Lisa Trevor era a filha de George Trevor, o responsável pela arquitetura da Mansão Spencer nas montanhas Arklay. Depois de 5 anos em construção, a mansão finalmente ficou pronta, e a família Trevor foi convidada para passar uns dias nela em comemoração pelo projeto finalizado. George, no entanto, por estar ocupado com o trabalho, permanece em Nova York, mas manda Lisa e sua esposa, Jéssica, para lá.

Após três dias, George chega à mansão e Ozwell E. Spencer lhe informa que Lisa e Jessica deixaram a propriedade e foram visitar uma tia da garota, que estava doente. Ainda assim, Spencer garante que elas aproveitaram a estadia; Principalmente Lisa, que havia, inclusive, usado o piano de Spencer para tocar a sua canção mais especial – Moonlight Sonata. Na verdade, Jessica e Lisa haviam sido capturadas e usadas como as primeiras cobaias humanas do vírus Progenitor.

Durante os testes, foi administrada uma amostra do vírus Progenitor tipo A em Jessica, e à Lisa foi administrada uma amostra do tipo B. Enquanto Jessica acabou por não resistir ao efeito letal do vírus, Lisa, por sua vez, revelou-se como uma cobaia de grande potencial. Anos se passaram e Lisa permaneceu como cobaia da Umbrella, sendo submetida a inúmeros experimentos virais por parte dos cientistas em Arklay, à medida que se ia fortalecendo.

Mais tarde, o parasita NE-Alpha foi administrado em Lisa, mas o seu corpo o dominou e ele desapareceu enquanto tentava invadir o sistema nervoso central da garota. Lisa foi submetida a uma série de testes e William Birkin detectou, por fim, um agente viral, que veio a culminar com a descoberta do G-Vírus.

Depois da administração do vírus, Lisa criou o estranho hábito de atacar pesquisadoras e arrancar seus rostos, colocando-os sobre o seu próprio, em uma busca desesperada de encontrar o rosto de sua mãe e o manter sempre com ela. Em um diário que Lisa mantinha, apesar de seus baixos níveis de consciência, a garota relata um desses acontecimentos. De acordo com os delírios de Lisa, em um desses encontros com uma das cientistas, ela foi levada a acreditar que a mesma era sua mãe, Jessica. Ao descobrir que tudo não passava de uma farsa, Lisa ataca a cientista e arranca seu rosto, com a promessa de devolvê-lo a sua mãe real. Enquanto não encontra Jessica, Lisa prende o rosto ao seu.

Aproximadamente trinta anos depois, na madrugada do dia 24/25 , os S.T.A.R.S invadem a mansão se deparam com uma Lisa monstruosa, completamente alterada por conta das diversas experiências que foram feitas com o que um dia foi uma garota. Lisa é encontrada pelos S.T.A.R.S., pela primeira vez, numa cabana, onde o personagem é incapacitado e ao acordar, se vê obrigado a fugir; Um segundo encontro acontece quando os S.T.A.R.S. chegam até as cavernas, onde os policiais não podem fazer nada senão fugir; um terceiro encontro acontece quando os S.T.A.R.S. estão próximos à entrada para o laboratório subterrâneo e uma batalha tem início. Após o confronto com os policias, Lisa tem acesso ao sarcófago de sua mãe. O monstro agarra o crânio de Jéssica e se joga de uma grande altura.

Minutos antes da mansão explodir, Albert Wesker traça seu caminho para fugir do local antes da explosão. O policial se depara com Lisa diversas vezes no caminho e tem seu último encontro com ela no hall principal da mansão, onde uma última luta tem início. Wesker consegue derrubar um lustre em cima do monstro e, com isso, ela é imobilizada. O ex-capitão dos S.T.A.R.S deixa a mansão, que explode logo em seguida, dando fim à tortura de Lisa Trevor.

Presente em: Resident Evil Remake, Resident Evil: The Umbrella Chronicles.

Curiosidade: Recentemente, fãs alteraram o modelo de Lisa Trevor e removeram os rostos que cobriam sua face, revelando a medonha e verdadeira aparência de Lisa por baixo de todas aqueles rostos.

LISAFACE

%d blogueiros gostam disto: