Quantas versões mais de Resident Evil 4 serão lançadas? Toda vez que a gente acha que o jogo lançado em 2005 se esgotou, a Capcom lança uma nova versão, um novo port ou remasterização.

Depois de ser lançado originalmente para Nintendo GameCube e ganhar versões para PlayStation 2, Nintendo Wii, PC, Zeebo, iOS, Android, PlayStation 3, Xbox 360 e uma versão batizada de Ultimate HD para PC, o jogo ganhou uma nova versão “remasterizada” para os consoles da oitava geração. Mas afinal de contas, por quê Resident Evil 4 parece ser inesgotável (ao menos na cabeça da Capcom e de seus fãs mais árduos)?

Panela velha é que faz comida boa

2421925-re4pc

É repetitivo falar isso, já escrevi pelo menos outras duas análises de RE4, uma da versão de PS3/Xbox 360, e uma da versão Ultimate HD de PC; mas é sempre importante falar que RE4 foi o responsável por uma das grandes revoluções não só na franquia como no nicho de games de ação. Com sua câmera em terceira pessoa sob o ombro, o jogo redefiniu um gênero e até hoje é fonte de inspiração para dezenas e dezenas de jogos, dentre os quais destacam-se grandes sucessos de público e crítica como Gears of War, Mass Effect, Dead Space, The Last of Us, e aparentemente até o vindouro novo God of War bebe um pouquinho na fonte de RE4, entre muitos outros.

Em sua essência, o jogo é exatamente o mesmo que conhecemos a tanto tempo, e isso não é ruim. Resident Evil 4 é um dos jogos mais divertidos da série, e embora parte dos fãs mais antigos da franquia torçam o nariz para a implementação de mais ação que há no título, é justamente essa mudança que torna RE4 um jogo tão fluído e que até hoje é jogado por milhares e milhares de pessoas quase que à exaustão.

Está tudo ali, a campanha principal de Leon, os extras Separate Ways e Assignment Ada, e também o modo Mercenaries, que também foi totalmente repaginado neste jogo e se tornou referência para os próximos dois capítulos numerados da série, e deu origem até mesmo a um stand alone lançado para o Nintendo 3DS.

É inegável que até hoje RE4 ainda seja um jogaço, sua mecânica e gameplay parecem sobreviver aos tempos e agradam tanto a uma parte dos fãs mais antigos como a uma imensa parcela dos fãs da franquia que entraram no mundo de Resident Evil pela porta aberta por RE4.

Já deu, né?!

screen-shot-2016-02-22-at-5-36-50-pm

Mas o objetivo dessa análise não é falar de tudo que envolve RE4 desde seu lançamento, e sim a versão que chegou no fim de agosto de 2016 para PS4 e Xbox One, que a rigor é basicamente a mesma versão Ultimate HD que chegou aos PCs em 2014, e isso por si só já é uma grande decepção.

A versão em questão, na época de seu lançamento já foi criticada por parte do público por conta de suas texturas e saturação gama. Este último ponto foi corrigido, porém as texturas continuam apresentando um sério problema, e não estou falando exatamente da qualidade ou definição delas, e sim da discrepância em relação ao restante dos cenários.

Principalmente na vila e na ilha, cenários onde o visual sujo faz parte da construção da atmosfera, o retrabalho nas texturas do jogo deixou as coisas fora de contexto: é absolutamente estranho estar no meio da vila, um cenário rural, pobre, que traz certa desolação mas que tem cabanas construídas com ripas de madeira que parecem ter acabado de sair da Leroy Merlin. O mesmo vale para as caixas que contém itens, elas são tão “novas” comparadas ao resto do cenário que praticamente brilham.

Para não me alongar mais ainda, vou fazer uma comparação bem didática: imaginem uma mulher linda, corpo escultural, rosto perfeito, cabelos e sorriso reluzentes… não importa o que aconteça, quantos anos se passem, as pessoas vão sempre lembrar dela sendo essa mulher linda, escultural e reluzente. Apesar disso, a idade chega pra todo mundo, e por mais que ela tente manter sua aparência através de plástica, botox, tratamentos de beleza, ela vai envelhecer. O mesmo acontece com RE4, e o jogo já passou da conta com suas “plásticas, botox e tratamentos de beleza”, é visível que o jogo não suporta mais ser “esticado”, e se a versão Ultimate HD lançada para PC já deixava isso bastante evidente, no PS4/XONE essa evidência se torna ainda mais notória, com o uso de recursos que incluem até mesmo uma moldura preta em volta da tela para reduzir o tamanho do frame do jogo na sua TV.

Vale a pena?

re4vila

É inegável que RE4 continua sendo relevante, inspirando paixões e muitas horas de gameplay nos jogadores, mas assim como aconteceu com RE6 e RE5, será que era mesmo necessário esse relançamento do jogo? A pergunta se torna ainda mais importante quando temos o jogo chegando a um preço tão elevado (R$149,90). A impressão que fica, é que RE4, RE5 e RE6 poderiam ter sido relançados juntos, em um único bundle, o que justificaria mais esse preço que beira os R$150. Acredito que todos concordam que seria mais justo pagar esse valor pelos três jogos, ou então algo em torno de R$50 por eles de forma separada através da PSN ou Xbox Live.

Vivemos na geração da remasterização, e muitos jogos tem recebido esse tratamento para serem relançados nos consoles da Sony e Microsoft. Pensando nesses três títulos da franquia RE, a decepção fica porque não são remasterizações, e sim ports “esticados” que custam separadamente o preço de bundles como por exemplo o de Uncharted, que traz os três primeiros jogos da franquia pelo mesmo preço de apenas um desses relançamentos que a Capcom trouxe para a oitava geração.

O jogo foi analisado no PlayStation 4 em cópia cedida pela Capcom-Unity Brasil. O texto não representa a opinião do REVIL como um todo, e sim do autor da análise.

A nota reflete a análise desta versão “remasterizada”, e não do jogo Resident Evil 4 como um todo. Para conferir a análise do título, clique aqui.

 

Resident Evil 4 (PS4 / XONE)
O mesmo RE4 que conhecemos a mais de uma décadaTodo conteúdo extra está presente
Texturas "HD" destoam do contexto geral dos cenáriosJogo claramente esticadoBordas pretas em volta do frame do jogoDiversas cutscenes em baixa qualidade
6Desnecessário
Votação do leitor 149 Votos
3.4
  • Shuichi Minamino

    Para completar a coleção, é uma boa aquisição. Porém, o mais justo, de fato, seria um preço bem menor. Gostei da ideia do autor da fatídica tríade RE 4, 5 e 6 ser lançada em um único pacote. Faria mais sentido para o preço cobrado.

    • Rafael Henrique

      Como assim? vc fala do final do cachorro? existe isso?
      kkkkk sera que a vila dos infectados continuou la no final do jogo?
      Eu vi essa edicao no youtube e achei a do pc mais bonita, vai entender..

      • Shuichi Minamino

        Sim! Eu só joguei a versão do GameCube, então não sei se adicionaram mais conteúdos ou expansão de cenas, como ocorreu com o Code Veronica X. Não sei se ele sobreviveu ou aparece de novo.

        • Hunk

          Não, a única expansão da história é o Seperate Ways, onde jogamos com a Ada, mas o cachorro não aparece nesse cenário. A parte do Leon pelo que eu saiba está intacta, até porque o Mikami não queria que a versão de PS2 fosse criada (que é onde surgiram os extras que não estavam na versão de GC), então acho difícil de terem mexido com alguma cena da campanha principal.

          • Shuichi Minamino

            É uma pena, pois gostei dele, embora fosse um figurante e um detalhe.
            Assim como em Code Veronica X, havia uma chance do Steve estar vivo, mas não foi explicado de fato.
            Agradeço pelo esclarecimento.

          • Hunk

            Também tinha gostado do cachorro, mas acho que não é pra levá-lo muito a sério porque ele é só uma referência a outro jogo da Capcom, o Haunting Ground. Nesse jogo vc controla uma garota chamada Fiona, que é acompanhada por um cachorro idêntico ao visto no RE4, chamado Hewie (e a aparência da Fiona lembra a Ashley, o que não deve ser coincidência). O jogo é de survival horror, só que sem o foco em combate dos REs, e a ambientação lembra a do RE4, então certamente as semelhanças entre os cães não é uma coincidência, até porque os jogos são do mesmo ano. Infelizmente esse jogo, diferente do RE4, nasceu e permaneceu no PS2, nunca foi portado, somente via PS2 Classics no PS3, só que apenas na PSN japonesa, mas não sei se tem como colocar os textos em inglês nessa versão, o que seria um grande problema, embora as vozes sejam em inglês. O jeito mesmo seria possuir um PS2, de preferência desbloqueado, já que uma cópia original desse jogo é cara hoje em dia por ser algo raro, ou um PC capaz de rodar um emulador de PS2 decentemente, e isso se esse jogo funcionar bem em emuladores.

          • Shuichi Minamino

            Que legal, Hunk! Não sabia que o cachorro/lobo era uma referência de um outro jogo! Morri de pena quando o vi naquela armadilha.
            O RE4, na minha opinião, tem dois momentos que eu adorei: Leon ajudar o cachorro e o cachorro ajudá-lo. Embora goste muito do jogo, ele me causa incômodo em muitos aspectos, já que jogo desde o 1. Não seria pertinente comentá-los. Mas achei interessante essa referência. Nunca ouvi falar desse jogo. Fui do time GameCube quando existia o PS2.
            Só acho que o cachorro merecia um final. E feliz.
            Agradeço pelas informações, Hunk.

          • Rodrigo Zika!

            Tenho emulador de PS2, e roda de boas no PC, ate cheguei a zerar RE Code Veronica nele haha, esse jogo e meio sensual, em algumas partes kkkk, ele parece que foi algo reaproveitado da beta de RE 4, igual aconteceu com DMC.

          • Hunk

            É bom saber, quando eu resolver uns probleminhas que estou tendo com o Windows baixarei de novo o PCSX2 e esse será o primeiro jogo na minha lista. E parece que esse é um dos filhos do RE4 mesmo, esse jogo inspirou tanto que até as betas descartadas deram ótimos frutos.

          • Rodrigo Zika!

            PCSX2 e o melhor emulador de PS2.

  • Thiago Camara

    Gostaria tanto que re7 fosse câmera pelos ombros ou câmera fixa. 3 pessoa, muito melhor que primeira

    • Hugo

      Cara ce ta enfezado mesmo com RE7, kkkk.

      • Albert Wesker

        Kkkkkkkkkkkkk

        • Bernardo Barcelos De Brito

          O cara é de presença mesmo.. kkkk
          Todo post que eu leio ele tá lá.
          Achou que eu estava brincando?! kkk

          • Albert Wesker

            Eu Preciso Me Manter Informado KKK O Sr. Wesker Aqui Não Perde Uma

    • Leonardo Medici Ceregato

      Nego vem floodar em post de RE:4 sobre a câmera de RE:7

      • Thiago Camara

        Creio que a área de comentários é livre pra se falar do que quiser.

    • Adriano

      Cara, se conforma com a câmera em 1ª pessoa, reclamar não vai dar em nada.

      • Thiago Camara

        Ajuda sim, para que os jogos futuros não venham como esse.

  • Adriano

    O game é um grande clássico, isto é fato, mas convenhamos aqui, não vale nem um pouquinho a pena gastar R$150.

  • Daniel

    O jogo é um marco na franquia e na indústria, maravilhoso e sempre divertido.
    Mas não vale os 150, tanto que paguei 12% de desconto nas Americanas.
    Esse port do PS4 é o último que vou pegar do RE4, caso a Capcom lance esse HD mal feito nas coxas em 4K, eu tô fora dessa.
    Na espera pela conclusão do mod do verdadeiro HD do jogo.

    • Hunk

      Esse mod é tudo que importa em relação a esse jogo no momento. A versão de PS4 tá bonitinha, até melhor do que eu esperava já que concertaram o gama, mas o mod feito por fãs tá ficando muito superior, e o gama no PC já pode ser concertado nesse exato momento usando um mod também. É até irônico que a Capcom, com todo seu dinheiro e disposição pra relançar esse jogo, não consiga chegar aos pés do trabalho dos fãs. O máximo que posso dizer é que talvez a versão de PS4 tenha conseguido ficar um pouco superior à forma padrão da versão da Steam, o que já é mais do que eu esperava, mas isso não diz muito.

      • Rodrigo Zika!

        Quando sai esse mod Hunk? To de olho no mod que vai deixar o GTA V muito realista, já ate salvei o site gringo aqui haha.

        • Hunk

          Não tem uma data definida, mas dá pra acompanhar o progresso por aqui: http://www.re4hd.com/?page_id=1656
          Repare que eles já terminaram a vila, que inclusive já está disponível pra download, estão quase terminando o castelo, e além disso já começaram a trabalhar na maior parte da ilha, então o projeto já está bem avançado, mas é difícil de estimar uma data porque eu não sei exatamente o quanto de progresso já foi feito nas áreas que estão marcadas como “In Progress”. Pode ser que boa parte delas ainda estejam bem no começo, ou que a maioria já esteja acabando, o que é uma informação que faria uma grande diferença numa estimativa do prazo. O que eu posso dizer é que eles começaram em Fevereiro de 2014, e agora, aproximadamente 2 anos e meio depois, eles já fizeram bem mais da metade, então eu diria que não deve passar de 2018, isso supondo que as áreas em progresso ainda estejam longe de serem concluídas, se já tiverem com um bom progresso talvez nem passe de 2017. Mas é claro, isso é puro achismo meu baseado nuns cálculos de precisão duvidável, então não leve muito a sério. Seja como for se esse jogo consegue manter o interesse depois de 11 anos então não são 1 ou 2 a mais que vão fazer a gente esquecer dele, então eu diria que vale a pena esperar.

          • Rodrigo Zika!

            Valeu pela dica, ate tenho o site https://www.gta5redux.com, porém parece que agora precisa de um cadastro, não e mais aberto ao publico.

          • Hunk

            Valeu, já salvei o site nos favoritos. Algum dia quando houver uma steam sale e esse jogo realmente ficar barato (porque GTA V parece ser bem resistente a diminuição de preços) eu testarei o mod. Acho que nem jogarei a campanha no PS4, deixarei essa versão só pro online mesmo e na campanha migrarei pra versão da Steam se tudo der certo. Já até fiz 100% no PS3, não quero fazer de novo no PS4 e depois mais uma vez no PC, é melhor pular o meio-termo. Acredite ou não o que eu mais temo ter que refazer nesse jogo é explorar todo o mapa, demora muito pra ir de um lado pro outro em zigue-zague e cobrir tudo, acabarei refazendo isso de qualquer jeito, mas só mais uma vez, não duas, não tenho mais toda a sanidade ou tempo necessários pra isso.

          • Rodrigo Zika!

            Beleza, o site estava fora do ar, já voltou, e pediram desculpa, e o mod já esta disponível, só não sei que funciona bem, porque vi reclamações no site.

          • Hunk

            Se tiver algum problema imagino que até eu adquirir o jogo na Steam já devem corrigir, até porque depois desse trabalhão todo não acho que gostariam de deixar o mod imperfeito, deve ser só uma questão de tempo.

          • Rodrigo Zika!

            verdade

  • Rodrigo Zika!

    O jogo foi um marco pra mim, já que comprei na época com meu PS2, pensando em comprar a versão de PC em HD, mais o preço no BR esta alto demais, lá fora que compensa.

    • Hunk

      Cuidado com a versão da Steam, não sei como é o seu PC, mas já aviso que essa versão é muito mais pesada do que deveria. Com minha placa de vídeo antiga eu rodava o RE6 com tudo no máximo com pelo menos 30 FPS constantes, já o RE4 com tudo no mínimo ficava em câmera lenta. Se seu PC aguentar então essa de fato é a versão que eu recomendo, especialmente em antecipação ao mod de texturas que já está bem avançado (mas leve em consideração que esse mod deve aumentar ainda mais os requisitos do jogo). Bem, acho que com a política atual da Steam não deve ter muito problema, já que se não der certo eles devem aceitar o reembolso sem grandes complicações, mas é bom avisar mesmo assim.

      • Rodrigo Zika!

        Hunk o que tu me recomenda? Tava vendo, a versão da Steam, parece que são 9GB e pouco.

        • Hunk

          Vc tinha dito num outro comentário que o REV2 (pós-patch) rodava mais ou menos no seu PC, certo? Não tenho esse jogo no PC, então a minha experiência não é de primeira mão, mas pelo que eu li a impressão que me foi passada é que, embora esse também não seja um port perfeito, é bem menos exigente que o do RE4, então se eu tivesse que apostar eu diria que nesse caso eu não contaria com um bom funcionamento do RE4. Isso não é o fim do mundo, já que as versões de PS4 e Xbox One podem até ser melhores que a da Steam em sua forma não modificada, mas o problema mesmo seria não poder desfrutar daquele mod de texturas que está em produção, o que de qualquer forma já deve deixar o jogo ainda mais exigente, diminuindo as chances de dar tudo certo com essa versão. Mas antes de tomar uma decisão algumas coisas devem ser levadas em consideração. Em primeiro lugar, vc já planeja fazer algum upgrade considerável no seu PC? Se a resposta for sim então eu diria pra esperar pra depois comprar e testar, porque qualquer teste atual seria invalidado depois de um upgrade. Outro detalhe relevante é que com o patch de texturas é bem provável que a versão da Steam se torne de fato a versão definitiva do jogo, eu duvido que qualquer versão que a Capcom venha a lançar no futuro ficará melhor, a não ser que de alguma forma eles consigam a permissão dos criadores desse mod pra incorporá-lo em futuras versões, o que eu não esperaria de pé pra acontecer. Ou seja, devido à grande discrepância de qualidade entre a versão da Steam com o mod de texturas (supondo que nada dê errado) e a de PS4 e Xbox One, assim como provavelmente qualquer outra versão que possa vir a existir, até que vale a pena o risco, mas se vc for tomar essa decisão baseado exclusivamente na expectativa por esse mod então eu esperaria ele lançar antes de comprar o jogo. Aí vc pode testar inicialmente sem o mod, e se rodar direito testa com o mod, se der tudo certo então não há dúvidas que vc escolheu certo. Se não rodar direito nem sem o mod então não tem jeito, é versão de PS4 ou Xbox One que eu recomendo, mas essa é a beleza da Steam, se vc reclamar que o jogo não funciona no seu PC eles devem reembolsar, e considerando que é a melhor versão do RE4 que está em jogo eu diria que vale a pena o incômodo pra pelo menos poder ter certeza se dá ou não. Eu não apostaria no sucesso, mas também não conseguiria deixar de tentar, até porque é um dos meus jogos preferidos.

      • Marcos Veloso

        Aqui no meu eu deixei somente as texturas em hd, o resto no ”normal”, sem aumentar, travado nos 60fps, ficou muito bom, a versao Ultimate do pc puxa muito processador do que placa de video, pelo menos, eu notei isso quando fiz alguns testes.

        • Hunk

          Sério? Não sabia disso, mas ainda assim se a placa de vídeo não for muito boa é perigoso, porque pra mim a mudança de placa foi a diferença entre injogável e perfeito, lembrando que a minha antiga já rodava o RE6 a 30 FPS com tudo no máximo e eu não troquei o processador. Mas pode ser que o RE4 simplesmente não seja muito amigável com certas placas de vídeo específicas, então talvez seja importante notar que a minha antiga era da AMD e a nova é da Nvidia (infelizmente isso faz muito mais diferença do que deveria em certos casos), e se eu não me engano aparece o logo da Nvidia ao iniciar o RE4 (estou no Linux agora, então não posso conferir no momento), o que é meio suspeito.

  • Erik Soares

    em breve resident evil 4 playstation 9 edition

    • Marcos Veloso

      Resident Evil 4K no ps4 pro e scorpio. 😉

  • Albert Wesker

    Porra… E Se Vim Remake Em 2020 ‘-‘

  • Jota PDF

    Resident Evil 4 é inesquecível, ontem mesmo eu estava jogando no meu ventilador…

    • Hunk

      Essa versão já é ultrapassada demais, pega logo a de ar condicionado que tem gráficos e frame rate bem melhores. Só que eu ouvi falar que tem alguns bugs e é má otimizada pra aparelhos da LG, então toma cuidado com isso.

      • Jota PDF

        Você já jogou na panela de arroz? Ótima versão.

        • Hunk

          Não, mas to pensando em comprar, se é superior a do Zeebo tá valendo.

  • Alexandre

    Minha única reclamação é que as ”cutscenes” estão com a mesma ”qualidade” gráfica do PS2 no modo Separate Ways !

  • Rafael Henrique

    Mesmo assim a versao ultimate do pc ficou mais bonita, reparem:
    https://www.youtube.com/watch?v=RACqYkDrWY8

    • Hunk

      Na verdade eu consideraria a de PS4 superior por essa comparação, já que o gama original foi preservado. Mas na real se vc estiver disposto a usar mods isso já pode ser corrigido facilmente no PC, e depois que o mod de texturas estiver pronto ( http://www.re4hd.com/ ) não restará dúvidas de qual será a melhor forma de jogar o RE4, e é bem improvável que qualquer futura versão que a Capcom lançar mude isso. O problema é que a versão da Steam é muito mais pesada do que deveria ser, então não é pra qualquer PC, mas pra quem puder será a melhor opção.

  • Jefferson Viana

    Esse jogo tem um grafismo incrível,nessa época a capcom disputa pau-a -pau com as melhores do mercado. A versão do game-cube, que tive o prazer de jogar em uma tv que era capaz de rodar o jogos em 480p redondos e tela plana( na época era supra-sumo), ficava lindo.

  • famfelipefam

    Alguns youtuberes falam que quando fizeram o remake de 2011 a Capcom aumentou a dificuldade ate com mais ganados, é provável que aumente agora?

    • Marcos Veloso

      Mas aquele nao era um remake e sim um remaster hd, ou apenas hd edition, porque naquela epoca os remasteres nao fazian tabto sucesso como hoje (pois havia ideias e games novos com frequencia sem precisar atolar a geração de remaster por falta de jogos novos).

      • Hunk

        É verdade que ele cometeu um engano com os termos remake e remaster, mas eu lembro de ter ouvido falar que as versões de 2011 eram um pouco mais difíceis mesmo. Não sei se é verdade, tenho a versão de PS3, mas não cheguei a fazer testes pra avaliar possíveis mudanças de dificuldade, só joguei normalmente e não prestei muita atenção nisso, até porque já fazia muito tempo que eu tinha jogado a versão de PS2, e agora faz mais ainda, então seria difícil de perceber.

  • Luiz Gustavo Nascimento

    Ainda tenho a versão para XBOX 360 e esta excelente obrigado.

  • Leandro

    Gostei muito dessa versão, peguei XBOX em uma oferta da Live que dava o 0,1,Revelations 2 , 4,5,6 por R$64.90 . Para mim Re4 ainda continua um excelente jogo mesmo para os dias de hoje.

%d blogueiros gostam disto: