A BSAA (Aliança de Segurança e Avaliação em Bioterrorismo) é um organização multinacional de combate ao bioterrorismo que foi formada para investigar, prevenir e combater incidentes após o fim da Umbrella Corporation. A BSAA foi formada inicialmente pela Federação das Companhias Farmacêuticas, onde a Tricell tinha grande representatividade.

São oito diferentes divisões da BSAA, cada uma responsável por monitorar e atuar em uma diferente parte do mundo. Todas as divisões atuam como Forças Especiais sob a jurisdição das Nações Unidas.

 

A formação

2003 – 2004

Em 2003, a Umbrella foi condenada por diversas acusações relacionadas a destruição de Raccoon City e, com isso, acabou indo à falência e foi dissolvida. Essa dissolução da empresa criou uma situação perigosa, onde os antigos funcionários da empresa começaram a integrar outras empresas farmacêuticas. O medo de que levassem os conhecimentos e pesquisas da Umbrella a outras companhias foi muito grande, pela possibilidade da venda dos agentes virais ou das próprias BOWs no mercado negro. O fato alarmou muito os órgãos governamentais e a própria Organização das Nações Unidas. A possibilidade de uma nova era de bioterrorismo, liderada por guerrilheiros sem rosto e nações politicamente instáveis tinha de ser combatida e, para isso, a Federação das Indústrias Farmacêuticas organizou e criou a BSAA que, a princípio, agia sob seu comando e contando com seu financiamento.

A BSAA foi fundada por um grupo de pessoas que eram conhecidos como os “Onze Originais”. Dentre eles estava Clive O’Brian, que foi justamente o primeiro diretor da organização. Essas onze pessoas agiam como observadores e instrutores das forças armadas locais. A BSAA não podia por si só organizar ações e operações, mas, por conta do crescimento exponencial do bioterrorismo, a BSAA acabou mudando suas diretrizes e passou a ter poderio e autonomia militar para organizar suas próprias ações, tornando-a muito mais eficiente, já que dessa forma excluí-se uma série de barreiras burocráticas e intermediários. Ainda assim, a BSAA permaneceu com algumas barreiras, como o fato de não poder operar livremente em nações soberanas, o que impedia a organização de conduzir investigações, efetuar prisões ou ainda usar de força militar. Embora com a primeira medida a BSAA tivesse se tornado mais eficiente, essas barreiras ainda faziam com que a organização não tivesse uma atuação tão precisa e eficiente quanto a crescente onda de bioterrorismo necessitava.

 

Las Plagas

Outono de 2004

Embora não tenha tido participação direta nos incidentes ocorridos no outono europeu de 2004, a BSAA foi a única organização (além é claro, do governo Norte-Americano) a ter acesso ao relatório que Leon S. Kennedy fez sobre o parasita Las Plagas. Dessa forma, a BSAA tomou conhecimento sobre o organismo e também passou a monitorar futuras aparições dele nas mãos de outras empresas e organizações. A importância do acesso da BSAA ao relatório de Leon foi grande, já que o conhecimento sobre esse tipo de ser parasitário, permitiu que a organização pudesse lidar melhor com ele em casos com os incidentes em Kijuju.

 

Incidente em Terragrigia

2004 – 2005

Em 2004, outro incidente teve a participação da BSAA. Dessa vez, a organização atuou de uma forma mais ativa, e não apenas como espectador, como aconteceu com Las Plagas. A organização terrorista Veltro lançou um ataque bioterrorista em uma cidade situada no meio do Mar Mediterrâneo chamada Terragrigia. A BSAA deu suporte a FBC (Comissão Federal de Bioterrorismo), mas não tinha muito o que fazer, já que não contava com ação militar no incidente. Apenas o diretor O’Brian estava na operação, dando suporte e oferecendo ajuda estratégica. A operação foi um tanto atribulada, já que O’Brian entrou em conflito diversas vezes com o diretor da FBC, Morgan Landsdale. O principal ponto conflitante foi a decisão de Landsdale de usar o satélite Regia Solis para destruir a cidade logo após a sua evacuação emergencial. A medida adotada por Landsdale foi para conter um possível alastramento do ataque bioterrorista e poder por um fim a enorme horda de Hunters que foi despejada em Terragrigia pela Veltro.

O’Brian sempre desconfiou muito das ações de Landsdale e, no ano seguinte ao incidente de Terragrigia, ele recrutou Raymond Vester, ex-agente do FBC e, com sua ajuda simulou uma ressureição da organização Veltro para tentar desmascarar as verdadeiras intenções de Landsdale. Embora o plano parecesse bom, havia um agente-duplo infiltrado na BSAA, que fez com que a ação de O’Brian fosse de conhecimento de Landsdale. Com isso, o diretor do FBC conseguiu fazer uma virada de mesa, acusando O’Brian de traição e fazendo com que ele fosse preso em meio a operação. Graças as ações de Jill Valentine e Chris Redfield, evidências da culpa de Landsdale, de seu envolvimento com a organização Veltro e com a criação do vírus T-Abyss foram descobertas. O’Brian foi solto e recuperou o comando da BSAA, enquanto Landsdale foi preso.

 

A Reforma da BSAA

2005

Depois da prisão de Landsdale, O’Brian assumiu a responsabilidade por seus atos e decidiu deixar seu cargo de diretor da BSAA, tornando-se apenas um consultor. A FBC foi dissolvida e os seus recursos e agentes foram transferidos para a BSAA, que ainda sofreu uma reforma interna, tornando-se uma organização de Forças Especiais ligada à Nações Unidas. A BSAA se tornou pública e ganhou permissão para operar em nações soberanas.

Além disso, a BSAA ganhou diversas divisões ao redor do mundo, mas continuou recebendo financiamento da Federação das Indústrias Farmcêuticas. Dentro da Federação, a principal patrocinadora da BSAA era a Tricell, que se tornou a maior indústria farmacêutica do mundo após a queda da Umbrella e a compra da WillPharma. A BSAA acabou ficando a mercê da Tricell, já que por conta dos incentivos financeiros, a empresa tinha grande influência sobre organização, sempre pressionando para que os interesses da Tricell permanecessem resguardados de qualquer problema.

 

Caçada a Spencer

Agosto de 2006

A BSAA conseguiu informações, através de investigações, que indicavam o paradeiro de Ozwell Spencer, principal fundador da Umbrella (o único ainda vivo). Apesar da falência e da extinção da empresa, Spencer era considerado homem-chave pela BSAA para poder descobrir o paradeiro de Albert Wesker. Dessa forma, Chris e Jill foram enviados até o suposto local onde Spencer se refugiava. Chegando na mansão, eles se deparam com um hall idêntico ao da antiga mansão de Spencer em Arklay, e com vários seguranças de Spencer assassinados.

O local era um enorme labirinto, inclusive com uma masmorra com várias cobaias descartadas em celas. Passando por uma série de armadilhas, eles finalmente chegam a sala de Spencer, e foram surpreendidos pela imagem do velho homem caído ao chão, com Wesker sobre ele, sujo de sangue. O confronto termina em tragédia quando Jill, ao ver-se sem opção, sacrifica-se para impedir que Wesker mate Chris. Em último esforço, ela avança sobre ele e atira ambos em um precipício.

Buscas pelo corpo de Jill foram iniciadas, mas nunca nada foi encontrado. Após um longo período sem resultados, em 23 de novembro de 2006, a BSAA dá por encerradas as buscas e declara Jill Valentine oficialmente morta. Chris Redfield, consternado, recusa-se a acreditar que Jill tenha morrido de fato, e passa a ter os fantasmas desse dia atormentando-o constantemente.

 

Kijuju

Entre dezembro de 2008 e 10 de março de 2009

Adam, um trabalhador local de Kijuju começa a relatar atividades estranhas na região, que vão desde  comportamento dos habitantes até mesmo a execução de estrangeiros em praça pública. Em fevereiro de 2009, Ryan, um agente da BSAA reporta que a investigação na área deve ser intensificada e que, assim que provas concretas sobre o bioterrorismo no local sejam coletadas, a divisão africana da BSAA deve ser informada e conduzir uma operação militar. Poucos dias depois, Reynard Fisher reporta indícios de pessoas infectadas por Las Plagas no local. Ryan passa a desconfiar cada vez mais que o local é usado como campo de experimentação de armas biológicas – novos tipos de Las Plagas. Fisher consegue tirar uma foto de Ricardo Irving e a envia para Ryan que, preocupado com a presença do conhecido terrorista no local, reporta o problema a seus superiores na BSAA e também a Chris Redfield, que passa a investigar o Kijuju, a divisão do Oeste Africano da BSAA se mostra disposta a investigar o caso, mas Chris decidiu manter-se na investigação mesmo não pertencendo a essa divisão. Logo, a divisão Oeste Africana da BSAA escolhe Sheva Alomar para ser parceira de Chris nas investigações.

Com investigações avançadas, em março daquele mesmo ano, Ricardo Irving descobre que vem sendo observado de perto pela BSAA e decide mudar os locais de negociação e venda da BOW Popokarimu. O novo local fica fora da Zona Autônoma de Kijuju, em uma região cercada por minas. No mesmo período, um habitante de Kijuju é infectado com o vírus Uroboros com a intenção de impedir o avanço da equipe tática da BSAA que se dirigia ao local onde Irving comercializava as BOWS.

Ao chegar em Kijuju, Chris Redfield encontra com Sheva Alomar para iniciar a sua missão. Reinard Fischer, um açougueiro e informante local, visa que eles devem concluir a missão o mais rápido possível, pois o clima anti-estrangeiros no local está cada vez pior. Momentos depois, Fischer é capturado e morto pelo Executioner em praça pública. Após conseguirem escapar do ataque dos habitantes locais, Chris e Sheva chegam ao local onde haveria a negociação de armas biológicas, mas lá, a equipe tática da BSAA que havia sido enviada antes, estava totalmente dizimada. Dan DeChant, informa os dois pelo rádio que aquilo foi uma emboscada armada por Irving, e momentos após, a dupla é obrigada a lutar contra o Uroboros que dizimou a equipe tática, mas conseguem derrotar a aberração. Chris passa informações para a BSAA de que o comportamento dos habitantes de Kijuju é semelhante ao dos Ganados, de acordo com relatório feito por Leon S. Kennedy, alguns anos antes, Chris recebe ordens de progredir com a missão, mesmo com a morte de toda a equipe Alfa da BSAA, e uma nova equipe de apoio, a Delta, é enviada para dar suporte a Chris e Sheva, na busca por Irving.

No caminho para as minas, o helicóptero da BSAA pilotado por Kirk é abatido, mas a equipe Delta liderada por Josh Stone chega e ajuda Chris e Sheva que estavam cercados por uma enorme quantidade de Majinis. Após afastar a ameaça, Josh entrega a Chris um cartão SD com informações de Irving, e para sua surpresa, Chris encontra uma foto de Jill no dispositivo, ele fica atônito e isso faz com que as lembranças do passado voltem a sua cabeça.

Preocupado com a perseguição de Chris e Sheva, Irving adia a negociação de BOWs com seu comprador. Ele tenta se livrar de provas que o incriminariam mais ainda, mas a dupla de agentes da BSAA o encurrala, sem alternativa, ele acaba sendo salvo por uma estranha mulher mascarada – Jill Valentine, sob o controle de Albert Wesker graças ao dispositivo P30 implantando em seu corpo. Na fuga, Irving acabou deixando para trás algumas pistas que levariam até um oleoduto próximo das minas, seguindo para lá, Chris e Sheva acabam tendo que enfrentar o Popokarimu, BOW que Irving pretendia negociar. Apesar das dificuldades, eles derrotam a criatura e seguem o caminho pela savana. Após escapar das minas, Irving é encurralado pela equipe Delta da BSAA e libera uma outra BOW, o Ndesu, produzido com base no El Gigante encontrado por Leon no interior da Europa. O Ndesu dizima a equipe Delta mas acaba sendo derrotado mais tarde por Chris e Sheva. A dupla pensa em desistir da missão já que mais uma equipe inteira da BSAA foi morta. Apesar disso, Chris diz que vai continuar seguindo em frente por ter esperanças de que Irving tenha alguma informação que possa levar ao paradeiro de Jill, que Chris acredita ainda estar viva. Vendo a obstinação de seu parceiro, Sheva decide seguir ao seu lado e eles partem para os pântanos, para depois poder ter acesso ao oleoduto, e ao chegarem no local, irving explode toda a refinaria na intenção de deter o avanço da dupla da BSAA, mas isso acabou sendo em vão. Irving, começa a perder o controle por conta do certo e das perdas de BOWs que ele sofreu, e decide fugir com sua pequena fortuna, mas ele acaba recebendo uma amostra de Las Plagas e se infecta com ela para enfrentar Chris e Sheva, mas ainda assim ele acaba derrotado. Pouco antes de morrer, Chris pergunta a ele sobre Jill, e Irving diz que ele deve procurar nas cavernas, lá, Josh aparece mais uma vez para dar suporte a Chris e Sheva.

Nas cavernas, a dupla da BSAA descobre um jardim subterrâneo onde a flor Sonnentreppe é cultivada e vários indícios apontam que a Umbrella já utilizou aquelas instalações que hoje pertencem a Tricell. Pouco adiante, eles encontram instalações subterrâneas com milhares de tubos para experimentos com cobaias humanas, mas eles mal tem tempo de pensar no que aquele local poderia ser e são atacados por uma enorme BOW chamada U-8. Após derrotarem a criatura, eles chegam a níveis ainda mais subterrâneos e dão de cara com Excella Gionne, e após uma breve conversa, Sheva a reconhece como membro da Tricell e do Consórcio Farmcêutico Global. Excella se recusa a responder qualquer pergunta sobre Jill e pede que eles deixem as instalações. Contrariando o pedido de Excella, Chris e Sheva seguem pelo laboratório e são atacados por outro homem infectado pelo Uroboros. Excella revela que não há planos de vender o vírus no mercado negro, e sim que ele seria usado para induzir a uma seleção artificial no planeta Terra.

Após alcançarem uma espécie de ruínas antigas, a dupla da BSAA encontra Excella ao lado da mulher mascarada, Wesker também aparece e revela que a mulher mascarada é na verdade Jill, que está sob seu controle. Após uma breve batalha, Wesker foge e Chris e Sheva conseguem remover o dispositivo P30 do peito de Jill, que volta a sua plena consciência e pede para que Chris impeça Wesker de prosseguir com seus planos, e após a partida de seu antigo parceiro e de Sheva, ela desmaia.

Após deixar Jill para trás, Chris e Sheva atravessam as docas e chegam a um navio onde Wesker e excella embarcaram. No local, mais uma vez eles confrontam Excella que foge, mas deixa uma maleta contendo um composto chamado PG67A/W para trás.

Pouco tempo depois ela é encontrada por Josh Stone, que consegue um helicóptero para eles saírem dali e ajudar Chris e Sheva, para isso, eles tem de atravessar as instalações da Tricell em uma montanha e chegar até o telhado do local para serem resgatados por Doug e poderem ajudar Chris e Sheva.  O local está infestado de Majinis e BOWs.

Longe dali, no navio, Chris e Sheva chegam ao deck do navio e encontram uma enorme pilha de mortos e Excella aparece agonizando. Ela foi infectado por Wesker com o vírus Uroboros, descartada, Excella infectada poderia impedir o avanço de Chris e Sheva. Excella começa a sofrer mutações e a BOW em que ela se transoformou se alimenta de todos os cadáveres que estavam no deck, fazendo com que seu tamanho aumentasse muito. Chris e Sheva fogem para o interior do navio, mas são obrigados a sair e confrontar Excella, que é derrotada pela dupla. Ainda no local, eles descobrem que há um avião bombardeiro a bordo da embarcação, a aeronave seria usada pro Wesker para liberar o Uroboros na atmosfera do planeta.

Fazendo seu caminho até o topo das instlações, Jill e Josh chegam a uma sala de controle e ela consegue fazer contato com Chris, informando a ele que os poderes sobre-humanos de Wesker provém de um vírus, mas que o soro PG67A/W, se injetado em excesso poderia agir como um veneno no organismo do vilão. Sabendo disso, Chris e Sheva partem em busca do local onde o bombardeiro está e encontram Wesker, após uma breve luta, eles conseguem injetar o soro mas Wesker ainda assim consegue escapar e entrar no avião, Chris e Sheva o seguem e mais uma batalha acontece no interior do avião. Dessa vez, Wesker não consegue lidar com a dupla com tanta facilidade. Para evitar que a aeronave atinja a altitude necessária para liberar os mísseis com Uroboros, Chris abre a porta traseira dela, causando perda de altitude e a queda dela em um vulcão. No local, Wesker se infecta com o Uroboros e parte para uma batalha final contra Chris, mas com a ajuda de Sheva, ele consegue derrotar o vilão.

Longe dali, Doug chega para resgatar Jill e Josh que estão cercados por Majinis, ele sai para dar cobertura aos dois mas é morto por um inimigo. apesar disso, Jill e Josh conseguem fugir e partem para ajudar Chris e Sheva. Ao chegar no vulcão, eles avistam os dois e os resgatam, mas Wesker ainda tenta uma última investida, prontamente frustrada por Chris e Sheva, que colocam um ponto final na vida de Albert Wesker.

Com a morte de Wesker e a destruição do Uroboros no interior do vulcão, Chris, Sheva, jill e Josh partem do local com a sensação do dever cumprido por terem evitado que os planos megalomaníacos de Wesker fossem colocados em prática.

 

O Colégio Marhawa

Relatos de estranhos incidentes no prestigiado colégio Marhawa, localizado em um local isolado na Ásia chegaram até a BSAA. Doug Wright é um especialista em virologia e atua como consultor da BSAA em alguns casos. Ele foi chamado até o colégio pela diretora e proprietária do lugar, Madre Gracia. Para sua investigação, ele recrutou seu sobrinho e aluno Ricky Tozawa.

Em pouco tempo, eles começam a investigar os estranhos relatos e descobrem que o local sofreu um ataque bioterrorista. Doug decide chamar a BSAA e medicar todos os alunos com Daylight, mas a Madre se recusa a tomar tais medidas. Sem condições de lutar contra o resultado do vírus liberado, eles são encurralados no local até que Chris Redfield, Piers Nivans e Merah Biji chegam e uma grande batalha tem início.

 

Drama na Edonia

Dezembro de 2012 a Julho de 2013

Durante uma revolução na Edonia, república situada no Leste Europeu, alguns relatos apontavam par ao uso de um novo agente viral, o Crisalyd Virus (C-Vírus), por parte das forças libertárias que se opunham ao governo local. A BSAA sabendo disso, enviou uma grande tropa para o local para conter a ameaça e buscar informações sobre quem havia liberado o vírus no local e quais eram os seus objetivos. A equipe Alpha, mais uma vez era liderada por Chris Redfield, que dessa vez contava com o apoio de Piers Nivans, Finn Macauley, Bem Airhart, Carls Alfonso e Andy Walker.

No local, além de enfrentarem uma grande força de soldados do exército libertário, a BSAA ainda teve que lidar com alguns soldados infectados pelo C-Vírus que sofriam mutações após serem feridos e se tornavam ainda mais agressivos e mortais, além disso uma enorme BOW chamada Ogroman foi colocada no caminho da BSAA. Apesar disso, a equipe Alpha liderada por Chris ia avançando, até se depararem com Jake Muller, um membro do exército libertário da Edonia que não estava infectado. Junto dele, a agente do governo Norte-Americano chamada Sherry Birkin escoltava Jake sob ordens diretas do governo dos EUA. Logo após o encontro, eles foram surpreendidos por dois Ogromans e por inúmeros J’avos (soldados do exército libertário contaminados pelo C-Vírus), dessa forma, a equipe da BSAA foi obrigada a lutar lado-a-lado com Jake e Sherry para conter a ameaça. Após a batalha, Chris disponibilizou um helicóptero da BSAA e escolta para levar Jake e Sherry em segurança, enquanto isso, prosseguiu com a sua equipe para a prefeitura da capital da Edonia.

Chegano na prefeitura, Chris e a equipe Alpha se deparam com inúmeros humanos transofrmados em crisálidas já na entrada do local. Eles decidem investigar a prefeitura e se deparam com uma mulher, ela diz ser Ada Wong – mas na verdade é Carla Radames -, a única sobrevivente de um ataque bioterrorista ao local. Apesar de suspeitar dela, Chris decide mantê-la por perto, já que ela diz ter informações e também parece conhecer o local. Piers e Finn ficam responsáveis por mantê-la sob vigilância. No local eles enfrentam uma série de BOW que eclodiram das crisálidas, e após dar cabo dela, eles vão avançando até o momento que a mulher aproveita um breve momento de distração de Piers e Finn, aprisionando os membros da BSAA em uma sala e infectando a todos com o C-Vírus, exceto Chris e Piers que ficaram presos em outro local. Os dois vêem seus ex-companheiros sendo transformados em crisálidas e momentos depois, eclodindo como BOWs. Eles são obrigados a lutar contra seus ex-companheiros, enquanto Chris fica atônito com a perda de seus soldados. Ele é golpeado por uma BOW e perde a conciência, mas Piers consegue salvá-lo e escapar do local com Chris, que foi levado para um hospital.

Ao recobrar a consciência, Chris apresentou sintomas de amnésica pós-traumática, não se lembrando de nada que havia acontecido durante a missão na Edonia. Apesar disso, uma grande e inexplicável culpa fez com que Chris fugisse do hospital sem deixar rastros, a BSAA não tinha a mínima ideia de como e onde poderia encontrá-lo. Ele acabou se tornando um alcoólatra, na esperança de fazer desaparecer aquele sentimento de culpa que ele não sabia de onde vinha. Vagando por bares da Europa Oriental, Chris fazia “bicos” como segurança e guarda-costas para poder bancar o seu alcoolismo. A BSAA fez de tudo para encontrar o seu ex-capitão, inclusive sua ex-parceira Sheva Alomar entrou em contato com Piers para saber se haviam novidades sobre Chris.

Seis meses depois do incidente na Edonia, Chris finalmente é localizado por Piers, que ao tentar fazer contato com o ex-capitão, teve de lidar com uma briga de bar iniciada por Chris, que não reconheceu Piers. Ele por sua vez, mostrou para Chris fotos de todos os homens que morreram sob seu comando na Edonia, e começa a voltar a si, reconhecendo o símbolo da BSAA na jaque ta de Piers, que diz a Chris que ele será levado de volta a BSAA mesmo contra sua vontade. Com o auxílio de vários agentes da BSAA, Piers reintegra Chris a um esquadrão que é imediatamente enviado para a província de Lanshiang, na China, que naquele momento, estava sofrendo um ataque bioterrorista comandado por uma organização chamada Neo-Umbrella.

 

Uma nova ameaça

Julho de 2013

Assim que a equipe da BSAA chega a Lanshiang, o caos é apresentado a eles. O cenário é de uma guerra urbana, com pessoas correndo desesperadas, explosões, tiros  e ameaças em todos os lugares. Liderando o esquadrão, Chris e Piers logo se deparam com inúmeras crisálidas espalhadas pela cidade, isso faz a memória de Chris se reavivar, mas ainda assim ele permanece “vazio”, apenas com o desejo de capturar e eliminar “Ada Wong” a qualquer custo. Apesar disso, os dois recebem a missão de resgatar diplomatas de um prédio tomado por J’avos e prestes a entrar em colapso. No local, além de enfrentar J’avos de todas as formas possíveis, eles são atacados por uma enorme cobra com a incrível habilidade de ficar invisível, enquanto perseguem a cobra para impedir que ela ameace outros locais da cidade, a equipe da BSAA encontra novamente com Sherry e Jake, dando a eles auxilio para se livrarem de uma enorme horda de J’avos que os perseguia. Piers chega a sugerir que a BSAA ofereça uma escolta a dupla, mas Chris discorda e diz que a BSAA deve eliminar ameaças bioterroristas e não escoltar uma dupla.

Após o encontro, a equipe da BSAA segue em busca da cobra invisível e acabam adentrando as favelas de Waiyip no bairro de Paisawan. Após sofrer muitos ataques da criatura, a equipe da BSAA ficou reduzida apenas a Chris, Piers e Marco, mas eles conseguem derrotar a criatura eletrocutando-a. Logo após a batalha, os três se deparam com “Ada Wong”, que sem dar nenhuma satisfação infectou Marco com o C-Vírus. O soldado da BSAA infectado se transforma em uma crisálida e logo depois disso um Gnezdo eclode e ataca Chris e Piers que o derratoram. Mais uma vez frustrado, Chris recebe uma lição de moral de Piers que diz a seu capitão que se ele não estivesse apenas atrás de vingança, poderia ter evitado grande parte das mortes que acometeram o esquadrão da BSAA que ele estava comandando.

Chris segue em busca de vingança contra “Ada” e apesar de tudo, Piers continua a seu lado. Na perseguição, eles adentram um armazém onde são aprisionados dentro de uma sala e atacados por robôs comandados por “Ada”. Após conseguirem sair, Chris encurrala “Ada”, mas no momento que dispara sua arma, Leon aparece e impede Chris de matá-la. Os dois travam uma breve batalha corpo-a-corpo até que eles se reconhecem e Leon diz que a mulher não pode ser morta por ser uma testemunha chave, e que o verdadeiro culpado é Derek Simmons. Chris não se importa e diz que perdeu vários de seus homens por causa dela, e Leon rebate dizendo que 70 mil pessoas foram mortas, incluindo o presidente dos EUA por causa de Simmons. A discussão que distraiu Leon, Chris e seus parceiros Helena Harper e Piers serviu para que “Ada” lançasse uma granada de luz e fugisse. Leon e Chris entram em acordo, e Chris decide que vai parar “Ada” em nome da justiça, e que vai capturá-la, enquanto Leon deveria ir atrás de Simmons.

“Ada” foge em um carro e é perseguida por Chris e Piers em um jipe. J’avos tentam atrapalhar a dupla da BSAA, mas eles conseguem seguir “Ada” até um porta aviões. Lá, eles perseguem-na e conseguem encurralá-la no deck e nesse momento, ela finalmente conta seu plano, que era espalhar o C-Vírus por todo o planeta e recriar o incidente de Raccoon City em escala Global. Nesse momento, um helicóptero surge e um homem misterioso dispara com um rifle atingindo seu estômago. “Ada” cambaleia e cai do porta aviões, aparentemente encontrando a morte. A dupla da BSAA encontra uma maleta ao lado do corpo da mulher contendo uma versão melhorada do C-Vírus. Eles são informados pela central da BSAA que um navio próximo contém mísseis com o gás do C-Vírus que serão disparados em breve. Eles encontram um caça do porta-aviões para atacar o navio cargueiro, eles conseguem imepedir o lançamento de alguns mísseis, mas um deles é lançado e espalha o gás na cidade de Tatchi, transformando quase todos os habitantes em zumbis, como os de Tall Oaks. Ainda no caça, Chris é contactado por Leon que diz que eles precisam salvar Jake e Sherry que estão em uma instalação sub-aquática da Neo-Umbrella. Leon conta a Chris que Jak carrega em seus anti-corpos a chave para a cura do C-Vírus, e, não bastasse isso, Chris fica sabendo por Leon que Jake é filho de Albert Wesker.

Ao chegar nas instalações sub-aquáticas, Chris informa Piers que depois que Sherry e Jake forem resgatados, ele irá se aposentar e passará seu cargo para Piers, que tenta recusar de várias maneiras assim como tenta convencer seu capitão de continuar ativo.

Quando Chris e Piers encontram Jake e Sherry, Chris revela que consegue ver Albert Wesker em Jake; Jake o questiona sobre ter conhecido seu pai e Chris revela que não só conheceu, como também o matou. Jake se descontrola, aponta uma arma em direção a cabeça do capitão e pergunta a Chris se ele estava seguindo ordens ou se era algo pessoal. Chris responde que eram as duas coisas. Piers aponta uma arma para Jake, enquanto Sherry tenta acalmar seu parceiro, mas ele a afasta dizendo que não é problema dela, assim como Chris afasta Piers, dizendo que Jake tem todo direito de matá-lo, instigando Jake a atirar. O filho de Albert Wesker atira, mas o tiro acerta o rosto de Chris de raspão e Jake diz que existem coisas mais importantes que eles dois, no momento.

O quarteto ativa os elevadores para fugir das instalações, mas a última arma biológica desenvolvida pela Neo-Umbrella, Haos, que foi criada para espalhar o C-Virus no mundo inteiro, rompe seu casulo e ataca os agentes. Chris diz para que Sherry e Jake sigam seu caminho, enquanto Piers e ele ficarão para detê-la. Durante o confronto, Haos danifica seriamente as instalações e agarra Chris e lança Piers para longe, fazendo-o derrubar a seringa com a dose melhorada do C-Vírus que a dupla apreendeu no porta-aviões, no momento da morte de “Ada”. Destroços voam na direção de Piers e esmagam seu braço direito contra a parede. Como a única e última esperança de Chris, Piers se livra do braço esmagado, amputando-o de vez ao se impulsionar para frente. O jovem agente da BSAA se arrasta até a seringa e injeta o C-Vírus no que um dia havia sido seu braço direito. O braço de Piers se regenera de uma forma bizarra, como um membro superior de uma criatura, o lado direito de seu rosto também é comprometido, assumindo um tom negro. O braço que mais se assemelha a uma garra ganhou a incrível habilidade de criar e soltar rajadas elétricas e é usando isso que Piers livra Chris de ser completamente esmagado pelas mãos de Haos, que é completamente coberto por uma crisálida. Quando a dupla pensou que poderia escapar, a crisálida eclodiu e Haos saiu de lá, vivo mas consideravelmente menor. Os raios que Piers conseguia disparar causavam um dano considerável em seus órgãos expostos. Haos tentou esmagar Piers de uma vez por todas, mas Chris o impediu, esfaqueando-o diversas vezes até que o monstro pareceu sucumbir. Preocupado, Chris afirmou diversas vezes que Piers ficaria bem e que ele iria tirá-lo dali. Piers tentou convencê-lo de que ficar seria o melhor, afirmando que fez isso pela BSAA, pelo futuro; E Chris disse que ele fez bem, mas o capitão não queria nem mesmo ouvir sobre deixá-lo para trás. Sabendo o quão irredutível o capitão era, Piers empurrou Chris para uma cápsula e o trancou, deu um último sorriso para seu capitão como forma de saudação final e ativou o mecanismo, lançando Chris para a superfície. Nesse momento, Haos mostra ser muito mais resistente do que parecia e nada rapidamente em direção a cápsula que levaria Chris para a superfície, mas de dentro das instalações, Piers dispara um raio que o leve para baixo junto com ele, dando a entender que ambos morreram. Na manhã seguinte Chris foi resgatado pela BSAA, mas não somente o Chris dos últimos tempos, mas o legendário Chris Redfield que Piers lutou tanto para trazer de volta e conseguiu com seu último esforço; Chris decidiu continuar na BSAA como capitão de forma a honrar a memória de Piers Nivans.

 

Unidades da BSAA

Membros e ex-membros da BSAA

A B.S.A.A. tem um inúmero imenso de membros e ex-membros. A maioria deles não sabemos os nomes e muito menos conhecemos os rostos. Abaixo, uma lista dos que tiveram seus nomes citados e apareceram em Resident Evil.

 

Vivos

  • Clive O’Brian – Filial Norte-Americana – Ex-Diretor geral, atual assessor geral
  • Chris Redfield – Filial Norte-Americana – Capitão de operações de campo
  • Jill Valentine – Filial Norte-Americana – Ex-agente de campo, atual membro da inteligência da BSAA
  • Merah Biji – Filial Extremo oriente – Soldado de campo
  • Sheva Alomar – Filial Leste-Africana – Soldado de Campo
  • Quint Cetcham – Filial Européia – Ex-soldado de campo, atual membro da pesquisa e desenvolvimento
  • Mina Gere – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Parker Luciani – Filial Européia – Soldado de campo
  • Keith lumley – ex-membro da Filial Européia, atual membro da Filial Leste-Africana – Soldado de campo
  • Jessica Sherawat – ex-membro da Filial Européia – ex-soldado de campo
  • Josh Stone – Filial Leste-Africana – Capitão de operações de campo
  • Doug Wright – Filial Extremo Oriente – Conselheiro da BSAA
  • Holliday Sugarman – Filial Norte-Americana – Soldado de campo

 

Baixas

  • Ben Airhart – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Dan DeChant – Filial Leste-Africana – Capitão de operações de campo
  • Carl Alfonso – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Doug – Filial Leste-Africana – Piloto
  • Reynard Fisher – Informante da filial Leste-Africana
  • Jeff – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Keaton – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Dave Johnson – Filial Leste-Africana – Agente infiltrado
  • Finn Macauley – Filial Norte-Americana – Soldado de campo especialista em explosivos
  • Piers Nivans – Filial Norte-Americana – Soldado de campo e franco-atirador
  • Kirk Mathison – Filial Leste-Africana – Piloto
  • Reid – Filial Norte-Americana – Soldado de campo
  • Marco Reed – Filial Norte-Americana – Soldado de campo especialista em explosivos
  • Andy Walker – Filial Norte-Americana – Soldado de campo

 

Principais intervenções

Terragrigia – auxílio estratégico ao FBC.

Veltro / Queen Zenobia/Semiramis/Dido – ação efetiva que desmascarou Morgan Landsdale e colocou um fim a ameaça do vírus T-Abyss

Fim da Umbrella – após encontrarem Ozwell Spencer morto, os agentes Chris Redfield e Jill Valentine entraram em combate direto com Albert Wesker. Com a morte de Spencer, a BSAA passou a ter um problema a menos com que se preocupar.

Kijuju – o local era um campo de testes abertos do parasita Las Plagas. A BSAA interveio e acabou descobrindo que a Tricell de Excella e Wesker estava por trás dos incidentes e planejava contaminar todo o planeta com o vírus Uroboros. Graças as ações de Chris Redfield, Sheva Alomar, Jill Valentine e Josh Stone, Wesker foi morto e o Uroboros destruído.

Colégio Marhawa – estranhos relatos dão indícios de que o colégio vinha sofrendo alguma ataque bioterrorista. Uma equipe da BSAA foi enviada até o local para investigar e conter a ameaça.

Edonia – uma equipe da BSAA foi enviada ao local que vivia uma guerra cívil. A suspeita é que um dos lados fazia uso de armas virais para vencer a guerra. Na ação, um enrome esquadrão da BSAA foi dizimado quase por completo por Carla Radames e pelo C-Vírus.

Neo-Umbrella – após aperfeiçoar o C-Vírus, Carla criou um exército de J’avos e tinha como objetivo usar o Haos, sua mais poderosa criação para espalhar o vírus por todo o planeta usando os oceanos. Graças a Chris Redfield e ao sacrifício de Piers Nivans, o Haos foi destruído e a ameaça foi contida. Apesar disso, a cidade chinesa de Tatchi foi inteira contaminada com o gás do C-Vírus, criando um exército de mortos vivos que foram contidos por forças da BSAA.

 

Empresas e Organizações Relacionadas

Consórcio Famracêeutico Global – embora muito modificada desde sua formação, o Consórcio foi responsável pela formação da BSAA.

Tricell – empresa que controlava quase todas as ações do Consórcio Farmacêutico Global na época da formação da BSAA.

Umbrella Corporation – a maior responsável pelo desenvolvimento de BOW e por ataques bioterrorista no final do século XX e início do XXI, foi desmascarada e teve suas atividades encerradas com o auxílio de algumas ações de Chris Redfield e Jill Valentine, que posteriormente se juntariam a BSAA.

F.B.C. – orgão anti-bioterrorista comandado por Morgan Landsdale que foi em grande parte absorvido pela BSAA após o incidente em Terragrigia.

Veltro – organização terrorista que instaurou o caos em Terragrigia e que foi usada como bode expiatório por Morgan Landsdale para tentar trazer o FBC de volta as atividades.

Neo-Umbrella – uma nova empresa de fachada criada por Carla Radames para dar andamento em seu plano de vingança. A Neo-Umbrella tinha como objetivo infectar todo o planeta com o C-Vírus, mas foi impedida graças a ações da BSAA e de membros do governo Norte-Americano.

 

Galeria de Imagens

%d blogueiros gostam disto: