Em entrevista cedida ao site Collider, Hiroyuki Kobayashi, produtor dos filmes de Resident Evil por parte da Capcom, falou sobre o reboot que a série passará nos cinemas em breve.

Kobayashi atua como produtor executivo tanto dos longas de animação quanto dos em live-action e também está envolvido com o reboot. Segundo o próprio, seu papel é “garantir que o mundo dos jogos seja retratado nos filmes”.

O processo de renovação do universo cinematográfico de Resident Evil ainda está em fases muito precoces, segundo o produtor executivo: “Nada foi decidido ainda. Não há script, história, diretor ou elenco”. 

Notícias anteriores apontam que o produtor do reboot será James Wan, responsável por filmes como “Sobrenatural”, “Invocação do Mal”, “Annabelle” e “Aquaman”. O diretor seria o iniciante Greg Russo, que trabalha atualmente com Wan no roteiro de um novo filme de Mortal Kombat.

O desejo da produção, pelo menos por parte da Capcom, é criar um universo separado do que foi criado por Paul WS Anderson e Milla Jovovich – ou seja, não haverá uma continuidade na história de Alice, concluída em Resident Evil 6 O Capítulo Final.

Apesar da independência do universo estabelecido nos filmes anteriores, Kobayashi gosta da ideia de ver um reboot seguindo o caminho da ação: “Pessoalmente, gosto da direção de Paul WS Anderson. Eu gostaria de ver mais ação”.

A escolha de James Wan como produtor foi um sinal de que o reboot poderia seguir uma linha mais próxima do terror. No entanto, os trabalhos mais recentes do produtor incluem longas de ação também, como “Aquaman” e “Velozes e Furiosos 7”.

Apesar das declarações de Kobayashi, é difícil dizer qual será o estilo dos filmes de Resident Evil após o reboot. Outras empresas estão envolvidas no projeto, como a Screen Gems e a Constantin Film.

  • Marcos

    Corrija esse título:
    ”Hiroyuki Kobayashi deseja que reboot dos filmes de Resident Evil mantenha a ação.”

    Porque, eu já ia descer a lenha na Capcom, mas como é apenas o ”fã” de shooter falando …

    ”Corrija esse título” é zoeira.

    • Hugo

      Passo.

    • Bruna Mattos

      Vc tá confundindo o Kobayashi com o Kawata 😛

      • Marcos

        Poxa vida, sério ? São dois e não um, socorro. D=

        • Hunk

          Depois de ter pesquisado os dois rapidamente só pra lembrar como que são os rostos eu fiquei em dúvida. Acho que de vez em quando o Kawata só coloca um disfarce e troca pro seu alter ego.

  • Guilherme Rodrigues

    Então que fique apenas no desejo do Kobayashi. Seria decepcionante quererem direcionar o reboot no mesmo caminho que foi a podridão feita pelo Paul Anderson.

  • Eduardo Andrade

    só o que me faltava
    só falta agora arrumarem outra mulher pra fazer toda esta desgraça de que foi os filmes.
    tem que ser de terror, em uma MANSÃO com o clima do primeiro
    no segundo na delegacia de policia e no terceiro na cidade…
    se seguir a linha dos games vai ser perfeito…

  • Maester Alex

    – Nada na E3.
    – Não vão usar os dubladores já conhecidos no Remake pra baratear custos.
    – Querer que o reboot siga o estilo dos filmes do Anderson.

    Parabéns Capecão, essa semana você está decidida em me decepcionar!

    • Sokholov

      As ações da Capcom parece até as galhofas da nossa porca política brasileira:
      Da uma volta no quarteirão e retorna para o exato mesmo ponto de partida.
      Será que a Capcom acha que somos retardados mentais depois de tantos anos fornecendo cash a empresa? Sim ou com certeza?

  • João Igor

    Porra desanimei com esse reboot vsf

  • Bruno Ferreira

    Nossa, faz um reboot na Capcom e sua equipe porque nunca vi uma empresa pra produzir exatamente o contrário do que os fãs querem, só tomam decisões erradas que poderiam ser evitadas lendo qualquer fórum pela internet

    • Danny Martins

      Quase ninguém cutuca essa ferida, mas reza a lenda que o próprio RE6(que é o mais odiado da franquia que eu vejo por aqui) foi feito com base nos pedidos e sugestões dos fãs.

  • JuanEvil

    Minha reação ao ler isso:
    https://m.youtube.com/watch?v=ibejHcza12E

  • Sokholov

    “O diretor seria o INICIANTE Greg Russo, que trabalha atualmente com Wan no roteiro de um novo filme de Mortal Kombat.”

    “Kobayashi gosta da ideia de ver um reboot seguindo o caminho da ação: “PESSOALMENTE, GOSTO DA DIREÇÃO DO PAUL WS ANDERSON. EU GOSTARIA DE VER MAIS AÇÃO”.”

    Legal, já fu*** com meu final de semana, chega de internet por hoje…

  • Mercenary Nemesis

    Falou o nome desse produtor eu ja sei que vem bomba…

  • LuisBarrage .

    Porra Capcom
    Vai fazer os joguinho e não vem introsar nos filmes. Já sofremos por mais de 15 anos com os filmes patéticos do Paul e da Milla com as grandes cenas de ação totalmente cópias de Matrix.

  • eliton

    Ja acabou com as espectativas

  • Luis Felipe Soares

    Bem, eu preferia que fosse terror, mas… É lógico, pois filmes de ação rendem mais.
    Quero então que pelo menos seja algo mais fiel.

  • Max

    Resident Evil infelizmente é uma franquia que vem sofrendo com uma série crise de identidade por vários anos.

  • Max

    “Kobayashi gosta da ideia de ver um reboot seguindo o caminho da ação: “Pessoalmente, gosto da direção de Paul WS Anderson. Eu gostaria de ver mais ação”.”

    https://uploads.disquscdn.com/images/2d9a9862494e0d8914c7d71f9c72ce66307339f5ade768694cc730b295956a9a.gif

  • Max

    Minha sincera opinião sobre filmes de Resident Evil, preferia que apenas fizessem filmes em animação e não fizessem outro live action tão cedo.

    • mas o foda e que nem as animações tão la grande coisa assim…. o degeneration e o melhor o damnation ja e bem mais ação desenfreada e o vendetta parece que vai ser um re6 da vida não sabe o que e afinal o chris e o gleen ficao brincado de roda-roda trocando tiros

      • Max

        Com o passar dos anos transformaram os personagens clássicos da franquia em praticamente super-heróis, até o RE Degeneration tem os seus momentos de ação desenfreada com o Leon, a única forma disso mudar seria se caso fizessem um reboot dos jogos da série mais focado no survivor horrror tornando os personagens mais humanos, mas isso seria como apagar todo o passado dos personagens e os acontecimentos dos jogos originais da franquia, seria uma faca de dois gumes. Mesmo com a ação exagerada, os filmes em animação pelo menos possuem ligações com os jogos, além de que o protagonismo dos personagens dos jogos é respeitado, diferente dos filmes live action do Paul Anderson.

  • vanderlei rosario

    Sem Alice (que nem existe e o maridão inventou por causa da Milla) e principalmente sem ZUMBIS MARATONISTAS…o resto eu até encaro.

    • Danny Martins

      Amém

  • Fanboy Maldito

    tá certo o mito, tem que ter ação mesmo. ninguém quer ver um filme pra ver personagem correndo atrás de chavinha pra abrir porta.

  • Danny Martins

    Vo no comentário do Vanderlei, não tendo Alice e sendo mais fiél aos jogos, a ação dá pra engolir sem fazer cara feia. Até porque eu particularmente nunca vi o elemento ação em RE como um defeito.

  • Daniel

    Capcom, já basta cagar no Chris, Cagar na dublagem do remake do RE2…vão querer cagar no Reboot dos filmes?
    Chega vai.

  • Rodrigo Zika!

    Pra mim RE nunca foi terrorzão, então ter ação faz parte, desde que os personagens tenham a importância que tem nos jogos.

  • Thiago Gonçalves

    Totalmente compreensível, o importante é ela não ser espalhafatosa todo o tempo (pode até ser em algum clímax) e ser bem dosada com o terror, assim as coisas pelo menos ficam um pouco reais e impactantes, é claro que tudo dependerá de como ela será conduzida.

%d blogueiros gostam disto: