BPnbGx87Yhs

Faltando pouco mais de um mês para o lançamento oficial de Resident Evil 7, o REVIL teve a oportunidade de jogar algumas horas do game e pudemos conferir as mudanças que o jogo traz em relação aos capítulos anteriores da franquia e também pudemos vivenciar muitos dos elementos clássicos que voltaram remodelados.

Violência e gore

maxresdefault

O trecho que joguei se inicia na já famigerada cena do jantar com os Baker. De acordo com a Capcom, essa cena acontece após cerca de uma hora de gameplay a contar do início do jogo.

Vale destacar que a versão que joguei já conta com todas legendas e menus em português, e a cena do jantar mostra Jack decepando o braço de Lucas, ou seja: a versão nacional do jogo contará com o nível máximo de violência e gore, diferente das versões orientais que terão esses elementos atenuados.

No decorrer do trecho jogado, diversas outras cenas trouxeram um nível de violência e gore bastante elevado. Desmembramentos, decapitações, mutilações e muito sangue tornam o ambiente do jogo ainda menos amistoso ao jogador, mostrando que praticamente a todo momento haverá algo com potencial perigoso para ferir Ethan.

Jogabilidade

11_bmp_jpgcopy

Com uma jogabilidade bastante precisa, respostas rápidas e comando simples, as mecânicas de RE7 são uma mistura de jogos em primeira pessoa com as clássicas mecânicas dos jogos mais antigos da franquia, dando a sensação de estar jogando algo novo porém extremamente familiar por conta dessa mistura.

Apesar do jogo ter um ritmo predominantemente mais lento, nos momentos de perseguição e combate é imprescindível o jogar ter agilidade nos dedos e no pensamento para sobreviver às situações.

Assim como em RE5 e RE6 o inventário é acessado sem pausa no jogo, e rapidez de raciocínio e saber exatamente o que se busca nele é essencial para a sobrevivência em meio a combates. Para complicar ainda mais as coisas, as animações de uso do medicamento e de recarregar as armas são bastante lentas, tornando Ethan extremamente vulnerável no momento destas ações.

Combate

resident evil 7 jack baker

Os mofados, ao que tudo indica, serão os inimigos mais comuns do jogo, e são muito mais resistentes e agressivos do que os zumbis clássicos, como todo mundo já pode atestar na demo Beggining Hour. Quase sempre o combate contra eles é a pior alternativa, aqui o recurso de fechar as portas pelas quais você passa se torna uma importante arma para se livrar momentaneamente das criaturas.

As batalhas contra bosses são uma atração à parte, e tem uma importante diferença em relação aos demais jogos da franquia. Se antes, quando íamos enfrentar um boss quase sempre eramos brindados com alguma arma mais forte e munições, o mesmo não acontece em RE7, ao menos no trecho jogado. A astúcia e a percepção são os principais aliados nesses casos: deve-se analisar e observar seus padrões de ataque e também o cenário para encontrar elementos ou objetos que possam ser utilizados na batalha, tanto para se defender como para atacar. Os disparos simples das armas que se tem à mão pouco dano causam nos bosses.

Confira também: trailers e gameplays de Resident Evil 7

Gráficos e som

02-catwalk

Esses dois elementos foram pensados e projetados para causar uma grande imersão no jogador que utilizar o PSVR, entretanto, mesmo sem o uso do periférico, temos um jogo com câmera em primeira pessoa com visuais que saltam aos olhos, em uma localidade bastante suja, cheia de elementos, portas, armários e janelas que convidam o jogador para a exploração.

Tudo que está presente no cenário parece ter alguma utilidade, ou estar ali para agredir o jogador de alguma forma. O mesmo acontece com a sonorização: por não ser um agente treinado como os demais protagonistas de RE, e nem ao menos ser um policial, Ethan é extremamente barulhento, cada um de seus passos e de suas ações ecoam pela macabra residência dos Baker, e muitas vezes isso já vai ser o suficiente para assustar o jogador. Se isso já não fosse o bastante, Jack persegue Ethan através do barulho de seus passos, deixando ao jogador a difícil escolha: movimentar-se lentamente para evitar o barulho, ou correr para tentar despistar Jack fazendo uso das portas, passagens e acessos da residência?

O passado nunca foi tão presente

04-statue-720x405

Se muita gente torce o nariz pelo fato de Resident Evil 7 ser um jogo em primeira pessoa e por não contar com os clássicos e cansados Chris, Jill, Leon, Claire e Ada, existe uma infinidade de elementos que fazem o passado da franquia ser extremamente presente e que tornam o jogo bastante familiar:

  • Há muitos files espalhados pela residência dos Baker, e eles dão importantes pistas sobre o que está acontecendo ali e também dicas para a resolução de puzzles;
  • As fitas VHS funcionam como files mais detalhados e que o jogador por vivenciar; embora não sejam obrigatórias, elas também dão importantes dicas para os puzzles, bem como situam melhor o jogador nos acontecimentos;
  • Os puzzles estão presentes, sua resolução quase sempre é instintiva e pode ser feita pelo método de tentativa e erro, entretanto, observando os cenários, files e VHS dicas importantes são dadas já que resoluções erradas trazem consequências;
  • Inventário com espaços bastante limitados;
  • Item boxes (baús) para depositar itens, armas, munições e chaves que não serão usadas naquele momento;
  • Apesar de checkpoints automáticos, é necessário salvar seu progresso nos gravadores;
  • As save rooms estão de volta, com a característica música calma e a presença dos baús e do gravador;
  • Quantidade pequena de munições e itens de cura;
  • Corredores estreitos e escuros, o que dificulta o combate;
  • É mais importante pensar do que atirar, como não se via em RE desde os Outbreaks;
  • Há muitas chaves temáticas e portas que devem ser abertas coletando-se itens que podem ser usados sozinhos ou combinados a outros para a criação de uma nova chave;
  • A exploração é essencial para encontrar itens, munições, files e chaves;
  • Prepare-se para muito backtrack;
  • A localidade do jogo – a propriedade dos Baker é uma óde ao passado da franquia, mais precisamente à mansão Spencer. Passagens secretas, armadilhas, puzzles, portas temáticas, segredos, área externa, casa secundária e muita exploração, impossível não fazer o paralelo entre as duas;
  • Jack é um perseguidor tão ou mais implacável do que Nemesis.

B.O.W.s

resident-evil-7-baker-family-monster-experiment-jpg-optimal

Outra grande preocupação dos fãs, era sobre os inimigos do jogo. Na demo Beggining Hour, vemos um fantasma em diversos momentos, o que levantou a preocupação sobre o jogo ir no caminho sobrenatural e deixar o risco biológico, vírus, parasitas e BOWs para trás.

Com a atualização final da demo, no final verdadeiro, o protagonista escapa da casa mas seu depoimento para a polícia é arquivado pois foram encontrados com ele pílulas de LSD. Essa pode ser inclusive a explicação para os fantasmas que vemos em Beggining Hour.

No jogo em si, nada de aparições ou fantasmas. A presença dos mofados dá fortes indícios de que seja lá o que esteja acontecendo com os Bakers e com sua propriedade, seja algo relacionado a algum fungo, que assim como os vírus, podem se propagar pelo ar, alojando-se no sistema nervoso de seres humanos e causando sérios males (como acontece no jogo The Last of Us, onde o fungo cordyceps é o responsável pela contaminação e pelo apocalipse).


07-granny

A impressão depois de algumas horas de jogo é bastante positiva. Particularmente, não havia entrado no hype do jogo, e embora estivesse receptivo as novidades, estava com um pé atrás em relação ao jogo por conta das recentes decepções que tive com a franquia e também por conta de tantas mudanças.

Ao que tudo indica, Resident Evil 7 vem mesmo para cravar o survival horror novamente no coração da franquia, valendo-se de sensações nostálgicas e que haviam ficado perdidas nos últimos 10 anos da franquia. Misture a isso uma jogabilidade nova, e temos um sopro de novidade em meio a uma franquia que vinha com sua fórmula bem desgastada a algum tempo.

Embora não seja fã de jogos em primeira pessoa, RE7 vem se mostrando muito mais do que “mais um jogo de terror em primeira pessoa”. Ao me deparar com tantos elementos familiares da franquia neste jogo, com grandes visuais, o mistério que encobre a história e uma jogabilidade extremamente precisa e de fácil assimilação, temos como resultado um jogo que tem potencial para se juntar aos melhores da franquia.

Resident Evil 7 chega em 24 de janeiro para PlayStation 4, Xbox One e PC. Com suporte ao PSVR, o jogo promete redefinir a franquia Resident Evil, e iniciar um novo arco na história de uma das franquias mais antigas e bem sucedidas da história dos games.

Agradecimento ao Fabio Santana da Capcom-Unity Brasil pelo convite para testar o jogo.

 

  • Leonardo Medici Ceregato

    Interessante saber que a mesmo com a primeira pessoa temos uma familiaridade com a jogabilidade e agora com essa prévia a Hype aumentou…

  • Marcos Alves

    Dia 24 de janeiro está demorando tanto a chegar.

  • Marcos Alves

    Pô Ceraldi, obrigado pelas informações. Parece que não me arrependerei de ter comprado na pré-venda.

  • Vitor Fabricio

    Ceraldi, tu é fera dms vei. só fez aumentar ainda mais minha hype com essas infos. valeu mesmo cara tu e a galera do revil são fodaaas!! <33

  • Jota PDF

    Se juntar aos melhores da franquia… Uau. Ótimo artigo, como sempre.

    Resident Evil 7 está cada vez mais perto. Em pouco mais de um mês, finalmente saberemos se ele entrega tudo o que vem prometendo. Eu já entrei no hype train há uns bons meses, e continuo confiante agora. A ambientação, a história e principalmente o gameplay soam tão promissores… No pior dos casos, o game ainda conseguirá oferecer boas horas de diversão e terror. Mas estou confiante de que RE7 devolverá a dignidade que a franquia perdeu nos últimos anos. É agora ou nunca.

  • Mano Til

    Ok, mas… ONDE ESTÃO OS ZUMBIS?

    • Julio Cesar

      Estão no seu c@%, RE não é só jogo de zumbi

    • Rodrigo Zika!

      Em TWD 🙂

    • BAKER BOLADAUM

      Resident Evil não é só zumbis, os Mofados dão muito mais medo que os Zumbis…

  • Show!!! Não vejo a hora. PRetendo fazer a pré-order amanhã!

  • Gabriel Menezes

    A única coisa que me entristece é que vai ser lançado faltando seis dias para eu voltar ao trabalho e às aulas, eu queria passar as minhas férias inteiras jogando :´(

  • Shuichi Minamino

    Eu disse. Esse jogo tem um grande potencial. Ótimo ler sobre as primeiras horas, equipe do Revil. Muito bom ler sobre o quão bom ele está.

  • Bruno Almeida

    Joguei todos os RE mas nunca gostei das mudanças q a serie sofreu desde RE4…tenho até uma certa birra do RE4 por ter sido o responsavel por todas as mudanças…RE5 e 6 nem comento… Revelations gosto somente do primeiro….alem disso nao sou fan de jogos em 1° pessoa …e fiquei preocupado ( para nao falar decepcionado) com a mudança para esse estilo…… porem depois de jogar a demo e ver as noticias relacionadas fico bem tranquilo e animado….. simplesmente nao aguentava mais ver aqueles tiroteios frenéticos e aquelas historias e personagens canastrões e agora tudo mudou….. tenho certeza q todas essas mudanças farão mto bem a serie!… pra ficar 100% soh falta uns zumbis bem podrões! kkkkk

    • Julio Cesar

      Parabéns, isso sim é uma critica construtiva, diferente das que vejo. Mas eu curto o Revelations 2, o Barry volta.

    • Marcos Vinicius

      Eu devo ser um dos poucos que ”amou” a mudança no RE4 porque a franquia já estava cansada e mais do mesmo. A única reclamação que eu tinha era a falta do survival horror, tinha seus momentos tensos, mas é aquilo né …
      Agora no 7, apesar de dizerem que há inovação, eu não vejo muito por esse lado, é aquele velho RE só que em 1ª pessoa (câmera que não é novidade na franquia em geral).
      Eu espero realmente que esse novo jogo traga algo NOVO e não ficar nessa sensação de nostalgia, porque, uma hora cansa.

      • Neil Silva

        Falou Tudo, Concordo Com Você

      • Rodrigo Zika!

        Tudo nessa vida cansa mano, faz parte, o jogo uma hora cansa, ate la sai outro, faz parte.

      • ratStar

        Eu tbm tinha esse receio, ainda mais que essa referência de ter uma mansão estilo a do RE1 já foi bastante utilizada na franquia mais recentemente, como em Lost in Nightmares, Revelations 2 e agora pelo jeito no filme Vendetta. No entanto, consigo vislumbrar um leve sopro de novidade (na franquia) mesmo com vários elementos clássicos repaginados. Por exemplo: parece que talvez tenhamos uma história mais madura (comparada com as histórias só dentro da franquia RE mais recentes); os próprios Baker é novidade (na franquia), digo, não lembro de outro título da franquia que tem uma família inteira de sádicos (e aparentemente lúcidos) infectados querendo te matar (Code Veronica até tem algo parecido, mas os Ashfords não te perseguiam agressivamente durante o jogo. Além disso, por mais que exista esse tipo de situação à exaustão no cinema, na franquia RE é novidade); a própria câmera em 1a. pessoa é novidade em um título NUMERADO da franquia (ainda continuo achando injusto uma comparação com os survivor, crhonicles uma vez que é obvio que esses títulos são bem menores e menos expressivos dentro da franquia, e portanto, não receberam tanto $$$ da Capcom para serem produzidos). Veja, não to querendo defender cegamente o jogo e nem contrapor seu ponto de vista, pois concordo com parte do que vc disse (a questão de ser autoreferencial demais e não trazer novidades), mas não dá pra negar que tem novidade sim, são poucas, mas tem. Além disso, a gente não viu nem 5% do jogo ainda rs. Tem muita coisa por vir ainda em Re7 e é ótimo a gente não saber antes de jogar.

  • ratStar

    Show Ceraldi! Parabéns pelo convite da Capcom e obrigado pelos esclarecimentos sem spoilers. As dúvidas que eu tinha creio que vc já respondeu, confirmando o que eu esperava. Fiquei ainda mais ansioso pra jogar essa maravilha. Que invejinha de vc por ter jogado antes kkkkkk. Falta quase 1 mês!!! 😀

  • Protagonista Do Gta

    Ótima matéria Ceraldi, é muito bom ouvir as impressões de um verdadeiro fã da série, se havia alguma dúvida sobre fazer a pre-order desse jogo, essa matéria me deixa bem mas seguro da minha decisão.

  • Denilson Correa

    o Ethan interagem com as coisa na gameplay ? (exemplo pegando item, abrindo o bau com a mao e etc)

  • Álvaro Figueiredo

    É, vem coisa boa por aí. Eu gostei muito das 3 demos e todos os veículos que jogaram as 4-6 horas de jogo também gostaram muito, inclusive o pessoal da UOL Jogos.

  • Douglas Vinícius

    Espero que este jogo seja um dos melhores da franquia

  • Jhonata

    Ceraldi, você encontrou uma variedade legal de inimigos ou foi só os Bakers e os mofados durante toda a parte que você jogou?

    • O trecho que joguei só Bakers e Mofados mesmo. Mas o trecho que joguei é curto, no máximo uns 10% do jogo, e é um trecho logo depois do começo, então tem MUITA coisa a ser revelada ainda no restante do jogo.

      • Thiago gonçalves

        Você recebeu dicas do telefone? Se sim, lembra de alguma que possa ter lhe deixado intrigado sobre a trama do jogo (se existir alguma é claro)?

        • Sim, recebi dicas intrigantes pelo telefone, entretanto não posso revelar seus conteúdos.

          • Thiago gonçalves

            Que pena, fica pra depois então.

  • Lucas Miranda13

    Eu queria perguntar duas coisa,vcs jogaram a versão grotesque?,e se tem zumbis ou um mostro parecido

    • Então, é o que falei no texto: a versão nacional do jogo vem com o nível máximo de violência e gore, ao contrário das versões orientais (incluindo a Grotesque) que tem essas características atenuadas.

      Sobre zumbis, nada até o ponto que joguei, apenas os Bakers e os mofados.

      • Albert Wesker™

        Aparentemente este jogo não via ter zumbis, porém espero que não seja cheio de inimigos repetitivos.

    • Rodrigo Zika!

      Foi dito no texto já.

  • Matheus Oliveira

    Caro Ceraldi, as músicas de fundo que você ouviu eram apenas trilha sonora de tensão, ou algum tema forte e carismático, como por exemplo o tema da delegacia?

    • As músicas quase todas são tensas. Só o tema do save room que é bem no estilo dos clássicos.

      • Birkin

        O tema que toca é aquele suposto que foi “vazado”?

        • Berserk

          Acho que ele não pode de responder hein, ou “seje”… kkkk

  • Edair Ribeiro

    Alguém sabe dizer se já saiu a lista de troféus do jogo?

  • Thiago gonçalves

    Clancy?! Mas o Clancy tem uma câmera na cabeça e um relógio no braço e aparentemente está usando uma camiseta com calça jeans que nem o Andre, outra coisa, o protagonista da demo no tempo atual usa uma camisa de manga cumprida com as mangas dobradas, quem saiu da casa não foi o Clancy, a não ser que o Ceraldi tenha uma informação privilegiada eu não acredito na possibilidade do cara que saiu da casa seja o Clancy.

    • Leonardo Medici Ceregato

      Verdade, o protagonista da demo não tem nome e possui roupas diferentes

    • Luis Felipe Soares

      Também acho. O Clancy morreu junto com os outros. O personagem controlado da demo é outra pessoa qualquer que foi pega pelos Bakers e foi o único que conseguiu escapar. Confirma aí Ceraldi!!!!

      • Thiago gonçalves

        Pra mim o cara da demo que sai da casa é o Ethan, só que a demo é uma demo, uma coisa feita só pra mostrar a atmosfera do jogo seus fatos cronológicos não vão bater com o jogo final, mas os elementos do jogo, as mecânicas e alguns inimigos e personagens estão presentes nela, só resta saber se isso sofrerá alterações no jogo final.

    • Pois é gente, errei o nome aqui. Info corrigida 😉

  • Paulo Victor

    Hum, Silent Hill, Alone in the Dark… Esses jogos tinham as mesmas características de Resident Evil, porém o diferencial da nossa franquia, eram os famigerados ZOMBIES… Pelo menos ao meu ver, e o da maioria que curte Resident, é aquele medo que dava ”se isso acontecer de verdade, estamos ferrados” o medo de ter sua carne devorada, isso é que dava medo em Resident. Esse game não tenho dúvida que vai ser ótimo, mas Capcom… Resident… não dá né…

    • Marcos Vinicius

      Eu pensava assim quando era criança, o que me dava mais medo no RE2 era os zumbis, o medo deles me pegaram. Mas depois que eu li sobre a franquia ( e ter maturidade para entender a historia, afinal, eu tinha 8 anos quando joguei RE2 ), eu comecei a deixar os zumbis de lado e aceitei as mudanças pós RE4 e saber que RE não é exclusivamente zumbis e mais zumbis, e sim de um agente biologica que afeta o corpo humano nos transformando em monstros.

      • Rodrigo Zika!

        Na verdade pra quem sabe, zumbis foram introduzidos na serie, na época que estava na moda, em filmes de Tv trash, com isso mudando, se tornaram armas biológicas modificadas.

    • Rodrigo Zika!

      Zumbi? Se mata kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Guilherme Rodrigues

      Resident Evil pode ter os zumbis como inimigos clássicos, mas Resident Evil NUNCA foi sobre zumbis, mas sobre bioterrorismo.

    • BAKER BOLADAUM

      acho que os Mofados dão mais medo que os Zombies

  • Guilherme Rodrigues

    Vou comprar o jogo na Steam ainda nesta semana, tenho certeza que não irei me arrepender. Joguei a demo e amei tudo. Tô gostando muito das notícias que sai sobre o jogo, só me deixa mais animado. Entrará para a lista dos melhores jogos da franquia.

    • Rodrigo Zika!

      Já fiz pré order na Nuuvem, ta mais barato hehe.

      • Guilherme Rodrigues

        Fazendo pré compra na Nuuvem, você recebe o código de ativação para ativar na Steam? Nunca comprei nada pela Nuuvem.

        • Rodrigo Zika!

          No caso de Re7 e sim pela Steam, fica escrito na ágina do jogo, por onde ativa.

          • Birkin

            Peguei a versão deluxe pela nuuvem, vão enviar o código somente no dia do lançamento ou, caso liberarem o pré load eles vão postar a chave também….

          • Radioativus Freud

            Também peguei o Deluxe na nuuvem. Deu 121 pila, usando código de 10%. Muito barato pra essa obra prima do terror contemporâneo.

          • Rodrigo Zika!

            Você pagou barato kkkkkkkk, paguei 139, porque demorei, antes tava um pouco menos kkkkkkkkk

          • Guilherme Rodrigues

            Entendi. Acho que vou comprar por lá, por ser mais barato.

  • Rodrigo Zika!

    Eu penso que RE 7 não precisa competir com outros jogos de terror, que irão sair em 2017, o que precisa e resgatar suas raízes, e parece que realmente esta resgatando, com isso se tornara novamente uma franquia relevante, aposto nisso.

  • Netinhc

    Provavel que será indicado ao Goty

    • Ricardo Freitas

      Sera cara? Eu baixei bem as expectativas com a serie, vou jogar a demo para ter uma ideia melhor..

      • Netinhc

        Grandes chances

  • Ivan Souza

    @andreceraldi:disqus , quando você fala de todas essas decapitações, mutilações e tal é em relação a forma como o Ethan morre? Ou o Jack Baker sofre danos mais pesados (já vimos os buracos de bala em vídeos)?

  • Alexandre Bueno

    “Cansados Chris, Jill..” CANSADOS ONDE? hahaha. Nem adianta tentar fazer lavagem cerebral no leitor e nos acostumar que a série precisa de novos personagens avulsos assim kkk. Mudanças são bem vindas, mas cansados os personagens clássicos estão longe de estar. Leon (principalmente!!!!!) e Chris talvez. Mas Jill não está, mesmo tendo ido no RER1, e eu gostaria muito de ver a Claire novamente, mesmo ela tendo protagonizado o RER2. Jill e Claire em títulos numéricos, por favor

    • Abóbora

      Eu concordo, prefiro mais os personagens originais do que essas inovações, é a mesma coisa de querer um megaman sem X ou um Devil May Cry sem Dante.

      • Quasar

        Resident Evil 2 tinha protagonistas originais, até então, e é considerado por muitos como o melhor jogo da franquia. Personagens “velhos” não quer dizer nada, Final Fantasy está aí há 30 anos para provar isso, sempre se renovando a cada game lançado, eu prefiro assim, não satura.

        • Abóbora

          Final Fantasy nunca mudou sua essência ate final fantasy 13 em que eles eram RPG puro com sistema ATB, agora com o 15 ele resolveu ser um action rpg. Final Fantasy goza do luxo de poder modificar todo o jogo já que a cada número é uma história diferente com elementos do combate modificados. Resident Evil por outro lado é uma história constante e com continuação, a mudança de re4 não foi tão mal aceita porque embora a câmera esteja posicionada nos ombros do personagem, ainda tinhamos de certa forma um personagem em 3 pessoa. Antes ele era TPS e agora virou FPS, são estilos de jogos totalmente diferentes.

          • Quasar

            E quem disse que esse novo jogo não vai dar continuidade na história? O 7 não está lá à toa.

            RE mudou sua essência no Resident Evil 4, diminuindo o nível de survival horror pra favorecer mais na ação. Embora Resident Evil 5 seja o meu favorito da trilogia moderna, ele veio taxado desde o começo como um jogo de ação, aí sim a essência se perdeu de vez.

            Agora, no Resident Evil 7, ele trouxe toda essência do que é um RE de verdade: leva e traz de itens, safe-houses (com direito a trilha sonora exclusiva), corredores apertados, podemos fabricar nossas próprias munições com as pólvoras, passagens secretas, puzzles e inimigos desafiadores. Mas como ele é em primeira pessoa (não FPS, até porque ele não é jogo de tiro), ele automaticamente deixa de ser um Resident Evil? Sendo que essa franquia sempre teve uma posição eclética em questões de câmera?

      • BAKER BOLADAUM

        por culpa da falta da inovação não tem Survival Horror, em re2 Claire e Leon eram personagens novos…

        • Alexandre Bueno

          Como disse no outro comentário: Amigo é TOTALMENTE SEM FUNDAMENTO vc comparar um personagem novo no SEGUNDO JOGO da franquia com um personagem novo no VIGÉSIMO [to falando por alto, nem contei qual é] enquanto tem conhecidos semi abandonados né? aheuaheuahe

    • Rodrigo Zika!

      Lavagem cerebral? WTF, pra mim estão saturados, RE 6 provou isso.

      • Alexandre Bueno

        Leon está hiper mega saturado. Chris está também, mas um pouco menos. Jill tem muito ainda para mostrar. Claire também tem. Helena, Sheva, Billy, Moira, ALEX WESKER, queremos o futuro destes personagens, não o de novos.. Se eles não respondem nem as perguntas atuais, vão criar novas? LOLOL.

        • Rodrigo Zika!

          São personagens que foram bem utilizados, e pra novos jogos, só cabem em jogos de ação, se for pra colocar em um de SH, só servirão como auxiliares.

    • BAKER BOLADAUM

      isso é uma forma de dizer que eles estão saturados de mais, alias Leon e Claire em re2 eram personagens novos…

  • ratStar

    Saiu o novo trailer de RE Vendetta! 😀

  • Fernando Silva

    Uma pergunta importante: tem mapas das localidades no jogo???

  • Luan Todd

    Acho que erraram quando disseram que: “o Chris, Leon, Jill, Claire e Ada estão cansados”. Acho que está longe deles cansar.

    • Rodrigo Zika!

      Cansados não, saturados pra mim sim.

    • BAKER BOLADAUM

      é uma forma de dizer que eles estão saturados de mais…

  • Ricardo Freitas

    Sei la, nao curto muito nao. Zerei o 4, o 5 e o 6 e gostei de todos como “jogo”. Mas lá no fundo, sinto saudades do desespero e atmosfera dos resident 2 e 3.

  • Rivershield

    A Capcom comete um bocado de erros de execução, e o REVIL culpa os personagens. Pqp.
    Os personagens não tem culpa da Capcom ser incompetente com o desenvolvimento de seus jogos. Tenho certeza que ninguém quer ver eles aposentados, todos apenas querem que eles protagonizem bons jogos da franquia, não aquelas merdas com propostas bagunçadas.

    • William Soares Silva

      seguir …

      A mineração de dados acabou de descobrir um monte de frases e palavras, por isso só podemos interpretar o que eles significam. Alguns deles é bastante óbvio, como esta lista de armas: serra elétrica, tesoura, faca, espingarda, pistola, lançador de granadas, queimador, vela, isqueiro, timebomb, liquidbomb, estimulante e soro. Alguns se não é tão óbvio, como “SCREAM_FINGER_CUT_DEATH”.

      Em outro lugar, há uma menção a um “enigma da sombra”, há um inimigo chamado de “arrogância” – espero que haja monstruosidades realmente elegante – e há referências a três tipos de moldado: moldado lenta, moldado rápido e moldado de gordura. Essas são claramente variantes desse gloopy, monstro de tinta da demo, que é provavelmente a versão lenta.

      Há alguns spoilers muito importantes para pontos de história também. Por exemplo, parece que estaremos fazendo uma escolha no final. ‘Escolha Mia’ e ‘ChooseZoe’ sugerem isso. Há também referências a múltiplas terminações: ‘DaughtersBadEnding’ e ‘DaughtersTrueEnding’.

      Agora vem a grande notícia. O velho Albert Wesker pode estar de volta. Eu sei! Não parece possível depois que o vulcão incidente, mas aqui estamos nós. Ele está de volta, ou sua genética tem sido emendada com alguém, ou é um arenque vermelho. De qualquer forma, há várias referências a um Albert nos arquivos.

      Aqui todos eles são: HandGun_Albert_Reward, Shotgun_Albert, WeaponHandgunAlbertAppend, LastBossFinishGetGun, LastBossGetAlbert, AlbertInteract, AlbertGet, AlbertWeapon, AlbertDamageCount e isDamagedByAlbert.

    • Rodrigo Zika!

      WTF

    • BAKER BOLADAUM

      Realmente, a capcom é muito incompetente, mas pensa que os personagens classicos só vai nos trazer ação, abra a mente para novas coisas…

    • Eduardo Separovic

      Voce é burro ou se faz? Os personagens estão desgastados mesmo para o atual lance do game.

  • William Soares Silva

    A mineração de dados acabou de descobrir um monte de frases e palavras, por isso só podemos interpretar o que eles significam. Alguns deles é bastante óbvio, como esta lista de armas: serra elétrica, tesoura, faca, espingarda, pistola, lançador de granadas, queimador, vela, isqueiro, timebomb, liquidbomb, estimulante e soro. Alguns se não é tão óbvio, como “SCREAM_FINGER_CUT_DEATH”.

    Em outro lugar, há uma menção a um “enigma da sombra”, há um inimigo chamado de “arrogância” – espero que haja monstruosidades realmente elegante – e há referências a três tipos de moldado: moldado lenta, moldado rápido e moldado de gordura. Essas são claramente variantes desse gloopy, monstro de tinta da demo, que é provavelmente a versão lenta.

    Há alguns spoilers muito importantes para pontos de história também. Por exemplo, parece que estaremos fazendo uma escolha no final. ‘Escolha Mia’ e ‘ChooseZoe’ sugerem isso. Há também referências a múltiplas terminações: ‘DaughtersBadEnding’ e ‘DaughtersTrueEnding’.

    Agora vem a grande notícia. O velho Albert Wesker pode estar de volta. Eu sei! Não parece possível depois que o vulcão incidente, mas aqui estamos nós. Ele está de volta, ou sua genética tem sido emendada com alguém, ou é um arenque vermelho. De qualquer forma, há várias referências a um Albert nos arquivos.

    Aqui todos eles são: HandGun_Albert_Reward, Shotgun_Albert, WeaponHandgunAlbertAppend, LastBossFinishGetGun, LastBossGetAlbert, AlbertInteract, AlbertGet, AlbertWeapon, AlbertDamageCount e isDamagedByAlbert.

    • Walisson Silva

      É melhor apagar isso cara kk
      Spoilers são só no post onde fala sobre o vazamento..
      Não tem medo de ser banido não ?

      • Rodrigo Zika!

        Não acredito que tenha muita coisa revelada não kkkk

        • Walisson Silva

          Sei lá, mas vai que BAN
          e morreu kk é sempre assim kk

          • Rodrigo Zika!

            Corre risco kkkkkkkk

    • Rodrigo Zika!

      Já tinha visto isso, realmente do Albert aparece muito, mas ainda não acho que tenha a ver com o Wesker, tem também a questão da quantidade de capítulos que o jogo terá.

  • Renan Borges

    Ceraldi eu tenho uma pergunta, em relação as versões do jogo, se eu comprar na Steam a versão com Cero D, vai ser a versão + violenta ou só na psn japonesa versão Cero Z ? pois eu queria muito a versão grotesque com todo conteudo explicito, pelo q vc mencionou na materia a versão Cero D ira contar com a decepação do braço do Lucas, eu queria muito poder ver isso se eu comprar na steam, Obrigado

    • Rodrigo Zika!

      Em uma resposta a outro amigo abaixo, ele disse que a versão BR, e sem censura.

      • Renan Borges

        Então deboas, veremos o braço do Lucas ser decepado se comprar o jogo pela Steam ou Nuuvem, valeu manolo, mal posso esperar pra comprar o jogo e ver as decapitações

        • Rodrigo Zika!

          Não vejo a hora, só esperando liberar a chave kkkkkkkk

          • Renan Borges

            kkkkkkkkkkkkkkkk eu quero muito jogar saporra

  • Daniel Machado

    Clássicos e CANSADOS, Chris, Jill, Leon, Claire e Ada, vcs são fãs de Residente mesmo???

    • BAKER BOLADAUM

      eles tentaram dizer que o Chris, Jill, Leon, Claire e Ada, são personagens muito saturados, pensa que tem vários personagens alem desses, Rebecca, Barrie e Carlos, e tem que ter personagem novo, porque pocha, esse personagens antigos são fodas de mais, e tirando a sensação de medo. você escolhe, terror ou ação, ação traz a presencia de personagens clássicos. o terror, traz a presencia de personagens novos, tem que abrir a mente pra novas coisas, quem sabe a gente pega um carismo pelo Ethan? alias Chris, Jill, Leon, Claire e Ada, já estão ficando velho de mais, até parece que um quase senhor de 50 ou 60 anos vai lutar ainda…

      • Alexandre Bueno

        Amigo é TOTALMENTE SEM FUNDAMENTO vc comparar um personagem novo no SEGUNDO JOGO da franquia com um personagem novo no VIGÉSIMO [to falando por alto, nem contei qual é] enquanto tem conhecidos semi abandonados né? aheuaheuahe

    • Alexandre Bueno

      Né?? Eles foram orientados pela Capcom a postar coisas só favorecendo o jogo, até parece que não manjamos desse tipo de tentativa de manipulação HAYUEHAUEHAUHEUAHEUAHUEHAU.

  • João Neto

    Passo esse resident minha esperança é algum spin off q nem o revelations e filme Vendetta

    • BAKER BOLADAUM

      Não é, o jogo se passa após o Resident Evil 6, Provavelmente vai ter algo pra dizer que isso não tem cara de ser spin-off…

    • Rodrigo Ferraz DE Melo

      Eu vou assistir pelo youtube, tenho certeza que Não perderei NADA!!!

      • Matheus Nícolas

        Não tem um PS4, Xbox One ou um PC que rode este maravilhoso game. Chora hater

        • Tiozão Ben Z0ad0

          Tem que por uma coisa na sua cabeça. Muitas pessoas não tem dinheiro para comprar um videogame da atual geração, jogos e etc. É caro pra cacete.
          Se você acha ele hater por ver no youtube, compra um videogame pra ele, e compre o jogo também, já que assim você pode, né? Palhaçada viu.

          • Matheus Nícolas

            Aí o cara vem aqui falar merda, por favor né?!

      • Tiozão Ben Z0ad0

        Tenho um Ps4, mas sou cagão e não jogarei… Viva as gameplays do tio zangado hahahahaha

  • BAKER BOLADAUM

    Só uma pergunta, mesmo sendo primeira pessoa, tem algo na jogabilidade que seja familiar?

  • Tiozão Ben Z0ad0

    A franquia tem que se re-inventar mesmo. Que esse seja o ultimo RE e depois de um reboot na série. A imagem de muitos personagens já está desgastadas, você já conhece de cabo a rabo cada um. Renovação completa já começando com RE7, tá certo Capcom. Eu acho que isso seja um reboot.

%d blogueiros gostam disto: