Uma segunda parte em vídeo da mesa redonda envolvendo o time que participou do desenvolvimento do novo Resident Evil 2 foi disponibilizada pela Capcom. O conteúdo traz pequenos detalhes do processo criativo do jogo. Por meio de uma brincadeira envolvendo cartas e tópicos, os funcionários da companhia responderam alguns questionamentos sobre o trabalho de cada um deles.

Houve um cuidado especial com o áudio de RE2, explorando a tridimensionalidade – medindo a direção do som, a distância e a dispersão nas áreas dos cenários (é possível notar mais detalhes jogando com fone de ouvido). Os áudios dos inimigos e a reação dos personagens também demandaram uma análise profunda. Já sobre os cenários, o desafio foi levar mais realidade a partes como a Delegacia de Polícia de Raccoon e o laboratório com gráficos atuais – inclusive, com a nova versão Ivy.

Em Resident Evil 2, fãs podem não notar, mas existem pequenos detalhes que ajudam a tornar a experiência real – na medida do possível. É o caso das bolhas que os personagens provocam ao perambular no esgoto. Em relação ao clássico, a trilha final da releitura foi criada para remeter à nostalgia de 1998. Os Easter Eggs também foram intencionais em algumas partes, como o WE DO IT (nós fazemos), frase utilizada no anúncio do desenvolvimento do novo RE2 por Yoshiaki Hirabyashi – tem até um WE DID IT (nós fizemos). A foto da lanchonete em que Claire Redfield aparece no clássico também existe em uma publicação presente na releitura e o “namorado” de Jill Valentine virou um cachorro por que todo mundo gosta de cães.

O design do Tyrant mais no estilo militar também foi considerado até chegarem a versão final – estilo cidadão de Raccoon. Frases, discussões, cenas específicas como o beijo de Ada Wong e Leon S. Kennedy e como o policial se comporta ao ver o sofrimento de Robert Kendo foram escolhidas para aprofundar a experiência. Voltando aos cenários, o bonde faria movimentos entre as montanhas ao redor da cidade e o jogador conduziria um carro. O orfanato teria um inimigo ameaçador e, ao menos de forma conceitual, o jacaré perseguiria mais os personagens.

A visão em primeira pessoa também foi estudada, informação já dada pelos produtores em entrevistas anteriores. Sobre o modo de câmera, inicialmente, Resident Evil 2 teria dois ângulos de visão – uma mais clássica, fixa, e outra sobre o ombro (que foi empregada no lançamento final).

Confira o vídeo completo:

E vem mais por aí, viu? Hideki Kamiya, diretor da versão clássica de Resident Evil 2, fará uma participação na terceira parte dessa mesa redonda.

Resident Evil 2 pode ser adquirido nas melhores lojas para PlayStation 4/PS4 PRO, Xbox One/Xbox One X e PC (Steam). No país, somente as versões de consoles estão sendo distribuídas de forma física pela Warner Games Brasil, com direito à fabricação nacional. Usuários do PC podem fazer a compra de RE2 na Steam – adquira o seu código de ativação no Green Man Gaming.

%d blogueiros gostam disto: