tIdgV3LKBw0

E aí sobreviventes, tudo bem? A biografia de hoje é uma escolha de vocês, que comentaram e participaram no canal do REVIL no YouTube. Desde o último perfil, do Parker Luciani, recebemos algumas sugestões, e uma delas é do parceiro de Jill Valentine em Raccoon City, o brasileiro Carlos Oliveira!

Não, não, pera aí, primeiro de tudo melhor esclarecer que nós não sabemos se o personagem é mesmo brasileiro. Tem sim um boato de que ele é, mas oficialmente temos só a informação de que Carlos tem origem latino-americana. E é só!

Mas antes de dar detalhes sobre esse guerreiro, fica a dica: se inscreva no canal para não perder nenhum dos nossos conteúdos. Ah, e aproveitando também já deixa aí a sua curtida no vídeo… Por que né, é sempre bom contar com o apoio de vocês!

Carlos oliveira é essencialmente um soldado! Tá, bom, tá bom, um mercenário… Nas poucas informações que temos sobre o seu passado, sabemos que ele teve contato com armamentos pesados bem cedo. Ele participou de um grupo de resistência antigovernamental na região da América do Sul antes de ingressar em um esquadrão militar da corporação Umbrella.

O destino de Carlos é ligado ao de Jill em Raccoon City. Carlos faz parte da Umbrella como um mercenário da UBCS, ou Serviço de Contenção Biológica da Umbrella . A equipe a que Carlos é subordinado é enviada a Raccoon com a suposta intenção de prestar socorro aos civis, e ajudar na evacuação da cidade. Só que tudo acaba saindo do controle… Com os zumbis e as outras BOWs.

É aí que Carlos acaba esbarrando com Jill próximo ao centro da cidade. E olha, não é o melhor dos encontros possíveis, por que Nemesis aparece para atacá-los. Enfim, nada que uma explosãozinha não resolva. A partir daí vira uma luta de gato e rato, entre Carlos, Jill e Nemesis que muitos de vocês aí já estão carecas de saber. Mas é justamente depois desse primeiro encontro que começamos a conhecer quem é Carlos. Apesar das adversidades em Raccoon City, Carlos mantém firme o seu propósito: que é de resgatar civis, e pede ajuda para que Jill entre com ele nessa.

Carlos mostra ter uma certa força, mas essa muralha cai rapidamente ao longo do seu percurso pela cidade. Dá para perceber isso quando ele encontra um parceiro mercenário, Murphy Seeker, que pede ajuda para que Carlos o mate! E é claro que ele o mata! Um cadinho depois do pedido, depois do amigo virar um zumbi, mas enfim… Carlos fica bastante abalado com a situação, corre de Jill, mas não demora para o destino dos dois voltar a se entrelaçar.

É a caminho de um ponto de resgate que Carlos reencontra Jill e mais um membro convalescido dos mercenários, Mikhail Victor, que acaba se sacrificando pelos dois em uma luta contra o Nemesis. Já no ponto de resgate, Carlos continua em busca de Jill e de encontrar Nicholai Ginovaef, comandante dos mercenários. Nicholai foi o responsável por indicar a chegada de um helicóptero na torre do relógio de Raccoon. Só que Nemesis, que está atrás de todos os membros dos stars, não perdoa e acaba com a chance do pesadelo de Jill e dos outros ter um fim.

Carlos reaparece depois da luta de Jill contra Nemesis. aqui ele exibe todo o seu senso heroico e se mantém forte para Jill, agora infectada com o vírus T. Carlos deixa Jill na capela e busca pela antídoto do vírus no hospital geral de Raccoon City. Ele não se deixa abater pelas ameaças, e enfrenta sem receio também os hunters que aparecem por lá.  Mas as BOWs não são os principais inimigos de Carlos, e sim os próprios agentes mercenários. No hospital, Carlos encontra Tyrell Patrick que diz ter sido atacado por outro membro do serviço de contenção biológica. Há uma cobra no ninho… E “bum” mais um agente morto!

É, Carlos, não dá nem pra acreditar que tu continua humano depois disso tudo. Mas o esforço valeu: Carlos consegue a vacina, aplica em Jill, e já avisa que Nicholai não é lá tão confiável quanto parece. Carlos descobre a verdade por trás de seu comandante e também sobre a destruição de Raccoon. Pouco tempo depois, Nicholai foge com um dos únicos helicópteros restantes de um hangar, mas tanto ele quanto Jill são salvos graças a ajuda de Barry Burton. É o fim de Carlos em Raccoon.

Carlos Oliveira… Eu considero ele um dos personagens mais humanos na série Resident Evil. Ele não é como Leon, ou até mesmo Chris, que já nasceram prontos para tudo. Carlos diz ser forte, ou se mostra como tal, mas tem os mesmos dilemas morais meus ou até mesmo como os seus aí, sobreviventes. Ele não age por impulso, não tira uma vida sem pesar as consequências. Você aí pode até dizer que vai arrasar em um ataque zumbi, mas duvido muito que consiga sair de casa e puxar o gatilho para um amigo ou familiar, mesmo que necessário.

Se vamos ver Carlos novamente em Resident Evil? Acredito que seja possível! Lembrando que o personagem já teve participações também nas adaptações da série para os cinemas. Quem aí não lembra do Carlos, forte, focado de Resident Evil 2 Apocalipse? Ou até mesmo de Resident Evil 3 A Extinção? Tá aí o seu herói! Já o Carlos de Resident Evil 5 Retribuição… Bom, dá pra esquecer desse né? Vale reforçar que o Carlos dos filmes não faz parte do cânon da série de jogos.

É isso aí galerinha, até o próximo vídeo da Biografia REVIL. Lembrando que informações mais detalhadas de Carlos, ou até mesmo de outros personagens de Resident Evil, você encontra na REVIL Wiki.

  • Max

    Acho que o Carlos apenas aparecerá novamente em um jogo da franquia caso façam um Remake do RE3, ou talvez quem sabe em um novo jogo da série Revelations, quem sabe o Carlos não tenha se tornado um membro da B.S.A.A…, o que aconteceu com ele após os eventos de RE3 é um mistério.

  • Blizza

    Até a Elza Walker apareceu mais que o Carlinhos na franquia

  • Cássio Amaral

    Carlos era phoda demais. A parte em que ele está no hospital é minha favorita no jogo. Portando apenas a Assault Rifle sem munição extra e a Merc’s Handgun, ele tem que enfrentar os hunters e zumbis. Pra mim é o trecho mais tenso em RE3, incrível como eu fico nervoso até hoje nessa parte. Sem contar que ele era convencido demais e achava que estava arrasando com a Jill kkkkk. Sempre achei que o Carlos e o Billy mereciam um jogo no estilo clássico só deles.

    • Hugo

      Espero até hj por uma aparição de Billy novamente, nem que seja breve.

    • Leonardo

      Também acho , a porta do hospital é sinistra e dá uma nova importância por jogo em si.

  • Eva4Ever#ThankYouEva

    Nossa os escritores do Rev e do Umbrella Chronicles tiveram tanta chance de trazer o Carlos devolta, ele poderia ter tomado o lugar do Keith Lumley que não faria diferença já que a personalidade dos dois é literalmente a mesma, e ele poderia ter ajudado o Chris e a Jill durante a missão da Rússia, mas acho que hj em dia é bem provável que ele volte novamente já que os novos escritores cresceram junto a serie,igual ao escritor da serie Revelations, já que os escritores de antigamente usavam personagens coadjuvantes apenas para fortalecer a historia dos personagens principais, tipo a Jill e a Rebecca.

%d blogueiros gostam disto: