O REVIL teve a oportunidade de entrevistar o ator super simpático Nick Apostolides, a voz (da dublagem em inglês) de Leon S. Kennedy e que também atuou na captura de movimentos do personagem na releitura de Resident Evil 2. Além de nos cativar pela voz de Leon, Nick já atuou em vários papeis em séries dramáticas como “American Girl” e “The Suffering“. Como profissional, ele tem encarnado personagens com ares mais misteriosos e, ao mesmo tempo, complexos – como soldados militares, por exemplo, ou agentes de combate em campo (ver seu IMDb).

 

Resident Evil 2 é, atualmente, o seu principal chamariz profissional devido a popularidade da franquia. Só que, meus amigos, Nick Apostolides também já esteve presente no universo de “Life is Strange“, com os personagens Frank Bowers e Charles Erikson.

 

Seu carisma cativou até mesmo a Capcom, que escalou Nick para captura de movimentos do policial de Raccoon City, que apesar de novato mostrou que dá conta de qualquer desafio. Confira a conversa do profissional com o REVIL [ative as legendas em português no YouTube]:

Transcrição da entrevista em português:

Olá a todos os incríveis fãs brasileiros de Resident Evil! Meu nome é Nick Apostolides e eu interpretei Leon S. Kennedy. Sou a voz e fiz a captura de movimentos para RE2 Remake. Eu vou tirar um tempo aqui para responder algumas perguntas e compartilhar algumas experiências com vocês.

Em primeiro lugar, o que eu achei de RE2 Remake? Bom, eu tenho uma tradição especial com meu irmãozinho e meu primo. Desde que éramos crianças, sempre que saia um Resident Evil novo, nós esperávamos para que pudéssemos jogar juntos, ficávamos acordados a noite toda e fechar o jogo. E essa é uma tradição que eu não posso quebrar! Hoje os dois moram em Boston e eu moro em Los Angeles e eu não tive tempo de ir até lá para jogarmos juntos. Então, acreditem se quiserem, eu ainda não joguei RE2 Remake e isso está me matando porque eu tenho esperado 3 anos para poder jogar, mas ainda vou ter que aguardar um pouco mais.

Pelo o que tenho ouvido, os fãs estão realmente amando o remake e isso me deixa super feliz e sei que como um “fãnzaço” da franquia eu vou amar esse jogo, e não só pelo fato de estar nele.Quando eu era bem novo, lá por 1997, eu ouvi sobre esse jogo novo chamado Resident Evil e a minha mãe não queria que eu jogasse porque parecia ser bem violento e ela viu um vídeo onde uma cabeça era explodida, então ela nem deixou eu jogar. Um ano depois eu fui dormir na casa de um amigo e ele me disse: “Ei, você quer jogar Resident Evil 2?”. E isso aconteceu por volta de 1998. E claro que eu disse “SIM! Eu quero saber qual é a desse jogo”. E me lembro da primeira cena onde Leon está caminhando pela chamas na cidade e tem que fugir daqueles zumbis. A partir daquele momento eu me apaixonei pela franquia! Eu caí em amor pelo RE2, aí eu voltei e joguei o primeiro e depois joguei todos os outros que saíram desde então e tem sido a minha série de games favorita!

Quando me ofereceram o papel para interpretar o Leon, que é um dos meus personagens favoritos de todos os tempos e já tinha sido interpretado por grandes atores, eu só queria fazer justiça ao personagem. Durante o processo de seleção e após eu ser contratado, a Capcom reforçou que eles viam o jovem Leon, o espírito dele dentro de mim, e que eles não queriam que eu mudasse muito. Eles realmente queriam que eu fosse eu mesmo e agregar as minhas qualidades ao personagem. E isso meio que nos traz a próxima pergunta:

O que eu tenho em comum com Leon?

Bem, aparentemente eu sou um pouco como ele, como um policial de 21 anos. Positivo, otimista, fodão, felizão, charmoso, divertido, aventureiro, um pouco ingênuo e um pouco rebelde. Eu tenho a mesma energia otimista e positiva que este jovem Leon e ele apenas quer ser um policial honesto, chegar e fazer seu trabalho da maneira certa, fazer a coisa certa e eventualmente salvar o dia. Eu compartilho muitos desses traços de personalidade com ele e fiquei honrado que eles viram esse personagem em mim porque eu estive jogando com ele desde 1998.

RE2 foi, na verdade, minha primeira experiência com captura de movimentos e eu tenho um histórico como ator de ação. Confira:

Eu tenho experiência atuando em ação e também drama, mas quando a gente grava com Mocap, é uma experiência parecida com o teatro pois não temos um set. Nós não estávamos em Raccoon City, nós não estávamos em um departamento de polícia, tínhamos que imaginar tudo aquilo. A gente basicamente fica em um sala vazia, usando uma roupa bem boba coberta de bolas magnéticas.

Você tem que imaginar que tudo aquilo é real. Tínhamos que imaginar que estávamos naquela atmosfera, escura e grotesca com zumbis e lickers por todos os lados. Eu conhecia bastante dos jogos e lembrava como era a Delegacia e como aquela atmosfera me fazia sentir, então eu tentei me colocar nos cenários do RE2 original para manter tudo real.

Filmamos as cutscenes com a captura de movimentos e o processo foi parecido com gravar um filme. O drama realmente existia e nós buscamos ficar imersos naquele cenário o máximo possível. E mais uma vez, a maneira que esse processo se diferencia da maioria dos trabalhos de atuação que tive é que nós tivemos que imaginar tudo que estava lá. Os uniformes, os zumbis, o fogo, a delegacia de polícia… tudo. Não foi muito difícil porque eu já conhecia muito bem a franquia!Então, DEFINITIVAMENTE, Resident Evil tem sido a minha franquia de games favorita desde 1998! Mais ou menos 21 anos!

Vou apenas dizer isso… quando me ofereceram o papel, eu recebi a ligação e eles disseram: “Você vai ser o Leon!”. Eu simplesmente morri.

Eu me derreti todo! E quando eu finalmente pude interpretá-lo, foi surreal. Não apenas por Resident Evil, mas eu venho jogando os jogos da Capcom desde os 7 anos de idade. Comecei com Megaman. Aí eu consegui um Super Nintendo e comecei a jogar Street Fighter. E por fim, conheci a franquia Resident Evil. Desde aquela época eu tenho sido um grande fã. Trabalhar com a Capcom foi uma grande experiência e eu digo a eles um milhão de vezes o quanto me senti honrado de trabalhar para companhia deles e ajudar a criar um mundo em Resident Evil. Agora eu faço parte de um desses games para sempre. E é uma grande honra. O que torna isso mais especial é a minha história com meu irmão e primo. É um momento muito nostálgico na minha vida. Eu vou me lembrar para sempre disso e mal posso esperar para jogar!

Qual personagem eu gostaria de interpretar? Existem muitos personagens bons, e para ser honesto, Chris sempre foi um dos meus favoritos. Eu me apaixonei por ele em Resident Evil 1. Aí veio o remake, depois o 5… e eles são todos ótimos.

Alguns amigos meus, na verdade, já emprestaram suas vozes e fizeram captura de movimentos para ele. Então eu não quero passar por cima deles, mas ele é um personagem muito legal. Eu também acho que o Jake, do RE6, foi um personagem bem interessante. Apesar de não ser o meu game preferido, eu achei legal trazer o filho do Wesker para o universo RE. Eu gostei da campanha dele com a Rebecca [Sherry na verdade].Desde de que o jogo foi lançado em 25 de janeiro, eu venho recebendo um feedback muito positivo. Fãs e comunidades do mundo inteiro expressando o quão felizes estão com a minha performance e isso é a melhor coisa pela qual eu poderia esperar. O personagem de Leon já está tão bem estabelecido. A razão pela qual ele é tão lendário é porque ele foi interpretado por tantos dubladores talentosos no passado (Paul Haddad, Paul Mercier, Christian Lanz, Matthew Mercer). Todos atores os quais eu sou fã. Paul Mercier, que fez RE4, é um dos meus favoritos de todos os tempos. O trabalho dele foi incrível. Poder estar “nessa turma”, com esse atores, e ter os fãs gostando da minha interpretação como o jovem Leon me deixa incrivelmente feliz! Eu não consigo expressar de forma suficiente o quanto esse suporte de todas essas comunidades significa pra mim. E eu não fazia ideia do quão popular essa franquia era no Brasil até que essas comunidades começaram a me contactar. Eu estou impressionado com a lealdade do fãs em muitos países, especialmente os da América do Sul. É fantástico.

Na verdade, eu acabei de voltar de uma viagem de 10 dias na Tailândia. Eu estava realizando um trabalho humanitário lá de construção. Algumas das primeiras pessoas que encontrei lá, no meio das montanhas de Chiang Mai, eram fãs de Resident Evil. E quando eles descobriram que eu era a “voz” do Leon, eles enlouqueceram e isso só mostra o alcance que Resident Evil pode ter no mundo. Todas essas pessoas têm carinho pela franquia. Eu estou honrado de fazer parte da série e feliz de saber que os brasileiros gostaram da minha interpretação.

Agora, algumas pessoas da comunidade brasileira de Resident Evil me perguntaram se eu teria interesse de ir na Brasil Game Show. Sim! Com certeza sim! Eu e com certeza minhas colegas Stephanie Panisello (Claire) e Jolene Anderson (Ada) adoraríamos viajar até aí e conhecer todos vocês e a comunidade de fãs. Então, se vocês conseguirem fazer, e nos ajudar a chegar à Brasil Game Show, nós iremos porque queremos estar aí e conhecer vocês! Isso seria realmente demais! Se existe algo que puderem fazer, nós ficaríamos muito felizes!

Muito obrigado por se interessarem por minha história e eu vejo todos vocês em Raccoon City!

Nick Apostolides é a prova de que os sonhos podem sim se tornar realidade – até se você quiser trabalhar com algo que ame. No caso dele, foi a sua participação em um jogo da franquia. Isso não é incrível?

Até mesmo um cosplay de Leon S. Kennedy está sendo preparado pelo Nick. Nós temos certeza de que a comunidade vai pirar com o resultado.

Siga o Nick no Twitter, Instagram ou acesse seu site oficial.

Contato e estrutura: Paloma Cristini e Ricardo Andretto
Edição de Vídeo: Equipe de Nick Apostolides / Frank Alcântara [adequação ao canal do REVIL]
Tradução e revisão: Ricardo Alves e Ricardo Andretto
Legenda no vídeo: Ricardo Andretto


English Version [for the fans around the world]

REVIL had the opportunity to interview the super-friendly actor Nick Apostolides, the voice of Leon S. Kennedy and who also acted in the motion capture for the character in the new Resident Evil 2. Besides captivating us by the voice of Leon, Nick appeared in several dramatic roles as in “American Girl” and “The Suffering“. As a professional, he has embodied characters with more mysterious and complex envolviment – as military soldiers, for example, or field combat officers (check out in IMDb).

 

Resident Evil 2 is currently its main professional portfolio due the franchise popularity. But, my friends, Nick Apostolides is also in the universe of “Life is Strange“, with the characters Frank Bowers and Charles Erikson.

 

His charisma captivated even Capcom, who put Nick in the motion capture scenes for the Raccoon City police officer, who proved that can beat any challenge – even as a rookie.

THE INTERVIEW

Hello to all you AMAZING Brazilian Resident Evil fans!!! My name is Nick Apostolides and I played Leon S. Kennedy in RE2 Remake. I was going to take a little time to answer a few questions and share some experiences with you so THANK YOU for tuning in and I hope you enjoy!

So first, what are my thoughts on RE2 Remake? Well, I have a special tradition with my little brother and my cousin. Ever since we were kids, every time a Resident Evil game came out we would always wait and play it together, stay up all night and beat it…and that’s a tradition I cannot break! Now they live in the Boston area and I live in Los Angeles and I haven’t had the time to get over there and get together. So believe it or not, I have not actually played RE2 and it’s killing me because I’ve been waiting for about 3 years to play it so I have to wait just a little longer!

From what I’ve heard, the fans are really loving REMAKE and that makes me super happy and I know, as a diehard Resident Evil fan, I’m going to LOVE this game, and not just because I was in it.When I was really young (about 1997), I heard of this game called Resident Evil and my mother didn’t even want me playing it because it sounded violent and she saw a clip where a head was getting blown off, so I wasn’t even allowed to play. One day a year later I slept over a friends house and he said “Hey, you want to play Resident Evil 2!?”and of course I said “YEAH!” I want to see what it’s all about and I remember the first scene where Leon is coming through the fire in the city and he has to escape those zombies and ever since that very moment is when I fell in love with the Resident Evil franchise. I played 2, then I went back and played RE1 and then I played every other title since then and it’s forever been my FAVORITE series!

When I was offered the role of Leon (he’s one of my FAVORITE characters of all time and he’s been portrayed by so many good actors), I just wanted to do him justice. Through the casting process and after I was hired, CAPCOM reassured me that they saw a young Leon, his spirit, inside of me and they didn’t want me to change much. They really wanted me to be myself and bring my qualities into this character and that kind of bleeds into the next question:

What do I have in common with him?

Well, I apparently sound like him a bit, like a 21 year old cop. I am positive, optimistic, bad-ass, happy-go-lucky, charming, fun, adventurous, a little naive and a little rebellious. I have the same optimistic and positive energy with this young Leon and he just wanted to be an earnest cop, go in and just do his job the right way, do the right thing and eventually he wanted to save the day. I share a lot of those personality traits and I was honored that they saw that character in me because I’ve loved him since 98′.

Filming RE2 was actually my first Motion Capture experience but I did have a solid background in action-acting and dramatic work as well.

When you film Mocap, it’s sort of a theater experience because there are no sets – we weren’t in Raccoon City, we weren’t in a police department, we had to imagine it all. We were basically in an empty room, wearing a really goofy suit covered in reflective balls and we had to imagine that everything was real.

 

We had to imagine that we were in that dark, gruesome atmosphere with zombies and lickers everywhere. I was very familiar with the game and I remember what the atmosphere felt like so I tried to place myself back there in the original RE2 to keep the scenarios true to the game.

 

With Motion Capture, we filmed the cinematic cut-scenes and the process was just like making a movie – the drama was definitely there and we tried to immerse ourselves as much as possible. Once again, the way it is most different from other acting jobs I’ve had is that we had to imagine everything was there…the uniforms, the zombies, the fire, the police station…. everything. It wasn’t too hard because of how well I already knew the franchise.

So DEFINITELY – Resident Evil has been my favorite series since 1998! About 21 years!

I’ll say this…when I was offered the role, I got that phone call and they said “You’re gonna be Leon” and I just died.

I melted in my seat! Then I actually got to play him, it was surreal. Not only Resident Evil, but I’ve been playing CAPCOM games since I was probably 7 years old. I started with Megaman. Then when I got Super Nintendo, I started playing Street Fighter. Then I adopted Resident Evil series. Ever since then I’ve been such a fan. To work for CAPCOM was a humbling experience and I let them know a million times how much of an honor it was to be working for their company and to be helping create a world in Resident Evil. Now I’m a part of one of these games forever – what makes that special is my history of playing them with my brother and my cousin – it’s really a nostalgic moment in my life. I’ll always remember it and can’t wait to play the game!

What characters would I like to play? There are a lot of good ones and to be honest, Chris has always been one of my favorites. I fell in love with him with Resident Evil 1, and then the HD Remake came out, then 5…they were all great.

A couple of my friends actually provide his voice and motion capture so I wouldn’t want to step on their toes but he IS a cool character. I also thought Jake was a really interesting character from RE6. Although it wasn’t my favorite title, but I thought it was cool to bring Wesker’s son into the RE universe. I did like his campaign quite a bit with Rebecca [Sherry, actually].Ever since the game came out on January 25th, I have received so much positive feedback. Fans and communities from all over express that they were happy with my performance and that is the best thing I could ever wish for. It’s because Leon’s character is so established. The reason he is so legendary is because he’s been portrayed by so many talented voice actors in the past (Paul Haddad, Paul Mercier, Christian Lanz, Matthew Mercer) – all actors that I am a fan of. Paul Mercier from RE4 was one of my favorites of all time. He did such an amazing job. To be able to “sit at the same table” as these actors, and have fans like my performance as a young Leon makes me so incredibly happy! I can’t express enough how much the support means from all the different communities and I didn’t even know how popular this franchise was in Brazil until a lot of these communities starting reaching out to me. I am impressed with the fan loyalty in MANY countries…especially the ones in South America – it’s fantastic.

I actually just came back from a 10 day trip in Thailand – I was doing some Humanitarian building work there. Some of the first people I met there, 3 hours deep into the mountains of Chiang Mai, were RE fans! And when they found out that I voiced Leon, they were going nuts and it shows how deep into the world Resident Evil reaches. They truly care about the games! I am so humbled to be a part of this series and I’m happy that the Brazilian fans liked my portrayal.

A few people from the fan world in your beautiful country have asked if I’d be interested in going to the Brazil Game Show…..YES, ABSOLUTELY!!! I know myself and my co-stars Stephanie Panisello (Claire) and Jolene Anderson (Ada) would love to travel all over and meet you and reach out to the fan community. So if you you can make it happen and help get to BGS, we will come because we want to be there and we want to meet you!!!! It would be really exciting! If there’s anything you could do, we’d really appreciate it!

Thank you SO MUCH for the interest in my story and we’ll see you in Raccoon City!

%d blogueiros gostam disto: