Perfil

Nome: Morgan Lansdale
Nascimento: desconhecido
Altura: desconhecida
Peso: desconhecido
Tipo Sanguíneo: desconhecido
Afiliações: FBC (2001-2005)
Status: Vivo

Morgan Lansdale foi o comissário e fundador da FBC (Federal Bioterrorism Commision). Detentor de autoridade absoluta, sempre teve atitudes vistas como opressivas, porém, autoritárias e firmes dentro da instiuição, fazendo com que nada nem ninguém se opusesse à ele. Sua inteligência, capacidade de liderança e força de vontade eram as virtudes das quais Morgan era conhecido.

O apelido Silver Fox (Raposa Prateada) foi lhe dado por causa de seus cabelos brancos e suas atitudes frias. Meticuloso ao extremo, Morgan Lansdale sempre foi de se preocupar até com problemas menores, um requesito que sempre o fez criar estratégias e planos nos mínimos detalhes.

A carreira de Morgan se iniciou na espionagem estrangeira, a serviço do Exército dos EUA ao longo de vários anos. Sem carisma e sempre de mau humor, Morgan não tinha muitos amigos ou admiradores, porém sempre obteve respeito de seus colegas de trabalho e até mesmo de seus superiores. Após anos de serviço militar, Morgan se aposentou  e tornou-se conselheiro da Federação das Indústrias Farmacêuticas.


O nascimento do FBC com rabo preso

2001 – 2004

No ano de 2001, Morgan apelou ao Congresso para medidas mais rígidas para combater o ascendente risco de bioterrorismo, além de solicitar uma jurisdição de uma agência especializada para combater e prevenir os ataques. Em resposta, o Congresso aprovou a Lei Nacional da Defesa Biológica e estabeleceu a FBC (Comissão Federal de Bioterrorismo).

Morgan foi eleito como diretor nacional de defesa biológica comunitária do conselho de segurança nacional e comissário da FBC, e após se estabelecer nesses cargos, ele se tornou um indivíduo de grande importância na saúde pública internacional e na defesa contra o bioterrorismo.

Atendendo um pedido da empresa farmacêutica Tricell, Morgan forneceu ilegalmente três navios de cruzeiro apreendidos, que eram propriedade da falida Umbrella Corporation, para uma equipe de estudos com a finalidade de analisar o vírus Abyss e desenvolver uma nova arma biológica.

No entanto, as motivações de Morgam se desviaram das da Tricell e ele tomou o T-Abyss para si mesmo, a fim de causar uma pandemia, para que ele fosse o homem que exibiria totalmente a ameaça do bioterrorismo para o mundo e depois do pânico, daria a equipe de pesquisa dados suficientes para desenvolver uma vacina, para que ele fosse o herói da história.

Acreditando na nobreza desses atos, Morgan achava que isso tudo seria para um bem maior, apesar das mortes de inocentes provocadas por tais atos, Morgan entrou em contato com Jack Norman, líder do grupo terrorista Veltro e sugeriu que eles atacassem a cidade flutuante Terragrigia.

Para tal feito, ele lhes forneceu oito amostras do vírus T-Abyss, um avião UAV para dispersar o vírus, diversos Hunters e liberou o uso do Queen Zenobia e seus outros dois navios irmãos como base dessas operações, e assim como o contato com a Tricell, isso tudo ficou por debaixo dos panos.

A razão por trás do ataque em Terragrigia foi por causa do acordo com as condições estipulados no tratado da governaça da cidade, que estipulava o acordo que liberava os serviços da FBC apenas durante um ataque bioterrorista. Ou seja, Morgan ajudou a causar o ataque justamente para que a FBC pudesse intervir e ele pudesse “mostrar serviço”.

Durante o ataque, Morgan aproveitou para colher dados sobre a mutação do T-Abyss e após três semana, ele decidiu usar o “Regia Solis”, o satélite solar que abastecia as energias do município, para destruir a cidade permanetemente e acabar com a infecção.

Pouco antes da evacuação da FBC, Morgan garantiu que provas sobre o vazamento do T-Abyss a partir do Queen Zenobia e seus navios irmãos, viessem a público, a fim de culpar e acabar com a Veltro. Norman, líder do grupo bioterrorista, então o ameaçou dizendo que divulgaria gravações suas onde o mesmo interagia com a Veltro e combinava o ataque, porém o naufrágio do Queen Dido, um dos navios, impediu que Jack Norman, fosse encontrado e pudesse entregar Morgan, que acreditava que o líder estava morto.

Seu plano foi bem sucedido, o ataque foi realizado, a II Veltro destruída, Terragrigia erradicada, e a FBC assumiu o controle completo, tornando Morgan conhecido em todo o mundo por conter o ataque em Terragrigia. Mas apesar de tudo acontecer como Morgan queria, ele foi pressionado por autoridades Européias a permitir que Clive R. O’Brian da BSAA o apoiasse no controle do ataque. No entanto, a BSAA foi ignorada.

Após o incidente, Morgan ordenou a Jessica Sherawat se transfirir para a BSAA e trabalhasse como sua espiã e informante.

Quando tudo se acalmou, Morgan enviou uma equipe de pesquisa para o Queen Zenobia, no intuito de observar o T-Abyss em um ambiente controlado, e desenvolver uma vacina. Em seguida, declarou publicamente o fim da Veltro, afirmando que a operação no esconderijo do grupo (Queen Zenobia) constatou o fim deles.

Tais conquistas lhe renderam a confiança mundial e respeito de diversos países. Morgan conseguiu tudo o que queria.

O incidente no Queen Zenobia

2005

Após um período de pesquisas, a equipe de estudos do T-Abyss finalmente conseguiu desenvolver uma vacina para o vírus com sucesso. Porém ao ser informado, Morgan aparentou uma felicidade atípica, e assim que os relatórios da pesquisa lhe foram entregues, ele trancou as portas do laboratório do Queen Zenobia e liberou armas biológicas para assassinar toda a equipe de estudos e acabar com a última prova que pudesse ligá-lo com o Pânico em Terragrigia.

Em um certo momento Morgan, percebeu que O’Brian e o agente da FBC, Raymond Vester, estavam o investigando. Pouco tempo depois, misteriosos cadáveres de armas bio-orgânicas foram encontradas na costa de uma cidade costeira próxima a Terragrigia.

A fim de saber a origem do mesmo, Morgan suspeitou do afundado navio Queen Dido, e ordenou o isolamento da área e que uma equipe fosse ao navio para saber o que aconteceu lá. Pouco tempo após, toda a equipe desapareceu, o que forçou as suspeitas de O’Brian sobre o envolvimento de Morgan no Pânico de Terragrigia.

Assustado, após a informação com motivos suficientes do envolvimento da Veltro no aparecimento das B.O.W.s na praia, e a localização do esconderijo vazar, Morgan ordenou o uso do Regia Solis para destruir o Queen Zenobia e o Queen Semiramis, e em caso de fracasso, deu ordens para Jessica Sherawat ativar os sistemas de autodestruição do navio, em caso de fracasso.

Enquanto a BSAA investigava o navio por intermédio de Jill Valentine e Parker Luciani, Morgan providenciou que eles vivenciassem os piores pesadelos através de B.O.W.s que ele liberou novamente.

Após a descoberta do laboratório no Queen Zenobia, pela BSAA, Morgan apareceu para Jill e Chris Redfield em um monitor, e tentou matá-los liberando outras armas biológicas. Quando esse ato foi inútil, ele deixou tudo nas mão de Jessica, que ativou a autodestruição do navio.

Achando que seus planos estavam correndo sob a mais perfeita ordem, Morgan ordenou a invasão da sede da BSAA e a prisão de O’Brian sob a suspeita de colaborar com a Veltro. Mas isso foi impedido por Jill e Chris, que para Morgan haviam morrido na explosão do Queen Zenobia.

Felizmente ele estava enganado. Após de descobrirem que Morgan Lansdale estava envolvido em toda essa conspiração, Jill e Chris adentraram o naufragado Queen Dido, onde encontraram Jack Norman vivo e provas do envolvimento de Norman com a Veltro e no Pânico de Terragrigia.

Provas que foram transmitidas a tempo de O’Brian ser inocentado, e que expuseram as verdadeiras intenções maléficas de Morgan Lansdale que foi preso em seguido por O’Brian e levados pelos próprios agentes da FBC. A Tricell, por sua vez, cortou laços com Morgan e se recusou a usar suas conexões políticas para impedir sua acusação ou aliviar a sua sentença.


Aparições

  • Morgan apareceu unicamente em Resident Evil: Revelations (2012), mas não pense que o vilão nunca mais aparecerá em alguma game da franquia, já que o próprio jurou que um dia voltaria.[/toggle]

Atores e Dubladores

Resident Evil: Revelations
– Michael Sorich (voz)

%d blogueiros gostam disto: