Perfil

Nome: Michaela Heinzwaffen
Nascimento: 1964
Altura: desconhecida
Peso: desconhecido
Tipo Sanguíneo: B+
Afiliações: Umbrella Security Service

Pode-se dizer que a alemã Michaela Heinzwaffen (Bertha) é uma profissional um tanto curiosa. Excelente médica, dedica-se a utilizar métodos de cura e de manter o corpo humano funcionando em equilíbrio perfeito, embora não se preocupe com os efeitos psicológicos e fisiológicos da dor.

Michaela não tem absolutamente nenhum talento para lidar com o estado frágil de seus pacientes e acaba os assustando ao detalhar exatamente quanta dor poderão sentir ao longo dos tratamentos de forma verbal e prática – a médica não é adepta do uso de anestésicos.

A falta de empatia por pacientes que sofrem com a dor a tornaram totalmente incompatível para trabalhar com civis, mas perfeita para atuação no campo de batalha, no qual o médico precisa ser frio e eficiente na cura dos ferimentos dos soldados. Devido a essa combinação profissional curiosa, Michaela foi escolhida como a médica de codinome “Bertha” da Wolfpack.

Além da atuação na área médica, Michaela atua como torturadora profissional. Com todo seu conhecimento sobre o corpo humano e sua paixão pela dor, a moça sabe exatamente como causar grande sofrimento e deixar suas vítimas a beira da morte para conseguir informações. Essa prática é de grande valor para a Umbrella e Bertha já obteve dados importantes para a empresa.

Em campo, Bertha carrega itens de cura para si e para auxiliar os outros membros da equipe, caso sejam feridos ou infectados. Ela também pode aumentar o desempenho dos soldados com o uso de fármacos estimulantes que melhoram a precisão e aumentam a velocidade de movimentos e o recarregamento de armas.


Operação: Raccoon City

Setembro e Outubro de 1998

Resident Evil Operation Raccoon City Vector and Bertha

O Delta Team (Wolfpack) da U.S.S., onde Bertha serviu ao lado de LupoVector, SpectreBeltway e Four Eyes, foi enviado para Raccoon City a fim de cumprir uma série de missões de interesse da Umbrella. A primeira delas foi entrar no laboratório onde William Birkin trabalhava, encontrar com o Alpha Team, liderado por HUNK, e auxiliar na coleta e na fuga do local com amostras do G-Vírus.

Porém, William Birkin não quis entregar o G-Vírus a HUNK, e acabou sendo alvejado pelo Mr. Death. Porém, a fim de evitar a sua morte, Birkin injetou a si mesmo com uma amostra do G-Vírus e foi aí que os problemas das duas equipes da U.S.S. começaram.

Após sofrer mutações, G-Birkin passou a perseguir HUNK e o Wolfpack, que além do cientista, tiveram que lidar com forças da Spec Ops que invadiram o laboartório para proteger Birkin e conseguir amostras do vírus. Em problemas, HUNK acabou perdendo as amostras, e permaneceu sozinho no laboratório para procurá-las, enquanto o Wolfpack conseguiu escapar do local.

A segunda missão do Wolfpack foi passada dias após o incidente no laboratório, e os soldados da U.S.S. foram enviados a prefeitura para destruir provas que incriminavam a Umbrella. Ao chegar na prefeitura, forças da Spec Ops os recepcionaram e tornaram o trabalho de destruir as provas muito mais difícil.

Além da Spec Ops, os soldados da U.S.S. também cruzaram com Nicholai Ginovaef, que mostrava ter interesse alem daqueles que deveriam ser o do esquadrão da U.B.C.S.

Apesar das dificuldades, o Wolfpack conseguiu cumprir mais uma missão, destruindo as provas dentro da prefeitura, mas na saída, tiveram de lidar com uma enorme horda de Lickers, o que dificultou bastante a saída deles do local.

A fim de evitar que os habitantes da cidade entrassem em contato com pessoas de fora da cidade, o Wolfpack foi enviado a Central de Energia da cidade para cortar o fornecimento de eletrecidade. Entretanto, no caminho, eles acabaram cruzando mais uma vez com Nicholai no Hospital Geral de Raccoon.

Um helicóptero encontraria o Wolfpack no heliporto do hospital, mas Nicholai conseguiu derrubar a aeronave que levava os PEM (bombas de pulso eletro-magnético) que seriam usadas pelo Wolfpack para cortar o abastecimento de energia da cidade. Eles, então, saem as pressas do hospital e chegam ao cemitério, local onde o helicóptero caiu.

Lá, eles conseguem recolher as PEMs, e terão que passar pela Clock Tower para chegar a Central de Energia da cidade, porém, mais uma vez, Nicholai se coloca no caminho da equipe, atrasando-os. Após passar pela Clock Tower, eles chegam a Central de Energia, mas a tarefa de implantar e usar os PEMs foi mais difícil do que o esperado, graças a uma grande quantidade de forças da Spec Ops e Nicholai. Apesar das dificuldades, mais uma missão é cumprida e a cidade agora ficou totalmente as escuras e sem ter como contactar ninguém fora do local.

Após cumprir mais uma missão, o Wolfpack foi incumbido de trazer o Nemesis de volta ao controle. A B.O.W. suprema da Umbrella ficou descontrolada e não obedece mais as ordens da empresa. Para isso, o Wolfpack é enviado a um dos centros de pesquisa da Umbrella para extrair o parasita NE-alfa da medula de um Tyrant T-103 e poder injetá-lo em Nemesis.

Porém, no local, além de uma enorme quantidade de zumbis, parasitas NE-Beta também atacam o grupo, que após extrair o NE-alfa do Tyrant ainda tiveram que fugir da criatura que acordou e passou a perseguir o Wolfpack. Ao chegar no local onde Nemesis atacava descontroladamente a tudo e a todos, mais uam vez forças da Spec Ops se opõe entre o Wolfpack e seu objetivo, mas, com muita persistência eles conseguem chegar até o Nemesis e injetar o parasita. Agora, de volta ao controle da Umbrella, a criatura parte para cumprir seu principal objetivo: eliminar os S.T.A.R.S. que ainda estão vivos.

Com a promessa do comando de ter que cumprir apenas mais uma missão antes de serem extraídos do caos que Raccoon se tornou, o Wolfpack se dirige até a R.P.D., onde eles devem destruir documentos que incriminam a Umbrella na sala de Brian Irons.

Após cumprirem a tarefa, eles saem do local pela porta da frente, onde o helicóptero de extração já se aproxima, porém, um acidente envolvendo o policial novato Leon S. Kennedy chama a atenção do comando, que exige que o Wolfpack persiga-o e mate-o.

Sendo assim, eles começam a caçar Leon, mas ele consegue despistar o Wolfpack. Nervosos com a situação, o comando da Umbrella avisa o Wolfpack que devido a falha eles estão por sua própria conta, e corta contato com a equipe. Desorientados, eles seguem pelas ruas infestadas da cidade, buscando por uma alternativa para conseguir escapar do local.

Após passarem por ruas abarrotadas de zumbisHunters e até mesmo Tyrants, o comando da Umbrella volta a entrar em contato com eles, e impressionados pela capacidade da equipe em sobreviver e lutar contra as mais terríveis B.O.W.s sem suporte durante mais de dez horas, o comando decide dar ao Wolfpack uma chance de se redimir.

Mais uma vez, a equipe é levada novamente até o local da primeira missão: o laboartório de Birkin. No laboratório, o Wolfpack encontra um cenário muito pior do que o de sua primeira passagem por lá. Tomado por zumbis, Crimson HeadsLickers e Hunters, o local se torna ainda mais perigoso devido a presença de soldados da Spec Ops, de Leon S. Kennedy e Ada Wong, que confronta o Wolfpack logo após a sua chegada.

No local, eles mais uma vez partem em busca de Leon na tentatival de eliminá-lo e também de encontrar Sherry Birkin, que está sob a proteção do policial e de Claire Redfield. Porém, dentro do laboartório eles veem através de um monitor Leon e Ada confrontando um Tyrant, que ataca a espiã, mas a B.O.W. é derrubada por Leon e acaba caindo em um local com metal derretido.

Após isso, o sistema de auto-destruição do laboratório é ativado, e na tentativa de fugir antes do colapso, o Wolfpack é confrontado por um Tyrant T-103 sem a roupa limitadora de poder. A luta contra a B.O.W. é no elevador de carga do laboratório, o que complica ainda mais a situação do Wolfpack, que age em conjunto para derrubar a critura do elevador e escapar do laboratório momentos antes de sua destruição.

A última chance do Wolfpack de se redimir perante o comando da Umbrella, é matar Leon e capturar Sherry no Pátio de Trens Londsdale, onde o policial, Sherry e Claire foram instruídos a esperar pelo resgate por parte da Spec Ops.

Atravessando um local infestado de zumbis e Crimson Heads e também de forças da Spec Ops estrategicamente posicionadas, o Wolfpack consegue encurralar Leon em um galpão, mas, o policial levanta questionamentos sobre o propósito da missão do Wolfpack, que dividido, entra em conflito entre os que querem cumprir a missão e matar Leon e aqueles que não querem mais se submeter a Umbrella.

Escolhendo defender Leon: Após o conflito, Leon é poupado mesmo contra as ordens do comando da Umbrella, e o Wolfpack parte em busca de alternativas para conseguir escapar de Raccoon a salvo, algo que não se sabe se eles conseguiram.

Escolhendo executar Leon: Após o conflito, aqueles que conseguem executar Leon também executam os soldados da equipe que trairam a Umbrella. Com isso, recebem ordens de levar Sherry com eles. Claire tenta impedir, mas também é executada.

*Nota: a história contada nesse jogo não é canonico a historia original da franquia.


Habilidades

Bertha, assim como todos os personagens em Resident Evil: Operation Raccoon City, tem habilidades unicas para cada tipo de gameplay:

  • First Aid Proficiency (habilidade passiva): no primeiro nivel dessa habilidade, Bertha já começa carregando um Spray de Primeiros Socorros. Conforme essa habilidade é melhorada, ela pode carregar de 2 até 4 Sprays de uma só vez;
  • Field Medic (habilidade passiva): Bertha é capaz de restaurar mais vida quando usa um item de cura nela ou em colegas. Conforme melhorado, essa habilidade pode restaurar de 16 á 50% a mais de vida;
  • Stimpack (habilidade ativa): uma pistola especial de Bertha que usa projeteis que melhora suas habilidades ou de seus colegas, se injetado neles, aumentando presição e movimentação, durando 15 secondos seu efeito. Conforme melhorada, pode carregar até 3 projeteis;
  • Neutralize Infection (habilidade ativa): arma especial que pode curar seus colegas infectados ou causar dano em criaturas infectadas. Conforme melhorada, essa habilidade pode aumentar a capacidade de cura da infecção ou até mesmo o dano nas criaturas infectadas em que é usado;
  • Painkiller (habilidade ativa): um Spray especial que reduz o dano recebido por Bertha ou de seus companheiros, se usados neles. Conforme melhorada, essa habilidade pode neutralizar de 50 á 90% de dano.

Aparições

  • Resident Evil: Operation Raccoon City;
  •  Minna to Biohazard: Team Survivor & Clan Master – mobile;
  •  TEPPEN – mobile.

Curiosidades

  • Bertha possui as mesmas habilidades que Harley, membro do Echo Six da Spec Ops;
  • Apesar de ser médica, Bertha é conhecida por seu sadismo e pelo prazer que ela sente em causar dor nos inimigos;

Atrizes e Dubladoras

Resident Evil: Operation Raccoon City
– Lydia Look (voz)


Galeria


Perfil original publicado em 01 de julho de 2015.

Última revisão/atualização em 27 de Junho de 2020, por Paloma Cristini. (ajuda do Cesar Monti – Grupo do Discord).

%d blogueiros gostam disto: