David Vaughn, o novo dublador de Chris Redfield, contou algumas novidades sobre a aguardada DLC de Resident Evil 7, Not a Hero, em uma entrevista para o canal Residence of Evil.

Chris Redfield mudou bastante em Resident Evil 7. As alteações não ficaram só na aparência, mas também na voz do personagem. David Vaughn é o novo dublador de Chris, depois das atuações de Roger Craig Smith em Resident Evil 5, 6 e Revelations. O ator contou detalhes não somente sobre Chris em si, mas sobre o conteúdo da DLC.

Você pode conferir a entrevista aqui (em inglês) e saber os principais detalhes a seguir:

Chris não é do tipo “emotivo”

No começo do desenvolvimento de Resident Evil 7, a Capcom quis fazer Chris um pouco mais emotivo e empático com as situações que encarava. David e o diretor de dublagem começaram a achar que o personagem estaria parecendo um “molenga” e tentaram convencer a Capcom de que Chris deveria ter uma imagem mais “durona”:

“Não podemos fazer um personagem assim [emotivo], ele é durão. Estamos chutando portas e traseiros. Chris é o tipo de cara que salva o dia”.

Chris é caladão, mas desbocado

Inicialmente, Chris teria bem mais falas e monólogos, mas as frases pareceram “soltas” e “fora de contexto” para o dublador e o diretor. Esses momentos foram trocados para falas mais curtas e que se encaixassem melhor nos contextos de Not a Hero.

David também contou que gravou falas com palvrões durante as seções de dublagem e que só trabalhou com o ator de Lucas e com outros de vozes adicionais de soldados, indicando que a DLC se resuma a estas interações.

O final da DLC mudou

Depois que a Capcom decidiu adiar o lançamento de Not a Hero, alguns planos para a DLC mudaram e, inclusive, David teve que retornar ao estúdio para gravar novas falas.

Segundo o dublador, a principal mudança teria sido no final do conteúdo, indicando que o atraso de Not a Hero não envolveu somente modificações de gameplay, mas de narrativa.

Chris é durão (oh, really?)

David contou, ainda, que esperava ver batalhas mais árduas na DLC, mas com Chris, isso não acontece. Ele é durão demais para esse tipo de esforço.

“Chris simplesmente chega e sai chutando bundas. Ninguém mexe com ele e nada é um verdadeiro desafio”.

O dublador também comentou que há uma batalha em específico na DLC que é bem diferente do que Chris está acostumado – nada de confrontos corpo a corpo, por exemplo.É provável que esta seja a luta contra Lucas, que deve ser o chefe final de Not a Hero. Considerando o padrão do vilão em Resident Evil 7, a DLC pode ter mais elementos de gameplay do que simplesmente atirar com armas pesadas em monstros.

Not a Hero chega gratuitamente para todos os jogadores de Resident Evil 7 em 12 de dezembro.

%d blogueiros gostam disto: