A Capcom deu mais detalhes sobre o desenvolvimento de Resident Evil 2 Remake na última edição da revista japonesa Famitsu e divulgou que o jogo terá duas versões no território: uma comum, com censura à violência, e uma Z Version, que se refere a uma classificação para maiores de 18 anos. A companhia já tinha apostado em dois conteúdos para o Japão anteriormente, como no caso de Resident Evil 7.

As capas serão diferentes e lembram estilos clássicos, como alguns fãs da franquia já notaram.

O Japão também receberá versões de colecionadores com as duas classificações com um boneco de Leon e mais alguns “mimos”, que já tinham sido mostrados para o território norte-americano e para a China.

Já sobre os detalhes da Famitsu, temos muitas novidades animadoras (via cvxfreak / reddit):

  • Kazunori Kadoi é o diretor do game – é a sua primeira vez nesse tipo de cargo; Yasuhiro Ampo é diretor de equipe – já trabalhou em Resident Evil 5 e Resident Evil Revelations 2;
  • O remake de Resident Evil 2 está quase completo e está sendo polido para o lançamento;
  • O fator replay foi altamente aprimorado, incluindo um novo modo extra ainda não revelado, que deve ser desbloqueado ao estilo de 4th Survivor/Tofu (eles decidiram melhorar isso devido ao feedback do fator replay de Resident Evil 7) – seria uma campanha para a espiã Ada Wong?;
  • Os puzzles serão mais “realistas”, mas sem desrespeitar o que os fãs já viram no Resident Evil 2 clássico. Não terá puzzles aleatórios – ou que não acrescentam nada para a história – como o da bateria na estátua em Resident Evil 3;
  • Esse game será perfeito para speedrunners, ou seja, para quem adora um desafio de fechar o jogo em menor tempo possível, já que os inimigos e itens estarão sempre nas mesmas localizações. Um gameplay “só com a faca” é teoricamente possível, apesar de seu uso limitado;
  • O jogo é focado em um visual hollywoodiano se comparado ao realismo natural de Resident Evil 7;
  • Claire terá um papel forte como personagem, assim como Leon. O objetivo é mostrar como ela foi levada a vivenciar a experiência de Raccoon. “Claire é uma mulher muito forte. Ela tem a coragem ir até a cidade de moto sozinha”. Algo como uma rebelde em busca de seu irmão e com capacidade de invadir a delegacia para conseguir o seu objetivo.
  • Uma demo especial para a Tokyo Game Show está sendo planejada – Será que finalmente veremos o gameplay de Claire? Ou de Ada?

A edição também trouxe uma artwork inédita onde vemos Claire encarando um Licker em um dos momentos mais icônicos de Resident Evil 2 (via Rely On Horror):

As atenções agora ficam voltados para a aguardada Tokyo Game Show, que vai acontecer em setembro, no Japão.

Resident Evil 2 chega no dia 25 de janeiro de 2019 para PlayStation 4/PS4 PRO, Xbox One/Xbox One X e PC (Steam). No Brasil, somente as versões de consoles serão distribuídas de forma física pela WB Games.

%d blogueiros gostam disto: