Perfil

Nome: Robert Kendo
Nascimento: 1958
Altura: desconhecida
Peso: desconhecido
Tipo Sanguíneo: desconhecido
Afiliações: Kendo Gun Shop (????-1998)
Status: Morto (1998)

Robert Kendo era o dono da loja de armas Kendo’s Gunshop. Ele era um amigo próximo do membro dos S.T.A.R.S. Barry Burton e customizou armas não só para ele, mas também para os outros membros das forças especiais.


Aos rapazes dos S.T.A.R.S

Com o auxílio de seu irmão, Joseph Kendo, Robert criou a Beretta 92F dos S.T.A.R.S (também conhecida como Samurai Edge). Robert a dedicou aos “rapazes dos S.T.A.R.S” no fax recebido por Jill Valentine posteriormente.


Resistência a assistência em Raccoon City

A última criação de Kendo foi encomendada por Barry e batizada Raging Bull. Barry nunca chegou a recebê-la, visto que a situação se tornou catastrófica em Raccoon City e Robert distribuiu diversas armas aos sobreviventes para que eles pudessem se defender de modo adequado, inclusive a arma customizada. Em uma nota, Kendo se desculpa com Barry e o convida para pescar em StoneVille, lugar para onde pretendia fugir.


Nota de Robert

Como isso pode acontecer, Barry? A cidade foi tomada por zumbis e se tornou literalmente um pesadelo na Terra.
Você sabe, minha preocupação com a cidade é tão grande quanto a sua. Esperei por sua chegada imaginando que você ainda estava na área, mas a ameaça de a minha loja ser invadida por zumbis se tornou grande demais.

Eu já distribuí a maioria das armas e munição para os sobreviventes da cidade, inclusive a Raging Bull, sua encomenda especial. Eu espero que entenda, dadas as circunstâncias.

De qualquer forma, eu não tenho intenção de sacrificar minha vida, e vou fugir para Stone Ville.

Se você receber essa mensagem, me encontre lá. Nós iremos pescar…

Robert Kendo


A resistência termina

29 de setembro de 1998

No dia 29 de setembro de 1998, Claire adentrou a loja de Kendo tentando cortar caminho para a Delegacia de Polícia de Raccoon. Kendo a toma por uma zumbi, apontando sua Bowgun para ela e, ironicamente, perguntando quem ela era e o que ela fazia por lá.

Quando Claire pede que ele não atire alegando ser humana, Kendo se desculpa, caminha até ela e tranca a porta, justificando sua postura inicial dizendo que a cidade foi tomada por zumbis e que ele havia confundido a moça com uma.

Quando Claire caminhava em direção a saída traseira do local, quatro zumbis derrubaram a vitrine e adentraram o local, alcançando, derrubando e mordendo Robert Kendo, que encontrou seu fim nesse mesmo momento.


Em Resident Evil 2 (2019)

Robert Kendo Resident Evil 2

Robert Kendo, junto a sua esposa e filha, Emma Kendo, se refugiaram na loja de armas assim que a epidemia do Vírus T tomou conta de Raccoon City. Ajudando o máximo de civis possiveis com suas armas disponiveis na loja, viu sua família ser infectada com o vírus nesse tempo, sendo forçado a atirar a vida da própria esposa para não causar mais perigos a sua filha.

No dia 29 de setembro, Robert Kendo tem seu primeiro encontro com Leon S. Kennedy e Ada Wong, que passavam pela loja de armas para ter acesso aos esgotos, investigando as atrocidades da Umbrella pelo caminho.

Kendo ameaça Leon ao adentrar a loja e diz que tudo o que o homem quer é que os deixem em paz. Leon diz que esta apenas de passagem e que não quer problemas.

A filha de Kendo, Emma, aparece atrás do pai e ao ver a garotinha, Ada diz que ela precisa ser eliminada pois está infectada. Kendo então passa a apontar sua arma para Ada, para proteger sua filha.

Robert Kendo, com raiva, questiona Leon sobre o que está acontecendo e que ele deve saber quem fez isso e o porque, já que é um policial, pegando a sua filha no colo e se retirando do local, indo para um quarto. Pouco depois é possível ouvir um tiro.

Antes de toda essa situação, percebe-se que Robert Kendo tinha outra saída e planos, já que havia uma carta ao lojista escrita por Jill Valentine na loja, oferencendo ajuda ao dono da loja de armas.


Aparições

  • Em Resident Evil 2, Claire encontra Robert Kendo em sua loja no meio do caminho para a delegacia. Após o homem explicar superficialmente o que aconteceu na cidade, os zumbis invadem a loja e o matam em frente a moça. O jogador tem a escolha de fugir ou matar os zumbis para pegar a besta que Kendo segurava.
  • Em Resident Evil: The Darkside Chronicles, Leon e Claire escutam um grito e quando chegam até a loja, Robert Kendo já está morto e sendo devorado por zumbis.
  • Robert Kendo aparece na reimaginação de Resident Evil 2, lançado em 2019, sendo exclusivo da campanha de Leon S. Kennedy, tanto no cenário A quanto no cenário B.

Curiosidades

  • Após a morte de Kendo, é possível obter sua arma apertando o botão de ação duas vezes próximo ao seu corpo. Se o jogador estiver controlando Claire, ele obterá a Bow Gun; se estiver controlando Leon, obterá a Shotgun.
  • Na versão beta de Resident Evil 2, conhecida como Resident Evil 1.5, Robert Kendo teria uma maior participação e seria de grande ajuda para Elza Walker. Nessa versão, o personagem se chamava “John”.
  • Robert Kendo é protagonista do cenário não canonico “Sem Tempo para Chorar”, do modo extra Sobreviventes Perdidos de Resident Evil 2 (2019). Nele, Robert Kendo atira em sua própria filha, Emma, para acabar com seu sofrimento devido a infecção com o Vírus T e estava disposto a acabar com a própria vida, pois já havia perdido a mulher e a filha para os horrores de Raccoon City. Porem, um velho amigo o chama pelo rádio antes que ele possa puxar o gatilho, dizendo que havia conseguido um helicóptero para tira-los de lá e que Robert deveria se encontrar com ele. Isso o fez decidir prosseguir e tentar uma chance de escapar da cidade tomada pelos monstros. Kendo então atravessa as ruas da cidade e os esgotos para conseguir chegar até a área e, que seu amigo o resgata de helicóptero.

Atores e dubladores

Resident Evil 2
– Gary Krawford (voz)

Resident Evil 2 (2019)
– Ken Lally (voz)
– Ryan Dress (modelo de rosto)

Resident Evil: The Darkside Chronicles
– Jason C. Miller


Perfil original publicado em 13 de Julho de 2015.

Ultima revisão: dia 23 de Janeiro de 2020, por Paloma Cristini e Dry Portes.

%d blogueiros gostam disto: