais um monstro genérico da franquia, a única aparência canônica do personagem no RE3 é o que o torna um personagem tão memorável, Nemesis é para RE3 o que William Birkin é para RE2.

  • Andrei Sokholov

    Foram muito boas colocações, especialmente a fanfic sobre o Steve e Jake, e que por outro lado lembra de como é trágico que alguns fans em seu tempo livre disponham de melhores ideias e zelo pela franquia do que dezenas de roteiristas muito bem pagos… Teriam transformado um personagem extremamente maçante com uma pequena informação, remontando a todo um background e gerando assim uma empatia quase imediata pelo mesmo.

    No caso da batalha final com Wesker eu iria mais além, e diria ainda que além de botar a Jill para escanteio, o momento derradeiro de Albert não foi de longe algo digno de um vilão do porte dele, aliás, toda a luta dentro do vulcão é absolutamente ‘roubada’, emfim…

    Sobre Nemesis, creio que na cronologia atual seja bastante improvável colocar em serviço uma B.O.W já ultrapassada, e isso claro considerando os inúmeros avanços que vimos no mundo do bio terrorismo na franquia, mas bem que poderiam aproveitar e fazer por tabela um RE3 Remake, afinal de um evento para outro a diferença é de apenas 24 horas.

    Sobre as Umbrellas, na minha medíocre opinião sinceramente já deu, chega disso ai, ressuscitem a HCF, a Tricell a “organização”, menos Umbrella por que pqp, já virou um circulo vicioso, e ainda pior com esse maniqueísmo das cores, Umbrella Vermelha do mal, Azul do Bem…

    Sobre ORC eu estou de total acordo, aliás, é algo que já vem sido consentido pela fanbase a bastante tempo em geral, um ótimo conceito mas pessimamente executado. E o pior de tudo é que ainda não convencida do fracasso do jogo, a mesma ainda veio por desencargo de consciência, lançar uma versão 2.0 eufemisticamente chamada de “Umbrella Corps”.

    • Maester Alex

      Concordo, deviam acabar de vez com a necessidade de ligar a Umbrella em tudo e criarem um novo vilão. The Family tinha potencial, mas nem isso RE6 conseguiu desenvolver direito.

  • Bruno Santana Brito

    Eu acho Steve uma das piores coisas da serie, odeio ele com força. A Neo Umbrella não era uma empresa, era uma organização terrorista como varias outras que devem existir por ai, qualquer imbecil como a Carla pode reivindicar este nome. E na real, já deu de Umbrella, o nome dela é emblemático porque ela foi destruída de dentro para fora, e também por ataques externos. Seria bonitinho ver a Jill atirar com o Chris no Wesker, mas nem tudo acontece de forma tão bonitinha e “justa” assim.

  • Wes

    Ah, o Jake, esse badboy xarope. Nunca conheceu o pai e tava pouco se fodendo pra ele, mas quando encontra o Chris fica todo raivoso por suspeitar que estava diante do executor de seu pai. Ou vai ver foi paixão à primeira vista, não posso culpá-lo, ehehe.

    Com exceção da parte em que ele tá só de calça de pijama no laboratório, o resto da campanha dele é totalmente esquecível.

  • Bruna Mattos

    A oportunidade mais perdida com Resident Evil foi não cancelar Umbrella Corps.

  • Protagonista Do Gta

    Bom saber que tem mais gente aqui na Revil que odeia o Jake, ele roubou o posto de pior personagem da franquia da Rebecca.

    1-Jake.
    2-Rebecca.
    3-Sherry adulta.

    • Maester Alex

      Eu gosto da Sherry adulta. Sério que não detesta mais a Ashley “help me” Graham do que a Sherry e a Rebecca?

      • Protagonista Do Gta

        Sério cara, não gosto da Ashley também, mas ela fica em 4ª, seguida por Billy em 5º…
        kkkkkkk

        • Maester Alex

          Na minha lista Ashley leva ouro, seguida pelo Carlos Oliveira e Brad Vickers.

    • ratStar

      Pra mim, nessa ordem: Jake, Ashley, Helena, Rebecca. A Sherry eu achei OK.

    • Luis Felipe Soares

      EU gostei da Sherry.

  • Maester Alex

    Prefiro que o Nemesis fique apenas no RE3 (e em jogos que se passem em Raccoon City). Fazer ele reaparecer iria tirar a “magia” do personagem. Se for pra reaparecer, então que seja em um possível RE: Outbreak 3 (se ainda existirem lugares suficientes em Raccoon para um file 3).
    Agora, um desperdício pra mim foi aquele conceito da “Família” no RE6. Claro que isso ainda pode reaparecer, mas conhecendo a Capcom é mais provável que eles esqueçam. Se tivesse sido bem desenvolvido, acredito que poderiam tomar o lugar de principais vilões na franquia.

  • Luis Felipe Soares

    RE6 teve várias oportunidades perdidas, mas pra mim a maior de todas (e de toda a franquia também), foi não ter aposentado o Chris em RE6 e Piers tornar-se seu sucessor.

    Que droga Capcom! Piers foi o melhor coadjuvante que você criaram e matam ele no final!!!

    Não queria que Chris morresse também, lógico, mas aquela poderia ser sua última batalha e, cansado, o mesmo sairia de uma posição de campo ficando apenas na inteligência da BSAA e passaria o bastão pro Piers. Era uma ótima oportunidade para aposentar um personagem antigo e começar a introduzir novos. Mas infelizmente matam uma baita personagem promissor!

    • ratStar

      Penso o mesmo!

    • Bruno Reis

      E a morte ou aposentadoria dele evitariam que passassem vergonha criando um novo rosto completamente diferente pra ele que foge de toda a aparência de Chris criada em RE5, RE6, RE Revelations e Vendetta. Pra mim, prefiro fingir que Chris morreu em RE6 do que aceitar esse tosco de RE7.

  • ratStar

    Só complementando as oportunidades perdidas em RE5: podiam ter seguido firmes e fortes na ideia inicial e ter colocado o Barry como parceiro do Chris no lugar da Sheva. O arco Wesker DEVERIA ter acabado em um confronto com Chris, Jill, Barry e Wesker. Que baita oportunidade perdida cara…

    • Luis Felipe Soares

      Nem pensei nisso. Seria o encerramento perfeito pra saga Umbrella/Wesker na minha opinião! Com Chris, Jill e Barry derrotando Wesker.
      Se não me falha a memória eles substituíram o Barry pela Sheva no RE5 com medo de acusação de preconceito, já que teria dois americanos brancos matando um monte de negro africano.

  • Bruno Amaral

    Concordo que trazer Steve de volta… tanto como ele mesmo ou tanto como Jack seria legal. Eu sempre gostei do Steve principalmente no Re code Veronica, e ele serviu de bom suporte pra Claire, e acho possível que a Capcom use o Jack como Steve mais pra frente, principalmente pela semelhança física, branquinho e olhos claros. Porém isso tiraria aquele encanto Steve e Claire, porque ouve um romance entre Sherry e Jake, sem contar a diferença de idade porque Claire em Re2 ja era adulta e Sherry criança, em Re Veronica Claire e Steve tinham pouca diferença de idade,e como revelations 2 Claire ja estava bem mais velha, se Steve for Jake será bem mais velho que Sherry mas enfim o fato de Steve voltar seria um enorme gancho pra trazer Claire de volta e como ela é minha personagem favorita super apoio o retorno dela em parceiria com Jill… Concordo que Pierce deveria continuar a linhagem e Chris fosse pra parte de organização da BSAA. Concordo que Alex Wesker não deveria ter morrido tão cedo. Ja a questão da Neo Umbrella concordo com o que o colega disse abaixo, qualquer um pode criar uma organização e por o nome que quiser, então nunca ouve realmente uma segunda umbrella. Eu gostava da Rebecca e na minha opinião ela teria feito um par legal com Chris em Re5 claro que mais treinada e adulta com as mesmas habilidades da Sheeva. Ja que o Barry foi pro Revelation, e seria legal um jogo com Jill e Barry juntos, eu acho que ao invés do Paker, nO Rev 1 ter colocado Barry teria sido melhor. Concordo que Ashley Graham foi uma desgraça kkkk HELP LEON!!! Muito irritante mas o intuito dela era deixar o jogo mais difícil e conseguiu kk. Nemesis deve permanecer so em Resident Evil 3 pra deixar aquele nome e aquela reputação de grande Chefe permanecer, ja ridicularizaram ele o suficiente no filme que morre de maneira tosca demais, e ainda sem ser pelas mãos da Jill enfim. E Wesker acredito que volte kkk e Jill e Chris vão ter a oportunidade de acabar com ele, pq realmente a Jill teria que ter assumido o jogo a partir do momento que deixa de ser escrava do Wesker e Sheeva acompanhar Josh na DLC e o último tiro ser Chris e Jill enfim. Muitas questões poderiam ter sido diferentes, mas as comentadas nesse tópico de Fato foram muito interessantes.

    • Bianca Lambert

      Concordo com as suas palavras, menos que a Ashley deixava o jogo mais difícil, ém Sérvia pra deixar o jogo mais chato kkkkkkkk.

    • Giovana Tonelli

      Concordo que ficaria chato se Jack for Steve não pela questão da idade isso não influenciaria tanto, mas sim pelo que ele viveu com Claire, e depois viver um romance com a Sherry, ficaria uma coisa estranha e sem muito fundamento. Então acho melhor trazerem o Steve de volta de outra forma sem envolver o Jake. E o Resident Evil Operation R eles poderiam ter elaborado melhor. Eu acho que ao invés de criar personagens paralelos, poderiam ter feito o jogo apenas com Barry, Ada, Hunk enfim os viloes cada um no seu cenário e mostrar o que cada um fazia por trás do jogo, e atrapalhar os bonzinhos Jill, Carlos, Leon e Claire. E o nodo Herpes poderia continuar igual porque a ideia e interessante e bem divertido.

      • Bruno Amaral

        Sim realmente, so não acho que poderiam tirar ps personagens paralelos do Operation, pq esse jogo é um spin off, então so faltou melhor elaboração mesmo. Mas os personagens junto com Hunk eu curti bastante.

%d blogueiros gostam disto: