Após revelar que Resident Evil 2 Remake pode chegar em breve, o produtor executivo dos filmes em CG e live-action, Hiroyuki Kobayashi falou sobre a sua preferência entre o gênero de terror e ação dentro da franquia e o direcionamento do futuro reboot de Resident Evil nos cinemas.

Ainda em entrevista ao Collider sobre Resident Evil: Vendetta (A Vingança), Kobayashi respondeu diversas curiosidades sobre como é trabalhar como produtor executivo dos filmes de computação gráfica e live-action, dando foco sobre sua preferência pela ação ao invés do terror – ele destacou como todos os outros produtores do novo filme de animação preferiam o terror enquanto ele defendia a ação – fazendo a equipe de produção buscar um equilíbrio entre os gêneros.

Kobayashi também revelou que a decisão de colocar Rebecca Chambers no filme foi devida a necessidade de alguma personagem feminina no elenco, e como ela não aparecia há algum tempo nos jogos, ele gostaria de vê-la de volta aos holofotes – o produtor ainda disse que gostaria de ver personagens como Jill Valentine, Barry Burton e Albert Wesker nos futuros filmes em CG.

Perguntado sobre o reboot dos filmes em live-action, Kobayashi revela que continuará como produtor executivo e enaltece a direção de Paul W. S. Anderson, sugerindo que o reboot seguirá os mesmos passos:

“Pessoalmente, eu gosto [da direção] de Paul W. S. Anderson nos filmes em live-action. Eu gostaria de ver mais ação, coisas desse tipo.”

O produtor contou que o reboot ainda não possui roteiro, elenco ou personagens definidos, mas que está ansioso para fazer o filme acontecer.

Resident Evil: A Vingança, o mais recente trabalho de Hiroyuki Kobayashi, será lançado no Brasil em DVD e Blu-ray no dia 26 de Julho totalmente dublado e legendado em PT-BR.

  • Spider

    1 – O filme tem um roteiro tão ruim, que a Rebecca só foi colocada pra fan-service, porquê poderia ser qualquer outra personagem feminina.
    2 – Ele gosta da direção do Paul Escravoceta Anderson? Ai, ai.

    • Mateus Vanita

      Se encaixaram a Rebecca na história provalvemnte ela terá alguma relevância.
      Quando ao Paul Anderson tenho de concordar, a direção dele é uma droga.

      • Spider

        “Kobayashi também revelou que a decisão de colocar Rebeccauntion no filme foi devida A NECESSIDADE DE ALGUMA PERSONAGEM FEMININA NO ELENCO, e como ela não aparecia há algum tempo nos jogos, ele gostaria de vê-la de volta aos holofotes”

        Motivo mais bosta pra colocar um personagem em um filme. Roteiristas da Capcom são uns bostas mesmo.

        • Mateus Vanita

          Cara, eu entendi, mas o que eu quis dizer é que, se a Rebecca foi a “cota” da vez, alguma justificativa os roteiristas criaram para justificar a presença dela na história, entendeu?.
          Tenho que assistir ao Vendetta ainda, mas acho que seria muita amadorisse simplesmente jogá-la na história sem nenhum contexto.
          É isso que eu quis dizer: vai ter um contexto para ela aparecer e isso me consola um pouco, apesar dessa declaração infeliz do Kobayashi.

          • Luis Felipe Soares

            Tem uma razão sim para ela estar no filme, em outros posts já foi divulgada a razão dela estar envolvida na história. Só não vou falar aqui para não dar spoiler, mas posso dizer que ela será importante no combate contra o vírus do filme.

          • Spider

            Também ainda n vi e espero estar errado, mas acho que vai ser uma personagem totalmente descartável e substituível

          • Luan Todd

            Eu já assisti o filme todinho e posso te dizer: ela tem sim uma função no filme, e uma função bem importante até. Claro que não é das melhores, mas é importante sim. Ela foi, digamos que um pouco bem colocada.

          • Hunk

            Concordo com o Luan e o Luis, acabei de ver o filme e, por mais que a razão inicial pro retorno dela seja bem tosca, felizmente a colocaram bem, e é isso que realmente importa no fim das contas. Agora, infelizmente não dá pra dizer que os 3 personagens clássicos tiveram um bom papel. O Chris foi muito importante também, ele e a Rebecca foram essenciais ao combate contra o bioterrorismo neste filme, ele como soldado e ela como cientista, mas o Leon tava lá pra fazer graça, explodir uma moto (pelo menos dessa vez foi de propósito, deve ser a primeira vez que ele não sofre um acidente com um veículo) e carregar todas as cenas exageradas do filme. Eu sou fã do Leon, assim como dos outros personagens clássicos deste filme, e me dói dizer isso, mas ele estava lá só por fan service, o Chris e a Rebecca já preenchiam muito bem os papéis necessários como protagonistas nesse filme. A justificativa pro Leon ser envolvido foi que o vírus tinha uma certa similaridade com Las Plagas, e o Chris disse que conhecia um especialista no assunto (como se ele também não fosse, ele enfrentou o quê mesmo na maior parte do RE5?), o que acabou não ajudando pra porcaria nenhuma no fim das contas. Eu acho que teria sido melhor se tivessem retirado o Leon e dado o tempo das cenas dele pro Glen Arias. Esse vilão é maluco e meio megalomaníaco, mas isso também já é uma marca de RE, todos os vilões mais relevantes são nessa franquia, o que eu gostei dele é que deram uma explicação pra como ele ficou assim e é fácil de entender como sua insanidade começou. Só gostaria que tivessem dado mais tempo pra explorar a personalidade dele, tempo que seria facilmente ganho se o Leon não estivesse lá dando piruetas e explodindo as coisas sem muito motivo. Eu acabei gostando do filme, foi uma boa adição a RE, mas esta é só uma crítica que eu tenho, acho que teria sido ainda melhor assim.

        • Fanboy Maldito

          mas lembre-se que foi os fãs que pediram por isso.

    • LucasGabriel

      Coitado do Pau, tá em depressão profunda irreversível depois do fim do 6° filme… nunca mais vai lucrar bilhões em cima do nome de um jogo (ainda bem)

      • ratStar

        Há rumores que ele vai adaptar pras telonas Monster Hunter :/

  • Marcos

    “Pessoalmente, eu gosto [da direção] de Paul W. S. Anderson nos filmes em live-action. Eu gostaria de ver mais ação, coisas desse tipo.”

    https://uploads.disquscdn.com/images/b388e546ab642701cb9eb05e6199ebed3ebf77655496396db8a373646fad8256.jpg

    • LucasGabriel

      Como dizia Dilma: Quando a gente atingir a merda, nós dobramos a merda

      • Sokholov

        Na cabeça desse pessoal, dois errados fazem um certo, vai entender…

  • Rafael Gens

    se é pra manter a ação,pra que rebootar samerda?

    • Luan Todd

      Olha, eu acho que botar ação desenfreada demais é muito ruim, mas eu não acho que terror ficaria bem para filmes de Resident Evil, por que, o que eu saiba, terror nenhum em filme dá medo, então não serviria para nada, seria uma bosta.

      • Alisson Matheus Seraggioto

        Nada a ver cara, tem muitas franquias de terror famosas.

        • Luan Todd

          Mas que não dão mais terror, e essas franquias são feitas para esse propósito, RE é bioterrorismo, guerras vão existir, ação vai existir, só cabe a Capcom usar com moderação, mas dizer que terror é a fonte de RE, é estar enganado. RE 1, 2, 3, Code Veronica não tem terror, eles até tem um clima obscuro, mas terror, só para uma criança mesmo, porque marmanjo nenhum sente medo com aquilo
          O foco de RE é nas histórias, tendo boa história é um bom RE. RE7 até tentou dar medo, mais já existe Outlast que cobre isso.

  • LucasGabriel

    Nego tem que assistir Terror em Silent Hill primeiro antes de pensar em fazer qualquer adaptação cinematográfica de um game. Aquilo sim é um belo exemplo de como se faz um filme baseado em um jogo, mesmo com algumas falhas pequenas. Assistiu? é sucesso.

    • ratStar

      Ainda não assisti Assassins Creed e Warcraft pra falar com certeza, mas dos filmes baseados em games que assisti esse Terror em Silent Hill é o mais bem feito. Pena que a continuação ficou bem ruinzinha…

    • Fanboy Maldito

      hóspede maldito é tão digno quanto silent hill. pode não ter os personagens do jogo, mas tem o feeling de RE e a ação é contida, dentro dos padrões da série.

      • Alisson Matheus Seraggioto

        Hóspede Maldito é uma porcaria, não tem nada de terror, atuações fracas e nada de fidelidades com o jogo.

        • MATHEUS

          Mas concorda que foi o melhor de toda a franquia? Atuações convenceram, roteiro bom, principalmente aquela trilha sonora. Mas óbvio que quem joga o game quer ao menos relembrá-lo nos filmes, o terror inexistiu.
          Terror em Silent Hill é muito bom, foi relativamente bom em bilheteria com um orçamento de 50 milhões arrecadou quase 100.
          Só o RE Capítulo Final com orçamento de 40 milhões arrecadou 312 milhões velho. Quando o filme é foda pra quem é fiel ao game, nós, fãs, lucramos, mas para a produtora é prejuízo. Olhe Ghost in Shell…

  • Luis Felipe Soares

    “…o produtor ainda disse que gostaria de ver personagens como Jill Valentine, Barry Burton e Albert Wesker nos futuros filmes em CG.”

    Wesker em filme CG? Só se for em flashback, ou a Capcom nos enganou esses anos todos?

    “Os rumores sobre minha morte foram grandemente exagerados.”

    • Hunk

      Também estranhei, os filmes em CG até então tem se passado dentro do período de tempo em que a franquia se encontra no momento (o Vendetta se passou antes do RE7, mas lançou tão perto dele que não quebra muito essa impressão), mas talvez estejam já pensando em fazer algum filme se passando no passado, ou com certas cenas no passado, sendo, como você disse, flashbacks.

      • Fanboy Maldito

        interessante. aí há uma chance de fechar certos buracos na história ou bagunçar tudo de vez, mais.

        • Hunk

          Exatamente o que eu pensei.

  • Tiago Ferradás

    Triste saber que o critério de escolha da Rebecca foi uma “necessidade de alguma personagem feminino no elenco.” Parece até que colocaram ela ali pra preencher alguma “cota”. Pensando nesse sentido, então possivelmente (e infelizmente) a Claire participou do primeiro filme pela mesma razão.
    Esses produtores estão menosprezando a capacidade de personagens femininos encabeçarem filmes de ação.
    Sobre a declaração dele quanto ao Paul Anderson… Só resta rir porque né… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • eu queria saber que treinamento a bsaa da pros seus soldados pq o tudo noob ,-,

    • Spider

      Mesma coisa que comentei lá em cima, sobre a Rebecca

    • LucasGabriel

      Sobre a Claire, acho que a participação dela no Degeneration não foi por meio de cota, mas sim por que ela e o Leon já tinham uma amizade construída ali com tudo o que aconteceu em RE2 e posteriormente, diferente do Leon no Vendetta que mal conhece a Rebecca.

      • Tiago Ferradás

        Concordo com você, havia um “apelo” na dupla.
        Porém se analisarmos de maneira fria, a Claire no Degeneration tem um papel bem secundário. Posso estar enganado, porque faz muito tempo que eu vi, mas pelo o que me lembro ela só teve um “grande momento” e foi bem no inicio, quando ela pegou a arma e matou um zumbi. Depois disso, ela só ficou se esgueirando pra proteger a menina, enquanto era enganada pelo cara de terno.
        Enquanto isso o Leon corria, pulava, atirava, fazia e acontecia. E ainda salvava a donzela, o dia…
        Por essa ótica, o papel dela no filme foi bem minguado. Sem contar que à época do lançamento, ela também era um dos personagens que não aparecia na série há tempos, e nós estávamos ávidos para revê-la.
        Por isso me questionei se a Claire passou pelo mesmo “critério de escolha” da Rebecca.

        • LucasGabriel

          Os dois tiveram a mesma quantidade de destaque, porém um fazia mais e outro fazia menos em determinada parte do filme, mas isso é normal, óbvio, pena que não foi assim com a Rebecca no Vendetta, era melhor colocar sei lá uma personagem feminina qualquer, se era pra justificar filler, melhor que ficar rebaixando a coitada, puta que me pariu

          • Tiago Ferradás

            De acordo.

    • MATHEUS

      E ficou bem claro que a Rebecca entrou por cota. Sequestrada pelo vilão por parecer a ex-mulher dele, presa e ainda vestida de noiva velho puts, como se fosse pouco ainda achou um herói pra salvá-la. Que surpresa triste essa da Capcom, com um histórico de personagens femininos tão fortes, cagaram total a Rebecca. O Kobayashid se esqueceu de assitir a Furiosa em Mad.Max!

      • Tiago Ferradás

        Pois é, eu também enxerguei dessa forma.
        E é uma grande pena… Me fez lembrar o que aconteceu no RE: CV; Você passa 85% do jogo com a Claire, vê todo o esforço e garra dela pra se virar sozinha e ainda ajudar o Steve, pra no fim ela ser capturada e ter de ser salva pelo “Super Chris”, e pior: é ele que finaliza a história. É triste pra caramba.
        Mas enfim, como você disse, Resident Evil tem muitas personagens fortes. Agora só falta os produtores verem isso e deixarem os anos 90 pra trás.

  • smaug

    Ele só está sendo diplomático em relação ao Paul Anderson. Porque quem viu o último Resident Evil dele, sabe que aquilo foi um monte de estrume.

  • Hugo

    Eu quero saber quando é que vou ver um trailer com a jogabilidade de RE2 Remake.

  • Monokuma

    Mano, esse produtor tá muito disney ‘-‘

  • Rafael Soares

    Que foda! parece que a Capcom passou mesmo a incluir mulheres nos últimos jogos e filmes somente para cumprir uma ação afirmativa rsrs. Também tenho a impressão de que a Capcom quer dar protagonismo somente ao Leon e Chris depois de RE4 e RE5, esquecendo dos demais personagens.
    Quanto a P.A., ele só fez merda mesmo nos filmes live-action, ainda bem que agora a série de filmes estará em mão mais habilidosas.

    • Denis

      Na verdade não, na cultura japonesa não existe tanto esse mimimi

  • LuisBarrage .

    Vou mandar botar platina nessa língua desse japa, tá falando merda pra caralho

  • Fabricio Barbosa

    Triste dizer isso, mas a cada dia que passa, mais me distancio de Resident Evil.
    É aquele relacionamento que não ta dando mais tanta liga.
    Triste isso.

    • ratStar

      Pode crer. Eu entendo perfeitamente. É muito triste quando isso acontece. Eu senti isso na época dos lançamentos de REORC e RE6, que foram relativamente próximos. Ali eu fiquei completamente desiludido com a franquia, e até me distanciei – parecia que não era mais pra mim. Se não fosse os Revelations, as remasterizações de RE0/RE1 e agora RE7 pra dar uma aliviada eu já tinha abandonado. Em relação aos filmes eu desisti de ficar na expectativa desde RE Apocalypse.

      • Fabricio Barbosa

        Pois é meu caro, o que está em nossa alça de mira atualmente é tanto ‘Not a Hero’ quanto ‘RE2make’, eles servirão de ponto decisivo pra eu saber se continuarei sim ou não acompanhando a saga.

        Mas a verdade é que eu ando mesmo muito, muito desanimado, DESILUDIDO como muito bem apontado por vc, visto que o jogo se tornou algo totalmente diferente do que era quando o conheci.

        RE está passando por um momento decisivo, esse 7º título foi um tiro totalmente novo pra dar aquele fôlego pra franquia e eu até gostei… Mas se eu sentir que tudo isso foi fogo de palha, se voltar a virar aquela fanfarronice vista nos filmes, nos live action, bem… Não vou perder mais tempo.

        • ratStar

          Tamo junto! Só vou aguardar a DLC e o REmake2 pra me decidir tbm.

  • Fanboy Maldito

    kobamito! a única vez que esse cara errou foi ao permitir que lançassem aquela cagada chamada outlast 7. deve ser difícil…enquanto todo mundo tenta transformar o resident da massa em um outlast , o cara segue firme e forte mantendo resident na direção certa, como ele mesmo falou, mantendo o equilíbrio entre ação e terror, porque não sei se a fanboyzada sabe, mas resident nunca foi só terror.

    • Marcos

      Ação é sempre bem vinda, desde que não fuja do gênero original, transformando a franquia em coisa que ela não é, um shooter genérico.
      Estou mentindo ?
      https://uploads.disquscdn.com/images/a413dc4450bf8c3aebb2ad02edec00e9a7642f8900901cbcd46267578f3929b8.jpg

      Até parece que nunca jogou o verdadeiro Resident Evil (o Remake), clima sombrio, corredores escuros e musica sinistra, nem precisa de inimigos pra gelar a pessoa na primeira viagem … Infelizmente esse ”clima” foi se perdendo a partir do 3 … Depois do 5, virou uma zona.

      ”Mas e o 7, não ter terrorzinho???” – Estou apenas me referindo ao 5 / 6.
      Nem me venha falar de vendas, isso não é ”desculpa”, TODO mundo sabe porque esses jogos venderam bem.

      • Fanboy Maldito

        por isso falei sobre o tal equilíbrio, que sempre houve até o 4. não tenho nada contra dosar a ação, desde que não exagerem, como no outlast 7.

        • Rafael Tâmbara

          Cara arruma um ps1 e joga o RE1 e RE2 e ate o 3, depois volta aqui e comenta de novo pra dizer que nao era SÓ TERROR… o 4 reinventou a serie mas ja começaram a por monstros de AK47 ja virou ação, foi um otimo jogo, mas longe dos RE antigo..

        • Rafael Tâmbara

          Pq os caras n arrumam outra IP com monstros e ação e deixa o resident seguir a ideia que deveria ser ? pq n investem nos lixos de spin offs que fizeram ai? usar o nome do game pra vender deu nisso ae po…

    • Alisson Matheus Seraggioto

      Pelo seu nick eu nem deveria perder meu tempo respondendo. Mas enfim…Resident Evil 7 é excelente e não tem nada de Outlast nele, apenas certos elementos.
      E dizer que RE nunca foi terror é o cúmulo da idiotice.

      • Fanboy Maldito

        nunca foi apenas terror. leia direito.
        eu é que não deveria ter perdido meu tempo te respondendo, porque parece que você nem leu direito essa merda.

    • Elton Alber570

      Esse seu nick ja diz tudo,o fanboy aqui é vc,pq de semelhança com outlast RE7 só tem a câmera em primeira pessoa,agora só pq Outlast existe e trouxe de volta algo q há anos estava ausente em jogos de terror,ninguém mais pode usar esse estilo de câmera,é o cúmulo da ignorância alguém q se diz fã de RE dizer q o 7 é um Outlast cagado,o jogo tem tudo oq os RE clássicos tinham: SURVIVAL HORROR,puzzle,ambientes claustrofóbicos,leva e trás de itens,medidor de saúde,save point e safe house,inimigos perseguidores,munição escaça,administração de itens e munição(Quer mesmo q eu liste mais coisas) por causa de um estilo de câmera nego vem defecar pelo teclado,joga os RE clássicos de novo q vc jogou errado,e antes q fale dos zumbis RE nunca foi sobre zumbis e sim sobre survival horror,eles eram só um dos elementos e dizer q ação em RE é o caminho certo e q é a vontade da massa,errou mais 2x,fale por si só,quer ação jogue Call Of Duty ou Battlefield q estão ai pra isso

  • ryan silva

    a já me acostumei com os filmes da milla jovovich eu sempre vi eles como um universo alternativo

  • Alisson Matheus Seraggioto

    Tava esperançoso com o reboot nos cinemas, mas já vi que vai sair merda de novo.

  • Daniel

    Esse Kobayashi ta fazendo hora extra na Capcom.

    • Rafael Tâmbara

      tanta gente boa morre, esse cara n pega nem uma gripe, pqp…

%d blogueiros gostam disto: