O bonde de informações de Resident Evil 2 Remake, ou somente Resident Evil 2 para os íntimos, não acabou com a E3 e detalhes interessantes sobre o desenvolvimento do jogo continuam a surgir entre os sites. É o caso do Rely on Horror, parceiro do REVIL, que divulgou uma entrevista recentemente com dois produtores responsáveis por reimaginar o título clássico, Yoshiaki HirabayashiWE DO IT! – e Tsuyoshi Kanda.

Durante a oportunidade, o pessoal do Rely on Horror questionou os profissionais sobre a presença de membros na equipe de desenvolvimento que de fato trabalharam no Resident Evil 2 original e sim, há dois deles envolvidos: Jun Takeuchi, gerente de projeto de vários títulos da franquia, como o primeiro Resident Evil e RE2, e que vem ajudando a dar conselhos ao time; Shusaku Uchiyama, que é um artista que faz parte da equipe de áudio e que também esteve presente no RE2 original.O resultado dessa boa relação clássica nós podemos perceber entre os gameplays já divulgados de Resident Evil 2 Remake e que foram bem recebidos entre críticos e a comunidade – até com a presença de conteúdos nostálgicos. Confira alguns dos materiais já divulgados sobre o assunto:

E os fãs podem ficar realmente despreocupados neste sentido, já que a lembrança do Resident Evil 2 original deve ser preservada. A versão DELUXE de Resident Evil 2 Remake, já disponível para pré-compra na PlayStation Store, indica a opção de alterar a trilha do jogo para a versão original e até um traje de Elza Walker, que remete ao beta RE 1.5 – clique aqui para mais informações. Mas no caso das músicas, há uma reimaginação sendo preparada, caso os jogadores optem pelo novo. Ouça algumas amostras retiradas dos gameplays por nosso parceiro Biohazard France:

Ainda na entrevista concedida ao Rely on HorrorYoshiaki Hirabayashi diz que os desenvolvedores tiveram que conversar bastante e sofreram pressão para trazer algo que pudesse respeitar o trabalho original e trazer um certo frescor para a versão reimaginada, uma vez que o desafio é não só agradar os fãs antigos, mas também os novos.

Yoshiaki contou ainda que a extinção de cenários em favor de apenas um para cada personagem – nada de Claire A/B ou Leon A/B – não deve afetar a dinâmica entre perspectivas diferentes sobre uma mesma situação. A ideia de eliminar os quatro cenários foi para evitar o sentimento de repetição, trazendo uma experiência mais profunda e intensa para a história – e não forçando o jogador a viver a mesma situação múltiplas vezes.Sobre a câmera, os produtores dizem que a perspectiva over the shoulder, ou sobre o ombro, como visto originalmente em Resident Evil 4, continua a ser a base de tudo e que não há um planejamento para uma mudança – ou seja, nada de opção em primeira pessoa, como em Resident Evil 7 ou no trailer showcase da Sony. A ideia é dar uma sensação claustrofóbica e aterrorizante, de ser mordido por um zumbi e poder se ver tentando se livrar dessa luta de forma intensa, por exemplo.E vocês? O que ainda querem em Resident Evil 2 Remake? Nós precisamos tudo isso e até imaginamos mais – um Resident Evil 3 Remake, por exemplo. Não custa sonhar!

Resident Evil 2 Remake chega no dia 25 de janeiro de 2019 para PlayStation 4/PS4 PRO, Xbox One/Xbox One X e PC (Steam).

CAPCOM, libera logo essa demonstração pra gente!

%d blogueiros gostam disto: