Falta menos de um mês para finalmente jogarmos Resident Evil Revelations 2, o mais novo capítulo da série. Já sabemos boa parte dos elementos envolvidos na trama e no gameplay, mas um elemento em particular ainda permanece em mistério e intriga a muitos: quem é a vilã do jogo e quais as razões para suas ações? Vamos rever todos os fatos e pensar nas possibilidades mais provável neste novo artigo.

Evidências Concretas

A Bruna fez uma análise prévia de quem seriam os principais suspeitos, mas na época não tinhamos tantas informações e não percebemos detalhes que agora nos levam a crer quem seriam de fato as escolhas mais prováveis. A única “aparição” propriemante dita da vilã é por voz durante um dos vídeos do gameplay, quando Claire Redfield e Moira Burton buscam uma saída da prisão da ilha e escutam uma voz através do sistema de comunicação. Assista ao vídeo abaixo, o melhor que encontrei contendo apenas o diálogo entre ela e as protagonistas.

????: Temam o que irão se tornar e tornem-se o que temem.
Moira: O quê? Quem diabos está citando poesia?
????: Estão com medo? Podem me dizer. Falem comigo.
Moira: Do que está falando?
????: Estes braceletes mudam de cor em resposta ao medo.
Claire: E quem exatamente é você?
????: Tanto sofrimento… vocês ainda nem fazem ideia do que devem ter medo.

O produtor Michiteru Okabe concedeu entrevista à GameInformer de outubro de 2014, e deixou diversas dicas sobre quem poderia ser. Vamos relembrar?

Você não reconhecerá esta personagem apenas pela voz, mas é uma personagem conhecida muito importante no universo de Resident Evil. Mas você tem de ser um fã de base para saber quem é. Realmente hardcore.

E por último, mas não menos importante: o teaser trailer.

Em entrevista à Famitsu na época do anúncio, Okabe, juntamente com o diretor Yasuhiro Anpo e o produtor da série Masachika Kawata, afirmaram que o vídeo acima é uma representação da vida real de todos os conceitos que estarão presentes em Resident Evil Revelations 2. O vídeo é repleto de easter eggs, mas também contém diversos spoilers, tanto que Kawata-san temia que jogadores descobrissem os mistérios antes da hora.

Um deles é a presença de Barry Burton, Moira Burton, Natalia Korda e Claire Redfield no vídeo, mas há outra que chama extremamente a atenção, que é justamente a imagem da capa: a mulher loira de óculos escuros, segurando a taça de vinho. Ela fica abaixo de dois relógios, que representam os cenários de Claire e Barry. Notem que ela não possui um bracelete. Notem que ela não “aparece” uma segunda vez após a mudança de cenário para a prisão.

Ela é a última pessoa relevante a aparecer antes da mudança para a prisão e a cor dos braceletes. Seria ela a nossa vilã misteriosa? Essas são as evidências mais concretas que temos hoje, que deram origem a um monte de teorias boas e teorias mais improváveis. A seguir, vamos ver quem poderemos desconsiderar.

Suspeitos Improváveis/Descartados

Lisa Trevor (Resident Evil)

Por incrível que pareça, uma pequena parcela de fãs chegou a cogitar que Lisa Trevor seria a vilã do jogo. Isso é impossível pelas seguintes razões:

  • Lisa sofreu tantas mutações que dificilmente ela conseguiria reverter à forma humana, mesmo se quisesse ou houvesse cura.
  • A mansão de Spencer nas Arklay Mountains foi completamente destruída pela explosão do laboratório.
  • E mesmo que Lisa tivesse sobrevivido à explosão do laboratório, é muito difícil que ela tivesse sobrevivido aos mísseis que limparam Raccoon City do mapa.
  • Ela não encaixa na descrição fornecida por Okabe, por mais que ela tivesse um “motivo” de vingança contra os S.T.A.R.S.
  • Lisa não sabe quem é Claire Redfield.

Entre muitos outros argumentos, a não ser que a Capcom invente uma história maluca para tornar isso uma realidade, é muito pouco provável que a vilã seja Lisa.

Anette Birkin (Resident Evil 2)

Resident Evil Revelations 2 Villain Anette
Anette foi um nome citado por muitos fãs por conta do diálogo entre Claire, Moira e a voz misteriosa. Muitos cogitam que ela quer se vingar de Claire, fora que Anette é uma cientista e poderia muito bem criar um novo vírus. Porém, fica difícil dar suporte a esta teoria uma vez que ela morre em todos os cenários de Resident Evil 2 (todos são canônicos, independente da ordem, segundo a Capcom).

E não faz sentido Anette, se estivesse viva, buscar vingança, uma vez que Claire foi a principal responsável por salvar sua filha Sherry da mutação iniciada pelo G-Virus. Fora que Sherry que acabou caindo nas mãos do governo norte-americano após os eventos em Raccoon City e isso estava fora do controle de Claire. Por último, Okabe mesmo citou “você não vai reconhecer a vilã apenas pela voz”, implicando que é uma pessoa que nunca apareceu diretamente nos games.

Alexia Ashford (Resident Evil Code: Veronica)

Resident Evil Revelations 2 Villain Alexia Ashford
Alexia Ashford também é um nome bem cotado entre os fãs, especialmente pelo rumor que rolou sobre um título chamado Resident Evil Enhanced Veronica, que provavelmente não passa de um rumor mal elaborado. Alexia se encaixaria perfeitamente no perfil, porque ela tem motivos de sobra para se vingar de Claire Redfield, em especial por conta dos eventos ocorridos em Resident Evil Code: Veronica.

Claire, junto com Steve Burnside, matou seu irmão Alfred Ashford. Com a chegada de Chris Redfield, puseram um fim a todos os seus planos de contaminação da Terra com o T-Veronica. Alexia – por ser de origem nobre – também teria meios financeiros para conduzir a pesquisa de um novo vírus e contratar um exército para sequestrar o pessoal da TerraSave. Para complementar, o T-Veronica é o único vírus que permite com que o hospedeiro volte a assumir sua forma humana (Steve e Alexia são prova disso).

O problema é que ela foi desintegrada por Chris Redfield ao final do jogo com a Linear Launcher, e logo depois a base de operações da Umbrella na Antártida foi apagada pela explosão, tornando sua sobrevivência improvável. Outro ponto importante a notar: Alexia tinha sotaque de inglês britânico e não encaixa na descrição fornecida pelo produtor. Caso a Tricell de fato esteja envolvida na emboscada contra a TerraSave, qual seria a conexão de Alexia nisso tudo?

Excella Gionne (Resident Evil 5)

Resident Evil Revelations 2 Villain Excella Gionne
Excella era diretora da divisão africana da Tricell e trabalhava junto a Albert Wesker no desenvolvimento do vírus Uroboros. Bem sucedidos, ela garante sua posição dentro da gigante farmacêutica e buscava ser a “rainha” do “novo mundo” que Wesker desejava criar. Eventualmente, ela vira um monstro pelas mãos de Wesker em Resident Evil 5 e é dizimada por um satélite durante um confronto contra Chris Redfield e Sheva Alomar em alto mar.

Candidata provável pelo seu envolvimento com a Tricell, e o fato de ser de origem nobre, Excella também ter meios de conduzir as pesquisas de um novo vírus. Em teoria, teria motivos para se vingar de Chris ao capturar Claire, assim como a Umbrella o fez em 1998, dando origem aos eventos de Code: Veronica. O problema é que não podemos nem considerar Excella como opção, por conta de ter sido morta em RE5 e não há nada que indique o contrário. Para matar de vez, Resident Evil 5 se passa em 2009.

Jessica Sherawat (Resident Evil: Revelations)

Resident Evil Revelations 2 Villain Jessica
Jessica é constantemente citada por fãs e em forums relacionados como uma provável candidata à vilã de Resident Evil Revelations 2, em especial pelo final de seu antecessor. Vamos entender o motivo e o porquê ela não pode ser a vilã principal. Cuidado, pois o texto a seguir contém spoilers sobre Revelations 1.

[SPOILER]

Ao final de Resident Evil Revelations, descobrimos que Jessica e Raymond Vester eram agentes triplos que trabalhavam para a TRICELL, citada na abertura de Revelations 2 por Claire Redfield, que também menciona um novo vírus. Isso, aliado ao epílogo de REV1, no qual Raymond entrega uma amostra do vírus T-Abyss para Jessica, levaram a crer que ela estaria por trás dos eventos em REV 2.

Porém, foi confirmado por Okabe em uma entrevista à 4Gamer que REV2 não terá qualquer conexão com seu antecessor, e podemos prontamente decartar Jessica como uma possibilidade, especialmente se a vilã for a mulher vestida de branco, pois são diferentes uma da outra.

Carla Radames (Resident Evil 6)

Resident Evil Revelations 2 Villain Carla Radames
Por sua natureza sádica e o fato de ser parecida com a moça loira vista no trailer, uma parcela dos fãs cogitou que a real vilã seria Carla Radames, de Resident Evil 6. Um fato que suporta isso fora a aparência física, seria a semelhança da voz da vilã com a de Radames.

Resident Evil Revelations 2 se passa em 2011, entre os eventos de Resident Evil 5 e Resident Evil 6, porém, é muito pouco provável que seja Carla; primeiro, porque ela já é uma personagem conhecida e você não precisa necessariamente ser um fã hardcore extremo para não saber ao menos quem é; segundo, porque sua aparência física já era idêntica a de Ada Wong nessa época e terceiro; o C-Virus não tem as propriedades vistas nos Afflicted, Revenants e outros monstros do jogo exibidos até agora.

E por último: o que ela teria contra Claire e TerraSave? Seu desejo de vingança era contra Derek Simmons, da Família.

Possíveis Suspeitos

OK, agora que analisamos os vilões já conhecidos, procurei fazer uma pesquisa e discuti com a equipe do REVIL quais personagens ainda não fizeram uma aparição propriamente dita em um jogo da série, mas poderiam se encaixar no perfil. Existem três suspeitos até agora: Alex Wesker, Christine Henry e Jenny K. Vamos analisar o que sabemos sobre cada uma dessas mulheres.

Alex Wesker

Resident Evil Revelations 2 Villain Alex Wesker
Alex Wesker, na verdade, não tem um sexo definido, apesar de muitos considerarem que seja do sexo masculino. Alex é um nome unissex, podendo ser tanto de um homem, quanto de uma mulher. Mas quem é esse personagem? Alex Wesker foi citado pela primeira vez em Resident Evil 5, em um arquivo contendo as memórias de Ozwell E. Spencer, sendo um membro integrante dos treze candidatos do Projeto W, um programa da Umbrella Corporation para criar uma raça superior de seres humanos.

Segundo o próprio Spencer, morto por Albert Wesker em Resident Evil 5, Alex era um de seus pupilos mais leais e o mais inteligente de todos. Spencer contava e proveu meios para que Alex aperfeiçoasse o vírus progenitor para ajudar a criar uma fórmula da imortalidade e cessar o envelhecimento de seu benfeitor. Que meios são esses? Veja a seguir trecho traduzido da segunda parte das memórias de Spencer:

Dei a Alex subordinados e um centro de pesquisas. O capital necessário, equipamento, materiais de pesquisa e indivíduos para testar. A única coisa insuficiente é tempo.

O centro de pesquisas que escolhi é uma certa ilha solitária flutuando nos mares do sul. Foi no passado uma instalação militar de um certo país, mas foi abandonada há muito tempo. Com os pesquisadores, equipamento e centenas de indivíduos para testes, Alex foi para lá.

Esperei por boas notícias.
Entretando, um mês depois, recebi um único telefonema solicitando mais indivíduos para testes.
O subalterno explicou que eles testaram todos os indivíduos em apenas um mês.

Alex disse: “espero que fique satisfeito em saber que o experimento vai bem.”

Decidi esperar mais.

Agora, mais evidências, traduzidas da terceira parte das memórias de Spencer:

Um ano se passou desde o início dos experimentos. Boas notícias ainda estão a chegar.

Enviei mais de mil cobaias para a ilha.

Alex administra o vírus aperfeiçoado nas cobaias aleatoriamente.
Não há tempo a perder para validar o vírus aperfeiçoado. Uma perspectiva provável é que o vírus é administrado para observar seu progresso.
As ações de Alex são plausíveis.

A derrocada de Spencer, evidenciada na quarta e última parte de suas memórias, revela que Alex Wesker – apesar de ter aperfeiçoado o vírus com sucesso – simplesmente desapareceu, juntamente com tudo o que Spencer proveu a ele. Desde então, não houve mais notícias, logo é correto deduzir que Alex Wesker não está morto(a). O problema com Alex é que:

  1. Não sabemos se é de fato uma mulher.
  2. Não sabemos se existe alguma conexão entre Alex e a Tricell.
  3. Não sabemos se Alex teria algum motivo para se vingar de Claire Redfield, ou indiretamente Chris Redfield e Barry Burton, ao capturar Claire e Moira.
  4. Alex teria acesso ao vírus progenitor de alguma forma, mas qual, se ele teoricamente não tinha conhecimento da existência do laboratório da África?

Voltemos agora à moça vestida de branco que aparece no vídeo, notamos as seguintes características:

  1. A moça de branco não usa bracelete.
  2. Ela usa óculos escuros, similar a Albert Wesker. Caso seja de fato Alex, e todos tiverem o mesmo vírus, pode ser algo para ocultar sua característica diferencial (as pupilas).
  3. Ela veste branco, o que é um contraponto a Albert, que veste preto.
  4. Ela está segurando uma taça de vinho, o que pode indicar alguém de alta posição social e recursos financeiros.

As evidências chamam a atenção, porém, não podemos afirmar que seja Alex com 100% de certeza.

Christine Henry

Resident Evil Revelations 2 Villain Christine Henry

Quem seria o vulto que está atrás das grades? Uma mulher? Segurando o quê?

Provavelmente vocês nunca ouviram falar de Christine Henry. E não é pra menos, uma vez que ela só é mencionada em um EX File de Resident Evil 2 para Nintendo 64, e no arquivo do perfil de HUNK em Darkside Chronicles. Quem é essa Christine? Ela era uma das altas executivas da Umbrella e ex-diretora dos laboratórios localizados na França. Além disso, é Condessa e herdeira da até então prestigiosa família Henry, que serviu aos propósitos da Umbrella por gerações, sendo dona de um castelo no sul da França.

Henri é descrita como uma pessoa maléfica e impiedosa. Qual a ligação dela com HUNK? Ela simplesmente foi a pessoa que deu ordens ao agente e à equipe da U.S.S (Umbrella Secret Service) para se infiltrarem no laboratório de Raccoon City e coletar amostras do G-Virus, teoricamente em posse do finado William Birkin. E foi enfática para usar quaisquer meios necessários para tal.

Como todos nós estamos cansados de saber, HUNK foi bem sucedido. Nada mais foi dito sobre Henry desde então. Mas há alguns fatos que podem reforçar a possibilidade de Christine ser a vilã:

  1. Ela se encaixa perfeitamente na descrição de Okabe.
  2. Ela era envolvida na pesquisa de armas biológicas, em teoria teve o G-Virus em suas mãos, e também teria os recursos necessários para continuar a conduzir experimentos.
  3. Ela pode estar fazendo isso por vingança: lembrem-se que Claire invadiu o laboratório de Paris em busca de Chris em Code: Veronica, e fez um estrago fenomenal. Lembrem que na abertura do jogo, os soldados falam especificamente o nome de Claire.
  4. Os S.T.A.R.S, Claire e Leon, indiretamente ou diretamente foram responsáveis pela queda da Umbrella, fora Albert Wesker, que forneceu as evidências concretas.
  5. No áudio-drama Biohazard 2 Drama Album – The Female Spy Ada Lives, apesar de não ser canônico, Christine Henry se comunica com os personagens através de um rádio antes de se revelar.
  6. Na história de Kafka, “A Colônia Penal”, a prisão fica numa ilha francesa. Henry é de origem francesa.
  7. Em uma arte conceitual do jogo, mais especificamente da ilha, é possível notar a prisão, o torre de comunicação e uma estrutura peculiar que parece um castelo.

Resident Evil Revelations 2 Concept Art Island
O grande problema é, teria Henry conhecimento sobre as pesquisas de Spencer após sua morte e sobre vírus progenitor? Qual sua ligação com a Tricell? Okabe deixou bem claro em entrevistas que Resident Evil Revelations 2 não trata tanto do combate contra grandes corporações. A questão é mais pessoal, o que pode reforçar a ideia de vingança, tornando Henry uma das principais suspeitas.

Jenny K.

Resident Evil Revelations 2 Villain Jenny K

Ainda não se convenceu que é uma pessoa ali atrás das grades observando tudo?

Eis a nossa última suspeita: Jenny K. Mas quem seria essa pessoa? Jenny é mencionada em um único arquivo em Resident Evil 5, o Spencer’s Notebook. Nele, Spencer descreve que a queda da Umbrella não iria afetar sua busca, uma vez que a empresa era apenas um meio para um fim: a pesquisa do vírus progenitor. Mesmo com a dissolução da corporação, Spencer criou formas de proteger seu legado.

A primeira era apagar todos os registros do complexo na África dos computadores da Umbrella. Com isso, restou apenas fazer a queima de arquivo – leia-se, matar – de todos os funcionários e executivos que tivessem conhecimento de sua existência. Veja a lista completa que estava no arquivo (notem a ausência dos nomes de Alex e Christine):

○ Level 10

  • Oswell S. (Morto)
  • Henning P. (Morta)
  • Masaki T. (Morto)
  • Jenny K. (Paradeiro desconhecido)
  • Carlos M. (Paradeiro descoberto → eliminado após obter a informação)

○ Level 9

  • Brandon B. (Morto)
  • Frank E. (Morto)
  • Isabella C. (Morta)
  • Greg A. (Morto)
  • Lee D. (Morto)
  • Michael K. (Morto)
  • Ethan W. (Morto)

Por que essas pessoas eram uma ameaça à Spencer? Simples, porque elas eram envolvidas no estudo da planta Stairway of The Sun, produtora natural do vírus progenitor. Caso o segredo fosse descoberto, seu sonho de se tornar um Deus e líder da nova raça de humanos superiores estaria ameaçado. Dessa maneira, Spencer poderia esperar a poeira baixar e recomeçar quando fosse oportuno. Após ser assassinado por Albert Wesker, a Tricell tomou o território e continou a pesquisa do legado deixado pela Umbrella. Abaixo, note que a planta também está presente no teaser de Revelations 2.
Resident Evil Revelations 2 Stairway To The Sun
Alguém pode ter retomado essa pesquisa, ou teve acesso aos dados da Tricell sobre o Uroboros. Por quê? Se assistiu aos vídeos mais recentes de gameplay, verá que no confronto entre Barry Burton e um Revenant, a criatura exibiu características similares a organismos transformados pelas mutações do Uroboros. Assista o vídeo abaixo a partir dos 9 minutos e confiram com seus próprios olhos:

O grande mistério por trás de Jenny K seria seu sobrenome. K seria de Korda? Natalia Korda seria sua filha? Se a vilã for de fato Jenny, por que ela usaria a própria filha como cobaia? A própria Natalia afirma que não tem pais. Ou será que ela nunca conheceu sua mãe por que esteve foragida de Spencer todo esse tempo?

Outro ponto a notar: Korda é um sobrenome de origem germânica, mas também é usado em nomes russos. Os arquivos que Barry encontra durante seu gameplay estão todos escritos em russo. E por fim, há uma evidência muito importante encontrada em postêres nas paredes da prisão. Que também estão escritos em russo.
Resident Evil Revelations 2 Villain Evidence
Será que a moça na foto é a vilã? Ou a representação de Natália como um ser evoluído que vai liderar uma nova raça de seres humanos? Ainda não temos as respostas para essas perguntas, mas se for essa filosofia, isso remete de volta à Alex Wesker, porém, não podemos descartar Jenny K como sendo uma possibilidade. Notem também que a torre é a mesma que vemos na imagem conceitual da ilha e com certeza será uma localidade a ser explorada no jogo.

Jenny K também se encaixa no perfil de vilã descrito por Okabe. Mesmo sendo a menos provável das três, o fato de K poder significar Korda implica em muitas coisas que tornam difícil de ignorar essa personagem, especialmente na condição que Natalia se encontra.

E vocês leitores? Quais são suas suspeitas? Teriam alguma evidência que reforce essas teorias? Não deixem de comentar!

Deixo meus agradecimentos à toda equipe do REVIL por me ajudarem nesse artigo, em especial a Bruna, Ciro, Steven e Juninho.

Leia Também

Referências

%d blogueiros gostam disto: