O dia 11 de junho ficou marcado no coração dos fãs depois que a Capcom decidiu mostrar ao mundo Resident Evil 2 reimaginado – e nossa, não é a toa que o jogo acabou ganhando o Game Critics Awards como o melhor da E3. Tivemos mini-ataques cardíacos durante o showcase da Sony, quando o trailer de anúncio finalmente nos deu um vislumbre do que estava por vir. Agora, muitos fãs estão preparando o bolso para 2019 e tendo que aguentar a ansiedade. Tem até quem esteja economizando moedinhas:

Falando em ansiedade, fãs mais inquietos da comunidade não aguentaram a espera e saíram “caçando” elementos presentes nas imagens e nos vídeos divulgados do título. Listamos aqui algumas coisas que foram encontradas e ATENÇÃO: se você é daqueles que prefere ser surpreendido, é melhor parar a leitura por aqui.

O começo

A demo disponibilizada originalmente na E3 2018 – e que também está “rodando” o mundo – coloca o jogador no controle de Leon em seu primeiro dia como policial em Raccoon City. A demonstração já começa dentro da Raccoon Police Department, o que fez muita gente se perguntar se é ali mesmo que Resident Evil 2 irá começar. A resposta é: não, já que nem mesmo o clássico começa desta forma. Resident Evil 2 Remake pode ter início na entrada da cidade, com Leon e Claire vivendo situações distintas, conforme já indicamos em um rumor.  Logo após o encontro, os dois devem passar por situações já vistas no clássico de 98.

Um dos detalhes do trailer divulgado é o caminhão acidentado, cena icônica em Resident Evil 2.

Hall principal da R.P.D.

A entrada principal da R.P.D. com certeza foi um dos primeiros elementos que chamaram a atenção dos fãs, afinal, o local se trata de um dos cenários mais nostálgicos e mais importantes de todo o universo de Resident Evil. Muitos estavam ansiosos para ver “sua nova versão”, e que resultado espetacular!

O hall manteve sua estrutura e elementos bem fiéis ao clássico, com algumas pequenas mudanças: sua nova aparência teve influência das artes conceituais da beta Resident Evil 1.5!

Além disso, fãs no Reddit encontraram semelhanças entre as artes conceituais do clássico Resident Evil 2 com o resultado final apresentado pela Capcom para os personagens (informação e foto via ScreenRant):
Até mesmo o Tyrant T-103, popularmente conhecido como Mr. X, tem sua inspiração no beta:

Jogabilidade

Notamos que os controles estão semelhante aos de Resident Evil: Revelations 2 – com pitadas de Resident Evil 4 – e alguns elementos de Resident Evil 7, devido ao uso da RE Engine. A câmera escolhida foi a famosa “over the shoulder”, ou seja, em terceira pessoa! Resident Evil 2 Remake também não deve contar com um modo de realidade virtual, ao menos por enquanto.

Save Room

Nosso lugarzinho de alívio voltou! Os save rooms mostrados na demo estão equipados com os clássicos baús e máquinas de escrever, mantendo a nostalgia e a tranquilidade que o local passa aos jogadores.

A sala mostrada na demo, é a Dark Room, conhecida entre os jogadores que sempre voltavam no local para revelar um file em foto.

Ambientação

Podemos ver na demo que a grande maioria dos locais da R.P.D. estão com pouca ou até mesmo nenhuma iluminação, com espaços fechados, mantendo toda a sensação claustrofóbica já conhecida na série.

O suspense e o medo prometem voltar a tomar conta de muitos jogadores, sendo eles fãs de longa data ou novatos dentro do mundo do survival horror.

Zumbis

A evolução dos jogos realmente veio para impressionar e nunca regredir. E todo o trabalho e atenção aos detalhes pode ser visto também nos inimigos!

Os zumbis foram os únicos inimigos apresentados na demo, mas já foi possível perceber que mesmo sendo lentos e com reflexos mínimos, os clássicos inimigos são fatais. Cada ataque deles pode tirar até metade da vida do personagem. E se o jogador for atacado por mais de um zumbi ao mesmo tempo (sim, isso será possível), as chances da tela de “game over” aparecer serão ainda maiores.Se o jogador estiver encurralado ou com uma horda de zumbis enorme vindo em sua direção e não estiver conseguindo acertar seus tiros em nível crítico, será possível atrasá-los atirando nas pernas e braços, muitas vezes os desmembrando. Isso poderá também ser feito com a faca de combate.

Itens

Novos itens estarão presentes, acompanhados dos que já conhecemos no Resident Evil 2 clássico. Alguns deles puderam ser vistos na demo apresentada em eventos fechados da Capcom.

Munição e pólvora

Os jogadores encontrarão munição conforme forem explorando os cenários, mas os itens podem ser mais escassos. Mas calma, a ajuda milagrosa existe com PÓLVORAS. Sim, esse elemento que deu as caras pela primeira vez em Resident Evil 3: Nemesis está de volta. No novo Resident Evil 2 será possível obter dois tipos de pólvora, a Standard-grade Gunpowder e a High-grade Gunpowder. Elas serão extremamente necessárias, por exemplo, para se conseguir munição de Shotgun e, principalmente, para a poderosa Magnum.

Itens de cura

Sempre presentes nos jogos da franquia, as clássicas Green, Red e Blue herbs estão disponíveis para serem usadas sozinhas ou misturadas. O First Aid Spray aleluia também está de volta. Uma novidade é a combinação Red+Blue, que será usada para aumentar a resistência do personagem (resta saber se essa resistência é permanente, igual aos esteroides de Resident Evil 7, ou se terá uma duração limitada).

Wooden Boards

Novidade acrescentada em Resident Evil 2 Remake, esse tipo de item foi visto somente nos Outbreaks. São madeiras que podem ser obtidas ao longo da aventura e servem para bloquear janelas que foram ou podem ser quebradas por zumbis e outros inimigos (ainda não se sabe se essas madeiras são permanentes ou se elas podem ser destruídas com ataques de inimigos).Ink Ribbon

Foi confirmado que esse item tão conhecido pelos fãs também estará de volta. No começo da divulgação das informações sobre o game, pouco foi comentado sobre sua presença no game, até que a comunidade foi agraciada por esse Tweet:

Mais tarde, em uma entrevista para o site VG247, os produtores responderam como elas serão usadas no jogo, funcionando de forma semelhante às fitas cassetes de Resident Evil 7, que precisavam ser usadas caso o jogador quisesse salvar seu progresso na dificuldade mais elevada do game.

Caso o interessado queira experimentar Resident Evil 2 mais casualmente, o progresso deve ser salvo de forma automática – sem a necessidade do item – com os já conhecidos checkpoints.

As Ink Ribbons estão tão presentes que devem até compor pacotes especiais do jogo no Japão!Armas e faca de combate

A já conhecida faca de combate terá algumas funções adicionais. Sendo um item essencial para a sobrevivência dos jogadores, ela poderá ser usada de três formas diferentes:

  • Como uma arma, sendo equipada para atacar os inimigos como é usada de costume em todos os jogos da série;
  • Como um item, já que ela foi necessária na demo para abrir uma caixa de energia para o jogador avançar, muito semelhante em como ela é usada em Resident Evil 7;
  • Como um item de defesa, deixando claro seu uso quando Leon é atacado por zumbis na demo. Assim que alguns deles agarram o personagem, o jogador pode contra-atacar e cravar a faca no inimigo, cessando seu ataque.

Mas atenção ao detalhe: depois de utilizado em um zumbi, por exemplo, o item precisará ser resgatado no corpo do inimigo para que seja novamente utilizado. Se o jogador por acaso esquecer esse detalhe, ele poderá esquecer a faca de combate e terá que refazer seu caminho de volta para buscá-la (itens de defesa desse gênero foram apresentados no remake do primeiro Resident Evil, mas de uma outra maneira – sem necessidade de “resgate”, com itens avulsos).Na imagem, dá pra perceber também que a faca de combate terá uma durabilidade, ou seja, ela poderá se quebrar e deixar de existir. Provavelmente o jogador encontrará mais facas durante sua jornada ou quem sabe até uma bancada para montagem/conserto de itens (como em Resident Evil: Revelations 2).

As armas do Resident Evil 2 original são conhecidas por ter variedades e opções de escolha, deixando o jogador usar a que ele achar melhor para avançar no jogo – e pelo que foi visto isso não vai mudar.

Mesmo nos poucos minutos de gameplay da demo, já podemos ver duas armas sendo obtidas pelo jogador: a Handgun Matilda (conhecida no Resident Evil 2 original como VP70) e a Shotgun W-870 (conhecida no clássico como M1100-P). Ambos estão idênticas, mudando somente sua descrição dentro do menu.

Também é possível fazer melhorias em armas. A Matilda Extended Magazine é obtida através de um simples puzzle próximo à mesa que seria de Leon S. Kennedy na delegacia.

Puzzles 

Um novo Resident Evil 2 precisa de novos puzzles e é isso que iremos ter! Um bom exemplo disso está na estátua do Hall principal da delegacia, que quando tinha seu enigma solucionado, disponibilizava a Spade Key para o jogador – era necessário colocar a Unicorn Medal.

Agora, essa estátua dará acesso ao subterrâneo da delegacia, e para abri-lo será necessário três medalhões fechados em três outras estátuas diferentes (na demo, vimos a do leão e a do unicórnio). Para decifrar todo esse puzzle, será necessário um caderno de anotações que o policial Elliot entrega a Leon antes de morrer.

O puzzle da biblioteca também mudou, e dará mais trabalho aos jogadores. Será necessário um item ainda desconhecido para fazer o macaco mecânico funcionar, e a partir disso, levantar uma das prateleiras para mudá-las de lugar e só assim obter o item necessário para avançar.

Para ter acesso a mais munições e itens diversos, a delegacia terá uma Locker Room e lá será possível digitar os números dos armários em um painel para abri-los, porém esse painel tem dois botões essenciais faltando: do número 2 e do número 3. É possível conseguir essas teclas faltando através do item Portable Safe, um mini-puzzle que é acessado através do menu, sendo totalmente aleatório: conseguindo a sequência correta, o item irá se abrir, te dando uma tecla. Isso pode acontecer com frequência, conforme o jogador avança no jogo.

Files

Essenciais para o completo entendimento da história e resolução de puzzles, os já conhecidos arquivos estão de volta, sendo alguns já transcritos do game original e outros totalmente novos. Os files em fotos que são revelados na Dark Room também estão de volta.

Uma novidade que muitos acharam incrível foi a possibilidade de termos contato com personagens antes somente mencionados em files, como o próprio policial Elliot Edward e David Ford (ambos são mencionados em files do Resident Evil 2 original).

Inventário

Resident Evil 2 Remake adotou o inventário visto em Resident Evil 7, sendo bastante limitado – com o acesso rápido a troca de armas e um display no canto inferior esquerdo mostrando o status do personagem (Fine, Caution e Danger), assim como o objetivo atual.

O jogador começará com oito espaços disponíveis no inventário, sendo possível aumentá-los com o Hip Pouch, o famoso Side Pack do game original, que poderá ser encontrado durante o jogo. Ainda não sabemos o limite dessas expansões, já que no caso de Resident Evil 7 há três mochilas disponíveis para aumento de inventário.

Áudios

Um dos grandes trunfos do remake, os áudios de pequenas coisas devem ter um destaque maior à Resident Evil 2. O barulho do lado de fora da R.P.D., a respiração do personagem, os grunhidos dos inimigos, tudo será usado com o objetivo de deixar o jogador o mais imerso possível dentro daquele universo, contando com destaque à trilha sonora apenas em momentos específicos.

E falando de trilha sonora, você sabia que o jogo terá duas opções? Vamos ter a trilha renovada de acordo com a visão dos produtores, e também contar com a opção de escolha da clássica, de 1998 – disponível na versão DELUXE de Resident Evil 2.

Raccoon City

Em uma das entrevistas durante a E3 2018, os produtores disseram que os jogadores verão mais da área externa que abriga a delegacia e as ruas de Raccoon City.

Isso pode ser algo inédito, já que no jogo original a área de exploração ficou limitada apenas a alguns quarteirões antes da delegacia. Alguns até tentaram sair da R.P.D. enquanto estavam jogando a demo, mas o máximo que conseguiram foi chegar no portão principal do lugar.

Easter Eggs

Já na primeira demonstração de Resident Evil 2 Remake foi possível notar algumas referências a jogos anteriores da franquia, como o nosso querido manequim, que assustou diversos jogadores na demo de Beginning Hour de Resident Evil 7.

A frase “We Do It”, dita dois anos atrás pelo produtor Yoshiaki Hirabayashi confirmando a produção do remake, também foi notada pelos jogadores.

No puzzle da mesa que seria de Leon S. Kennedy, podemos ver o nome de Rita Phillips nas proximidades. Rita Phillips é que uma oficial da R.P.D. vista no cenário Desperate Times de Resident Evil: Outbreak file #2. A personagem consegue fugir do departamento infestado de zumbis por uma passagem secreta, adivinha onde? Isso mesmo, debaixo da estátua do Hall principal! Tudo isso com a ajuda de Marvin Branagh.

Seria sonhar demais esperar a aparição dos personagens dos Outbreaks?

A famosa foto da equipe do S.T.A.R.S. vista na sala do esquadrão em Resident Evil 2 e Resident Evil 3: Nemesis foi encontrada bem escondida na Dark Room. Resta saber onde os jogadores encontrarão esse elemento desta vez…

Créditos das imagens: Algumas foram tirados diretamente dos gameplays da demo de Resident Evil 2 e outras do Twitter Where’s Barry.

Revisão do artigo: Steven L. Andrade / Ricardo Andretto

O jogo

Resident Evil 2 será lançado no dia 25 de janeiro de 2019 para PlayStation 4/PS4 PRO, Xbox One/Xbox One X e PC (Steam). No Brasil, somente as versões de consoles serão distribuídas de forma física pela WB Games, com direito à fabricação nacional. O título chega ao País com legendas em português.

Mais novidades de Resident Evil 2 Remake devem aparecer durante a Gamescom, que acontece na Alemanha entre os dias 21 e 25 de agosto.

Até o momento, a Capcom explorou jogabilidades com Leon, seria a vez de vermos mais detalhes de Claire Redfield? Ou da espiã Ada Wong? Ou até mesmo do próprio Leon? Pois é justamente nessas informações que os fãs apostam! Ou será que tudo isso está guardado até mesmo para a Tokyo Game Show, em setembro?

Fiquem ligados! Nossas fontes indicam que vem algo bom por aí [só não podemos dizer – ainda – o que já sabemos]!

Quer ficar sempre atento às novidades do REVIL? Nos siga nas redes sociais:

Twitter: twitter.com/revilbr
Facebook: facebook.com/revilbr
Instagram: instagram.com/revilbr

%d blogueiros gostam disto: