Quando Resident Evil 6 O Capítulo Final foi anunciado como o último filme da franquia, o público ficou um tanto incrédulo. Parecia que Paul WS Anderson, diretor, produtor e roteirista de boa parte dos longas iria expandir a franquia até não poder mais, ou até os números pararem de crescer.

Resident Evil 5 Retribuição ficou um pouco aquém do esperado, seja em bilheteria, seja em qualquer aspecto que remonte qualidade. O quinto filme tem, de longe, o pior roteiro e não consegue nem fazer bom uso do 3D como seu antecessor conseguiu.

Em Resident Evil 6 O Capítulo Final, Alice é a única esperança para salvar o pouco que resta da humanidade. A Umbrella possui um plano para acabar com toda a raça humana e com os zumbis que povoam o planeta. As motivações são baseadas na Bíblia: criar um novo mundo para os fortes e os justos – uma versão 2.0 do dilúvio do Antigo Testamento. Com a ajuda da (pasmem) Rainha Vermelha, Alice deve voltar para a Colmeia, em Raccoon City, e impedir essa insanidade.

grupo 01

Logo de cara, percebemos que Resident Evil 6 O Capítulo Final não está preocupado com a estética limpinha, perfeitinha e simétrica dos filmes anteriores. Não é um longa voltado para o 3D, com objetos voando pela tela ou efeitos de partículas e um slow motion desnecessário. Acredite ou não, parece que a maior prioridade do sexto filme da franquia Resident Evil é realmente contar uma história pós-apocalíptica e dar um fim digno para a série.

Resident Evil 6 O Capítulo Final é o melhor filme da franquia desde “O Hóspede Maldito”.

Esqueça Claire e Alice limpas e maquiadas, que não parecem estar lutando há anos para sobreviver em um mundo inóspito. Resident Evil 6 O Capítulo Final está cheio de cenários sujos, crus e escuros. Parece que Paul WS Anderson resolveu se lembrar  do mundo devastado novamente, como o conhecemos em Resident Evil 3 A Extinção.

Por falar no terceiro filme, em termos da cronologia e do universo da franquia como um todo, Resident Evil 6 O Capítulo Final tornou “Recomeço” e “Retribuição” completamente esquecíveis. O longa parece mais uma continuação direta de “A Extinção”, sendo a única ponte relevante dos filmes 4 e 5 o fato de Claire ter sido sequestrada pela Umbrella em Arcadia. Os sobreviventes do último filme simplesmente são mortos fora da tela, em uma batalha causada por Wesker em Washington. Simples assim.

Milla Jovovich stars in Screen Gems' RESIDENT EVIL: THE FINAL CHAPTER.

A gravidez de Milla Jovovich pode ter atrasado as filmagens, mas certamente o tempo a mais que Paul WS Anderson teve para trabalhar no roteiro valeu a pena. Resident Evil 6 O Capítulo Final não é nenhum primor em termos de história, mas certamente é o melhor da franquia desde “O Hóspede Maldito”. Esta pode ser a segunda vez na franquia que o diretor e roteirista realmente tenha se preocupado em contar (ou concluir) a história de Alice e do universo criado por ele ao em vez de fazer um compilado de cenas explosivas.

As sequências de ação, aliás, estão bastante interessantes. Ao contrário dos filmes anteriores, muito exagerados e acrobáticos, com movimentos que denunciavam claramente o uso de cabos e outras artimanhas para fazerem Milla Jovovich voar pelo cenário, Resident Evil 6 O Capítulo Final traz lutas mais “pés no chão”. Os combates são, literalmente falando, porradaria pura. Nada de saltos absurdos e chutes incríveis, mas sequências de CQC bem seco, daquele que dá para ouvir os socos atingindo os ossos do outro. Apesar das lutas mais realistas, o filme acaba prejudicando algumas cenas com uma edição exageradamente cheia de cortes, tornando algumas sequências um tanto incompreensíveis de tão frenéticas (especialmente sob efeito do 3D).

Essas mudanças de abordagem nas sequências de ação refletem uma alteração na forma como Alice é mostrada no filme. A heroína continua a ser a badass da franquia, como sempre, mas é nítido como os exageros em torno da protagonista foram bastante atenuados. É possível dizer que literal e metaforicamente, Alice se torna mais humana do que nunca aos olhos do espectador, e trazê-la mais falha e menos impressionante ajuda muito a tornar essa nova faceta da personagem bem mais convincente. Neste ponto, Milla Jovovich também se aproxima da Alice introduzida no primeiro filme: finalmente foi dado espaço para que a atriz realmente atuasse com emoção em alguns momentos, e não somente com as caras, bocas e acrobacias de outros filmes.

Milla Jovovich stars in Screen Gems' RESIDENT EVIL: THE FINAL CHAPTER.

Enquanto o sexto filme tentou amarrar pontas soltas e encontrou estratégias criativas para a origem da Umbrella e de Alice, acabou criando inconsistências dentro de seu próprio universo. Com uma parte da trama fortemente inspirada em Resident Evil 0, “O Capítulo Final” acabou ignorando o arco de Dr. Ashford em Resident Evil 2 Apocalipse para explicar as origens do T-vírus.

No entanto, se a história dos mil clones era uma boa desculpa para trazer atores de volta, ela foi bem usada no retorno de Dr. Issacs, interpretado por Iain Glen. Ainda que o vilão tenha partido dessa para a melhor (?) em Resident Evil 3 A Extinção como um Tyrant com tentáculos de borracha, voltou muito bem aplicado no sexto filme. Glen realmente consegue trazer um vilão que transparece maldade nos olhos, no sorriso e na voz, mas sem ficar caricato como Wesker. Resident Evil 6 O Capítulo Final consagra o Isaacs de Glen como o grande vilão da franquia, e o maior nemesis de Alice.

Milla Jovovich stars in Screen Gems' RESIDENT EVIL: THE FINAL CHAPTER.

O filme acaba usando um slogan semelhante ao de Resident Evil 7, “o mal volta para casa”, para também apostar na nostalgia. Assim como o jogo, que voltou às raízes totalmente reformulado, Resident Evil 6 O Capítulo Final traz um tom semelhante ao de “O Hóspede Maldito”. A localização da história na Colmeia também cria alguns momentos nostálgicos, como uma visita ao corredor dos lasers e alguns flashbacks.

O resultado de Resident Evil 6 O Capítulo Final é satisfatório como uma conclusão da história de Alice. Paul Anderson e Milla Jovovich tentaram amarrar, como podiam, as várias pontas soltas de uma franquia claramente produzida sem um planejamento em termos de história. Algumas perguntas permaneceram sem resposta, inconsistências foram criadas e decisões criativas duvidosas podem ter prejudicado o andamento da série, mas, pelo menos, essa saga se encerra com um filme que surpreende por ser melhor do que o esperado.

Resident Evil 6 O Capítulo Final estreia em 26 de janeiro nos cinemas brasileiros.

Resident Evil 6 O Capítulo Final
Roteiro mais encorpado que dos filmes anteioresInspiração em Resident Evil 0Retorno de Dr. Isaacs
Edição cheia de cortes "secos"Inconsistências com Resident Evil 2 Apocalipse
7Bom
  • Hugo

    Hmmm…interessante! Acho que no cinema conferir, então! Ainda mais com a Ruby Rose aquela deusa S2 !

  • Danilo Rodrigues

    Bruna matos sempre com análises inteligentes. Eu sinceramente gostei dos filmes até o Resident evil 2.

  • Gustavo Villela

    dia 26 estarei no cinema <3

  • Tiago Guilherme

    Nu metralhadora de spoilers essa critica

  • EvaMarie#AllRedEverything

    Acho que dava pra perceber um clima diferente nesse filme desde o trailer, eu sinceramente parabenizo o Paul e a Milla por terem conseguido manter a franquia viva nos cinemas até hj mesmo a Sony boicotando os personagens do jogo, sinceramente senti muita falta da Jill pq se tem uma coisa boa que os filmes acertaram em cheio foi escalar a Sienna para o papel mas nem tudo são flores, enfim vou sentir falta da Alice mas o fim da historia dela pode abrir portas para quem sabe um Reboot ou uma série.

  • Mateus Marques

    MANO IMPRESSIONANTE A ANÁLISE, MAS UM COISA EU DEVO DIZER: VAI GOSTAR DE LASERS ASSIM NA CASA DO CAR%$@#, VÉI PAUL ANDERSON BOTOU ESSES LAZERS EM QUASE TODOS OS FILMES, SEI QUE É UMA CENA IMPORTANTE, MAS QUAL É? FALTA DE CRIATIVIDADE IMENSA DESSE CARA.
    FORA ISSO, ÓTIMA ANÁLISE, ESPERANDO VER O FILME PARA FORMAR MINHA OPINIÃO.

  • Gabriel Afonso

    Bruna,eles dão espaço pra Claire nesse filme? ela é a minha favorita dos jogos,mas eles sempre gostam de fazer a Alice o centro do universo nesses filmes e acabam deixando os personagens do game apagados…..

    • Bruna Mattos

      Sim, ela é a principal sidekick da Alice… mas é uma personagem bem secundária… talvez fique “abaixo” do Isaacs e da própria Rainha Vermelha.

  • Tiago Ferradás

    Gostei da crítica, até animou um pouco pra ver o filme. É uma pena que tenham resolvido acertar os pontos somente no ultimo.
    Porém… Vou esperar ser disponibilizado na Netflix, porque né… O passado de RE nos cinemas o condena :v

  • Vitor

    Pois é, esse filme me surpreendeu demais. Saí do cinema com o mesmo pensamento: depois do Hóspede Maldito, esse é o melhor filme da franquia. Sem falar q esteticamente o filme ta lindo e com plots bem interessantes e até surpreendentes. Apesar das falhas q tem, acho q esse é o único filme de RE com a Milla q me deixou com vontade de ter uma continuação

    • Bruna Mattos

      Sim, a direção de arte ficou legal e FINALMENTE parece um filme apocalíptico… o 4 e o 5 são limpos demais.

    • Eduardo Oliveira

      Aqui na minha cidade so estreia quinta-feira, pasmem. Mesmo assim, como fan service, RE 2 apocalypse , pra mim, é o melhor (Não vi o 6 ainda).

  • OPensador89

    Bruna, entre um Reboot e a possibilidade de uma série (baseada nos filmes), qual você acredita que tem mais possibilidade de acontecer?

    • Bruna Mattos

      Acho que a série tem mais chance. Netflix podia pegar isso aí.

  • Alguém pode me ajudar Por favor?
    Bem sobre a questão da série de TV, é apenas rumores ou é verdade, e se for verdade quando está série vai estreiar?
    o filme estreiou já nos cinemas, quado vão disponibilizar na internet pra download (moro no interior, e pra ir ao cinema custa em média de 230 reais, e eu não tenho isso kkk)

    Obg. Otima analise (critica)

    • Bruna Mattos

      Por enquanto é meio que um rumor sim. Uma empresa fez um pitch, mas acho que não foi pra frente.

    • Eduardo Oliveira

      Se querem uma série de tv, que contratem o pessoal do BioEvil do youtube, nem que seja como consultoria. Deem uma olhada. Vale a pena. https://www.youtube.com/watch?v=ROvTI7e3i0o

  • Luiz

    A crítica é boa, dá até vontade de assistir o filme, mas mesmo assim eu não gastarei nem um centavo para ir ao cinema ver esse filme pq já sei o que esperar. As pessoas falam tão bem do Hóspede Maldito, mas é bem razoável. Ninguém fala do terceiro que é razoável também. Enfim, até agora a nota do Resident Evil 6 no IMDB é 6.8, uma nota boa.

  • Joao Alves

    acabei de sair do cinema e estou impressionado positivamente. Sou fã doa jogos e dos filmes, consigo separar muito bem as duas coisas, e consigo dizer que este filme me fez sentir um calorzinho no coração, assim como o primeiro filme faz. Sim, pode descartar os terríveis 4 e 5 da cronologia, porque nao fará diferença nenhuma. As cenas de ação sao otimas, o filme nao para em momento nenhum e em diversas partes o diretor consegue criar tensao na telona.

    Sabemos que não é o forte do Anderson criar diálogos e historias, mas admiro como ele leva a narrativa de um video game para as telas.

    Excelente critica Bruna, parabéns

  • —ANTES
    DE TUDO A PRODUÇÃO FOI MARAVILHOSA, DIGNA DE OSCAR, PORÉM O ENREDO NÃO
    ME AGRADOU MUITO, OS EFEITOS ESTAVAM ÓTIMOS, TUDO MUITO BOM DE SE VER, A
    ATUAÇÃO DA FILHA DA Milla Jovovich .
    —PORÉM FICOU MUITOS PONTOS OS QUAIS NÃO FORAM RESOLVIDOS, EX : O PARADEIRO DE :
    ADA YONG,
    LEON KENNEDY,
    A ANGIE(DO FILME 2, A FILHA DO OUTRO CIENTISTA, A QUAL USAVA O T-VIRUS PRA PODER ANDAR),
    BACKY
    JILL VALENTINE,
    CHRIS REDFIELD
    RAIN(CLONE, SERÁ QUE ELA REALMENTE MORREU NAS GELEIRAS?)
    –E
    NÃO SE SABE AINDA SE REALMENTE O DR. ISAACS FOI DERROTADO. E SE
    REALMENTE O FILME TERMINOU, PORQUE SE REALMENTE TERMINOU, SR. DIRETOR
    PAUL ANDERSON VOCÊ ESTRAGOU O FILME LITERALMENTE ! ACHO QUE NÃO SOMENTE
    EU, MAS A MAIORIA DOS FÃS NÃO FICAMOS SATISFEITOS COM O ”FINAL” .

    • Carlos Daniel

      Verdade. Sou super fã dos games e dos filmes. Nada contra nenhum e nem outro mas que ficou pontas soltas ficou sim. Os roteiros que eu li estavam mais especificos sobre o que tinha acontecido com os sobreviventes da Russia. Mas fora isso o filme é uma ação seca e eletrizante. Acho que 7 está otimo pra esse filme… a não ser que faça de Senhor DC e lance uma versão estendida explicando o que aconteceu com novas cenas etc.etc

  • Allan Deivity Dos Santos
  • Edgard Gama Jr.

    Eu particularmente já achei o mais fraquinho da saga toda. embora tenha cenas de ação de tirarem o fôlego, principalmente na primeira metade do filme, achei a trama muito atropelada. os novos personagens não são bem desenvolvidos e não apresentam o menor carisma (nem dá pra sentir quando algum vai dessa pra melhor), gente que tinha ido mas acabou ficando, o final do último filme foi praticamente ignorado neste último (mesmo com a explicação tosca sobre o que aconteceu depois), antigos personagens (que pra mim, seriam essenciais) não deram as caras nesse último episódio, e a única que apareceu foi sub-aproveitada no filme. Enfim… dos seis filmes, esse foi o único que posso dizer que não gostei.

  • Denis Rezende Lopes

    O incrivel é que eu sempre disse que esses filmes eram uma merda, mesmo assim desde o 3 não deixei de ir no cinema na estréia de nenhum.

  • Eduardo Oliveira

    Ainda bem que isso acabou! Que venha logo um reboot… que venha logo o Vendetta…

  • Victor Henrique

    com oque falta de contar nos 6 filmes da pra fazer +12 filmes

  • Annisa Apsarini

    Hola amigos He encontrado el sitio para ver la película con alta calidad. Creo que algunos de ustedes quieren ver … Creo que algunos de ustedes también verán ?? y veo el mal residente aquí CENTRALMOVIESHD.COM

%d blogueiros gostam disto: