O insider Dusk Golem divulgou mais informações sobre Not a Hero, a DLC gratuita de Resident Evil 7 protagonizada por Chris Redfield.

Golem já havia contado diversos detalhes exclusivos de Resident Evil 7 antes de o game ser lançado em janeiro e as informações trazidas por ele se provaram verdadeiras posteriormente.

O insider relatou no fórum do fansite Biohaze como seria “a primeira versão” de Not a Hero, que foi descartada pela Capcom por volta de março ou abril, quando a empresa decidiu adiar o lançamento da DLC. O motivo seria o descontentamento com a qualidade do produto final, que estava sendo produzido de forma terceirizada.

Golem não sabe o que foi mantido e o que foi descartado desta primeira versão de Not a Hero. Considere que as informações a seguir podem conter spoilers.

Na Not a Hero original, há uma cutscene em CG explicando o que é a New Umbrella (a Umbrella Azul). Ela é longa e Golem acredita que não deve ter sido descartada para a versão nova.

Originalmente a DLC teria outra UI e Chris usaria armas futurísticas desenvolvidas pela New Umbrella (como em Umbrella Corps), incluindo uma shotgun e uma armadura especial. Chris poderia se curar somente com esteroides [risos não intencionais aqui] e não usaria ervas. Ele também poderia usar golpes corpo a corpo como os de RE4, RE5 e RE6 para finalizar os Mofados – um soco se ainda estivessem de pé e um pisão (como de RE5) caso estivessem no chão.

Chris não confia nesta New Umbrella e os colegas de equipe dele são meio “babacas”.

Em um dos primeiros cenários da DLC, três parceiros do Chris são pegos em armadilhas do Lucas e ele precisa salvá-los em três “masmorras” criadas pelo filho dos Baker.

Durante a DLC seriam encontradas turretas indestrutíveis que pareciam ser feitas de sucata feitas pelo Lucas. Aparentemente o jogador poderia vê-las antes de serem ativadas mas não poderia destruí-las; provavelmente há alguma estratégia específica para passar por essa parte.

O jogador ganharia pontos por matar inimigos de formas especiais e testando as armas futurísticas da Umbrella. Há poucos itens espalhados pelo mapa e o jogador teria que comprar estes itens com pontos conquistados (algo semelhante ao que vimos em Nightmare). Esse sistema seria um dos detalhes que não haviam agradado a Capcom e que foi descartado.

Há alguns tipos novos de Mofado. Um possui poros que expelem um gás que causa danos a Chris caso ele respire. Caso Mofados comuns entrem em contato com esse gás, eles se tornam mais agressivos, rápidos e poderosos. Há um outro tipo de Mofado que parece um face hugger (de Alien) que aparece em grupos.

Ainda, há uma certa discordância sobre o nome “New Umbrella”, bastante semelhante à organização de Resident Evil 6. Não há ligações entre as duas e a tradução do nome em japonês seria, na verdade, “Umbrella Renascida” (Umbrella Reborn).

Not a Hero, End of Zoe e a versão “Gold” de Resident Evil 7 chegam em 12 de dezembro ao PS4, XB1 e PCs.

%d blogueiros gostam disto: